Log In

Reviews

The Vampire Diaries – 1912

Pin it

Série: The Vampire Diaries
Episódios: 1912
Temporada: 
Número do Episódio: 3×16
Data de Exibição nos EUA: 15/03/2012

Depois de mais um daqueles hiatus chatos, The Vampire Diaries está de volta. A promo de fato prometia, mas o episódio em si está longe de ser um dos melhores que esta temporada já teve. Como o título já diz, predominaram os flashbacks de um determinado ano, sobre quando Mystic Falls teve um serial killer e recebeu a visita de uma vampira chamada Sage. E por falar nessa tal de Sage, eu fiquei o episódio todo esperando essa mulher dar as caras, mas por enquanto ela ficou somente nas lembranças dos Salvatore mesmo.

Já foi a época em que esses flashbacks eram algo interessante. Nas temporadas anteriores, era legal ver a história de Damon e Stefan se envolvendo com a Katherine, os primeiros anos de vampiros dos dois e tal. Nesta temporada, até foi legal quando os flashbacks destinaram-se a contar a história dos Originais… Mas agora eles estão colocando coisas demais nesse meio tempo entre quando os irmãos Salvatore foram transformados e atualmente. Parece que quando os escritores da série querem inventar algo novo, eles simplesmente jogam algum acontecimento nesse meio tempo para tentarem justificar o rumo estranho que a série está tomando.

A enrolação foi tanta com essa história da Sage, que os problemas do Klaus foram esquecidos, salvo uma cena de menos de cinco minutos em que Rebekah pergunta a Xerife sobre as árvores antigas da cidade. Caroline e Bonnie também foram deixadas de lado, apesar de terem sido mencionadas. Quem surpreendentemente teve destaque neste episódio foi o Matt, que finalmente conseguiu seus momentinhos de destaque novamente e, se continuar assim, pode até ser que ele volte a ser um personagem útil, tal como era no começo da primeira temporada.

Ok, mas vamos parar de falar da Sage e dos flashbacks. Outro assunto importante neste episódio foi Alaric, que havia levado um tiro da Meredith quando supôs que ela estivesse matando todo mundo na cidade. E mesmo estando recém-baleado (porém curado com sangue de vampiro que Meredith deu pra ele), foi parar atrás das grades e com todas as acusações para cima dele. Obviamente Damon tentou se intrometer, mas foi proibido pela Xerife de fazer qualquer coisa e acatou as ordens, o que é um absurdo, já que o Damon nunca obedece quando o impedem de algo. Se não fosse pela Xerife, a Elena nem saberia do ocorrido e não teria ido até a delegacia, onde aproveitou para trocar farpas com o Damon.

Enfim, já que Damon foi embora da delegacia sem querer ajudar Alaric a sair da cadeia porque estava mais ocupado relembrando os velhos tempos com Stefan e ajudando o irmãozinho a morder pescocinhos com moderação sem estraçalhar as vítimas depois, Elena resolve lembrar que Matt existe e pede a ajuda dele para invadir a casa da Meredith. É claro que a Doutora, que não é boba bem nada, descobre os dois lá e os entrega para a Xerife, que mesmo ouvindo Elena e Matt acusando Meredith, diz que nada aponta contra ela e age mais como se estivesse protegendo a Doutora.

Como todo episódio tem que ter um conflito de Elena com algum vampiro, a mocinha vê Damon dando uma aula prática a Stefan de como morder direito humanos por aí, e isso só acaba servindo para destruir ainda mais qualquer clima Delena (que já estava bem destruído desde que ela foi uma estúpida com o vampiro na festa da Mamãe Original) e aproximar Elena de Matt (o que foi meio estranho, mas ainda assim, foi bonitinho). Mas ok, confusões vampíricas à parte, Alaric volta para casa e Elena recupera um diário de uma mulher chamada Samantha Gilbert, onde ela começa a procurar por mais informações sobre o que aconteceu em 1900 e bolinha.

Bem, é então que vem a única reviravolta do episódio, e de fato a única cena que valeu a pena. Meredith vai até a casa da Elena assim que ela sabe que Alaric foi solto, para visitar o homem e tentar se explicar, e é aí que entendemos o motivo de não haver nada contra Meredith e por terem prendido Alaric. Pois é, o professor de História favorito de Mystic Falls é o assassino misterioso, e está enlouquecendo graças ao anel Gilbert que ele usa para salvá-lo de seres sobrenaturais, e que pertencia à tal Samantha, a dona do diário que Elena recuperou e que também enlouqueceu devido ao artefato. Enquanto Meredith tentava convencer Alaric que ele não está bem, Elena percebe isso lendo os diários e é obrigada a concordar com Dra. Fell, assim como Damon e Stefan, que mesmo não lendo os diários e nem estando na casa da Elena, lembram dessa tal de Samantha e ligam o anel ao Alaric.

Pois é… No final Meredith é inocente e Alaric é louco. A função de Meredith para mim era o fato de ela ser a suposta assassina, agora veremos se era terá outra utilidade além de curar o Alaric e não deixar que ele morra, já que provavelmente ele terá que se livrar do tal anel. E em relação aos Salvatores (principalmente ao Damon), foi bonito o momento dos irmãos, Damon dizendo que vai ajudar Stefan e tudo mais. Entretanto, é meio desanimador ver que mesmo o Damon tendo começado o episódio todo malvadinho como na primeira temporada, ele acabar cedendo e ficando emotivo no final, embora seja quase certo logo aparecer outro motivo para acabar com esse sentimentalismo todo dele.

P. S. [1]: Já ouvi muitas teorias (e torcidas) para Matt ficar com a Elena. Por um lado isso poderia ser bom (bem mais para frente, óbvio), já que os dois se entendem e ela não precisaria mudar por ele (já que ela não quer ser vampira e, namorando um, a idade provavelmente viria a ser um problema). Por outro lado, a história gira sobre os dois vampiros que a querem, e seria meio que “nadar e morrer na praia” ela ficar com alguém que não seja um dos Salvatores, porque ela está passando por tudo isso justamente por ela e Stefan terem se apaixonado no início.

P. S. [2]: Repararam na troca de olhares entre Damon e Rebekah?

Séries citadas:

Cinéfila, louca por séries de televisão, leitora compulsiva e movida à música. Cineasta por formação e escritora por paixão.

2 Comments

  1. Bianca Mafra

    Acho que nós duas vimos episódios diferentes, Damon só falou  para Elena que não ia ajudar o Alaric, mas a pesquisa foi justamente para pesquisar esse tipo de assassinato que já tinha ocorrido antes, portanto, ajuda-lo. Nesse meio tempo, até porque o Stephan estava levando ele a loucura (e a mim tambem).
    Elena e Matt se aproximaram e, apesar do clima todo romantico, foi mais para mostrar que ha uma grande amizade entre eles, a prova eh o dialogo sobre o damon, onde ele pergunta por que ela anda com eles, e ela responde que com Stephan ela se sente segura e o damon, por mais que ela tente se afastar, ela nao consegue. e ai vem a grande prova, o proprio Matt diz que quando a gente está apaixonado, a gente não consegue se afastar. tudo bem que ele pode estar falando dele tambem, em relação a elena, a Caroline (gostaria mais), mas com certeza tambem estava falando da Elena em relação ao Damon, afinal esse era o assunto. 

  2. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 6 a 12/8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account