Log In

Spoilers

Spoiler: Resumo da Semana (20 a 26 de abril de 2008)

Pin it

30 Rock - Succession

A partir desta semana, o Teleséries trará este novo espaço, onde os colaboradores poderão expor suas impressões sobre alguns dos principais episódios que foram ao ar nos EUA e Inglaterra na semana, para que você possa discutir sobre os últimos acontecimentos de suas séries favoritas antes que elas cheguem ao Brasil. Os comentários abaixo contêm spoilers para aqueles que não acompanham a programação da televisão americana. O TeleSéries não tem a intenção de estragar a diversão de ninguém, apenas de oferecer mais um espaço para debates.

Série: 30 Rock
Episódio: Succession (2×13)
Exibição: 24 de abril de 2008
MVP: Will Arnett, Tina Fey, Alec Baldwin

30 Rock é provavelmente a série com a maior quantidade de quotes brilhantes por episódio no ar atualmente. É impossível não ficar impressionado com a qualidade do roteiro de Tina Fey. Além disso, sua Liz Lemon cresceu impressionantemente e está melhor do que nunca. É sempre ótimo vê-la discutindo com sua equipe e, melhor ainda, é vê-la grudada naquele pacote de Cheetos mexicanos, com cabelo desarrumado, quase nenhuma maquiagem e moletom. As mulheres na TV sempre aparecem tão embonecadas. Mas das mulheres imperfeitas das sitcoms, Liz é provavelmente a presidente honorária e eu a adoro por isso.

Banks voltou e Geiss finalmente tomou sua decisão a respeito de seu sucessor, mas nem por um minuto eu achei que seria tão fácil pra Jack. Melhor pra o público, que vai poder ter muito mais de Will Arnett (Banks). (Thais Afonso)

Série: Battlestar Galactica
Episódio: Escape Velocity (4×04)
Exibição: 25 de abril de 2008
MVP: Aaron Douglas, Tricia Helfer, James Callis

A temporada vai muito bem, obrigado. Mais do que nunca, Battlestar Galactica mostra que tem um dos melhores elencos da televisão. Além dos três citados acima, Edward James Olmos, Michael Hogan e Mary McDonnell também brilharam. O culto de Baltar ganha cada vez mais força, e a presidente Roslin fará tudo que estiver ao seu alcance para que ele não vá adiante em sua cruzada.
Enquanto isso, Tyrol e Tigh tentam compreender melhor a natureza de sua nova condição. O primeiro questiona se sabotou a nave de seus companheiros depois da morte de sua esposa (subtrama que terminou em uma bela cena de discussão com Adama – daquelas de arrepiar todos os pêlos do corpo) e o último se entrega por completo aos cuidados da Nº 6 em busca de respostas.

Há quem diga que faltem mais batalhas espaciais. Eu digo que esses estão assistindo a série errada. (Juliano Cavalcante)

Série: Brothers & Sisters
Episódio: Separation Anxiety (2×13)
Exibição: 20 de abril de 2008
MVP: Sally Field

Brothers & Sisters cumpre muito bem o papel de nos divertir, e pelo menos tentar, nos emocionar. A novelinha é orgulhosamente um dos programas mais regulares da TV americana atualmente. Enquanto várias séries vieram diferentes para suas novas temporadas, B&S retornou exatamente como na season passada e em vários momentos muito superior. O show não perdeu seu fôlego e esse episódio foi uma prova viva – mesmo sendo exibido após um longo hiato.

A série da um salto de três meses, devido à greve dos roteiristas, e com isso vemos que Robert perdeu para seu concorrente a vaga republicana na disputa a presidência dos Estados Unidos. Quem adorou a noticia foi Kitty, que assim poderá ter o marido em tempo integral. Já Nora tem que pensar na proposta tentadora de ir morar em Washington com seu affair Isaac (Danny Glover). O pedido desencadeia uma reação impactante nos filhos, após a matriarca aceitá-lo. Porém, no final, Nora decide ficar em LA para o bem da família Walker e nosso. Como é bom voltarmos a ter inéditos desta série deliciosa. (Eric Fernandes)

Série: CSI:Miami
Episódio: To Kill a Predator (6×17)
Exibição: 21 de abril de 2008
MVP: Stephanie Niznik

Horatio Caine está a caminho de se tornar o próximo Batman. Brincadeiras a parte, talvez ele deva considerar uma identidade secreta caso pretenda continuar brincando de justiceiro. Quando em Rio ele matou o assassino de sua esposa, acredito que poucos se importaram.

Porém, em All In, ao assassinar um homem desarmado (novamente na cidade maravilhosa), um certo burburinho de descontentamento apareceu nos fóruns dedicados a série.

Mas aqui, com o final deixando implícito que Horatio está mesmo seguindo um padrão de fazer justiça com as próprias mãos, até eu fiquei preocupada. É essa a mensagem que CSI quer passar? Que Horatio pode fazer a justiça do aqui e agora? Irônico, quando nesse episódio eles pensavam estar perseguindo um vigilante e se mostravam demasiadamente preocupados em prendê-lo. (Thais Afonso)

Série: Desperate Housewives
Episódio: In Buddy’s Eyes (4×12)
Exibição: 20 de abril de 2008
MVP: Dana Delany

Desde o primeiro segundo de Dana Delany na série já ficava claro que Katherine Mayfair e Bree disputavam um mesmo lugar. Por um bom tempo o embate entre as duas perfeccionistas ficou de lado, preterido pelos mistérios passados de Katherine, mas aqui a competição entre as duas ganha lugar novamente. A esperta Katherine consegue persuadir Bree de que, apesar de invadir o espaço dela, ela também a entende melhor do que ninguém, podendo portanto ser grandes amigas. Outras competições, como a entre Rick e Tom, não são tão inofensivas que possam ser resolvidas em uma conversa.

Usando a metáfora da cegueira para amarrar as pontas no final, o saldo desse episódio foi muito bom. Com ele, Desperate vem mantendo uma qualidade bem alta desde o hiatus. Os mistérios de Katherine caminhar a passos largos para um fim, Gaby está bem menos irritante agora que Victor morreu e ela é esposa de Carlos novamente, e as demais housewives parecem ter voltado ao seu nicho de sempre. Só me pergunto, o quê aconteceu com o casal gay? (Thais Afonso)

Série: Doctor Who
Episódio: The Sontaran Stratagem (4×04)
Exibição: 26 de abril de 2008
MVP: Catherine Tate

Nesta temporada, a série recuperou muito da essência que vinha perdendo nos últimos tempos e eu creio que a personagem responsável por isso tem um nome: Donna Noble. Ela é a companheira que Who e o show precisavam, e a cada episódio tem se mostrado mais digna de sua presença na tela.

No primeiro episódio, somos brindados pelo brilhante reencontro dos dois. Mas sou obrigada a admitir que a surpresa reservada para o final do episódio fez até mesmo eu, que não fujo de spoilers, ficar boquiaberta. Já o segundo episódio foi mais denso e nos mostrou o bem que Donna faz para as atitudes do Doutor e suas escolhas (e o quanto é difícil as vezes estar na base do vulcão e não poder alterar a história). Também foi nesse episódio que o tom da temporada começou a se delinear. Por que os planetas (e abelhas) estão sumindo? O terceiro nos trouxe os velhos e bons Ood de volta e juntamente com eles uma das perguntas que tem tirado o sono de muitos. O que o Ood quis dizer com ‘a música do Doutor está se encerrando’?

Sobre o quarto episódio eu só tenho duas coisas a dizer. Uma é que o episódio foi tão bom que tinha cara de final de temporada. A cena da pseudo-despedida entre o Doutor e Donna valeu pelo episódio inteiro. A outra é que este episódio traz Martha de volta para uma série de participações na temporada, e, se eu ainda tinha alguma dúvida de que Martha Jones era a pior companheira que o Doutor poderia ter (ok, eu não tinha), este episódio eliminou todas elas. Ficou evidente a cada segundo o quanto Donna é superior a ela e principalmente, traz resultados melhores à série. (Mica)

Gossip Girl - The Blair Bitch Project

Série: Gossip Girl
Episódio: The Blair Bitch Project (1×14)
Exibição: 21 de abril de 2008
MVP: Leighton Meester

Gossip Girl voltou do longo hiatus e manteve o ótimo ritmo que adquiriu depois do décimo episódio. O drama teen parece ter encontrado sua personalidade. Apesar das tramas não serem exatamente novas, elas adquiriram uma cara própria. As excelentes adições de Hazel (Dreama Walker), Penelope (Amanda Detton) e Eloise (Emma Demar) deram ainda mais charme e conteúdo ao combate Jenny x Blair, que esquenta nesse episódio.

No final, Jenny saiu como vencedora, provando que está disposta a ir bem longe para manter o posto de popular. A união dos Van der Woodsen aos Bass provou ser muito melhor que o esperado. Todas aquelas questões de família disfuncional que ficavam dispersas pelos vários núcleos do show, aparentemente se concentram agora no luxuoso apartamento do New York Palace – escolhido por Lily e Bart para Lar, Doce Lar.

E se os dois são o casal menos que ideal, é bom vê-los atuando como dois lados diferenciados na educação dos três adolescentes, já que tirando breves participações de Alison e Harold, os jovens do Upper East Side parecem ser criados por pais solteiros, que representam um único juiz com uma só visão de mundo. E, como bônus, não se encaixam nos estereótipos de madrasta e padrasto, o que é sempre bom ver na TV. Ao invés de favorecem seus próprios filhos, eles são os primeiro a condená-los, o quê é engraçado, mas compreensível devido ao passado de Chuck e Serena. E no final abre-se a porta para a chegada de mais uma personagem. Quem não está ansioso pra conhecer G? (Thais Afonso)

Série: Grey’s Anatomy
Episódio: Where the Wild Things Are (4×12)
Exibição: 24 de abril de 2008
MVP: Katherine Heigl

E eis que no tumulto da greve dos roteiristas, Grey´s consegue se destacar. Tem sido gostoso assistir a série, mesmo após o erro do início da temporada com o “romance” de Izzie e George.

E nesse episódio deu para acreditar que finalmente Meredith vai amadurecer, além disso Izzie questiona seus últimos atos. E continua a tensão entre Hahn e Cristina, e a série tem ganhado muito com isso. Somente eu acha que estão criando muito mistério nesse passado de Karev? Humm, George e Lexie morando juntos, ela precisando de amigo. Não sei porque, mas já vi esse filme, e de repente George virou o garanhão do hospital. Mas o melhor casal é Derek e Mark, e alguém concorda que Derek é um bundão por ficar insistindo tanto em querer um relacionamento sério? Pena que Rose deve rodar cedo. (Paulo Fiaes)

How I Met Your Mother - Sandcastles in the Sand

Série: How I Met Your Mother
Episódio: Sandcastles in the Sand (3×16)
Exibição: 21 de abril de 2008
MVP: Cobie Smulders

Sou eterno fã de Dawson’s Creek, logo suspeito para falar da participação de James Van Der Beek. Mas a verdade é que ele mandou muito bem no episódio que, alias, foi muito agradável e com um final que valeu pela temporada. Nem tenho idéia do que vai acontecer depois, mas ver Robin e Barney se agarrando foi a realização de um sonho. E tenho o palpite que essa história não vai acabar aí. (Paulo Fiaes)

Série: Lost
Episódio: The Shape of Things to Come (4×09)
Exibição: 24 de abril de 2008
MVP: Michael Emerson

Eu nunca fui fã de Ben, mas depois deste episódio pude perceber que a série é dividida em dois momentos, “A.B” e “D.B”. E isso só prova o quanto eu estava errado em relação a Ben Linus, alias, o episódio foi a essência de Lost. (Paulo Fiaes)

A volta de Lost traz algumas respostas aos mistérios do futuro, como o motivo que transformou Sayid em um assassino a serviço de Ben e o a confirmação de que o navio cargueiro não tinha intenção de resgatar nenhum sobrevivente da ilha. Temos a morte de alguns integrantes do “comboio” de Locke, além da incrível revelação de que Ben tem o “poder” de invocar o mostro da fumaça negra. Sem dúvida, o melhor episódio da temporada. (Gabriel Bonis)

Série: Samantha Who?
Episódio: Butterflies (1×12)
Exibição: 21 de abril de 2008
MVP: Christina Applegate, Jennifer Esposito, Rick Hoffman

Butterflies foi um episódio sobre controle, e por contiguidade, a falta dele. Tentar ser uma pessoa nova pode até ser difícil porque é preciso descobrir quais coisas estão no seu controle ou não, mas mesmo quando não se está tentando mudar todos nós testamos a água para ver até onde podemos ir. O politicamente incorreto – tão presente na série – pode ser apenas um teste de limites. Grande parte das ações que tomamos, tomamos porque podemos. E essa é uma das grandes graças de se viver.

O episódio não foi – como nunca é pra mim – hilário. Mas foi divertido. Samantha Who? tem ótimos diálogos e bons atores e é assim que se mantém acima da média. Por outro lado, as externas no terreno do shopping ficaram parecidas com cenas tecnicamente inferiores de Pushing Daisies. A direção de arte e figurino acabam sendo os pontos fracos do show. (Thais Afonso)

Série: The Big Bang Theory
Episódio: The Bat Jar Conjecture (1×13)
Exibição: 21 de abril de 2008
MVP: Jim Parsons, Sara Gilbert e Kunal Nayyar

The Big Bang Theory teve mais um episódio de alto nível, a série não muda muito as suas diretrizes inovando pouco, mas investe no que funciona focando cada vez mais em explorar as características dos personagens em situações inusitadas.

Depois dos absurdos cometidos por Sheldon em The Pancake Batter Anomaly (o episódio que fica gripado) e The Loobenfeld Decay (o episódio da mentira) o vemos mais uma vez infernal em The Bat Jar Conjecture, em que Leonard, Raj e Howard se inscrevem em uma competição de física, mas precisam formar um quarteto para competir e obviamente acabam chamando Sheldon, daí vocês já podem imaginar o que saiu, o rapaz começou a monopolizar o grupo e acabou sendo defenestrado pelos outros três (destaque à cena do anúncio da retirada de Sheldon da equipe, em que Leonard o presenteia previamente com um pote de biscoito com formato de Batman).

Irritado, Sheldon chama a faxineira, o zelador e o filho/açougueiro dela (já que Sheldon não fala muito bem inglês e não sabe o que o rapaz é dela) e monta um time pra competir com os outros, e os outros três chamam a doutora Leslie Winkle (aquela que o Leonard traçou) – impagável a cena que eles convidam ela pro time e ela faz comentários sobre a relação dela com o Leonard. Assim começa a guerra entre Sheldon e os outros pra descobrir quem é o melhor. No momento decisivo, o zelador (ex-físico da URSS) salva Sheldon, mas ele não confia na resposta porque queria ganhar sozinho, e acaba por perder. Destaque também pra cena final do quiz da Penny. (Lucas Leal)

Legenda:
MVP é a sigla Most Valuable Player, termo usado pela imprensa americana para indicar o melhor atleta em um evento esportivos. Foi adotada pelos fãs de seriados, indicando os atores que tiveram a melhor performance no episódio.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

26 Comments

  1. Luciano Cavalcante

    Mica, só não entendi a que perda de essência é essa a que você se refere; o Doutor me parece o mesmo, indo do cômico ao trágico com toda a facilidade do personagem. Pode me esclarecer?

  2. Paula

    Por que ninguém nunca fala de The Office nesse site? Nem os leitores, nem os colaboradores? Acho incoerente comentar as bobinhas The Big Bang Theory, Samantha Who? e How I Met Your Mother (para mencionar só as comédias de 30 minutos), e deixar de lado The Office, que é a melhor série de humor da atualidade.
    É uma grande falha do melhor site de séries do Brasil.

  3. Paulo Antunes

    Parabéns aos colegas do TeleSéries pela nova coluna, ficou muito bacana!

    Paula, o plano era que The Office entrasse nesta coluna, mas não deu tempo pro texto da série entrar junto. Nem sempre todas as séries vão ter textos (outra que ficou de fora por falta de tempo foi Moonlight). Mas talvez a The Office ganhe um texto especial ainda esta semana. Vamos torcer!

  4. Paulo Fiaes

    uma boa pergunta me fizeram, será q Ben vai mandar Sayd matar Penny? tpo, ele sabe que ela é o amor de Des, mas ele n sabe quem ela é. interessante

  5. Lucas "Gandalf" Leal

    Paula como já disse o Antunes não deu tempo de incluir The Office (My Name Is Earl tb)
    mas não concordo quanto a The Big Bang ser ‘bobinha’, a série pra mim está muito boa…não se compara a The Office, mas tb não é ‘bobinha’ não…
    e não assisto as outras duas (Samantha Who? realmente parece ser bobinha) mas pelo q sei de HIMYM a série tb está longe de ser ‘bobinha’…

    e só vejo Lost e BSG (além de Big Bang q eu fiz o texto) e concordo com o que falaram…
    BSG pra mim chegou no ápice com esse episódio…genial
    e Lost idem…a cena do monstro de fumaça foi genial!!!

    adorei a coluna, espero q as pessoas gostem tb e não fiquem com medo de spoilers dos q não viram, afinal da pra ler apenas a série q assiste sem ler nada das outras tranquilamente…

  6. Paula

    Lucas, concordo, peguei pesado. HYMYM é bem legal (mas The Office é melhor). The Big Bang é boa também. Eu só acho que às vezes os nerds ficam caricatos demais. Eu sei que a idéia é essa, mas algumas situações parecem forçadas. Samantha Who? não adianta, não consigo gostar. Acho a personagem bobíssima e ingênua demais para ser crível. Mas como na minha opinião The Office é A melhor, fico chateada por a série não ter espaço num site excelente como esse. Entro diariamente e nunca aparece nada – review, comentários sobre a 4º temporada… nem quando as caixas com as 2º e 3º temporadas saíram no Brasil apareceu uma notinha avisando. Gostaria de ver a minha preferida aqui com alguma freqüencia, e não somente citada em textos genéricos em meio a outras milhões de séries (como premiações, audiência, etc).

  7. Rubens

    The Big Bang Theory não é bobinha coisa nenhuma!… É EXCELENTE!… E Lucas Leal, o Sheldon nao sabe falar bem o ESPANHOL, por isso ele nao sabe exatamente o que o rapaz é da faxineira.

  8. Mica

    Vixe, o que eu quis dizer com a perda de sua essência? Não sei explicar….mas vou tentar. Na verdade é uma coisa meio de ‘eu estou sentindo’ mesmo. Eu tinha a sensação que a coisa estava degringolando. Não ficando ruim, de forma alguma. Sou apaixonada por Doctor Who e não acho que estava com pouca qualidade. Mas eu tinha a sensação que a coisa vinha se focando demais no relacionamento romântico Doutor/Rose Martha/Doutor (não que eu reclame também. Sou fã de Doctor/Rose). E também faltava um algo que eu não sei definir, mas que eu senti presente na primeira temporada do New Who e também na leitura de livros de Doctor Who (com os Doutores antigos) e ouvindo audio-dramas. Esta nova temporada para mim foi uma espécie de resgate à série como um todo. O Doutor com uma companheira sem enlaços amorosos, a UNIT em sua plena forma, entre outras coisinhas intangíveis mas que me fizeram sentir-me mais próxima do Doctor Who de décadas e não apenas do New Who, entende?
    Se não entendeu, é pq eu sou uma droga tentando expressar minhas opiniões/sensações mesmo. Sorry.

  9. Leonardo Toma

    Alguém sabe quando que Brothers & Sisters volta pro Universal?

  10. Thais Afonso

    A coluna ficou muito legal. Novamente, parabéns a todo mundo que trabalhou nela, porquê todo o nosso esforço valeu muito a pena. Espero que os leitores aproveitem esse espaço.

  11. cavalca

    – William Shatner.
    – I don’t think it’s Shatner…
    – Then it’s gotta be Patrick Stewart.

  12. Lucas "Gandalf" Leal

    Paula, falou bem, tb acho The Office a melhor atualmente!!!tb sinto falta dela aqui no TeleSéries as vezes, mas como disse o Paulo dessa vez não entrou, mas fique tranquila q pra proxima entra sim!nem q faça eu mesmo o texto ;)

    e Rubens é obviamente é espanhol, saiu um erro ali, ato falho, valeu pela errata! espero q o Paulo arrume

    cavalca, eu passei mal nessa fala hahaha

  13. Fernando dos Santos

    Gostei do episódio de Lost,a única coisa que achei meio forçada foi a ingenuidade do Sayd.O Ben chegou pra ele, contou uma historinha(que pode ser mentira),mostrou umas fotos(que podem ser forjadas) e o iraquiano acreditou na hora.Até parece que ele nunca lidou com o Linus.

  14. Gossipfan

    GENTE QUANDO ESTRÉIAM OS NOVOS EPISÓDIOS DE GOSSIP GIRL NA WARNER?!

  15. Sandra

    Legal esta nova coluna.
    Acompanho DH e B&S…Os episódios de Desperate voltaram com menos fôlego, após a greve, mas Bree e Katherine podem render cenas muito boas. Já Brothers voltou no mesmo nível de antes da paralisação, com o velho jantar dos Walker, porém a série caiu muito em relação ao 1º ano.

  16. Brunella

    PLS, algu´pem sabe qdo vai passar inéditos de One Tree Hill no Brasil?

  17. Paulo Antunes

    Gossipfan, Gossip retorna com novo episódios na Warner já na semana que vem, dia 7 de maio.

    Brunella, não temos informação da volta de One Tree Hill. Acreditamos que só a partir de julho a série apareça por aqui.

  18. Luciano Cavalcante

    Mica,
    Compreendi e agradeço as explicações. Estou tentando baixar – difícil – ou comprar – caro mas mais provável – as antigas encarnações do Doutor.

  19. Mica

    Cá entre nós, eu daria tudo para colocar minhas mãos nas antigas encarnações do Doutor. Caso você consiga baixar (ou comprar), será que tem como rolar uma cópia para mim?? Eu não tenho como baixar coisas pelo computador. Estou fazendo milagres para ter acesso a Doctor Who semanalmente (assisto até no youtube se for preciso, heehehe).

  20. Pingback: Nas Telas Americanas « Séries Addict

  21. Mancini

    Muito boa a idéia de ter esses spoilers semanais,espero que na próxima tenha do MOONLIGHT,TERMINATOR e SUPERNATURAL

  22. Simone Miletic

    Gente,

    ficou muito muito muito bom tudo isso! Vocês capricharam e, para quem acompanhou o tanto de mensagem que foi trocada para gerar essa coluna, tem um gostinho especial.

    Espero poder ajudar com a próxima.

    Mica: eu assisto! Tô super em divida com você. Semana que vem te mando seus dvds.

    Beijos

  23. Brunella

    Paulo, muito obrigada pela resposta….
    Sem querer abusar já abusando: vc conhece algum site sobre One Tree Hill:
    abs

  24. Paulo Fiaes

    Brunella,

    bom, vc perguntou ao outro Paulo, mas tentarei te ajudar, eu n conheço um site sobre a série, agora sei que a comunidade da série no orkut tem mta coisa sobre a série. bom, vamos ver se paulo sabe mais alguma coisa
    abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account