Log In

Reviews

True Blood – Who Are You, really? e The Sun

Pin it
Série: True Blood
Episódios: Who Are You, really? e The Sun
Número dos Episódios: 6x01 e 6x02
Exibição nos EUA: 16/06/13 e 23/06/13
83.5
4.1
2

True Blood voltando ao seu melhor momento?

Sem dúvidas a quinta temporada de True Blood veio para acabar de vez com a esperança de que a série conseguiria sair por cima depois da fragmentada quarta temporada. Na verdade, conseguiram tornar a série mais fragmentada ainda, com cada plot mais absurdo do que o outro, que no final, não adicionou nada à trama e muito menos ao desenvolvimento dos personagens.

Depois desses dois episódios fica claro que True Blood ainda está tentando, com todas as suas forças, terminar mais um ano com algo positivo. A maior dúvida de todas era se Bill realmente continuaria Billith ou se aquilo que vimos foi a maior babaquice da série. Felizmente, decidiram manter o plano original, mesmo estando na cara que aquele Bill que conhecemos não está mais presente.

Talvez fosse mais dramático se Bill Compton, como o conhecemos, fosse embora para sempre. Porém, isso não seria condizente com a série até hoje, então a solução mais aceitável seria mantê-lo na série, porém completamente mudado. Ou melhor, nem tão mudado assim. Não é a primeira vez que alguém se oferece para o vampiro e ele não retribui tal carinho. O problema é que nessa situação em particular, ele foi além daquilo esperado, basicamente matando a mulher por estar com um vestido muito apertado. Essa mudança veio em boa hora, afinal Sookie não se importa mais com o ex-namorado: ela deixou isso bem claro quando decidiu enfiar uma estaca no coração de pedra do baixinho.

Novamente, não há como ter certeza de como esse novo arco será desenvolvido, já que esse algo “maior” que Lilith precisa que Bill conquiste ainda não está delimitado e pode acabar sendo a coisa mais interessante ou a coisa mais idiota que a série poderia criar. De qualquer forma, foi legal ver Bill com seus novos poderes, mesmo que a cena final do segundo episódio tenha sido completamente desnecessária – já que, obviamente, ninguém irá morrer.

Ou talvez alguém venha morrer, mas se isso realmente acontecer, Jessica deve levar o bilhete premiado, por motivos óbvios. Na verdade, está sendo bastante interessante o uso da personagem nessa temporada, ganhando bastante destaque por gostar genuinamente de seu criador. Esse é, literalmente, o primeiro plot da personagem que não envolve fornicação e Jason claramente fica puto com isso. Talvez o sacrifício seja algo necessário e Jessica é a mais propensa a tal ato.

Entretanto, True Blood possui também uma protagonista, que mesmo apagada na temporada passada, chegou com tudo nesse início de ciclo. Desnecessário dizer que essa luta dos Stackhouse com o vampirão-velhão Warlow obviamente renderá bastante, incluindo a não tão previsível perda de seu lado fada. Essa perda ficou mais evidente ainda quando vofada Stackhouse deixou claro que o poder supernova de Sookie só poderá ser utilizado uma vez. E a pergunta é: será Bill ou Warlow que vai receber essa honra? Nada estaria normal se Sookie não aparecesse com um novo bofe para pegar. Até o momento, o fada-macho não apresenta nenhum perigo, mas como temos certeza que ele não é Warlow disfarçado? Nenhum cuidado é pouco.

Enquanto outros tentam descobrir de onde vieram, outros possuem muita certeza de sua origem, tanta certeza que acabam brigando com a irmã de seu criador. A relação de Pam e Eric sempre foi deliciosa de se ver e com o passar do tempo, tornou-se algo bastante interessante. O mesmo vai acontecer com Pam e Tara, mesmo que a primeira jure que o que vai acontecer entre elas não será um ‘amor de tirar o fôlego’. As duas se parecem bastante e um romance é inevitável, se Pam baixar a guarda, é claro. A melhor parte disso tudo foi assistir Eric como um jornalista nerd na casa do governador, mostrando que o vampirão se importa até mesmo com Tara, a neta que mal saiu das presas da mamãe.

Falando em governador, não há dúvidas de que estamos lidando aqui com o maior antagonista da temporada. O caminho da luta entre humanos e vampiros estava para acontecer a muito tempo e agora que finalmente chegou, tudo pode acontecer. É astuto da parte dele querer fazer negócios com os japoneses que criaram o sangue sintético, afinal é claro que ele na verdade quer acabar com a produção da bebida, fazendo com que os vampiros sintam-se na obrigação de voltarem a matar humanos para se alimentarem, revoltando a população humana geral. O desdobramento dessa rebelião deve ser mais bem desenvolvido para que o impacto e a tensão estejam presentes nos próximos episódios.

O plot de Sam, Alcide, vovó loba e lobinha não fez muito sentido no primeiro episódio, mas ficou mais interessante no segundo episódio, com a adição dos jovens que gostam de brincar de Big Brother na moita. Essa história de se assumir para o mundo com certeza daria uma motivação extra para Sam e talvez ele finalmente não vá gastar todo seu tempo em tela com a bunda para fora. O contrário pode ser dito para Alcidão, que não conseguiu um plot bom e decidiu atrapalhar os dos outros. Mesmo com alguns problemas, True Blood retorna com grandes aspirações para conseguir fazer de sua sexta temporada uma temporada memorável. Um maior desenvolvimento naquilo que é importante ainda é necessário para que haja uma maior conexão quando o clímax chegar.

Séries citadas:

Cinéfilo e viciado em séries. É também um podcaster, blogueiro e estudante de Letras e Jornalismo. Acompanha mais de 60 séries, sem contar as milhares que já passaram. Gosta de todo tipo de série, não discrimina. Usa o sarcasmo, a ironia e a acidez para lidar com as situações ordinárias. Pode ser encontrado no twitter pelo user @marcoacpontes.

Website: http://www.mundodaseries.com

1 Comment

  1. Paullo Kidmann

    A verdade para mim é que True Blood vem se arrastando desde a terceira temporada (que não foi ruim, mas foi nela que começou a ficar ruim) e o ápice da ruindade foi a quinta. Mas até então estou gostando dessa temporada e estou muito confiante de que a série tem potencial de se tornar o que era! Eu não lembro da ultima cena do segundo episódio :o mas no Red Carpet os atores estavam falando que um personagem principal ia morrer…
    Concordo em relação ao plot da Jessica que é uma personagem que eu sempre gostei e agora estou até começando a pegar uma certa simpatia por Jason que sempre odiei, ele tá até meio engraçado nessa temporada…
    Escuto muitos fans da série falando que não gostam da Sookie, mas eu amo! Torço muito por ela, na temporada passada queria que ela ficasse com o Alcides mas o mesmo ta praticamente um parasita nessa temporada, a bola da vez pra mim é aquele fada que apareceu…Mas boa perspectiva sua e se ele num for o Warlow desfaçado?!

    E gostei muito também da amizade entre o Lafayette e o Sam ;)
    Agora é esperar para ver o desenrolar da trama :D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account