Log In

Reviews

The Vampire Diaries – O Come, All Ye Faithful

Pin it
Série: The Vampire Diaries
Episódio: O Come, All Ye Faithful
Número do episódio: 4x09
Exibição nos EUA: 13/12/2012
95
4.7
3

É natal em Mystic Falls! Mas se o visual da cidade está todo alegre, com direito à festinha e tudo (ok, nenhuma novidade nisso), o clima já não é dos mais felizes.

Para começar, temos Elena e Damon ainda naquela coisa de a mocinha estar ligada, Damon mentir para o irmão a respeito de ter quebrado a ligação, e todo o drama de sempre… Porque se tem Elena no meio, é claro que tem drama. E por falar em problemas-Gilbert, Jeremy que até pouco tempo atrás não teve muita utilidade na série, está tendo ajuda do professor suspeito Shane para não tentar matar a irmã de novo e assim não dar mais um motivo para ela choramingar pelos cantos.

Enquanto Elena vai com Damon até a casa onde Jeremy está exilado junto com Bonnie e Shane, para que juntos eles hipnotizem o lado caçador do irmão da Elena, Stefan continua lutando para chegar cada vez mais perto da cura para a ex-namoradinha com a esperança de que sendo humana ela volte a ficar com ele, mal sabendo que enquanto ele está todo empenhado, a mocinha está com Damon e não perde a oportunidade de assediar o Salvatore mais velho.

Bem, e se Stefan precisa de Klaus vivinho da Silva para achar a tal cura, Tyler e os outros híbridos estão tentando capturar o Original, colocar ele no corpitcho da Rebekah e assim deixarem dois Originais presos, secos e mumificados de uma vez só. O plano estava indo às mil maravilhas, se não fosse a Hayley mostrar qual o seu papel de verdade na história e entregar a tal rebelião híbrida, provocando a ira do Klaus e um massacre, por consequência.

Por falar em massacre, já era de conhecimento geral da nação que um personagem presente na série desde a primeira temporada morreria neste episódio. E após várias especulações e até sofrimento por antecipação de fãs, quem morre é a Carol… Lockwood.  Pois é, meu povo, tanta choradeira antecipada para uma morte de uma personagem que aparecia até menos do que o Matt! O importante é que somando os híbridos e mais a mãe do Tyler, Klaus matou doze pessoas. E esse número está bem familiar na série, não?

Para completar, Jeremy está livre dos seus instintos de caçador e o professor malvadinho Shane está convencendo Damon e Elena a se deixarem guiar por ele numa viagem até onde Silas está enterrado, porque diz ele que sabe onde encontrar a cura e que esse Silas vai ajudar. Tudo bem que essa cura está mais disputada do que sei lá o que, viu… Mas sou só eu ou mais alguém aí tem a impressão de que esse Silas não é boa coisa e que Klaus é um AMOR perto desse cara? Além do mais, Shane já se mostrou nada digno de confiança, e vale ressaltar que agora ele tem as doze almas e está tentando ensinar a tal de “expression” para a Bonnie. É nessas horas que aquele ditado “desgraça pouca é bobagem” se encaixa muito bem.

Já que Elena, Damon, Bonnie e Shane perderam a festinha de Mystic Falls, resolveram ficar todos na atual casa de Jeremy para aproveitarem o clima natalino. Damon, depois de ter passado o dia todo cheio de “não me toque” com a Elena e ao vê-a feliz com o irmão e a amiga, finalmente quebra a tal ligação existente entre os dois, o que de fato é de partir o coração. Apesar de Damon ter feito a coisa certa, Caroline deu com a língua nos dentes para Stefan e o pobre descobriu que vem sendo corneado. Deu até piti com direito a derrubar mesa e tudo… Todo machinho esse ex-rippah. Chiliques de Stefan à parte, Damon fez o que deveria, e agora Elena está livre para escolher verdadeiramente com quem quer ficar. Mas o problema é como Damon vai estar, já que não foi fácil para ele se separar da amada, e Stefan também não está nos seus melhores dias.

E por falar em curiosidades para o que vai acontecer, não podemos nos esquecer da April, que finalmente descobriu sobre os vampiros e achou a Rebekah! Ouço um aleluia? Pois é… Agora a menina tem que parar de ficar em choque e acordar a amiguinha logo, quem sabe assim fica claro o que aconteceu com o conselho e qual é o envolvimento exato do professor Shane no ocorrido.

P. S. [1]: Acho que a Caroline nunca foi tão linguaruda quanto neste episódio. Contou de Delena para o Stefan e entregou a Rebekah para a April. Se superou.

P. S. [2]: O que era para ser um momento comovente do reencontro de April com Rebekah soou mais cômico do que qualquer outra coisa. A menina mais desinformada da cidade cuja única função vinha sendo descobrir por onde andava a Rebekah finalmente encontrou a loira e a cena deveria ter sido acompanhada por um coro de aleluia, porque olha…

P. S. [3]: Depois de quatro temporadas, vimos as primeiras crianças de Mystic Falls! Não é emocionante?

P. S. [4]: Por último, com tantas mortes no episódio, foi bem poética a coisa de o Klaus massacrar os híbridos com aquela música calma de fundo. Ponto para o episódio.

Séries citadas:

Cinéfila, louca por séries de televisão, leitora compulsiva e movida à música. Cineasta por formação e escritora por paixão.

3 Comments

  1. Monike

    kkk só eu percebi que os peitos da Nina quase soltaram para fora com o balanço!!!??!!!kkk…eta…Nina precisa de uma recalchutada …..kkk..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account