Log In

Reviews

White Collar – On Guard e Need to Know

Pin it

Série: White Collar
Episódio: On Guard e Need to Know
Temporada:
Número do Episódio: 3×01 3×02
Data de Exibição nos EUA: 07/06/2011 e 14/06/2011

Agora me explica: se Peter desconfia que Neal roubou a arte nazista do submarino antes dele ser queimado, como pode trabalhar com ele? Melhor, como Peter faz um interrogatório e ninguém no FBI questiona o porquê, e mais, como nenhuma evidência física existe para comprovar que a arte queimou?

White Collar sempre foi original e inteligente, mas confesso que por mais glamurosa e ousada foi a saída que eles encontraram para deixar um ‘cliffhanger’ pra terceira temporada, alguma coisa não batia ali. Ou talvez seja o cansaço dessa mecânica da narrativa, primeiro Neal utiliza um codinome pra enganar alguém que obviamente ele conhece e entende o estilo, no meio Peter desconfia dele, e no fim o bandido vai preso e os dois amigos fazem as pazes. De vez em quando um arrisca a vida pelo outro, mas sempre tem uma discussão sobre confiança.

O que não entendo é, depois de tudo, porque Peter não confia em Neal já que apesar de ser um contrabandista já provou que tem caráter e um nível mínimo de senso! Não dá pra querer que ele vire padre e, ao invés de roubar, distribua aos pobres. Sem falar que há inúmeras possibilidades pra trama trabalhar do que sempre colocar em questão a amizade dos protagonistas.

Colocando de lado as minhas lamentações, a premiere do terceiro ano foi previsível. Neal não roubou a arte, foi Moz e Peter apelou pro sentimentalismo, sempre desconfiando do parceiro.

Lawrence, um antigo conhecido de Neal, roubou 60 milhões da Receita, mas não conseguiu fugir do país com o dinheiro. De volta à Nova York, ele procura Neal para conseguir fugir com o dinheiro. E essa é a desculpa perfeita para despistar Peter e o FBI de Neal e Moz fugindo com a arte.

Mas no fim Lawrence é preso, Neal não foge com a arte e Peter continua desconfiando dele.

Elizabeth fez uma participação bacana, minha amada Hilarie Burton também apareceu em uma cena (quero ver se esse romance com Neal vai pra frente), mas o que salvou o episódio, como sempre, foram as conversas entre Neal e Moz, aliás, o que seria de White Collar sem Moz, né verdade?

Need to Know manteve o mesmo ritmo. Neal e Moz saíram numa “busca ao tesouro” e Peter ainda tentando descobrir se Neal roubou a arte do submarino ou se ela queimou.

A caçada que foi uma brincadeira que virou coisa séria. Um milionário morre deixando para os filhos James e Josh um mapa do tesouro. Savannah, neta do falecido, foi seqüestrada e o pagamento era de 6.4 milhões, justamente o que o James – pai de Savannah – iria receber de herança. A imagem da garotinha é transmitida por um site e o FBI tenta desvendar quem a seqüestrou e onde está o tesouro.

O desenrolar tem a mesma mecânica que disse no início e o desfecho se mostrou previsível demais com os dois irmãos fazendo as pazes, a garotinha sendo encontrada viva e o bandido indo pra cadeia.

Por fim, Burke está tentando descobrir que fim teve a arte enquanto Neal tenta descobrir em que pé está a investigação dele.

Acho que White Collar perdeu um pouco a mão depois que o enredo principal da série se encerrou. Sem a namorada desaparecida, o mentor de Neal e Fouler, falta alguma coisa pra servir de mote nesse terceiro ano. Será que vai ser esse marasmo a temporada inteira?

Séries citadas:

Bacharel em Direito e servidora pública. Já chegou a ver mais de 30 séries, mas hoje prefere ter vida social. Atualmente acompanha Arrow, The Good Wife, The Voice e Scandal.

2 Comments

  1. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 12/9 a 18/9

  2. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 19/9 a 25/9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account