Log In

Notícias

‘Zero Hour’, drama estreante da ABC, está cancelado

Pin it

A ABC cancelou Zero Hour após apenas três episódios exibidos. A série, cuja estreia foi no último dia 14 de fevereiro , teve um total de 6.3 milhões de espectadores, marcando a mais baixa audiência de uma season premiere na história da emissora. O terceiro episódio teve um desempenho ainda pior, com 5 milhões de espectadores.

A ABC ainda divulgará um comunicado oficial, mas segundo informações de fontes internas do site especializado TV Line, a série já foi retirada da grade do canal.

Zero Hour girava em torno  de um editor de revista que se via envolto em uma trama de conspirações e mistérios seculares após ter a esposa sequestrada. O seriado era protagonizado pelo ator Anthony Edwards, de ER, e a ABC não revelou se irá exibir os episódios restantes em algum momento.

Com informações do TVLine.

Séries citadas:

é fã do gêneros sci-fi, drama, ação e policial. Começou a acompanhar séries ainda criança, mas foi a partir de Arquivo X que as séries de TV tornaram-se uma parte cada vez maior de seu dia a dia - dos encontros de fãs às amizades, às discussões em listas de emails, chats, redes sociais e sites especializados. Séries britânicas, canadenses e de outros países também costumam chamar sua atenção. Suas séries preferidas de todos os tempos são Mad Men, Dexter, Battlestar Galactica, Arquivo X, Jornada nas Estrelas, In Treatment, The Sopranos, Six Feet Under, Sex and the City, The Shield, Homeland, Frasier, Spooks (MI-5), Downton Abbey, Anne Fortier, Cold Squad e Sherlock.

Website: http://thameshouse.wordpress.com

5 Comments

  1. Hugo Bruno

    Eu já esperava por isso. Nem cheguei a ver o piloto, mas depois de tudo que li na internet, era difícil isso não acontecer. O que é uma pena porque, ao que parece, a série tinha um plot interessante e eu realmente queria assistir depois… :/

  2. biancavani

    Ai, que ódio! Eu estava adorando a série.
    Já disse isso uma vez, mas vou repetir: as séries também deveriam obedecer às meias leis que protegem o consumidor. Assim, todas as histórias deveriam ser finalizadas, contando o fim daquilo que se propuseram, não importa em quantos episódios.
    Não digo que isso seria fácil instituir no Brasil, mas nos USA, onde até pensamentos estão sujeitos a processo…

  3. biancavani

    Pois é, Djair, não precisava fazer uma série de trocentas temporadas – aliás, existem algumas que esqueceram da hora de dar good bye. Mas poderiam fazer uma série de uma temporada só, contar a história toda e FINALIZAR – e não cancelar, sem contar o fim, desrespeitando quem acreditou neles.

    Mas, vem cá, então o Hank já vivia no passado? E, pelo jeito, a Laila tambem. Uau, bem interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account