Log In

Reviews

White Collar – Shoot the Moon

Pin it
Série: White Collar
Episódio: Shoot the Moon
Número do episódio: 4×14
Exibição nos EUA: 19/02/2013
73
3.6
1

White Collar já foi muito melhor do que a sua quarta temporada. Hoje resta a esperança de que a crescente dos últimos episódios culmine em uma ótima season finale e tenha força para embalar o quinto ano da série. Para tentar salvar a quarta temporada, Shoot the Moon chegou com um reforço de peso: Sara Ellis. A amiga amante de Neal já aparece na primeira cena do episódio e eleva as expectativas para a história que vem a seguir. Shoot the Moon pode ser considerado um dos episódios mais interessantes da temporada, mas não passa disso, White Collar ainda está longe de reviver seus melhores momentos.

Além da participação de Sara e da presença de Jackson Rathbone, o vampiro Jasper da saga Crepúsculo, como um dos sequestradores, o episódio colocou em risco a vida de dois personagens que mexem com o coração dos fãs: Elizabeth e Peter Burke. No entanto,o drama não foi tão dramático assim e no final do episódio a audiência chega a ter pena do casal de sequestradores. A sacada diferente no caso é que Neal, Jones e Diana demoram a descobrir que o assalto à exposição de Sara também virou o sequestro de Peter e Elizabeth. O caso também é enriquecido porque os assaltos contam uma história de amor e nada melhor que os amigos amantes Neal e Sara para descobrirem a verdadeira razão dos atos do casal Oz e Penny.

A tensão do assalto e do sequestro não duram muito. Oz é um jovem que fugiu da prisão, mas sua revolta é porque acabou sendo condenado a uma pena muito maior do que deveria cumprir. Já Penny não tem antecedentes, mas resolve ajudá-lo por amor. Além disso, a balística descobre que eles usaram balas de festim nas armas utilizadas no assalto à exposição de Sara. Logo, o espectador percebe que a dupla de bandidos do episódio, não é tão bandida quanto a maioria dos vilões da televisão.

Dessa forma, a vida de Peter e Elizabeth não parece estar tão em risco assim e isso diminuiu a emoção do episódio. Os melhores momentos do sequestro são quando Elizabeth resolve ajudar Oz a cozinhar. Se lembrarmos dos episódios que contaram os sequestros individuais de Peter e Elizabeth, Shoot the Moon fica muito atrás das fantásticas histórias que White Collar sabe fazer.

Shoot the Moon também poderia ter uma participação mais ativa de Mozzie, ele sempre faz falta na série. No final do episódio é difícil até de lembrar em quais cenas Mozzie participou. Até mesmo Sara poderia ter um espaço maior na história e as cenas de cativeiro poderiam ter sido mais intensas, porém curtas.

A história de Shoot the Moon é rica, diferente, romântica e interessante, mas parece que faltou o ritmo certo para que ela fosse contada e encantasse a audiência durante seus quarenta e poucos minutos. Nem a possível promoção de Sara para Londres afeta muito a emoção do episódio. A personagem já estava afastada do núcleo da série, volta em um episódio aleatório e anuncia o que pode ser um afastamento ainda maior. Agora Sara e Neal são apenas “amis-amants”, mas a liga do casal se perdeu desde a fuga de Neal no final da temporada passada.

Shoot the Moon falou de amor e embalou a série romanticamente para os dois últimos episódios da temporada. Apesar do ritmo lento, White Collar deve ter um ótimo encerramento de temporada. O próximo episódio, The Original, promete novidades sobre o passado do pai de Neal e um enfrentamento entre os dois. As cenas prévias que mostram Caffrey dizendo a James que Peter foi mais pai pra ele do que jamais James conseguiu ser, já mostra como White Collar se preparou para a season finale.

Encerramos a review com uma frase da querida personagem Sara, que sempre que aparece dá um charme a mais aos episódios de White Collar: “Não há segurança nessa terra, apenas oportunidade”. Sara Ellis

Séries citadas:

é Jornalista, Publicitária, Gaúcha, Capricorniana de 84. Além de escrever no TeleSéries, trabalha como coordenadora de imprensa na Prefeitura de Taquari e assessora de imprensa no Campeonato Gaúcho de Rally 4x4. Fã de cinema, esportes, literatura, música e séries de televisão. Começou a assistir seriados com E.R. e Arquivo. X. Gostaria de ter estudado em Hogwarts, jogado quadribol e tomado cerveja amanteigada, mas se contenta com um gol do Grêmio e uma Heineken. Nunca ganhou um prêmio importante, mas já levou pra casa um Kikito de chocolate de Gramado/RS.

Website: http://www.alineben.blogspot.com

2 Comments

  1. Hugo Bruno

    Exatamente, minha cara Aline, exatamente…

    O episódio foi muito bom, principalmente pela volta da minha linda Sara, mas voltando ao episódio, eu gostei bastante. A ideia de sequestrarem o Peter e a Elizabeth e a equipe de agentes nem perceber foi interessante. Eles estavam de férias e não poderiam ser perturbados de maneira alguma, só se alguém morresse, então utilizaram bem isso.

    Acho a Elizabeth fantástica, sempre agindo com esperteza. Ela ter jogado o brinco pra fora do carro foi genial. Lembrei de João e Maria, hahaha. Mas mesmo assim, e mesmo eu tendo gostado do sequestro e tudo mais, não chegou nem perto, como você citou, dos sequestros anteriores que já aconteceram na série. Eu sofri junto com o Peter quando a El foi sequestrada; o tanto de emoção que aqueles episódio tiveram foi de realmente memorável e eu gostaria ver um pouco disso novamente.

    Sara. Eu amei ela ter voltado, mas é uma pena ela poder se afastar ainda mais. Foi quase que uma despedida… Uma das coisas que mais gosto é justamente os quatro juntos: Peter, El, Neal e Sara. Os casais se completam e formam um time super divertido e muito bom. Pena ver a Sara se afastando… Ela e o Neal juntos são perfeitos…

    Enfim, um bom episódio, com um gostinho dos velhos tempos. Espero sim que White Collars volte com todo gás na próxima temporada, ou melhor, que encerre essa com tudo que tem, e nós todos sabemos que é capaz de fazer isso.

  2. Aline Ben

    Não tinha lembrado da conexão da cena da Elizabeth com João e Maria, parece mesmo. Falou tudo Hugo, o histórico de sequestros de White Collar está bem acima de Shoot the Moon, mas ainda sim foi um bom e bonito episódio. Que venha a quinta temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account