Log In

Reviews

The Vampire Diaries – The Originals

Pin it
Série: The Vampire Diaries
Episódio: The Originals
Número do Episódio: 4×20
Exibição nos EUA: 25/04/2013
62.307692307692
3.1
13

The Originals, além de ser o vigésimo episódio da quarta temporada de The Vampire Diaries, tem o diferencial de ser o primeiro episódio de outra série: The Originals, o spin-off que terá como foco a primeira família de vampiros – representada por Klaus, Elijah e Rebekah – em New Orleans, um ambiente bem diferente de Mystic Falls, onde se passa The Vampire Diaries.

Por desta vez o episódio ser sobre a série derivada, não temos tantas doses de Elena e nem dos irmãos Damon e Stefan Salvatore, sendo que as aparições do trio resumem-se a apenas duas breves cenas. Tal ausência faz com que a série fique um pouco mais madura, sem os dramas de adolescente rebelde e revoltada da Elena ou as atitudes sem pensar da Bonnie. E isso foi bom para o episódio, justificando bem os momentos de festas vampirescas e atitudes sanguinárias presentes que distanciaram The Originals de ser classificado como uma história adolescente, pelo menos por enquanto.

No novo cenário Klaus vai procurar informações sobre uma bruxa que poderia estar tramando contra ele, mas encontra Marcel, um vampiro e velho conhecido que agora domina tudo e a todos no lugar. Até mesmo as bruxas, que em Mystic Falls enfrentam vampiros e oferecem perigo para os mesmos, em New Orleans estão dominadas por Marcel e seus seguidores.

Tudo estava muito interessante até aí, mas Elijah leva Klaus ao encontro de um grupo de bruxas que tramam uma maneira de derrotar a supremacia de Marcel, e com elas está Hayley. Então revelam que Hayley está grávida do Klaus, meu povo! Ele até se recusa a acreditar, é claro, porque mesmo pra ele isso soou bizarro, e então mandam que ele ouça o coração da criatura na barriga da lobinha, como se tudo já não estivesse absurdo o bastante.

Como todos sabem, a Hayley é lobisomem, o que significa que ela não é um ser morto como vampiros, e realmente pode engravidar. Mas Klaus é parte vampiro, o que significa que essa gravidez da moça é um absurdo. A única coisa boa que podemos tirar dessa situação foi a impagável cara de paisagem que Klaus fez ao receber os “parabéns ao papai” de Elijah e da turma de bruxas. O problema é que, o que era para ser uma cena séria e até um tanto dramática, virou uma completa piada, e é aí que eu comecei a ter minhas dúvidas sobre a qualidade do enredo, já que tudo indica que a paternidade de Klaus será um dos grandes destaques.

Enfim, demorou mas Klaus aceitou a novidade, já que quer tirar o reinado de Marcel e para isso, precisa ter um herdeiro e tudo mais. Entretanto, nem com Hayley esperando o filho dele, Klaus deixou de pensar em Caroline, e tratou de ligar para a vampirinha e convidá-la para uma passada na cidade. Será que teremos uma visita de Caroline à The Originals?  Porque cá entre nós, essa coisa de “Klaroline” ficou muito mal resolvida.

Por fim, Elijah volta à Mystic Falls, se despede da Katherine e praticamente destrói as esperanças de Rebekah em ter a cura. Elijah já foi mais cavalheiro, hein? Ao que tudo indica, agora ele está mesmo no “Team Klaus”. E para fechar o episódio, tivemos Stefan e Damon se trancando no porão com Elena para infernizarem a dita cuja e trazerem de volta a humanidade dela. Se bem que eu ainda não sei qual é a pior: Elena com sentimentos ou sem.

P. S. [1]: Só eu que tive a visão atormentadora da Bella grávida em Crepúsculo quando a Hayley disse que esperava um filho do Klaus? Ok, eu sei que a comparação é meio grotesca, mas sabe-se lá que criatura vai nascer aí. Fora que o nível de absurdo tá igual.

P. S. [2]: Apesar da Katherine não ser flor que se cheire às vezes, deu dó quando foi abandonada por Elijah. Ele a usou na maior cara de pau, que maldade.

P. S. [3]: Marcel tem seguidores na cidade inteira, e isso não dá para negar. Entretanto, se juntarem os três Originais e todas as bruxas revoltadas, o cara não tem chances. Realmente espero que mais para frente venha um vilão mais forte do que esse, porque Marcel realmente não convenceu.

Séries citadas:

Cinéfila, louca por séries de televisão, leitora compulsiva e movida à música. Cineasta por formação e escritora por paixão.

1 Comment

  1. MicaRM

    Por incrível que pareça eu não acho absurdo o Klaus ter um filho com uma lobisomem. Quero dizer, nunca houve antes um híbrido para testar uma relação sexual com um lobisomem, então, se pararmos para pensar, sendo a parte lobisomem plenamente funcional, por que não engravidar uma outra lobisomem? Não é como se Hayley fosse impossibilitada de engravidar. Se duvidar até um humano normal engravidaria de um híbrido…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account