Log In

Reviews

The Voice Brasil – Batalhas: round 1

Pin it
82.833333333333
4.1
6
Série: The Voice Brasil
Nome do Episódio: Batalhas: round 1
Número do Episódio: 1x05
Data de Exibição: 21/10/2012

Nessa semana, a técnica do Team TeleSéries não pode se fazer presente, então assumo o comando das carrapetas e comando a festa, por essa tarde. Mas não se desesperem. Gabi estará de volta no próximo domingo. Enquanto isso, eu tento não fazer muito feio, aqui.

E na vibe dos duetos/duelos, Claudi e Lulu cantaram Descobridor dos Sete Mares, enquanto que DanDan e Carlinhos entoaram Estou Apaixonado. A primeira ficou infinitamente mais interessante do que a segunda, tanto musicalmente quanto cenicamente falando.

E para as batalhas, quatro convidados especiais. Leitte recebeu o apoio de Ed Motta, o Team Lulu foi reforçado por Preta Gil – que é uma figuraça – , Daniel chamou Luiza Possi e Brown Rogério Flausino. A participação dos convidados foi bacana, embora tenha sido pouco explorada. Destaque para Preta e Luiza.

E vamos ao ringue.

A primeira batalha foi entre Nayra Costa x Marquinho Osócio, que cantaram Tudo bem, do seu treinador. Foi uma apresentação muito boa, demonstrou o potencial dos dois candidatos. Infelizmente, a escolheu dos candidatos, que são muito bons, enfraqueceu o time de Lulu, perdeu um bom candidato. O escolhido foi Marquinho, o que é completamente aceitável. O que não foi aceitável foi a explicação do Lulu, que disse que Nayra tem futuro pela frente por causa da imagem dela. Oi? CB e CL tentaram ‘pegar’ Nayra, mas só a loira levou a garota. Baita acréscimo ao Team CL.

A segunda batalha foi entre Gustavo Fagundes e Késia Estácio: Primavera, do Tim Maia. Foi uma boa apresentação, mas inferior à outra batalha do Team Lulu Santos. Késia foi superior ao colega, e acabou levando a melhor. Mas não teve tempo ruim pro Gustavo, já que Tia Cláudia chamou o jovem para o time dela. O rapaz tem potencial, então curti a escolha. Repararam que os dois “refugos” de Lulu reforçaram o Time da Claudinha? A loira se deu bem.

No Team Carlinhos Brown o primeiro duelo foi entre Eloísa Olinto x Rafah, que cantaram Coração Leviano, um clássico de Paulinho da Viola. Rafah não conhecia a musica, e Eloisa ajudou bastante o colega. Foi o duelo com mais cara de dueto, rolou muita cumplicidade. Confesso que achei que Eloisa renderia mais, acho que não gostei muito da versão que eles fizeram. Brown enrolou muito pra escolher Rafah, e eu não entendi a escolha dele. Achei o candidato mais fraco. Eloisa acabou se despedindo do programa, já que ninguém ‘pegou’ ela.

O segundo duelo foi entre Myra Calado e Gustavo Meirelles: Boa sorte/Good Luck, de Vanessa da Mata. Myra canta muito, mas Junior deu show na interpretação da música. Pra mim, a melhor batalha do Team Carlinhos Brown, e uma das melhores do dia, se não a melhor. Tanto que CB ficou bem indeciso e muito tenso na hora de fazer sua escolha. O intervalo foi providencial para manter a tensão. Brown escolheu Myra. E torci muito pra alguém ‘pegar’ Junior. Obrigada, DanDan. Um baaaaaaaaaita acréscimo pro Team Daniel.

Tia Claudia veio com tudo hoje, e está cada vez mais natural durante os programas. Ela é muito cômica, mesmo sem querer. Além disso, tem no seu time candidatos talentosos e, segundo suas próprias palavras, bem dispostos a aprender. A primeira batalha do Team Claudinha foi entre Karla da Silva e Ju Morais, que cantaram Ive Brussel, do mestre do swing Jorge Ben Jor. Foi um show de ambas as cantoras, mas na minha opinião Ju se destacou mais. Por isso curti a decisão da Claudinha. Aliás, junto com a decisão de Carlinhos, entre Myra e Junior, foi a escolha mais difícil dessa primeira fase de batalhas. E falando nele, Brown se deu bem ‘pegando’ Karlinha. Um acréscimo lindo ao time dele.

A segunda batalha do time foi entre Breno e Paulo Loureiro, que cantaram Closer, do Ne Yo. Confesso que não entendi, absolutamente, a escolha de Claudia. Além de ter sido uma canção em inglês, fugindo da tendência e até dos pedidos dos jurados na fase de audições, que era por mais canções nacionais; ainda favoreceu gritos e firulas vocais. Realmente não curti o duelo “mais sangrento” do domingo, e acho que os candidatos ficaram longe de mostrar o seu potencial. Breno foi o escolhido, mas acho que seria o caso dos dois irem para casa. Compreensível que ninguém ‘pegou’ Paulo. Não acrescentaria nos times.

Como Claudinha ‘pegou’ Nayra e Gustavo, seu time continua com o mesmo número de integrantes com o qual começou o programa de hoje, doze. Problema a ser resolvido nos próximos domingos, já que todos os demais tem onze integrantes nas suas equipes.

A primeira batalha do Team Daniel foi entre Fernando Cruz e Barbara, que cantaram Canto de Ossanha, do Vinicius de Moraes. Foi o duelo mais fraco do programa, o que retrata as escolhas do Daniel. O time dele tá perdendo feio pros demais. Preferi a Barbara, mais técnica, mais competente. Mas o Daniel ficou com a “inexperiência” de Nando. Ninguém escolheu Barbara, em uma decisão compreensível. Acho que ela não faria tanta diferença nos outros times.

A segunda batalha do Team Daniel foi entre Pedro Eduardo e Thais Moreira, que cantaram Volta pra mim, do Roupa Nova. A escolha da música, inegavelmente, favoreceu Pedro Eduardo. E por isso Thais começou meio apagada. Mas ela cresceu bastante durante a música, e acho que se destacou até mais que Pedro, em virtude de ter enfrentado dificuldades maiores. Concordei com a opinião da Tia Claudia, então. E discordei do Daniel, que além de favorecer o Pedro ainda mentiu que o tom era bom pros dois. Obrigada, Lulu, por bater no botão, atendendo ao clamor da plateia. É evidente que além de potencial vocal, Thais tem muito carisma.

Eu discordei das duas opções do Daniel, e acho que o time dele acabou esse programa mais fraco que começou. Ele tá ficando bem pra trás, mesmo.

No final de tudo, só três eliminados. Eloísa Olinto, Bárbara e Paulo Loureiro. E, no domingo que vem, mais jabs, diretos e cruzados serão disparados, e novos nocautes anunciados. Quem viver, verá!

PS: no duelo para visual mais feio do dia, empate técnico entre Carlinhos Brown e Rafah. Como diria Pheebs, MY EYES!

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

6 Comments

  1. Rafael Ruiz

    Eu estava gostando mais do programa nas Audições as Cegas.

    Aqui em casa todos estão achando o programa morno. (Estavamos acostumados com a dinâmica do The Voice US) Alguém mais acha a edição do programa um pouco estranha? Talvez, pelo pouco tempo que a Globo disponibiliza para o programa, tenham que fazer cortes necessários para adequar ao tempo.

    Acho que se fosse dividido entre o sábado e o domingo seria melhor.

    Em relação aos mentores convidados, eles tiverem pouco destaque.

  2. Rafael Ruiz

    Esqueci de comentar. Não gostei e achei que não combinou o segundo dueto. A música não combinou com Carlinhos e achei que ficou estranho. Nada para mim funcionou.

  3. Brunna Albuquerque

    Concordo! Estou apaixonado definitivamente não combinou nada com o Carlinhos Brown cantando. Espero que as escolhas das músicas sejam mais felizes na próxima semana.

  4. Brunna Albuquerque

    O pior, Rafael, é que a Globo sempre foi assim. Tantos programas excelentes, mas que não são melhor aproveitados porque a emissora não deixa de jeito nenhum de “atrapalhar” um pouquinho sua programação para abrir espaço para coisas tão boas! Uma pena…

  5. Mirla Avila

    Gente, peço licença pra dar minha humilde opinião sobre os candidatos, se eu fosse técnica escolheria uma voz bem diferente, no The Voice tem muitas vozes parecidas com cantores que já ouvimos antes não acham? Amei a voz do BRENO! é uma voz diferente! Assistam novamente a batalha fechem os olhos e ouçam os dois cantarem, além do mais uma pitada de humildade nunca é demais: Ja a kesia da equipe do Lulu é muito talentosa mas falta humildade foi escolhida porque se iguala a arrogância do seu mentor Técnico! Não leva!

  6. Danie

    Acho q os técnicos estao errando na escolha das batalhas. Ou escolhem dois fortes, ou dois fracos. Sei q colocar um forte com um fraco é meio q já eliminar um candidato de propósito, mas isso é um jogo, ñ é? No fim, só um vencerá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account