Log In

Reviews

White Collar – Family Business

Pin it
100
5
1
Série: White Collar
Episódio: Family Business
Número do Episódio: 4×11
Exibição nos EUA: 22/01/2013

White Collar poderia ser elencada com uma das melhores séries policias se levássemos em conta suas três primeiras temporadas. No entanto o quarto ano da série tem beirado a decepção. O seriado continua bom, mas passa longe do nível em que acostumou os fãs que acompanharam a série desde o início. O plot que envolve o aparecimento do pai de Neal não tem empolgado como deveria, considerando o tempo em que a série gasta abordando o caso.

A summer finale da série tentou empolgar e apresentou uma revelação: Sam na realidade era o pai de Neal. Mas o que era para ser a grande revelação dos dez primeiros episódios vazou muito antes disso entre os fãs do seriado e essa “surpresa” não fugiu de uma saída óbvia para os fatos que estavam ocorrendo. Agora com o retorno da quarta temporada nem essa mudança na vida de Neal parece estar indicando que a série deva retomar seu alto nível.

Então chegou a hora de conhecermos a história de Sam, ou melhor, James Bennett, contada por ele mesmo. E o enredo foi simples, quem forçar a memória pode lembrar de uns cinco filmes com situações muito parecidas. James era um bom detetive até que um belo dia se deparou com uma bolada de dinheiro e tentou pegar um pouco para ajudar a família. Até que o chefe corrupto (que apareceu magicamente do nada) pega ele no ato e força o pai de Neal a trabalhar para um grupo de criminosos. Na tentativa de se livrar do trabalho sujo James acaba encrencado e acusado pelo assassinato de um policial. Como cereja do bolo ainda ganhamos um “James Jovem” nada parecido com o ator Treat Williams, ou seja, muito diferente do “James Velho”.

A edição das cenas antigas com os inserts de James conversando com Neal também não deram um bom ritmo ao episódio e comprometeram o entendimento da história. Por outro lado, a chegada de Peter na casa de Neal deu emoção ao início de Family Business e o agente é que parece o verdadeiro “pai protetor” de Neal. Outra situação que incomoda é que o destino da mamãe Caffrey ainda não foi devidamente tratado na série.

Como aconteceu na maioria dos episódios nessa temporada o caso desenvolvido no episódio foi bom, mas foi trabalhado por pouco tempo. Mozzie e Neal ficando bêbados para falsificar uísque foi ótimo, e melhor ainda foi ver Neal de ressaca e Peter fazendo ele beber o suco de picles. Nesses momentos é que o eterno charme de White Collar vem à tona. Aquele jeito que a série tem de apaixonar. Assim acontece no momento em que Neal improvisa, além de ter entre as suas habilidades a falsificação de bebidas também coloca Mozzie no caso do episódio, tendo que fabricar garrafas personalizadas. Falando no Mozzie, como assim ele é alérgico a cavalos?

Apesar de tudo White Collar ainda retorna com um bom episódio, mas sabemos que a série pode muito mais que isso. A boa notícia é que James vai ter que se esconder em um dos lugares secretos de Mozzie e assim acredito que a série terá mais tempo de trabalhar o caso de cada episódio. A caçada pelo responsável pela bagunça na vida de Neal continua, e cada vez mais se afunila entre os grandes nomes da polícia de New York. Talvez esteja aí uma grande saída para que a quarta temporada nos lembre um pouco mais o que foi os três primeiros anos da série. Como White Collar já está renovada para uma quinta temporada, Neal, Peter e Mozzie ainda tem garantido um bom tempo para correrem atrás da qualidade de episódios como Burke’s Seven, da segunda temporada e Countdown, da terceira, só para exemplificar alguns momentos em que a série valeu cada minuto.

Séries citadas:

é Jornalista, Publicitária, Gaúcha, Capricorniana de 84. Além de escrever no TeleSéries, trabalha como coordenadora de imprensa na Prefeitura de Taquari e assessora de imprensa no Campeonato Gaúcho de Rally 4x4. Fã de cinema, esportes, literatura, música e séries de televisão. Começou a assistir seriados com E.R. e Arquivo. X. Gostaria de ter estudado em Hogwarts, jogado quadribol e tomado cerveja amanteigada, mas se contenta com um gol do Grêmio e uma Heineken. Nunca ganhou um prêmio importante, mas já levou pra casa um Kikito de chocolate de Gramado/RS.

Website: http://www.alineben.blogspot.com

2 Comments

  1. Pingback: White Collar – Brass Tacks

  2. Pingback: Destaques na TV – sábado, 19/10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account