Log In

Reviews

The Walking Dead – Save the Last One

Pin it

The Walking Dead – Save the Last One
Série: The Walking Dead
Episódio: Save the Last One
Temporada:
Número do Episódio: 2×03
Datas de Exibição nos EUA: 30/10/2011
Datas de Exibição no Brasil: 1/11/2011

O episódio dessa semana começou a abordar algo que, em verdade, a série ainda não explorou todo o potencial, que é o questionamento de até onde o ser humano é capaz de sobreviver diante de uma situação limite de sobrevivência.

Como vimos no episódio passado, Shane e Otis arriscaram a vida em busca dos materiais necessários para a cirurgia de Carl, mas acabaram cercados por dezenas de zumbis. Olha, se eu já tinha achado tensa a situação dos dois, agora a sensação duplicou. Parecia que os dois estavam a todo momento perto da morte e me deixando na ponta da cadeira.

The Walking Dead

Enquanto isso, algumas situações interessantes envolveram os outros personagens. No trailer, Daryl e Andrea resolvem sair, mesmo durante a noite, para tentar encontrar a menina Sophia. Olha, eu já desencanei dessa garota, já tô achando que ela é o portal para a Terra no Caverna do Dragão e será procurada, sem sucesso, em todo o episódio.

O que eu gostei foi da conversa da dupla, que os aproximou um pouco mais e, acredito eu, tenha alguma mudança positiva em Andrea, principalmente depois de encontrarem o zumbi de uma pessoa que tentou se matar e ficou em uma situação um tanto bizarra.

The Walking Dead

Para quem pensou também em se matar, ver uma cena dessas deve gerar algum impacto. Um indicador dessa mudança é a moça quase fazer as pazes com Dale. A relação entre esses personagens é muito peculiar e interessante nas HQs e, mesmo se for de maneira diferente, espero ver algo bom aqui também. Falando em algo bom, Glenn chega com T-Dog na fazenda e este, infelizmente para mim, recebe os cuidados médicos necessários. Enquanto isso, Glenn conhece Maggie, a filha de Hershel, e os dois tem uma conversa muito boa sobre fé, já que a moça o pega rezando e questiona sobre a quantidade enorme de orações que não foram ouvidas naquele mundo.

Falando em fé, Lori é que parece perder a sua, quando pensa que talvez o melhor para Carl seja morrer e deixar esse mundo tão terrível e cheio de perigos. Gostei da inversão de papéis, primeiro porque seria até natural um pensamento desse em uma situação tão terrível, em segundo lugar porque foi a vez de Rick ser o forte, mostrando que seu filho precisa, sim, ser salvo. Gostei disso, porque ninguém é uma rocha inabalável o tempo inteiro, todos temos nossos momentos de fraqueza.

Chega então o momento crucial, onde a decisão de operar Carl precisava ser tomada ou não. Os pais autorizam, mas felizmente Shane chega bem a tempo com todo o equipamento necessário e o garoto é salvo. Infelizmente, o policial diz que Otis não conseguiu sobreviver.

The Walking Dead

Um detalhe, a cena inicial do episódio é Shane raspando a cabeça com uma máquina, não deixando claro quando aquilo acontece – algo comum nas cenas iniciais de Breaking Bad, outro sucesso da mesma emissora.

A explicação para essa cena ocorre no final do episódio, onde vemos que há uma falha no cabelo de Shane e ele resolve raspar. Temos um flashback, mostrando o que aconteceu com Otis e como ele perdeu o cabelo. Depois de passarem várias situações complicadas, a dupla estava apenas com uma bala na arma, Shane ainda estava com a perna machucada e uma multidão de zumbis ainda estava em seu encalço.

Shane então pede desculpas e usa a sua última bala na perna de Otis, tendo um tufo de cabelos arrancado quando tira a mochila das costas do pobre homem, que termina sua vida alimentando vários zumbis, servindo de distração para Shane escapar.

The Walking Dead

Simplesmente sensacional! Eu estava com a impressão que Otis morreria, mas não imaginava que seria por traição. O personagem Shane cruza uma linha complicada e cresce ainda mais na série.

Eu fiquei muito curioso em ver o que essa atitude irá representar para o futuro da série.

Séries citadas:

Edvando Tertuliano, o Eddie, é bancário e ator de teatro e assiste mais séries do que o tempo permite, mas consegue dar conta de todas. Sua série do coração é Friends, mas também é fã de dezenas de outras, incluindo Fringe, Dexter, Breaking Bad e The Big Bang Theory, e está sempre em busca de novidades...e de coisas antigas também (Arquivo X, por exemplo).

3 Comments

  1. Claudia Braga

    Eu fiquei de cabelo em pé com esse episódio, realmente é de muita tensão e sempre achando que alguma coisa ia acontecer! Nossa, a cena final foi cruel, coitado do Otis, mas daí entendi o que uma pessoal é capaz de fazer pra sobreviver, não dá pra julgar o Shane. Mas, que traição não é?
    Eu gosto do T-dog, não queria que ele morresse.
    Também fico só me perguntando onde andará a tal da menina?

    Adorei o episódio!

  2. Paulo Serpa Antunes

    O Shane bateu o recorde da FDPtice. Eu imaginei que isto ia acontecer pouco antes da cena. Mas minha mulher ficou de queixo caído, realmente não acreditou. É meio chover no molhado dizer que a série surpreendeu e tal, porque isto acontece direto, mas ela de fato atingiu outra dimensão psicológica esta semana.

    Cada vez melhor e cada vez mais difícil de assistir, né?

  3. Mariela Assmann

    A história da garota tá demias, já. São 3 episódios procurando por ela, acho que a evolução do plot está muito lenta. Em geral, tenho achado tudo meio lento. Os dois últimos episódios foram basicamente sobre as mesmas coisas. Quanto ao Shane, concordo em gênero, número e grau com o Paulo. Ele quebrou o recorde. Nunca imaginei que ele deixaria Otis para trás, para morrer (embora eu tivesse certeza que Otis morreria). Também estou ansiosa pra ver como esse fato vai refletir na personalidade dele. E o Merle, quando retorna?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account