Log In

Reviews

The Vampire Diaries – The End Of The Affair

Pin it
0
0

Série: The Vampire Diaries
Episódios: The End Of The Affair
Temporada: 
Número do Episódio: 3×03
Datas de Exibição nos EUA: 29/09/2011

Até que enfim The Vampire Diaries começou a andar pelo caminho certo nesta temporada! O episódio anterior havia sido bom, mas The End Of The Affair conseguiu alcançar aquele nível ótimo que era visto na segunda temporada da série, com direito a algumas revelações inimagináveis.

No começo do episódio já pudemos sentir aquele clima de promiscuidade que tanto fazia falta. Pois é, Katherine “VampBith” Pierce está de volta e, como sempre, um passo à frente de Damon, desta vez em relação à busca pelo Stefan. Confesso que eu já havia perdido as esperanças de ver a VampBitch novamente, mas os poucos minutos nos quais a vampira deu o ar de sua graça já deixaram claro que ela ainda vai aparecer muito por aí. Podem comemorar, coleguinhas do Team Katherine!

Katherine mal apareceu e já abalou tudo. Graças a ela, Damon agora sabe onde o irmão desnaturado está, e vai correndo contar a novidade para Elena, ficando com todo o crédito pela descoberta do esconderijo do irmão. Os dois então vão a Chicago, mas só acham um antigo apartamento abandonado do Stefan, onde Elena fica sozinha revirando as coisas do namorado enquanto Damon sai para ficar a par das novidades.

Já não é surpresa a Elena se meter em encrenca enquanto ela fica sozinha, e desta vez não foi diferente… A garota estava num apartamento abandonado há anos, mas foi só ela colocar os pés lá que a confusão foi atrás: Klaus cismou em querer visitar com Stefan o tal apartamento, e por sorte Elena conseguiu se esconder. É claro que o namoradinho a viu, mas os dois não tiveram nem cinco segundos de romance antes de ele virar as costas e ir embora com o novo mestre. Para Elena, não restou alternativa a não ser ligar e chorar as mágoas para o Damon, que foi estranhamente frio com ela, talvez por ainda estar revoltado (e com razão!) pelo que anda acontecendo.

Enfim, apesar da aparição de Kath e da busca de Elena pelo namoradinho, o foco esta semana foi direcionado para a relação entre Klaus e Stefan. Os dois viajaram para Chicago a fim de Klaus descobrir com uma bruxa o motivo de ele não conseguir transformar mais híbridos, mas quem acabou descobrindo algumas coisas sobre o próprio passado foi o Stefan.

Todos sabem que o Stefânio já teve seus momentos assassinos décadas atrás, mas o que ninguém sabia é que ele foi amiguinho do Klaus nessa época sanguinária, e até se engraçou com Rebekah, a irmã do vampirão, quando moravam em Chicago nos anos de 1920. O casalzinho ficaria junto fazendo maldades por aí, se não fosse o Klaus apagar a memória do Stefânio e enfiar uma estaca no coração da irmã (lembrando que Originais não morrem, e somente ficam desacordados até alguém tirar a estaca deles). O pior é que Stefan não teve que dar uma de intrometido para descobrir tudo isso, pois o Klaus estava querendo reforçar a amizade e foi contando todas as histórias que fez o “amigo” esquecer.

Enquanto Klaus fica tagarelando, Caroline continua encrencada. O pai da garota insiste que a cura para o vampirismo tem como base a tortura das criaturas, e testa esse tal “tratamento” na própria filha. A coitada teria morrido frita à luz do sol se não fosse Tyler e a própria mãe da menina irem resgatá-la. Embora eles tenham conseguido tirá-la sã e salva do cativeiro, não há dúvidas de que logo a VampBarbie estará em perigo de novo. Sorte que agora ela começou a namorar o Tyler, porque Elena só está preocupada com o Stefan e se esquece do resto do mundo.

Mas voltando às encrencas envolvendo Stefan, as tais histórias só param quando Damon resolve aparecer no bar e distrair Klaus para promover um encontro entre o irmão e a namoradinha. Acaba que Stefan não dá o braço a torcer que quer ficar com a Elena e prefere então dar um fora na moça, que vai embora com o Damon antes de ele ser novamente quase assassinado.

Bem, parece que Stefan resolveu ficar realmente no lado negro da força, e como recompensa, Klaus acorda a irmã. Ok, está certo que ele acordou a garota porque ela sabe como fazer contato com uma falecida bruxa, mas isso não deixa de ser uma recompensa pro Stefânio. Enfim, lembram do colar que Stefan deu para a Elena logo no começo da primeira temporada? Esse colar era da Rebekah, e Stefan achou após ter a memória apagada. Já é um problema o cara ter dado uma coisa da ex-namorada para a atual, mas o pior é que a jóia é a única peça capaz de permitir o contato com a bruxa morta que pode dizer o motivo de Klaus não conseguir fazer híbridos. Já entenderam o que isso significa né? Mais dor de cabeça para a Elena, é claro.

E para encerrar tudo com chave de ouro, a VampBitch nos dá a honra de sua presença novamente, no final do episódio. A vampira está tanto nos flashbacks do passado de Stefan na década de 1920, como também nos dias atuais. Em ambas as situações ela está escondida, mas ao lado do vampirinho o tempo todo. Em termos de competência, ela sozinha está melhor do que todo o resto do pessoal que juntos tentam salvar o Stefan. Minhas apostas vão para ela, fato.

P. S. [1]: Olha, gente. Essa paixão da Elena pelo Stefan já está ficando um tanto doentia. Está certo que ela está querendo salvar o namorado, mas quase mata quem a ajuda sempre que tenta se aproximar do cara. Ou ela deixa tudo nas mãos de Damon (pelo menos ele sabe se cuidar) ou ela se toca e desiste. Aff. #MomentoDeRevolta

P. S. [2]: Esqueceram do Jeremy e das ex-namoradas fantasmas neste episódio né? E da Bonnie então? O.o

P. S. [3]: Agora com o despertar dessa tal de Rebekah, mais uma mulher vai ficar correndo atrás do Stefan. E o Damon coitado continua forever alone… Essas mulheres de Mystic Falls são cegas ou o que?

Séries citadas:

Cinéfila, louca por séries de televisão, leitora compulsiva e movida à música. Cineasta por formação e escritora por paixão.

4 Comments

  1. Maria Eduarda

    E o Damon coitado continua forever alone… Essas mulheres de Mystic Falls são cegas ou o que? [2]

    Gosto do Stefan longe, assim a Elena tem mais momentos com o Damon – Team Delena detected -, como aquele do início, onde ele está na cama dela. Que cena foi aquela?!

    Quanto à história do Klaus e família, estou achando bem interessante, principalmente porque não tem nada disso nos livros – e eu li os cinco primeiros até agora. Aliás, as diferenças, conforme a série avança, vão crescendo cada vez mais, mas eu não consigo não sentir falta da Meredith. Não me conformo que ela não tenha sido incluída na série.

  2. Kccr10

    Ta bem diferente do livro Graças a Deus!!!!
    Se eu fosse a Elena ja tinha ficado com o Damon a séculos

  3. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 16 a 22/7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account