Log In

Reviews

The Vampire Diaries – She’s Come Undone e The Walking Dead

Pin it
Série: The Vampire Diaries
Episódios: She’s Come Undone e The Walking Dead
Número dos Episódios: 4×21 e 4x22
Exibição nos EUA: 02/05 e 09/05/2013
93.25
4.6
8

Antes de começar esta review, estou com uma dúvida: não sei qual das duas versões da Elena, a com sentimentos ou a sem, é a mais… INSUPORTÁVEL!

She’s Come Undone resumiu-se apenas nas tentativas dos Salvatore em trazerem de volta o tsunami de emoções e lágrimas da garota. Para isso, jogos mentais e até mesmo tortura física foram usados, mas nada que realmente adiantasse, pois Elena sabia que os irmãos não iriam machuca-la, e a prova disso foi eles terem-na salvado quando ela mesma resolveu se expor ao sol sem o anel protetor solar.

O desespero foi tanto – e também o fato de que os dois no fundo não aguentavam mais servir de babá para uma vampira chata – que a escalada para prosseguir com as torturas foi Katherine, por ela não se importar em machucar sua xerox. E, como sempre, quem mais acabou ajudando foi a própria Katherine e depois Damon, os donos dos planos mais questionáveis (porém funcionais) da trama.

Primeiramente a VampBitch se cansou da Elena logo no segundo em que viu a mocinha, optando por soltá-la do porão da tortura para que ela parasse de encher o saco. Então, Damon aproveitou que teria de capturar a vampira fugitiva e que tinha toda a boa vontade de Matt, para assassinar o garoto, um dos últimos exemplares humanos de Mystic Falls. O plano deu certo, e Elena, ao ver o feito de Damon, fez o que faz de melhor: chorou, esperneou e deu piti até ser amparada pelos Salvatore.

Depois de cumprir seu emprego temporário, Katherine – agora solteira e despreocupada por Klaus estar bem longe – ficou entediada por não ter o que aprontar e resolveu se aliar à Bonnie. Em troca de entregar a pedra com o sangue de Qetsiyah, a vampira esperta ganharia de presente da bruxinha o poder de ser indestrutível. Surpreendentemente a aliança de Bonnie e Katherine acaba se tornando interessante, já que mesmo as duas discutindo constantemente, de alguma maneira encontravam uma sintonia enquanto executavam o plano de derrubar o véu do Além e trair Silas.

O véu foi derrubado, e mesmo Silas tendo descoberto a trapaça da bruxinha, continuava querendo tomar a cura e morrer tranquilamente. Bonnie de fato foi esperta, tendo derrubado o véu apenas parcialmente para que pudesse coloca-lo de novo e Silas não permanecesse no mundo dos vivos após bater as botas, e depois mereceu ganhar uma medalha ao mudar os planos e mumificar novamente o homem. Desse modo, ele seria inofensivo e Damon o jogaria no oceano, não sendo necessária a cura no vilão, e que agora poderia ser usada na Elena.

Depois de tudo isso, é hora de colocar o véu e fingir que nada aconteceu, certo? Errado! Após paralisar Silas, Bonnie ficou se achando a dona de todo o poder e resolveu trazer Jeremy de vez ao mundo dos vivos, para ele continuar em Mystic Falls mesmo após ela isolar o Além novamente. O resultado não poderia ser pior: a bruxinha todo-poderosa morre e deixa o véu escancarado para todo mundo que quiser, passar e fazer a festa.

Claro que a união dos dois mundos não foi tão ruim. Tivemos a volta de Jeremy, Alaric e Lexi, mas ao mesmo tempo voltaram Kol e membros dos Cinco, todos prontos para matar gente e fazer estrago. Ah! E a Bonnie obviamente está ali também. Mas agora eu quero ver ela fazer ela fazer todas as bruxarias diretamente do mundo dos mortos e consertar esse estrago.

Por fim, tivemos os momentos de romance e reencontros. Rebekah finalmente teve a chance de conquistar a atenção de Matt, mas como todos sabem, a vampira irá para a série The Originals, o que torna as coisas um tanto frustrantes para quem (assim como eu) estava gostando do casal. Lexi foi matar as saudades de Stefan, e deu uns toques em relação a um possível romance dele com Caroline, que continua a ser uma coisa estranha de imaginar por mais óbvia que seja a atração dos dois. Elena desistiu de se vingar de Katherine, e ainda sem saber da morte de Bonnie, decidiu passar o maior tempo possível com Jeremy antes do irmão desaparecer. Entretanto, o reencontro mais bonito e aguardado foi o de Alaric e Damon, e o ex-professor tratou de, entre bebidas e bromance, mandar o vampiro ficar com Elena logo.

Agora é saber se Damon entregará a cura para Elena, pois ele nunca pareceu muito animado com a ideia da moça voltar a ser humana, e também aguardar para ver se Lexi tendo aberto os olhos de Stefan para Caroline resultará em alguma coisa. Tudo isso, claro, em meio a seres sobrenaturais mortos com sede de vingança povoando a cidade.

P. S. [1]: Seria muito interessante se a Qetsiyah finalmente resolvesse dar as caras e ajudasse Bonnie a derrubar o véu mesmo ela tendo passado dessa para melhor. E pra completar, deixando que a bruxinha, Lexi, Alaric e Jeremy permaneçam no mundo dos vivos. Não custa nada sonhar, né.

P. S. [2]: Só eu que achei extremamente frustrante o Silas ter virado pedra novamente sem ter matado a curiosidade da nação e revelado seu verdadeiro rosto?

P. S. [3]: The Vampire Diaries está parecendo aqueles programas de trocas de casais. Desisti de saber quem acabará com quem no final.

P. S. [4]: Foi emocionante ver o sorriso do Damon ao encontrar o Alaric. O reencontro dos dois foi, definitivamente, um dos pontos altos do episódio.

P. S. [5]: Emocionante o Jeremy salvar a Elena de Kol no cemitério, mas… De onde veio aquela arma? Sério mesmo que existe armamento no Além?

Séries citadas:

Cinéfila, louca por séries de televisão, leitora compulsiva e movida à música. Cineasta por formação e escritora por paixão.

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account