Log In

Reviews

The Voice Brasil – Audições às Cegas V

Pin it

Série: The Voice Brasil
Episódio: Audições às Cegas V
Número do episódio: 02x05
Data de exibição: 31/10/2013
84.166666666667
4.2
6

Hey guys! Achei esse o pior episódio de audições às cegas do The Voice Brasil levando em conta as duas temporadas. Pareceu que tudo foi muito rápido e mal editado. Sim, eu sei que não teve ninguém RUIM, mas também não teve ninguém que me fez suspirar. Pra não dizer que não gostei de nada eu amei o Nando Motta. O cara é gato e a sonoridade que ele imprimiu pra música ficou bem parecida a vibe da Cássia Eller. Curti bastante, inclusive a escolha da música.

nando_motta_9011_620x500

Mas então, como prometido no twitter eu vou contar algumas coisinhas de bastidores sobre o The Voice Brasil que a grande maioria dos telespectadores não sabe. Claro que sabemos que os programas são editados, mas algumas coisas eu considero exageradas e acho que podem inclusive prejudicar alguns candidatos aos olhos do telespectador. Pouca gente sabe, por exemplo, que o programa que foi ao ar essa semana foi gravado antes do que o que foi ao ar semana passada. O Xandy foi o último selecionado. Pouca gente sabe, também, que Lulu e Brown foram  os primeiros a completar o time e que no programa que foi ao ar semana passada só quem tinha vaga nos times era Cláudia e Daniel, o que explicou o grande número de candidatos optando pelo Daniel. Inclusive o Brown e o Lulu foram liberados pela direção do programa para virar as cadeiras desde que Daniel ou Cláudia já tivessem virado. O candidato era avisado de antemão sobre os times que ainda tinham vaga e assim sabiam que mesmo que Lulu ou Brown virassem não podiam ser escolhidos. Enfim, na minha humilde opinião isso é uma coisa que extrapola um pouco a questão da edição e já pode ser chamado de manipulação, visto que os telespectadores são enganados. Não é mais fácil e mais legal fazer igual eles fazem no UK, por exemplo, quando mostram a saga do Will.I.Am pra escolher seu último candidato? Gostaria de entender as razões pra direção do The Voice Brasil usar esses artifícios, mas não entendo.

Sobre os candidatos de hoje, como eu já disse lá em cima o meu preferido foi o Nando. A versão dele pra “Nós” ficou ótima. Destaco também a Gabriela que me agradou ainda que eu não seja muito fã de rock. Achei que ela mostrou que pra ser roqueiro não precisa gritar. O Elias também foi bom, mas nada sensacional. Queria ainda mencionar a Julia Tazzi, que grande parte do meu twitter amou e eu não gostei. Ela ficou MUITO aquém da Xtina e eu sou adepta da ‘teoria’ de que se não pode fazer pelo menos parecido em termos de qualidade não canta uma música de um cantor muito bom, como é o caso da Aguilera que é considerada a voz da geração. Diferente da Vivian, por exemplo. Não gostei da versão dela pra “Back to Black”, mas ela tem qualidade vocal e voz bonita, só não gostei do arranjo.

Minha segunda preferida da noite foi a Simone Schuster que acabou sendo preterida e causando arrependimento no Lulu que não virou pra ela. Hoje ela não foi tão bem, mas acho que eu gosto bastante dela porque já conhecia o trabalho do Ídolos e acho que ela merecia passar.A Amanda era ótima e merecia ter entrado em algum time. É daquelas coisas que simplesmente não tem explicação, né?! A Cláudia até tentou se explicar, mas não colou. Tem certos candidatos que são bons demais pra ficarmos apegados à estratégia.

simone_schuster_0108

Pra finalizar quero fazer um pequeno balanço das audições às cegas. Continuo considerando que ano passado o nível do programa estava mais alto. Esse ano não temos candidatos tão fortes, especialmente se formos analisar em termos de música brasileira. Acho que tem muita gente cantando em inglês e perdendo a chance de ser um bom representante da música brasileira no The Voice Brasil.
Os dois times mais fracos na minha opinião são #TeamBrown e #TeamDaniel. Consequentemente os mais fortes são #TeamCL e #TeamLulu, com esse último largando um pouco na frente, mas penso que talvez o Lulu possa ter dificuldade na hora das batalhas porque todos os candidatos dele se parecem em questão de estilo.

Como aqui no Brasil os candidatos não são tão equilibrados como lá fora eu acho que o propósito das batalhas não se cumpre muito bem, então eu não ficaria chateada se algum técnico colocasse os candidatos mais fortes contra os mais fracos, especialmente a Cláudia, cujo time tem gente muito boa e muito ruim. Fazendo ruim x ruim acaba eliminando gente boa e tendo que engolir gente fraca. De todos os candidatos, considerando tudo que um artista precisa ter pra me agradar eu tô torcendo pela Carina Mennitto, porque acho que ela canta bem, é carismática e tem potencial de venda. Vejo nela uma artista capaz de assinar com uma gravadora e fazer sucesso.

É com dor no coração (sem drama, rs) que me despeço por aqui agradecendo a audiência, a companhia e os comentários de sempre. A partir de agora me afasto das reviews de The Voice Brasil por motivos de força maior. O Lucas estará com vocês a partir das próximas semanas e eu tenho certeza que deixo minha review mais querida em ótimas mãos, ainda que talvez (não sei) ele tenha opiniões diferentes das minhas. Espero que vocês também gostem dele! :)

Séries citadas:

Relações Públicas e Mestre em Comunicação Midiática pela UFSM. Não esconde sua paixão por reality shows, sendo fã especialmente de The Voice, Survivor e The Amazing Race. Suas séries preferidas são Friday Night Lights e The O.C, mas também nutre um profundo amor por Friends e Sex and the city. Atualmente assiste Orphan Black, Orange is The New Black, Broadchurch, Faking It, Girls e Nashville... Suas paixões mais recentes são The Affair, How to Get Away With Murder e Scandal (cujas 4 temporadas completas assistiu em apenas 20 dias).

Website: http://www.assmanncomunicaçãoestrategica.wordpress.com

7 Comments

  1. Natalia Richa

    Poxa, concordo q eh manipulacao. Rede globo, como sempre, decepcionando…

    Achei o epi da semana passada o mais fraco. Gostei do candidato d manaus ( a piada do lulu sobre as vestes dele qdo o carlinhos pediu para ele cantar uma musica indigena foi hilaria) e da primeira a se apresentar. Havia alguns fracos, mas a maioria está em um nivel medio…

    Nao vejo como as escolhaa do lulu santos poderiam atrapa-lo. Faz td sentido colocar candidatos com um estilo parecido em uma batalha e o fato de ele ter varios canditados com um ” timbre rasgado” soh facilita a vida dele..

  2. Gabi Assmann

    Sim, faz sentido. Mas acho que pode prejudicar pelo fato de que ele só pega um tipo de público e daqui pra frente é o público que vota, né?! Ou seja, ele só consegue voto de quem gosta de rock, pq não tem quase outro tipo de candidato. Eu, por exemplo, sei que tem vozes ótimas no time dele, mas não torço pra ngm do #TeamLulu pq não é meu estilo.

    É mais nesse sentido que vejo que pode prejudicar…

  3. Lucas Barreto Gomes Leal

    Também espero que vocês gostei de mim e vai ser uma responsabilidade MTO grande de prosseguir com as reviews no seu lugar!
    temos algumas opiniões divergentes, como no caso da Júlia, ou do Nando (ainda mais quanto ele ser gato!) mas em geral concordo com tudo que você falou!

    Essa história de inverter a ordem dos episódios foi deprimente!

  4. Phillipe

    Noossa como você conseguiu descrever tudo isso que ficou me agoniando a semana inteira?!! rsrs. Já havia comentado que esse fator de edição poderia ser benéfico pra melhorar alguns pontos como a disputa, mas realmente foi gritante essa edição idiota que me fez perguntar por que o Lulu fez menção de virar mesmo tendo seu time “completo”. Muito bem colocado esse exemplo de Will no UK ( Jazz que o diga na season 1). Minhas expectativas são as mais realistas possíveis pra as batalhas, ou seja, embates sem muito ânimo onde alguém vai ser claramente nocauteado. Ainda assim, Brown me pareceu o mais próximo de um coach (ele mesmo usou o termo) nesse episódio e tristemente foi cortado várias vezes por CL e Lulu enquanto dava uma aula de técnica e justificativas pra os candidatos.

  5. Artur e João

    Sam Alves tem garantia de ser campeão ooooooooooo cara é muito bom!!! Ele arrebenta no palco.

  6. ely

    Eu já assisti a versão dos USA, Austrália e UK e concordo com o texto acima quando se refere ao The Voice UK mas, eminha opinião, um outro ponto a mais que eles possuem são os jurados. Os jurados fazem com que o programa seja dinâmico e alegre. A versão UK é a melhor em minha opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account