Log In

Reviews

‘The Whispers’ se destacou na summer season

Pin it

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers da primeira temporada da série.

A época de programação de séries entre os meses de junho e agosto nos Estados Unidos é intitulada summer season, e para muitos já foi tratada como “zona morta”. O período de férias escolares não é o forte da audiência televisiva e os canais normalmente não utilizam esse período para grandes lançamentos. No entanto, a tímida e sinistra The Whispers chamou a atenção entre as séries que foram jogadas à sua própria sorte durante esse período esquecido da televisão.

A premissa que The Whispers apresenta é misteriosa. Várias crianças em Washington D.C. passam a conversar com um amigo imaginário chamado Drill. Coisas estranhas e perigosas começam a acontecem com as famílias dessas crianças, e logo a polícia inicia a investigação dos casos. A detetive Claire Bennigan (Lily Rabe, de American Horror Story) é encarregada da investigação e logo descobre que todas as crianças envolvidas têm pais ou parentes próximos com uma ligação importante com o governo americano.

The Whispers - Henry e Minx

O grande lance de The Whispers desde o início é o trabalho bem feito apresentando o clima de mistério. Nesse sentido, a assinatura de Steven Spielberg como produtor de 10 dos 13 episódios da temporada fica bem clara. Inicialmente, o seriado não desvenda qual a origem de Drill, se é algo alienígena ou sobrenatural. Aos poucos, com doses bem trabalhadas, a série vai explicando quem é o amigo “não tão imaginário” das crianças, qual a sua história e seu objetivo.

A série apresenta então um grande problema de segurança nacional aos Estados Unidos, o que envolve interesses políticos e mexe com o emocional, já que Drill atacou principalmente as crianças ligadas a grandes representantes do governo americano como o próprio presidente e também os principais agentes envolvidos no caso. Colocando crianças em perigo, ao mesmo tempo em que elas podem ser o próprio inimigo, e com tantos focos emocionais a serem trabalhados, a série conseguiu criar em praticamente todos os episódios diversos momentos que fizeram os espectadores grudarem a bunda no sofá, literalmente.

The Whispers - Claire e Wes

Outro ponto interessante de The Whispers foi o relacionamento de Claire com o colega de trabalho Wes Lawrence (Barry Sloane, de Revenge). Já nos primeiros episódios a série deixa claro que Claire e Wes tiveram um relacionamento, mesmo os dois sendo casados com outras pessoas. Durante a sequência de episódios, ambos tentam reconstruir seus casamentos, ao mesmo tempo que visivelmente ainda sentem algo um pelo outro.

Esse clima entre os personagens principais é intrigante, pois ao mesmo tempo que os dois não querem magoar seus parceiros, eles têm dificuldades em entender (ou aceitar) o que sentem um pelo outro. E, além disso, precisam proteger seus filhos de Drill, assim como os filhos de inúmeras outras pessoas, inclusive a filha do presidente. Enquanto isso, o marido de Claire, Sean Bennigan (Milo Ventimiglia, de Heroes) é peça central do caso “Drill”. Por outro lado, a mulher de Wes, Lena, (Kristen Connolly, de House of Cards e Zoo) acaba se tornando uma das vítimas de Drill, o que também mostrou uma grande coragem da série em sacrificar a personagem.

The Whispers - Henry e Todo Mundo

Vale ainda a pena ressaltar a atuação das diversas crianças presentes no elenco. Os pequenos atores como Abby Ryder Fortson (Homem-Formiga) como Harper, Kylie Rogers como Minx Lawrence, Kayden Magnuson como Cassandra Winters e Kyle Harrison Breitkopf como Henry Bennigan colocaram medo em muitos adultos.

A season finale de The Whispers foi ao ar no último dia 31 de agosto nos Estados Unidos e a série ainda não têm notícias de renovação, apesar de ter deixado bem claro que prepara uma segunda temporada ainda mais intrigante, tanto na questão pessoal entre os personagens principais, como sobre a segurança nacional ou até mundial. No Brasil, a série é apresentada pela AXN todas às terças-feiras, às 22h. The Whispers chegou timidamente, mas é um dos grandes destaques dessa summer season. Vale toda a pipoca que estiver estocada em casa.

Séries citadas:

é Jornalista, Publicitária, Gaúcha, Capricorniana de 84. Além de escrever no TeleSéries, trabalha como coordenadora de imprensa na Prefeitura de Taquari e assessora de imprensa no Campeonato Gaúcho de Rally 4x4. Fã de cinema, esportes, literatura, música e séries de televisão. Começou a assistir seriados com E.R. e Arquivo. X. Gostaria de ter estudado em Hogwarts, jogado quadribol e tomado cerveja amanteigada, mas se contenta com um gol do Grêmio e uma Heineken. Nunca ganhou um prêmio importante, mas já levou pra casa um Kikito de chocolate de Gramado/RS.

Website: http://www.alineben.blogspot.com

3 Comments

  1. klaus

    terminou muito bem essa temporada, muita coisa a ser explorada ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account