Log In

Reviews

The Voice Brasil – Batalhas I

Pin it

Série: The Voice Brasil
Episódio: Batalhas I
Número do Episódio: 3×6
Exibição: 30/10/2014
Nota do Episódio: 9

Começamos o programa, sempre acelerados. Vieram os novos assistentes, Di Ferrero (no lugar que antes foi de Preta Gil e Gabi Amarantos) como assistente de Lulu e Dudu Nobre (no lugar que antes foi de Ed Motta e Maria Gadu), que se juntam a Luiza Possi e Rogério Flausino.

Começamos pelo time Daniel, a batalha de Vitor e Vanuti x Danilo Reis e Rafael, duas duplas cantando “Domingo de Manhã”.

Daniel começou bem, em um time medíocre, pegou dois de seus melhores participantes e colocou frente a frente! Nem Lulu Santos faria melhor. Dá para fazer uma dupla Vitor e Rafael e avançar os dois? Eu ficaria com Danilo Reis e Rafael, mas Daniel, sempre muito bem, ficou com Vitor e Vanuti.

E após uma eliminação bem emocionante, o ‘peguei’ parecia eminente mas não vinha, a tensão aumentou até que Claudinha Leitte e Lulu Santos bateram! Confesso que fiquei genuinamente feliz. Sem muita enrolação eles agradeceram Claudinha e seguiram com Lulu. Lulu fazendo um ótimo time do ‘peguei’ e reforçando ainda mais seu time.

Daí veio o time de Lulu Santos, com Mariana Mira x Maria Alice, cantando Bang Bang (Jessie J). Senti Maria Alice bem melhor.

Aqui uma nota rápida, FINALMENTE a Globo cedeu aos apelos de nós, fãs, e também dos comentaristas do programa e trouxe mais cenas dos ensaios e comentários, lembrando as edições de fora do Brasil.

Maria Alice era a escolha óbvia e dessa vez Lulu não inventou e fez a escolha certa. Mariana não foi pega e achei justo. Aqui acertei a eliminada pela previsão da semana passada.

Daí veio Claudia, cagando o programa com essa ‘mudança’ de 3 cantores na batalha para saírem dois. O número não foi bom. Montando o bloco com Thiago Costa x Nise Palhares x Davi Lins, interpretando “Advinha o quê” (Lulu Santos). Nise Palhares era minha torcida, mas senti ela prejudicada com um microfone que parecia baixo.

0k1a9010

Apesar de não gostar de Davi, senti ele um pouco melhor que os outros dois, mas seguiria com Nise por ser uma cantora melhor. E foi a escolha de Claudia Leitte, estrategista no último.

Daí em segundos Lulu e Daniel usaram o peguei para Thiago Costa, e Davi Lins se despediu do programa, eu não teria salvado nenhum dos dois. E daí surpreendentemente Thiago seguiu com Daniel ao invés de Lulu, acho que foi estratégia pura, pois era o time mais fraco. Só sei que Luiza Possi tirando a blusa possa ter influenciado nisso. E Davi eliminado serviu para eu acertar minha previsão e Thiago Costa como o segundo pelotão do time deu certo.

Daí veio o time Lulu de novo, Edu Camargo x Rose Oliver, cantando “Eu sei que vou te amar”. Ainda que Rose tenha exagerado dessa vez com alguns trejeitos em inglês a disputa começou muito dispare, pois achei que Edu começou muito mal, mas depois equilibrou, Edu melhorou muito e ficou bem pau a pau, mas seguiria com Rose pelo início melhor e até pela audição bem superior a de Edu.

Destaque para piada de Carlinhos Brown: “Você é Du…Camargo”. Depois de 3 anos de programa ele finalmente conseguiu me fazer rir!

E daí, como sempre, Lulu começou a cagar. Escolheu Du Camargo e óbvio, em milésimos de segundos os 3 técnicos VOARAM em cima de Rose. Isso só mostra o óbvio, Lulu fez uma péssima escolha. Aqui errei feio minha previsão pois impossível prever que Lulu eliminaria um nome tão forte do seu time, mas Rose avançou mostrando que a cotei bem como um nome forte. Errei meu primeiro nome que supus que seria eliminado, Edu Camargo.

Parabéns, Lulu, você começou a me enganar nas primeiras batalhas que ia fazer boas escolhas, e esse ano não ia estragar seu time, mas já começou a cagar perdendo um dos nomes fortes do seu time.

Daí The Voice usou do expediente gringo e soube ir para o intervalo para prender a audiência. Parabéns, Boninho, você talvez um dia aprenda a conduzir o The Voice, agora só faltam dois programas na semana para termos mais tempo para o que realmente importa.

Bom, voltando do intervalo, Rose tinha uma escolha para fazer, Claudinha, Brown e Daniel. Com os times já montados, se fosse ela iria para Daniel, para ser a diva ali e brigar em um time mais fraco, no qual só há um ou outro nome forte (ainda mais sem Danilo Reis e Rafael). Por afinidade, acho que ela cairia bem no time CB, que também não estava forte. Com uma escolha imitando um berimbau, Rose seguiu com Brown!

A disputa entre os técnicos foi legal e CB pareceu de fato emocionado e feliz, que bom se fosse sempre assim, em especial nas audições.

Daí veio o time Carlinhos Brown, Dilauri x Romero Ribeiro, duelando ao som de “Maluca Pirada”. Os dois me parecem muito vocalmente na batalha e não sei quem escolheria, mas acho q Dilauri foi um pouco melhor, mas qualquer um que ficasse era justo e tinha certeza de que quem saísse não seria salvo, que foi o que aconteceu. CB escolheu Romero e Dilauri deu adeus. Aqui errei em uma previsão, porque avançou um que previ que sairia. Mas acertei mais um que previ ser eliminado.

Nova batalha de Lulu Santos, Dudu Fileti x Isadora Morais, cantando “How Can I Go On”, o número foi bem diferente, rock x lírico. Alguns momentos de exageros de ambas as partes, mas Isadora exagerou um pouco mais e achei que Dudu dominou e se mostrou mais versátil. Por um momento até pensei se veríamos coisas novas vindo de Isadora no programa e acho que Lulu pensou o mesmo.

Pausa, Daniel falando que Fred Mercury para ele é uma grande referência! Ah tá, sempre soube, uma das maiores influências do Coringa brasileiro era o Fred Mercury!

Lulu tinha uma escolha lógica e dessa vez fez o fácil e seguiu com Dudu, justificou exatamente por ele poder render mais, como imaginava. Isadora tinha a chance de ser salva e por ser grande cantora desabafou contra o discurso de Lulu falando que não era apenas uma cantora lírica, que canta muitas coisas e que podia ter rendido muito mais.

De fato Lulu reduziu o canto dela a apenas uma ‘cantora lírica’. Lulu fez uma mea culpa falando que nas audições ela fez um canto que lembrou o lírico e ela assumiu essa formação. Quando a candidata ia se dirigindo furiosa para os bastidores, CB apertou o botão e garantiu a permanência dela no programa.

10671451_841207049244561_4461939669113893859_n

Mais uma vez me emocionei com o choro da participante. CB fez um belo discurso e acho que ela pode evoluir no programa, pois fez dois bons números! Não sei se teria usado o peguei, mas gostei da forma que foi e o time de CB se reforçou bem com uma voz bem diferente.

Daí veio o time Brown, Joey Mattos x Letícia Pedroza, “Gostava Tanto de Você / Você” (Tim Maia). Letícia Mattos começou muito mal, chegou a sair do ritmo, claramente nervosa. Acho que chegou a errar uma nota.

Joey Mattos veio e engoliu a música. Letícia, atriz de musical, serviu só para fazer caras e bocas (de forma convincente até). Apesar de não ter vozeirão, Joey arrasou cantando Tim Maia. Quando entrou “Você” Letícia começou a melhorar, mas não adianta, Joey foi excelente.

Detalhe para Luiza falando que ela não mostrou nervosismo, oi? Até Rogério destacou isso depois! Primeiro comentário de Luiza nas 3 temporadas que tenho que discordar diametralmente, ficou claro que ela estava nervosíssima desde a primeira nota.

Mais uma vez aqui para mim uma escolha óbvia por Joey e Letícia não seria salva. Acertei mais uma previsão.

Veio o time Daniel, Ricardo Diniz x Kadu Vianna, “Haven’t Met You Yet” (Michael Bublé). Um número parelho, Kadu parecia melhor, até nos ensaios (obrigado por mostrar mais dos ensaios. Aleluia!), mas na apresentação Ricardo veio melhor, apesar de ter começado mal. Alguns trechos que as palavras tinham que ser ‘chutatinhas’ nenhum dos dois fizeram, e isso deixou o número um pouco arrastado ao meu ver. Não gostei.

Qualquer escolha que fizessem seria justa e quem ficasse de fora não seria salvo. Foi o que aconteceu. E Daniel escolheu por quem de fato foi um pouco melhor, Ricardo e de fato Kadu não foi salvo. Uma pena que Daniel conseguiu enfraquecer seu time ainda mais.

E o programa terminou com o sempre desnecessário número dos técnicos, cantando “A Namorada” do CB. Maior erro do The Voice Brasil segue sendo esse karaokê final dos técnicos, uma pena! Podiamos ter um número dos participantes, dos eliminados, de convidados…mas não! Um número dos técnicos por edição estava ótimo, né?

Bom e aqui deixo meu até logo. Tal qual ano passado, por questões particulares (dessa vez não vou casar não, tá! rs) vou ter que deixar a coluna. Se possível e se forças maiores permitirem, volto mais adiante, quem sabe para final.

Forte abraço e tenho certeza que vocês ficarão em ótimas mãos.

Séries citadas:

Viciado em séries desde 1998, quando gravava os episódios em fitas cassetes para assistir depois (estou ficando velho). Minhas séries prediletas são: Battlestar Galactica, Boston Legal, Ally Mcbeal, Quantum Leap, Dexter, X-Files, GoT, TWD, Seinfeld, dentre outras! Atualmente sigo buscando séries que forneçam algo mais do que um passatempo de qualidade, ainda que para tanto precise recorrer a séries antigas que não vi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account