Log In

Reviews

The Vampire Diaries – Catch Me If You Can e A View To A Kill

Pin it
Série: The Vampire Diaries
Episódio: Catch Me If You Can e A View To A Kill
Número do episódio: 4x11 e 4x12
Exibição nos EUA: 24/01/2013 e 31/01/2013
79.666666666667
3.9
3

Essa cura está bagunçando tudo, deixando todos loucos. Se por um lado Klaus revelou que quer a cura não tanto pela Elena, e sim para destruir e pronto, Rebekah admitiu querer voltar a ser humana. Pois é, uma das vampiras mais poderosas que existem quer voltar a ser uma mera mortal. A Elena até é aceitável querer isso, por ter acabado de se transformar e por ainda não ter se adaptado muito bem, mas a Rebekah? Total falta de noção!

Mas por falar de encrencas, Caroline fofoqueira não apareceu nesses dois episódios, e muito menos Tyler, já que Klaus esqueceu um pouco de ambos e se concentrou em transformar vampiros para Jeremy matar, e depois surtar porque o garoto matou Kol. A morte de Kol significou que, além de Jeremy conseguir finalmente completar a marca e deixa-la visível para todos, a importância desse Original assim como a do Finn, era morrer mesmo. E pronto.

Só que antes de a tatuagem se completar como era o objetivo, tudo aconteceu da pior maneira possível, até dando aquela sensação de “como ninguém pensou nisso antes?” quando a Elena teve a ideia de matar o Kol para Jeremy ter a marca completa, ao invés de caçar vampiro por vampiro. Está certo que Klaus surtaria se tivessem proposto o assassinato de Kol antes (e ele realmente surtou), mas já ficou evidente que os planos dele não andam sendo os melhores ultimamente, e de qualquer maneira ele acabou preso pela Bonnie, que está cada vez mais poderosa e incontrolável.

Pelo menos a morte do Kol e a revolta do Klaus serviram para unir os Salvatore, Jeremy, Bonnie, Elena e até Rebekah em um só “team” em busca de ressuscitar Silas e da cura. A questão é que ninguém sabe muito bem quem (ou o que) é esse Silas, e estão se apressando numa coisa desconhecida demais. Outra talvez até pior é: e se houver apenas uma cura? Tipo, e se um só vampiro puder se curar? Imaginem a briga de Rebekah, Elena e quem sabe mais gente para virarem humanos de novo. Ressaltando que esse bando de vampiros querendo virar meros mortais novamente já está deixando cansativa a coisa. Será que esse povo não vê como é sem sal ser o Matt ou a April?

Por último, apesar da falta de momentos Delena nesses dois episódios, tivemos a revelação de que Klaus não acha possível Elena com o Damon, e o próprio meio que concordou com isso… Que dó. Depois tivemos Elena, que arruinou todas as boas impressões que ela deixou ao milagrosamente não ser a mocinha em perigo da vez e até ajudar os outros, quando ficou inconformada e enciumada por Stefan estar com a Rebekah e aparentemente ter desistido de disputa-la. Elena claramente quer Damon agora mas não quer que Stefan desista dela, prova de que não deixou o egoísmo de lado completamente.

P. S. [1]: Rebekah chamando Elena de criança egoísta. Finalmente alguém que disse a verdade e a tirou do altar uma vez pelo menos.

P. S. [2]: Jeremy mencionou chamar a Katherine para ajudar com a cura, caso não consigam sozinhos. Agora, mais do que nunca, torcerei para que não consigam.

P. S. [3]: Alguém mais aí acha que Stefan fica muito mais legal quando é ele mesmo e não está preso aos sentimentos pela Elena?

P. S. [4]: Por fim, se era para ser dramática a cena do Jeremy rasgando a roupa quando a tatuagem começou a aparecer, a produção da série deveria saber que ficou mais parecendo que ele ia virar o Hulk. Pois é.

Séries citadas:

Cinéfila, louca por séries de televisão, leitora compulsiva e movida à música. Cineasta por formação e escritora por paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account