Log In

Notícias

Emmy Awards: 30 Rock domina a festa. Mad Men é o Melhor Drama

Pin it

Elenco de 30 Rock no palco do Emmy Awards

A comédia 30 Rock e a minissérie John Adams foram os principais destaques da 60ª edição do Emmy Awards, o prêmio de maior prestígio da TV americana, que foi entregue este domingo (21/9) em Los Angeles, em cerimônia transmitida ao vivo no Brasil pelo canal Sony.

O destaque da premiação foi a atriz, produtora e escritora Tina Fey, que subiu três vezes ao palco para receber prêmios por 30 Rock (Melhor Comédia, Melhor Roteiro em Comédia e Melhor Atriz). Ao lado da estatueta de Melhor Ator para Comédia para Alec Baldwin, foram quatro estatuetas recebidas pelo seriado na noite, que se somam a outras três conquistadas antecipadamente pela série na semana anterior, completando sete prêmios. 30 Rock é exibida nos Estados Unidos pela NBC e no Brasil pela Sony.

Melhor desempenho na noite só mesmo a minissérie John Adams, da HBO, que estréia em outubro no Brasil, que levou cinco estatuetas na noite de domingo, incluindo a de Melhor Minissérie. O Melhor Filme Feito para TV foi Recount, também da HBO e inédito no Brasil.

A grande expectativa da noite, no entanto, era para a categoria Melhor Série Drama, onde disputavam pesos pesados como Lost, House, Justiça sem Limites, Damages e Dexter. Mas o prêmio acabou ficando com o drama de época Mad Men, que era a favorita da crítica e também a vencedora do Golden Globe. A série, do pequeno canal AMC e que já foi exibida no Brasil pela HBO, teve presença discreta na premiação. Levou a estatueta de Melhor Drama e de Melhor Roteiro para Série Dramática.

Outra série dramática de destaque da noite foi Damages, do canal FX americano e exibida no Brasil pelo AXN, que saiu com duas estatuetas – Melhor Atriz em Drama para Glenn Close e Melhor Ator Coadjuvante em Drama para Zeljko Ivanek, uma das supresas da noite.

Mas noite reservava mais uma surpresa. E que surpresa. O grande azarão foi Bryan Cranston que levou a estatueta de Melhor Ator em Drama, superando favoritos como Hugh Laurie, James Spader e Jon Hamm. O ator, que marcou época na comédia Malcolm in the Middle, ganhou seu primeiro Emmy pelo papel do professor, traficante e paciente com câncer Walt White, de Breaking Bad. A série, que vai ao ar no Brasil na Sony, é uma produção do canal AMC, o mesmo de Mad Men, que saiu da festa consagrado como a grande surpresa do ano da TV americana.

A Melhor Atriz Coadjuvante em Drama foi Dianne Wiest, por Em Terapia, e em Comédia foi Regina Smart, da jovem série Samantha Who? O Melhor Ator Coadjuvante em Comédia foi mais uma vez Jeremy Piven, que ganhou assim sua terceira estueta pelo papel do agente Ari Gold em Entourage.

Mais previsível que o prêmio para Piven, só mesmo a categoria Melhor Reality Show de Competição. Pelo sexto ano consecutivo, Jerry Bruckheimer e seu time de produtores subiu ao palco para receber o prêmio por The Amazing Race.

Depois das inovações mal recebidas do ano passado, a 60ª cerimônia do Emmy Awards retomou o tom sóbrio, mas fez falta uma apresentador comediante. No lugar de um apresentador, se revezavam, com diálogos pouco engraçados, os cinco indicados a Melhor Apresentador de Reality Show: Jeff Probst, Ryan Seacrest, Tom Bergeron, Howie Mandel e Heidi Klum.

O melhor momento deles no programa foi mesmo no final, na entrega da estatueta para Melhor Apresentador, onde o comediante Jimmy Kimmel os fez passar pela tortura que passam os participantes de reality shows – criou um clima de suspense e chamou os comerciais antes de anunciar que o prêmio era de Jeff Probst, de Survivor.

Outro momento cômico memorável foi protagonizado pelo comediante inglês Ricky Gervais, vencedor do Emmy de Melhor Ator em Comédia do ano passado por Extras, e Steve Carell, de The Office, que recebeu em nome dele sua estatueta de Melhor Ator – e não devolveu!

O programa tentou homenagear os 60 anos da premiação recriando no palco cenários de grandes seriados de TV e com uma abertura divertida, onde atores regravaram frases famosas de programas de televisão, com resultado morno. A homenagem que funcionou foi a excêntrica e engraçada performance do cantor Josh Groban, cantando um mix de temas clássicos de seriados de TV.

Confira abaixo a lista dos indicados e vencedores (em negrito):

CATEGORIAS PRINCIPAIS

Outstanding Drama Series
Mad Men

Justiça sem Limites
Damages
Dexter
House
Lost

Outstanding Comedy Series
30 Rock

Segura a Onda
Entourage
The Office
Two And A Half Men

Outstanding Miniseries
John Adams • HBO

Cranford (Masterpiece Theatre)
O Enigma de Andrômeda
Tin Man • Sci Fi Channel

Outstanding Made For Television Movie
Recount

A Raisin In The Sun
Bernard And Doris
Extras: The Extra Special Series Finale
The Memory Keeper’s Daughter

ATORES

Outstanding Lead Actor In A Comedy Series
Alec Baldwin como Jack Donaghy • 30 Rock

Tony Shalhoub como Adrian Monk • Monk
Lee Pace como Ned • Pushing Daisies
Steve Carell como Michael Scott • The Office
Charlie Sheen como Charlie Harper • Two And A Half Men

Outstanding Lead Actor In A Drama Series
Bryan Cranston como Walt White • Breaking Bad

James Spader como Alan Shore • Justiça sem Limites
Michael C. Hall como Dexter Morgan • Dexter
Hugh Laurie como Dr. Gregory House • House
Gabriel Byrne como Paul • Em Terapia
Jon Hamm como Don Draper • Mad Men

Outstanding Lead Actress In A Comedy Series
Tina Fey como Liz Lemon • 30 Rock

Christina Applegate como Samantha Newly • Samantha Who?
Julia Louis-Dreyfus como Christine Campbell • The New Adventures Of Old Christine
America Ferrera como Betty Suarez • Ugly Betty
Mary-Louise Parker como Nancy Botwin • Weeds

Outstanding Lead Actress In A Drama Series
Glenn Close como Patty Hewes • Damages

Sally Field como Nora Holden-Walker • Brothers & Sisters
Mariska Hargitay como Olivia Benson • Law & Order: Special Victims Unit
Holly Hunter como Grace Hanadarko • Saving Grace
Kyra Sedgwick como Brenda Johnson • The Closer

Outstanding Lead Actor In A Miniseries Or A Movie
Paul Giamatti como John Adams • John Adams

Ralph Fiennes como Bernard Lafferty • Bernard And Doris
Ricky Gervais como Andy Millman • Extras: The Extra Special Series Finale
Kevin Spacey como Ron Klain • Recount
Tom Wilkinson como James Baker • Recount

Outstanding Lead Actress In A Miniseries Or A Movie
Laura Linney como Abigail Adams • John Adams

Phylicia Rashad como Lena Younger • A Raisin In The Sun
Catherine Keener como Gertrude Baniszewski • An American Crime
Susan Sarandon como Doris Duke • Bernard And Doris
Dame Judi Dench como Miss Matty Jenkyns • Cranford (Masterpiece Theatre)

Outstanding Supporting Actor In A Comedy Series
Jeremy Piven como Ari Gold • Entourage

Kevin Dillon como Johnny Drama • Entourage
Neil Patrick Harris como Barney Stinson • How I Met Your Mother
Rainn Wilson como Dwight Schrute • The Office
Jon Cryer como Alan Harper • Two And A Half Men

Outstanding Supporting Actor In A Drama Series
Zeljko Ivanek como Ray Fiske • Damages

William Shatner como Denny Crane • Justiça sem Limites
Ted Danson como Arthur Frobisher • Damages
Michael Emerson como Ben • Lost
John Slattery como Roger Sterling • Mad Men

Outstanding Supporting Actress In A Comedy Series
Jean Smart como Regina Newly • Samantha Who?

Kristin Chenoweth como Olive Snook • Pushing Daisies
Amy Poehler, Performer • Saturday Night Live
Holland Taylor como Evelyn Harper • Two And A Half Men
Vanessa Williams como Wilhelmina Slater • Ugly Betty

Outstanding Supporting Actress In A Drama Series
Dianne Wiest como Dr. Gina Toll • Em Terapia

Candice Bergen como Shirley Schmidt • Justiça sem Limites
Rachel Griffiths como Sarah Walker-Whedon • Brothers & Sisters
Chandra Wilson como Dr. Miranda Bailey • Grey’s Anatomy
Sandra Oh como Cristina Yang • Grey’s Anatomy

Outstanding Supporting Actor In A Miniseries Or A Movie
Tom Wilkinson como Benjamin Franklin • John Adams

David Morse como George Washington • John Adams
Stephen Dillane como Thomas Jefferson • John Adams
Denis Leary como Michael Whouley • Recount
Bob Balaban como Ben Ginsberg • Recount

Outstanding Supporting Actress In A Miniseries Or A Movie
Eileen Atkins como Miss Deborah Jenkyns • Cranford (Masterpiece Theatre)

Audra McDonald como Ruth Younger • A Raisin In The Sun
Ashley Jensen como Maggie Jacobs • Extras: The Extra Special Series Finale
Alfre Woodard como Edna Reilly • Pictures Of Hollis Woods (Hallmark Hall Of Fame Presentation)
Laura Dern como Katherine Harris • Recount

REALITY SHOWS

Outstanding Reality-competition Program
The Amazing Race

American Idol
Dancing With The Stars
Project Runway
Top Chef

Outstanding Host For A Reality Or Reality – Competition Program
Jeff Probst • Survivor

Ryan Seacrest • American Idol
Tom Bergeron • Dancing With The Stars
Howie Mandel • Deal Or No Deal
Heidi Klum • Project Runway

VARIEDADES

Outstanding Variety, Music Or Comedy Series
The Daily Show With Jon Stewart

Late Show With David Letterman
Real Time With Bill Maher
Saturday Night Live
The Colbert Report

Outstanding Individual Performance In A Variety Or Music Program
Don Rickles • Mr. Warmth: The Don Rickles Project

Jon Stewart • 80th Annual Academy Awards
David Letterman • Late Show With David Letterman
Tina Fey • Saturday Night Live
Stephen Colbert • The Colbert Report

DIREÇÃO

Outstanding Directing For A Comedy Series
Pushing Daisies • Pie-Lette • Barry Sonnenfeld

30 Rock • Rosemary’s Baby • Michael Engler
Entourage • No Cannes Do • Dan Attias
Flight Of The Conchords • Sally Returns • James Bobin
The Office • Money (Parts 1 & 2) • NBC • Paul Lieberstein
The Office • Goodbye, Toby • Paul Feig

Outstanding Directing For A Drama Series
House • House’s Head • Greg Yaitanes

Justiça sem Limites • The Mighty Rogues • Arlene Sanford
Breaking Bad • Pilot • Vince Gilligan
Damages • Pilot • Allen Coulter
Mad Men • Smoke Gets In Your Eyes (Pilot) • Alan Taylor

Outstanding Directing For A Miniseries, Movie Or A Dramatic Special
Recount

Bernard And Doris
Extras: The Extra Special Series Finale
John Adams
The Company

Outstanding Directing For A Variety, Music Or Comedy Program
80th Annual Academy Awards

Company (Great Performances)
Saturday Night Live • Host: Tina Fey
The Colbert Report
The Daily Show With Jon Stewart

ROTEIRO

Outstanding Writing For A Comedy Series
30 Rock • Cooter • NBC • Tina Fey

30 Rock • Rosemary’s Baby • NBC • Jack Burditt
Flight Of The Conchords • Yoko • James Bobin, Jemaine Clement, Bret McKenzie
Pushing Daisies • Pie-Lette • Bryan Fuller
The Office • Dinner Party • Lee Eisenberg, Gene Stupnitsky

Outstanding Writing For A Drama Series
Mad Men • Smoke Gets In Your Eyes (Pilot) • Matthew Weiner

Battlestar Galactica • Six Of One • Michael Angeli
Damages • Pilot • Todd A. Kessler, Glenn Kessler, Daniel Zelman
Mad Men • The Wheel • AMC • Matthew Weiner, Robin Veith
The Wire • 30 • HBO • David Simon, Ed Burns

Outstanding Writing For A Miniseries, Movie Or A Dramatic Special
John Adams

Bernard And Doris
Cranford (Masterpiece Theatre)
Extras: The Extra Special Series Finale
Recount

Outstanding Writing For A Variety, Music Or Comedy Program
The Colbert Report

Late Night With Conan O’Brien
Late Show With David Letterman
Saturday Night Live
The Daily Show With Jon Stewart

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

62 Comments

  1. marília

    vamos itemizar para facilitar:

    1. apresentação: foi sofrível. lamento por heidi klum e Ryan seacrest que são melhores que aquilo. Jeremy Piven bem disso que a abertura foi apenas um falatório de 12 minutos, pra depois correrem nos prêmios mais importantes.

    2. a organização e direção da festa: tá na cara que se querem fazer uma premiação comercial precisam enxugar as coisas. Nós todos entendemos e louvamos a importancia dos roteiristas, mas let´s face: ouví-los falar, assim como aos produtores e diretores é um saco. Alem de haver muita premiação pra minisséries e etc…

    3. as premiações: Jeremy Piven ganhar de novo é ridículo. se Dwight Schrute não é o melhor personagem de comédia da tv, ninguém mais é. Inclusive o ator que faz o Kenneth de 30 rock que nem concorreu tbm é excelente. / eu não vejo Breaking Bad e pode ser que o cara arrase mesmo, eu só não consigo imahinar como é que House e Dexter vão acabar e os personagens título magistralmente interpretados passarão em branco pelo emmy. / TINA FEY NÃO É ATRIZ. LIZ LEMON É TINA FEY. ganhar por roteiro (o jantar de the office pra mim é imbatível1) tudo bem, mas por atuação, sem condição./ Glen Close mereceu: categoria excelente, mariska, sally, kyra, amo-as de paixão! / eu nem lembro quem ganhou oadjuvante em série dramática, só sei que não foi rachel griffiths e lamento muito por isso.

    4. Melhor da noite: em primeiro lugar a Oprah, ser luminosos, vcs viram com a platéia olhava admirada? / e Rick Gervais e Steve Carrel! gente, como eu ri com os dois. o humor inglês é bem escroto e não tem vergonha disso. a noite valeu por isso.

    obs° sobre a polêmica 30 rock: eu já ri bastante algumas vezes, em outras eu apenas achei o humore bem inteligente! the office e my name is earl que nem concorreu por exemplo eu dou risada sempre! sempre são engraçadas!

  2. Giselle

    O Emmy deste ano foi uma chatice mesmo. Li que a audiência foi pífia. Também colocar aqueles malas
    para apresentar só podia dar nisto. Outra coisa nos últimos blocos deu pra notar que tudo foi feito com pressa. Uma correria só.

    Vamos aos prêmios:
    Mad Men mereceu. A série é ótima .
    Pena que o Jon Hamm não levou .
    Glenn Close está perfeita em Damages . Tinha que ganhar mesmo assim como o Zeliko Ivanek que esteve ótimo em Damages.
    30 Rock não dá pra comentar porque eu não assisto.
    E porque só o Jeremy Piven que ganha hein? Deu.
    E pra fechar uma das melhores coisas do Emmy pra mim foi o meu Kiefer. Tava lindo demais !!!!!!

  3. Li

    Toda premiação é assim, a gente sempre pensa que um ou outro deveria ter sido premiado!
    Glenn Close, por exemplo, está fantástica, mereceu, apesar de ter torcido por Mariska!
    Só uma pergunta: – será que em ator coajuvante em comédia não tem ninguém melhor que o Piven?
    Gosto da Tina Fey foi surpreendente ter levado tantas estatuetas, mas, qto a série, eu não gosto muito não!
    Jean Smart foi uma surpresa super agradável, porque ela é uma grande atriz e provou isso nas séries recentes em que participou…
    Minha maior tristeza é que Susan Sarandon não levou o Emmy para casa, mas, o que podemos fazer?

  4. Thomaz Jr.

    Tina Fey pode não ser a melhor atriz da TV americana, mas o Emmy seria para a atriz que melhor interpretou uma personagem dentro de um show e não para a melhor atriz da Tv. Afinal uma atriz pode ser mto boa, mas pode não ter feito um bom trabalho naquele ano, naquele show ou podem ter alguem que fez melhor q ela ou pode estar num show fraco.

    Já Tina Fey como Liz Lemon é sem dúvida a melhor nessa temporada que passou. Pode ser que nesta temporada q entra outra a supere, não é algo definitivo.

  5. Leonardo Toma

    Com certeza ninguém para quem eu estava torcendo ganhou, mas eu sou o primeiro a concordar que todos os vencedores foram bem escolhidos.

    Queria ver Sally ou Mariska ganhando, felizes, mas era óbvio e certo que Glenn Close merecia o Emmy. Damages é uma das melhores séries que eu já vi. E com as participações confirmadas para a próxima temporada, nem se fala.

    Bryan Cranston também merecia. Queria Gabriel ou Michael, mas esses dois nem chegaram aos pés do Sr. Malcom nessa temporada.

    E uma coisa que eu definitivamente queria que acontecesse no Emmy 2009: Uma homenagem à ER. Igual à de Soprano no ano em que a série acabou.

    Tudo bem que uma manteve sua Excelentíssima qualidade e outra tá se arrastando por um fiozinho de pele putrefada, mas ninguém, eu disse NINGUÉM, pode negar que ER mudou os padrões da televisão aberta americana e criou uma tendência em questão de drama médico.

  6. Renata

    Tá ai, vou ter que concordar com algusn comentários: Mad Men não conseguiu me fisgar, ainda pelo menos. Só assisto, quando assisto, pq to apaixonada pelo Jon Hamm que é de fato maravilhoso!

    E viva Ari Gold!

  7. Mauro Irapuan

    Pelo menos um dos atores que eu mais admiro ganhou um prêmio: Paul Giamatti (do ótimo ‘Sideways’) pela minissérie “John Adams”, que eu com certeza vou assistir e tbm pela premiação da sempre ótima Laura Linney pelo mesmo filme. A noite valeu por esses dois.
    Ponto mais do que negativo é ver Michael C. Hall perdendo o premio de melhor ator pela série “Dexter”, muito injusto, apesar de Bryan Cranston de “breaking bad” ser um bom ator.

  8. mr fucker

    Reconheço que MAD MEN retrate com perfeição o período que se propõe a adaptar. Mas e daí? Isso não torna o programa interessante, sinto muito. Quem acha que MAD MEN mereceu o prêmio não acompanhou a segunda temporada de DEXTER, esta sim, brilhante do começo ao fim.

    E foi ridícula a vitória do Jeremy Piven, ainda mais levando em conta que ele concorreu com Rainn Wilson, impagável como o Dwight. E macacos me mordam, sequer indicaram Ethan Suplee, que nesta temporada de MY NAME IR EARL roubou a cena como o adorável Randy!

    Pra encerrar, a Tina Fey pode ser muito simpatica e legal nos bastidores mas NÃO É nem melhor escritora nem melhor atriz de comédia. Isso é tão óbvio quanto a cicatriz nojenta que ela ostenta na cara.

  9. mr fucker

    E muito bem lembrado quem disse que o episódio do jantar de casais no THE OFFICE merecia um prêmio. A mais pura verdade. E GOODBYE TOBY também foi espetacular, uma season finale perfeita. Aí quem ganha prêmio? Aquela coisinha boiola chamada PUSHING DAISIES! Sendo que nem graça o diabo do programa tem, venceu apenas pela quantidade de efeitos especiais que o Barry Sonnefield enfiou. Pfff.

    THE OFFICE é o novo SEINFELD: sucesso incontestável entre público e crítica mas os imbecis do Emmy não percebem.

  10. leoff

    Mad Men ganhou porque é a série mais inteligente, sutil, delineada e bem roteirizada da atualidade. De meados da 1a. temporada até o oitavo da 2a. temporada é um episódio brilhante atrás do outro. Tudo sem apelar para violência, palavrão, dramalhão, romances “quem-fica-com-quem” ou cliffhangers usados para conquistar o público padrão. A reconstituição de época não tem NADA a ver com sua premiação.

    Dexter é otima, mas endeusada ao extremo. A 2a. temporada enfiou o pé na jaca com os últimos episódios, numa série de escolhas infelizes para manter a simpatia de Dexter com o público.

  11. Thiago

    “isso é tão óbvio quanto a cicatriz nojenta que ela ostenta na cara.”

    Por mais que eu concorde com você sobre o brilhantismo de The Office, essa tua frase foi completamente desnecessária… Daquelas de perder a razão de tudo o que disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account