Log In

TeleRatings

Audiência nos EUA na quarta-feira, 3 de dezembro

Pin it

Damian Lewis em LifeNão, não é primeiro de abril. Sabe Life? Aquela série do policial ruivo esquisitão, que vive comendo fruta, e que tem a DJ gatinha de The L Word mas que aparece em cena sempre usando roupas demais? Pois Life, aquela que quase foi cancelada, foi líder de audiência! Life, a rena do nariz vermelho e Lei & Ordem. Sério! Foi uma quarta-feira bem atípica na TV americana…

Completando a coluna, comentários sobre as novidades da programação da CBS para 2009. Flashpoint está voltando, Eleventh Hour vai ter vida mais curta e Harper’s Island vem aí. Confira!

Ranking por canal

Emissora NBC CBS Fox ABC CW
Média
(em milhões)
9,91 9,20 7,37 6,14 1,37

Ranking por horário

Hora Programa (Canal) Milhões de
Telespectadores
20h Rudolph, a Rena do Nariz Vermelho (CBS) 11.74
Christmas in Rockefeller Center (NBC) 10.35
Secret Millionaire (Fox) – estréia 6.69
Pushing Daisies (ABC) 4.91
Stylista (CW) – reprise 1.32
21h Life (NBC) 8.10
Secret Millionaire (Fox) 8.05
Private Practice (ABC) 7.84
Grammy Nominations Concert Live! (CBS) 7.15
Stylista (CW) 1.41
22h Lei & Ordem (NBC) 11.26
Victoria’s Secret Fashion Show (CBS) 8.73
Dirty Sexy Money (ABC) 5.67

A CBS deu folga para sua programação regular das noite de quarta-feira, e com isto a NBC fez a festa! O canal foi líder de audiência da noite em número de telespectadores, com expressivas audiências de Life (8,10 milhões de telespectadores, seu melhor número na temporada) e Lei & Ordem (11,26 milhões e ótimo 2,9 pontos na amostra 18-49). O colunista do TV by the Numbers creditou o desempenho de Life ao seu lead-in, o tradicional show de Natal no Rockefeller Center, mas eu particularmente acredito que o seriado foi bem simplesmente porque Criminal Minds e CSI:NY não foram ao ar – e americano que se preze não dorme sem assistir uma seriezinha policial!

Fiquei empolgado com o desempenho de Life. Mas vale destacar que, apesar de ser líder no horário, a série segue com fraco desempenho entre os telespectadores de 18 a 49 anos. Esta noite deu só 2,3 pontos. É aqui que a série precisa melhorar para ganhar um terceiro ano.

A CBS não foi líder em telespectadores, mas foi líder na amostra 18 a 49 anos. E, acredite, isto se deve mais ao encanto do clássico Rudolph, a Rena do Nariz Vermelho do que as curvas da Heidi Klum e da Adriana Lima no desfile anual da Victoria’s Secret.

E a Fox estreou o reality show Secret Millionaire, que mostra ricaços vivendo com salário mínimo e depois ajudando as pessoas que lhes deram a mão neste momento. Forçado, né? A premiere dupla teve média de 7,37 milhões de telespectadores e 2,6 pontos na amostra 18-49 anos. O programa foi feito para ter vida curta mesmo, e acredito que na semana que vem já caia pra uns 6 ou 5 milhões de telespectadores.

* * *

Vocês leram o texto “Especial: calendário da estréias de 2009 nos EUA” que publicamos ontem? Pois ali saíram as datas de algumas estréias da mid-season da CBS. Confira as novidades que a CBS divulgou:

• A primeira estréia da CBS no ano será um game show com câmera oculta (???), que estréia no dia 3 de janeiro, sábado, dia de atrações mornas. O programa Game Show in my Head será apresentado por Joe Rogan (NewsRadio, Fear Factor), que desafia competidores a cumprir tarefas engraçadas e constrangedoras em locais públicos, em troca de prêmios em dinheiro. O programa é mais uma criação das mentes doentias da dupla Jason Goldberg e Ashton Kutcher.

• A grande surpresa da CBS foi que o canal anunciou a volta de Flashpoint para janeiro. Eu realmente esperava que Flashpoint fosse ser exibida nos EUA só lá no verão. Mas o seriado retorna no dia 9, sexta-feira, naquele espaço da vago na grade do canal, entre Ghost Whisperer e Numb3rs. Não acho que Flashpoint combine muito com as duas, mas não tenho dúvida de que ela será líder no horário.

• Esta semana publicamos que Eleventh Hour terá apenas 18 episódios na temporada, o que é um bocado estranho pra uma série que está com média superior a 11 milhões de telespectadores. A explicação acabou de vir. O seriado deverá terminar a temporada lá pelo dia 2 de abril e na quinta-feira seguinte, dia 9, a CBS irá estrear no seu horário o drama Harper’s Island, que promete ser meio que uma série de suspense e terror – contando a história de um grupo de pessoas que vai até uma ilha para um casamento, onde acontecerão uma série de mortes. Serão 13 episódios. Me parece uma destas séries meio que beco sem saída, tipo Prison Break ou Reunion, que parece ser impossível ter mais de uma temporada. E mesmo indo ao ar depois de CSI, não me parece uma série atraente, que vá arrastar multidões. E além disto vai ter no elenco o Christopher Gorham, recordista mundial de participação em séries canceladas! Não tô levando fé…

• E o que dizer de Eleventh Hour e sua temporada reduzida? Olha, eu tô gostando da série, e realmente acho que será bom pra ela ter uma temporada menor. Eleventh Hour neste momento me parece como Supernatural na primeira temporada, é bacana, mas não é indispensável. A série precisa de coadjuvantes, de alguma mitologia e que os protagonistas tenham algum tipo de vida pessoal. E eu realmente acredito que Eleventh Hour será renovada. Mas duvido que ela retorne nas noites de quinta-feira em 2009-2010. Se ela voltar, será na sexta-feira, fazendo uma dupla procedural-nerd com Numb3rs, ou no domingo, no lugar de The Unit, que deve cancelar.

• As outras novidades da CBS é a confirmação de novas temporadas de Survivor e The Amazing Race. O primeiro entra em seu 18º ciclo no dia 12 de fevereiro. O segundo ganha uma 14ª temporada a partir do dia 15 de fevereiro.

• Ah, e sabe o que ficou faltando? Rules of Engagement. A CBS ainda não divulgou a data de estréia da nova temporada. Por um lado é estranho, por outro compreensível, parece que o canal não está muito convicto em mexer na grade de comédias ou colocar em hiato Gary Unmarried ou Worst Week, até porque as duas vão bem. Mas é bom o canal arranjar um espacinho, que eu tô com saudades da Bianca Kajlich.

Amanhã eu falo sobre a volta de Medium e as outras atrações da NBC.

Coluna editada a partir de número fornecidos pelo instituto Nielsen (dados de exibição ao vivo mais programas assistidos em DVR no mesmo dia) e com informações dos sites The Futon Critic e TV by the Numbers.

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

19 Comments

  1. Mel

    Eu li no prime time que medium volta dia 2 de fevereiro. que lost o que é, pra mim é essa seria maravilhosa que é a estreia mais esperada do ano pra mim!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Thiago FLS

    Fico feliz por Life. Mesmo que esse pico de audiência tenha acontecido em circunstâncias incomuns, pelo menos ele mostra o potencial que a série tem de atrair mais espectadores num horário menos concorrido. O problema é descobrir qual horário é esse.

  3. Manuel SP

    Life é excepcional. Principalmente as cenas Musicadas e as tiradas cômicas.
    Uma pena se The Unit for cancelada. É uma das melhores séries que acompanho.

  4. Rodrigo de L Oliveira

    Harper’s Island parece tem uma premissa parecida com o “O Caso dos Dez Negrinhos”, liuvro da Agatha Christie. Bom, o livro é sensacional…

  5. Ricardo S

    Muito bom ver Life liderando. Acho a série bem feita e se tiver chance de prosseguir vai melhorar mais ainda. Mas q parece 1º de Abril parece.

    americano que se preze não dorme sem assistir uma seriezinha policial! [2] kkkkkkkkkkkkkk O pior é q é verdade

    Shonda e a equipe de Private Practice devem estar loucos pra série ir logo pro horário pós Grey’s Anatomy. A série vai subir de audiência às quintas.

  6. Ricardo S

    Acabei de ver q o Survivor vai ser no Brasil de novo, lá no Tocantis, na região do Jalapão. A população de lá tá odiando.

  7. anderson

    Incrivel, estou lendo nesse momento o caso dos dez negrinhos. ehehhe

  8. Rodrigo de L Oliveira

    Nossa, sério, esse livro é ÓTIMO! O pior é que você fica “mas meu Deus…queme stá fazendo tudo isso?”
    E o epílogo é excelente!

  9. Rubens

    Pushing Daisies está mal mesmo… Acho que sequer chega ao final (com exibicao de todos os 13 episodios). Espero que as legendas em ingles nao parem de sair na internet, ainda mais se os ultimos episodios só sairem na internet.

    (as legendas em portugues de Pushing Daisies costumam ser muito ruins, como ruins tambem sao as legendas de “The Big Bang Theory — alem de fazerem adaptacoes desastrosas do que foi realmente dito, os tradutores simplesmente nao seguem fielmente o modo empostado e “cientifico” de Sheldon falar, por exemplo, arruinando com muitas falas engraçadas dele, ja que na versao em “portugues” ele fala de uma forma mais normal).

    Quanto a Flashpoint, essa serie melhorou? So assisti ate hoje ao primeiro episodio (do croata que faz a ex-esposa de refém) e achei tão ruim (como aquele sniper que fica com “crise existencial” só porque matou alguem, algo tao boçal de acontecer de verdade com alguem super-treinado), achei tão ruinzinho que nunca mais assisti.

  10. Isabela Gonçalves

    Pushing Daisies (ABC) está totalmente um fracasso, o que uma pena. A série é ótima, é mágica, é linda. A emissora não resistiu e cancelou a série! Aí é fogo :@

  11. Paulo Antunes

    Rubens,
    Você está falando das legendas da Warner ou das legendas dos legenders?

    Não comentei, mas nesta semana a audiência de Pushing Daisies até subiu um pouco.

    Quanto a Flashpoint, vou te desencojarar. Pra mim o piloto é até o momento o melhor episódio. E eu não acho nada boçal um snipper se sentir mal após matar alguém, especialmente sabendo que ele não tinha visão nenhuma e realmente achou que podia ter matado um civil. E pra mim foi uma boa surpresa ver que mesmo quando um atirador de elite faz o seu trabalho, ele é tratado quase como um criminoso.

  12. Ângelo Romão

    Lei & Ordem sempre me agrada quando pego um episódio aqui, outro acolá. As tramas são ótimas. Mas eu faço parte da galera antiquada que quer saber da vida dessas pessoas em adição ao caso da semana (Eles são robôs programados somente para resolver crimes ou o quê?). E a série não me dá isso. Então fico com SVU.

    E sempre que se fala na franquia de Dick Wolf eu solto um suspiro de lamentação ao lembrar do cancelamente de L&O: Trial By Jury. Aquilo era bom demais! Bebe Newert estava fodona e a série fazia questão de ser nua e crua: quando o assunto é advocacia, a verdade é o que menos importa. Ponto final.

    Aquelas cenas de preparação do juri, do reú e da promotoria nos mostravam o teatro e a estatísitica que está por trás de um julgamento. E acho que foi isso que decretou o fim da série: ela nos fazia perder o respeito pela justiça.

  13. Ângelo Romão

    Concluindo o pensamento acima que não ficou bem claro: acho que Trial By Jury era rude e dura demais para a Tv aberta. Ela não tentava ser simpática nem esbanjar carisma de seus personagens. O foco era o jogo entre promotoria e defesa e a exploração com mão de ferro dos envolvidos no caso.

  14. Fernando dos Santos

    Gostei de ver LIfe e Law & Order liderando, mesmo que seja em situação extraordinária.
    Estou preocupado com o desempenho de L&O nesta fall, se não melhorar sua audiência vai ficar difícil atingir a marca histórica de 21 temporadas(objetivo declarado de Dick Wolf).

    Este especial do Rudolph é aquele mesmo que o SBT exibia todo natal nos anos 80?Eu gostava daquele desenho.

    Esta tal de Harper’s Island está mesmo parecendo ser daquelas séries que deveriam ser minisséries com 7 ou 8 episódios.E ainda por cima cheira a clone de Lost.

  15. Fernando dos Santos

    Esta obssessão dos americanos por série policial me parece um fenômeno típico da década atual.
    Nos anos 90 se não me falha a memória, o gênero passou uma entressafra e poucos eram os policiais capazes de arrebanhar multidões.Lembro apenas de NYPD e L&O como representantes do gênero que conseguiram destaque na década passada.

  16. Pedro Paulo

    haja criminal minds, csi e ncis pra quetar essa população americana!!!!!!

    mas eu fiquei FELIZ DEMAIS com essa liderança da NBC, mesmo em situação atípica.

    life eu só não assito pq eu estou com uma carga de 15 séries pra assitir (fui empolgando, isso que dá).

    então estou pensando em assiti-la na minha mid-season, onde pretendo tirar também atraso de smallville, alice, bones,law e order svu, entre outras séries que estou atrasado.

  17. Paulo Antunes

    Fernando,
    A impressão que eu tenho é diferente da tua. Sempre teve muitas séries policiais na TV americana.
    Obviamente nos anos 90, quem mandava nas grades dos canais eram as sitcoms. Mas sempre tiveram muitas séries do gênero no ar – como Murder, She Wrote; Walker, Texas Ranger; Matlock; The Sentinel; Nash Bridges e outras de menor duração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account