Log In

Reviews

Warehouse 13 – A New Hope e An Evil Within

Pin it

Série: Warehouse 13
Episódios: A New Hope e An Evil Within
Temporada: 4ª
Nº dos Episódios: 4×01 e 4×02
Datas de Exibição nos EUA: 23/07/12 e 30/07/12

Ei Warehousers! Quem aí sentiu saudades do pessoal do Depósito 13? O problema é que não existe mais Depósito, porque o Walter Sykes (que morre de ódio de tudo e todos ali) explodiu o lugar e foi responsável pela morte da H. G. Wells, do Steve e até da Sra. Frederic. Pois é, mas como (pelo menos na série) o mundo está cheio de artefatos mágicos que podem fazer coisas cada vez mais impossíveis, Artie não ficou tão preocupado assim com toda a destruição.

Por outro lado, enquanto Artie ocupava-se em achar o Astrolábio de Magalhães, que se ativado até 24 horas depois da explosão iria desfazer todos os estragos no depósito, Claudia se interessava mais em usar o Metrônomo para ressuscitar o Steve. Como se não bastasse esse tempo limite curto e o fato de o Astrolábio estar na França, a explosão do depósito abriu a Caixa de Pandora, que fez com que o mundo todo perdesse a esperança, resultando em rebeldias e desespero. Ou seja, Warehouse 13 virou um misto de Código Da Vinci (por causa dos padres suspeitos e até da intervenção do Vaticano no caso) e Supernatural (com essa coisa de libertar algo que atinge o mundo todo).

Bem, a equipe toda foi para a França a fim de caçar o tal do astrolábio milagroso, e ela ia se desfazendo conforme as horas passavam. A primeira vítima foi Claudia, sendo enterrada viva, depois Myka foi presa e levada para sabe-lá-onde, Pete morreu após achar o artefato e por fim só restou Artie que, se antes tinha dúvidas sobre os efeitos colaterais do uso do objeto, agora não poderia ter mais… Afinal, a equipe se foi.

Enfim, artefato ativado, Depósito reconstruído, equipe bem de novo (inclusive H. G. e Sra. Frederic), só faltava agora desativar a bomba que explodiria tudo novamente. Já que Artie é o único que se lembra do “futuro”, desta vez consegue salvar o local e por fim matar o Walter. Seria um final feliz, se não fosse o efeito colateral do artefato, que soa mais como uma profecia macabra do que como qualquer outra coisa, dizendo que o mal foi libertado (como se já não tivessem libertado o mal com a Caixa de Pandora).

E quanto a Steve? Pois é, ele não foi ressuscitado pela façanha de Artie porque morreu há mais de 24 horas, então Claudia cumpre sua promessa de trazê-lo de volta à vida. E como um efeito colateral não bastasse, agora provavelmente teremos outro, já que ela usou o Metrônomo para reviver o amigo.

História principal à parte, o artefato aleatório da vez foi uma chave que transformava a visão das pessoas em relação à quem a pegasse. Ou seja, se fulano encostou na chave, as pessoas que estavam perto irão vê-lo como um monstro cheio de tentáculos. Já pensou? Um monte de gente louca correndo atrás de você porque te vê como uma fera nojenta… Sorte que a Myka superou a fobia de tentáculos (?) dela para chegar perto do “monstro” Pete. Mais um artefato na coleção dos bizarros. Aliás, esta temporada já começou bem bizarra, embora toda essa história de destruição mundial tenha agitado bastante a série.

P. S. [1]: Agora é saber o que é o tal “mal” que foi libertado por Artie e achar um jeito de reverter esse efeito sem reverter o efeito do artefato. E achar logo, né… Porque aqueles padres estranhos dão mais medo do que o Walter.

P. S. [2]: E essas alucinações de Artie com a Claudia? E começando até mesmo antes de ela ressuscitar o Steve. Será que ela tem algo a ver com os vilões nesta temporada? Bem que ela ficou legal se comportando como alguém do lado negro.

P. S. [3]: Por último, mas não menos importante… O que é aquele visual da Myka de “acordei e não penteei o cabelo” no segundo episódio?! Me expliquem, sério.

Séries citadas:

Cinéfila, louca por séries de televisão, leitora compulsiva e movida à música. Cineasta por formação e escritora por paixão.

1 Comment

  1. Bruno

    Bem, Myka parece que pintou o cabelo de preto (era castanho, antes). E Claudia perdeu a mecha colorida que usava sempre. Os dois eps foram toscos (e por isso muito engraçados) como é o normal da série. Talvez não seja do seu tempo mas o padre é o Brent Spinner (Sr. Data), de Jornada nas Estrelas A Nova Geração! Ainda de Jornada nas Estrelas, Voyager, temos também a Kate Mulgrey, como Regente E mãe do Pete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account