Log In

Reviews

The Walking Dead – Killer Within

Pin it
87.866666666667
4.3
15
Série: The Walking Dead
Episódio: Killer Within
Número do episódio: 3×04
Exibição nos EUA: 04/11/2012

Na review do episódio anterior eu disse que The Walking Dead estava entrando por um caminho até então estranho ao seriado. Além do núcleo de Rick e companhia, agora o Governador e a cidade de Woodbury também vão estar presentes nesta temporada da série. Em Killer Within acompanhamos um episódio que mesclou os dois núcleos e o resultado foi a produção do melhor episódio da terceira temporada até agora. A morte e a vida nunca estiveram tão à flor da pele no roteiro de The Walking Dead como nos foi apresentado em Killer Within e agora a expectativa fica toda focada no encontro entre os dois núcleos do seriado.

O dia no presídio cercado por errantes começou com muito trabalho, mas logo se tornou um dos mais sangrentos da série. Apesar de ter dado pena dos dois presidiários que agora querem fazer parte do grupo de Rick, foi um dos presos – que se pensava já estar morto – que causou toda a confusão que rendeu pelo menos duas baixas no elenco principal. Aliás, ser ator em The Walking Dead é viver perigosamente próximo de perder o emprego na próxima cena.

T-Dog e Lori foram personagens que não conseguiram despertar muita compaixão nos espectadores e Lori já havia se tornado uma das personagens mais irritantes, mas eles acabaram deixando a série como heróis. A morte dos dois foi emblemática, T-Dog pela violência e pelo sacrifício em tentar salvar Carol. Já Lori desistiu de lutar pela vida para tentar salvar seu filho, levou Maggie a improvisar uma cesariana e Carl a ser obrigado a atirar na cabeça dela após sua morte e evitar que voltasse como um zumbi.

A cena desoladora do final do episódio é candidata a uma das mais marcantes desta fall season americana e é a mais impressionante da série até agora. A chegada de Maggie e Carl com o bebê é marcada pelo choro que interrompe as ordens de Rick. O grupo precisou lidar com a morte de uma forma muito pior do que a morte que os persegue desde a primeira temporada. Rick se desespera, Carl fica imóvel, cada um lida com a morte da sua forma. Superar uma perda dessas vai exigir muito mais, não só de Rick e Carl, mas de todo o grupo que agora fica bem mais fragilizado. Ainda mais com a chegada de um novo membro tão frágil, mas que ao mesmo tempo simboliza muito para aquele grupo de pessoas.

Carl e Rick poderiam ficar alguns episódios choramingando a perda de Lori, mas acredito que as necessidades do bebê nos pouparão desse martírio. Com as cenas que podemos ver do próximo episódio logo o bebê vai precisar de mais cuidados médicos e exigirá que o grupo vá atrás de ajuda.

Enquanto isso em Woodbury Michonne e Andrea se preparam para seguir seu rumo pela costa americana. No entanto a cabeça das duas amigas anda bem diferente, enquanto Michonne foi vasculhar a nova frota de veículos da cidade e já sacou o que aconteceu com os militares, Andrea anda cada vez mais encantada pelo Governador, ou melhor, Philip. A moça não anda tão carente como se pensava já que dispensou Merle, mas vamos combinar que não é preciso muito esforço para dispensá-lo. O Governador tem se esforçado para manter as duas na cidade, tenta encantar Andrea, mas parece ter muito mais interesse em Michonne.

A conversa de Andrea e do Governador foi interessante. Depois de buscar apenas a sobrevivência, o que mais deve-se esperar desse novo mundo apocalíptico? Andrea não parece mais tão idiota quanto no episódio anterior, mas o Governador está muito mais manipulador. Michonne e Andrea parecem o tempo todo estar sendo cercadas dentro de Woodbury, apesar de somente Michonne ter precebido isso. O conflito de opiniões leva a dupla a ficar mais uns dias em Woodbury, até quando isso será seguro não sabemos.

Merle está decidido a achar seu irmão Daryl, mas do jeito que as coisas estão feias com o pessoal do presídio é possível que Daryl chegue antes em Woodbury. Até por que o Governador não autorizou a saída de Merle a não ser que ele consiga mais informações sobre o paradeiro do irmão. Bem, a não ser que Merle pergunte para algum errante próximo da cidade quem mais em Woodbury poderia ajudar? O certo é que depois desse episódio o mais esperado em The Walking Dead é o cruzamento dos dois núcleos da série. Fiquem com as últimas palavras de Lori e até semana que vem!

“Good night, Love” – Lori.

PS1: No final das contas o treino de Carol com a errante acabou não servindo para nada a não ser nos deixar com o estômago revirado.

PS2: Carl anda cheio de sorrizinhos correspondidos com a filha do Hershel, Beth. Definitivamente ele acha que virou homenzinho.

PS3: Não ficou muito claro se Carol também morreu, Rick diz que sim quando Hershel o questiona. Quando eles encontram o corpo mutilado Daryl pega do chão o que pareceu ser o lenço que Carol usava na cabeça. Eu acredito que ela ainda pode estar viva.

PS4: Mandou bem o velho Hershel nas muletas, sobrou até para um dos errantes.

Séries citadas:

é Jornalista, Publicitária, Gaúcha, Capricorniana de 84. Além de escrever no TeleSéries, trabalha como coordenadora de imprensa na Prefeitura de Taquari e assessora de imprensa no Campeonato Gaúcho de Rally 4x4. Fã de cinema, esportes, literatura, música e séries de televisão. Começou a assistir seriados com E.R. e Arquivo. X. Gostaria de ter estudado em Hogwarts, jogado quadribol e tomado cerveja amanteigada, mas se contenta com um gol do Grêmio e uma Heineken. Nunca ganhou um prêmio importante, mas já levou pra casa um Kikito de chocolate de Gramado/RS.

Website: http://www.alineben.blogspot.com

16 Comments

  1. biancavani

    Essa coisa de as mulheres parirem justamente no pior momento da história é uma fórmula tão usada que já cansou faz tempo. Contudo, como a Lori morreu (rs) e tem esse aspecto de a criança simbolizar uma luz no futuro daqueles coitados, então valeu. Obviamente, teremos pela frente previsíveis passagens em que o bebê vai chorar exatamente quando o silêncio for crucial, mas tudo bem – nada é perfeito (nem eu, rs).

    (E a gente pensando que o grupo teria uma tarde tranquila para “pegar uma cor”… )

  2. Aline Ben

    “Como a Lori morreu… ” Hehehehehe. Pior, quando começou o furdunço eu pensei: “é agora que essa mulher vai resolver parir”… hehe.

  3. Gilson Junior

    Foi um episódio incrível e afasta cada vez mais a séria da Hq, deixando-a cada vez mais imprevisível!
    Ainda bem q a Andrea rejeitou o Merle pq eu ia jogar ela numa sala cheia de errantes se ela não fizesse isso.
    Tenho
    q confessar q msm não gostando da Lori e não ficando nem um pouco com
    pena dela na hr do parto, não consegui evitar me emocionar(leia-se
    chorar) na hr q Rick descobre q ela morreu. Agora parece q ele vai
    entrar numa vibe dark-depressiva até o final da temporada.
    Mas tenho q
    confessar q achei a atitude da Lori mt mais egoísta do q autruísta:
    tipo fiz a merda de ficar grávida no apocalipse e deixem eles se
    ferrarem com um bebê enquanto eu morro e não preciso encarar as
    consequências. Posso parecer mt insensível, mas Lori trouxe mt mais
    problemas pro grupo do q esperança num futuro melhor deixando o bebê
    nascer. Acho tb q o Rick deve rejeitar a criança e os cuidados devem
    ficar com a Maggie msm.
    A Carol deve aparecer viva no próximo
    episódio, pelo menos eu acho! Tb não endendi pq mostraram ela treinando
    pro parto se ela não ia fazer, mt dispensável.
    Eu gosto do “casal”
    Carl e Beth, acho fofa a troca de olhares e sorrisos entre eles e
    levando em conta q não há mais nenhuma opção pra Beth no momento, ela
    tem q corresponder, né?! rsrsrs. Na Hq ele “namora” Sophia, mas não é
    mais uma opção válida na série.
    Escrevi mt mais acho q é só isso! Ótima review!

  4. Aline Ben

    Gilson, pode escrever bastante sempre! Não sabia que Carl tinha namorado a Sophia no HQ. Acho que o Carl do HQ era mais rapidinho que esse nosso… hehehe. Mas enfim, a Beth realmente não tem opções atualmente… hehe. Difícil dizer se a Lori tinha ou não condições de ter lutado um pouco mais para continuar viva, mas que ela deixou o grupo dela com um problemão, isso ela deixou. Acho que vou me irritar se Rick ficar mais dark e depressivo do que já estava, tomara que o bebê anime um pouco… se não acabar ficando com a cara do Shane… hehehe. Valeu pela participação Gilson!

  5. João Domingos

    Carl matou por amor, agora ele já começar a trilhar o caminho da desesperança que seu pai já vem trilhando há um bom tempo. O problema vai ser quando isso começar a pegar a todos, buscar a esperança para se viver mas um dia sem esperança e sem novidade de mudança, cheio de violência e mortes. Imaginemos isso na realidade, nos dias de hoje como deve ocorrer em lugares onde a guerra, a destruição e a barbárie são as únicas condições. Estou falando do Iraque, da Líbia, do conflito envolvendo Israel e a Palestina e etc, enfim, lugares onde tais situações, infelizmente; são normais, onde entes queridos são mortos quase todos os dias, em tais lugares o apocalipse e a barbárie dão ritmo das coisas. Que parte que resta nesses latifúndios ao homem e a vida digna e justa?

  6. biancavani

    Também pensei nisso. Como Carl entrou nessa vida de horrores muito jovem, não tendo usufruído muito daquela vida-moranguinho (usando uma expressão da Aline), se adaptou mais rapidamente. Ele é o melhor exemplo do homem desse mundo dominado pelos Walking Dead.

  7. biancavani

    Pois é, são muito raras as mulheres da ficção que merecem nossa admiração – estão sempre torcendo o tornozelo na hora de correr, “discutindo relação”, parindo na hora errada. Exceções honrosas: Starbuck, de Batlestar Galactica, e Ayeryn (se bem que esta também fez essa gracinha de dar à luz no pior momento).
    Também acho que Carol vai aparecer viva no próximo (pois não foi mostrada a cena da morte). Ou então se tornou mais uma walking. Sobre o treinamento de parto, foi mais mesmo para deixar a gente horrorizado.

  8. Aline Ben

    Foi Carl que lembrou a Maggie que eles precisavam matar Lori para que ela não voltasse como errante. Carl sabe muito bem que a vida não é um moranguinho faz tempo, talvez por isso ele ficou tão chato em alguns momentos. Ele queria uma arma, queria ajudar e todos queriam que ele agisse como uma criança normal. Mas como ser uma criança normal nesse mundo tomado por zumbis? Ele já viu que não vale a brincadeira na temporada passada que brincou com um zumbi, se assustou e depois o mesmo zumbi acabou matando o Dale. É, a vida tá longe de ser um moranguinho em The Walking Dead.

  9. Gulin

    Já estou achando que eles podem encontrar a Lori viva ainda e que o Carl não acertou o tiro… Pois nos quadrinhos ela segue cuidando da Filha. (isso mesmo… não mostrou se é menino ou menina, mas nós quadrinhos nasceu uma menina).

  10. Pingback: The Walking Dead – Say the Word

  11. Pingback: The Walking Dead – Hounded

  12. Larissa Andrade

    achei muito bonito da parte da Lori se sacrificar pela filha…Carl também, particulamente eu me emocionei com a cena em que ele atira na mae…mas quanto ao Rick,meu personagem favorito…já espero por um novo interesse amoroso dele,após ver um episódio em que Beth o abraça…curti a cena…acho que seria uma boa eles ficarem juntos,mesmo com diferença de idade,poderia ficar legal ela novinha e ele um homem maduro,dá uma sensação de segurança…quanto á isso de Carl com Beth…não,não e não…fico pensando se Rick ficasse com Beth,se rolaria um confronto de pai e filho…ideia sem noção,kkkk mas é como EU penso…acho que nenhuma cena em TWD é feita á toa,então será que a cena do abraço e beijo no rosto foi um aviso do que virá mais pra frente? não sei,espero que sim,kkk
    já torço por Rick e Beth…mas como disse,é o que eu penso…

  13. Larissa Andrade

    concordo com voce brother…só abro uma exceção na parte do “casal” Carl e Beth…acho que ficaria mais legal o Rick com a Beth…ele tá viúvo,kkk ela tá solteira,vai ver só simpatiza de amizade com o Carl…eu gosto de casais em que o homem é bem mais velho que a menina(não tanto quanto RumBelle,mas esse também conquistou meu coração,kkk) pode ter sido só um beijo inocente na bochecha,mas eu sigo esse raciocínio:ela podia ter abraçado o japa(curto mt esse personagem) a irmã,mas foi de cara logo no Rick…hum…será que estou vendo coisas,ou agora que o caminho tá livre vale a pena investir?kkkkkk

  14. Guest

    o Carl n matou a Mãe dele e a Lori n morreu

    pq n mostrou o Carl matando ela e tambem n ia da pra um zumbi devora ela em tao pouco tempo e zumbi n come ossos e quando o Rick foi la n tinha ossos e nem nada ela n morreu!!!!

    alguem naquele prisao ajudou ela

    ela vai aparecer na 4° temporada !!! :)

  15. Kamila Carvalho

    o Carl n matou a Mãe dele e a Lori n morreu

    pq n mostrou o Carl matando ela e tambem n ia da pra um zumbi devora ela em tao pouco tempo e zumbi n come ossos e quando o Rick foi la n tinha ossos e nem nada ela n morreu!!!!

    alguem naquele prisao ajudou ela

    ela vai aparecer na 4° temporada !!! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account