Log In

Reviews

Review: Criminal Minds – In Heat

Pin it

Criminal Minds - In Heat

Série: Criminal Minds
Episódio: In Heat
Temporada:
Número do Episódio: 62 (3×17)
Data de Exibição nos EUA: 30/4/2008
Data de Exibição no Brasil: 6/06/2008
Emissora no Brasil: AXN

Não existem segredos mais bem guardados do que os segredos que todos adivinham.

George Bernard Shaw.

Epa, será que estamos retomando o caminho certo? Tudo indica que sim, já que este é o segundo episódio em seguida que eu assisto de Criminal Minds sem me irritar. Além de não esquecer a conversinha final entre Prentiss, Morgan e Reid.

Morgan:

Eu já achava que ela nunca ia fazer.

Reid:

Ela assumiu?

Prentiss:

Já vai fazer um ano, não é isso?

Tudo isso depois de JJ passar o episódio todo tentando esconder seu relacionamento com o detetive Will LaMontagne, do episódio Jones da segunda temporada, de todos os seus colegas. Quase perdendo o namorado por causa disso.

O cenário: Miami, Flórida. Quente no clima e na atmosfera, como bem destacado por Morgan e Ross, apesar da aparente apatia de Reid. Em Quantico, Virginia, Kevin Lynch prepara uma noite especial para Garcia e ainda a convida para férias longe dos teclados.

A equipe da BAU é chamada à cidade de Miami para investigar a descoberta de um corpo no cais, que pode estar relacionado ao desaparecimento de outros homens e a dois outros corpos encontrados em diferentes pontos da cidade.

O corpo em questão é de Charles Luvet, membro da polícia de Nova Orleans e parceiro de LaMontagne, que também segue para a cidade. Seu encontro com JJ na delegacia revela que ela tem mantido um relacionamento com o detetive, escondido a sete chaves de seus colegas.

A investigação é inicialmente focada em Luvet, já que a equipe tem mais informações dele: noivo com casamento marcado para dali poucos meses, ele estaria na cidade para participar de uma regata. Em seu quarto de hotel, a equipe encontra sua aliança de noivado, mas não encontram sua arma ou seu distintivo. LaMontagne encontra uma pulseira plástica com o número 11257, provavelmente da regata.

Garcia passa ao time as coordenadas do carro de Luvet, Morgan busca no GPS indicações de onde o policial andou e dá de cara com um endereço em South Beach: 11257 Palmdale Drive, um bar gay. Do outro lado da cidade, Hotchner, JJ e LaMontagne já sabem que não existe regata nenhuma na cidade nesta época do ano. A descoberta muda os rumos da investigação: seriam, todas as vítimas, gays?

Em um bar a beira da piscina, um rapaz texano é abordado por um homem que se apresenta como Charlie Luvet.

LaMontagne, por outro lado, tem de encarar o fato de que seu parceiro de sete anos precisava ir para outro estado para poder ser ele mesmo. O problema de Luvet não era medo da crítica por parte de LaMontagne, mas o fato de ele próprio não se aceitar.

O levantamento de Garcia permite identificar que dois homens desapareceram no mesmo dia. Rossi e Hotchner resolvem descobrir qual a ligação entre esses dois homens. Perto dali, mais um homem é assassinado. Próximo do corpo, o distintivo de Luvet, o assassino toma a personalidade de suas vítimas, como que com vergonha de si mesmo.

Na casa da família Fitzgerald, Rossi e Hotchner conversam com David, pai do desaparecido Steven, enquanto Prentiss e Morgan conversam com a irmã dele. É claro que o problema está na maneira como David encarava a sexualidade de seu filho. David, um carcereiro, usava de técnicas muito pessoais para convencer seu filho a ser um heterossexual. Sarah, por outro lado, se sente triste e acredita que o irmão tenha fugido.

Vale destacar que Criminal Minds tem desafiado a opinião do público mais do que vi em anos de Law&Order: SVU, por exemplo. É o segundo episódio em que a equipe compartilha a responsabilidade pelo comportamento do Desconhecido com as pessoas que conviveram com ele antes do surto. Principalmente em uma comunidade conservadora existe dificuldade para aceitar isso, é mais fácil acreditar que tal mal é genético.

Steve não é mais um dos desaparecidos. Ele é o Desconhecido.

Quando a equipe retorna, eles sabem que uma nova vítima foi feita. De posse da personalidade dela, um caronista alemão que viaja apenas com sua mochila e fica em albergues, e eles se dividem na busca do assassino em albergues da região.

Morgan e a Detetive Lopez, que arrasta um caminhão para o agente do FBI, localizam Steve no albergue, apesar de Morgan querer esperar pelo restante da equipe, Lopez quer evitar novas vítimas e os dois tiram todos do local, deixando-o sozinho.

É Morgan que consegue ganhar a confiança de Steven, mostrando que ele não tem nada de errado. Mas ele só consegue que Steven se entregue e não use a arma para algo pior, quando fala da irmã dele, Sarah.
Criminal Minds - In Heat
Hotchner ainda dá uma bronca em Morgan por não ter esperado pelo time. Morgan assume a responsabilidade pela decisão. Só para registro: este é o segundo episódio em seqüência em que alguém da equipe faz algo sem ouvi-lo.

Na delegacia, JJ percebe que, se não fizer nada, vai perder LaMontagne e vai atrás dele. Ela assume seu medo de sofrer e os dois se beijam. A platéia, formada por Reid, Prentiss e Morgan, se diverte. E eu mais ainda ao perceber que todos já sabiam do que rolava.

Se nós soubéssemos os segredos um do outro, iríamos nos sentir confortáveis.

John Churton Collins

Séries citadas:

13 Comments

  1. Rô Floripa

    Adorei o episódio, teve um enfoque mais psicloógico, tanto mostrando o crime e o crimonoso, como a investigação e a equipe envolvida.
    E concordo totalmente o este parágrafo: “Vale destacar que Criminal Minds tem desafiado a opinião do público …”. No geral as pessoas colocam a culpa de muitas coisas na sociedade, como se a sociedade fosse uma entidade distante de nós, de cada um. E com isto tenta se eximir da responsabilidade. Responsabiliza-se a sociedade e esquece-se que é o compartamento de cada um que conta.

  2. Luciano Cavalcante

    Perdoem-me. Não dá para resistir. O episódio inteiro fiquei pensando: “Miami. Que fantástico crossover seria! Essa equipe, encontrando um certo técnico de laboratório…será que perceberiam o diabo ao lado?!”

  3. Paulo Antunes

    Bah, tô me segurando pra não soltar um spoiler aqui…
    Vou só provocar então. Gente, vocês não perceberam nada de estranho com a JJ?

  4. Paulo Antunes

    Mas preciso dizer uma coisa, eu meio que descobri este spoiler durante o episódio… Achei a sinopse estranha quando escrevia os Destaques do Dia. Depois, assistindo, é que fui percebendo que as coisas estavam bem estranhas mesmo! E aí fui pra internet e chequei a informação.

    Na verdade quando estas coisas acontecem em outras séries não é spoiler, elas já extrapolam o âmbito do seriado. Aqui, com Criminal Minds, é que curiosamente o assunto passou batido na imprensa…

  5. Ivonete

    Faz tempo que havia lido que JJ (a atriz não a personagem) estava grávida. A dúvida dos produtores era se iam ou não incorporar a gravidez à personagem. Parece que aproveitaram o pequeno flerte que JJ teve com o detetive LaMontagne em New Orleans para justificar a gravidez… só acho esse ator meio sem gracinha…

  6. Tati

    Nossa….ando bem desligada então….não percebi nada em relação a gravidez……e sim que ela estava estranha(como personagem)kkkkkkkkkkkkkkk, preciso me focar mais….kkkkkkkkkkkkkkk.
    SI realmente a serie parece está voltando ao foco….gostei desses 2 ultimos e do que passou na sexta agora……..Vamos esperara que continue assim…….

  7. Pingback: Enquanto isso, no Teleséries… « Só Seriados de TV

  8. Pingback: Enquanto isso, no Teleséries… | SuperDicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account