Log In

Reviews

The Newsroom – Main Justice

Pin it

Série: The Newsroom
Episódio: Main Justice
Número do Episódio: 3×03
Exibição nos EUA: 23/11/2014
Exibição no Brasil: 07/12/2014
Nota do Episódio: 8

“Faltam só mais três episódios”. Foi isso o que eu pensei e repeti várias vezes antes de escrever essa review. Não sei se a falta de tempo me atrapalhou ainda mais com o desenvolvimento do texto, mas o medo do que estaria por vir também me deixou receosa na hora de assistir e resenhar o episódio Main Justice. Como o próprio nome já diz, os personagens de Newsroom teriam que lidar com a aproximação da possível venda da ACN, o julgamento de Neal, jantares indesejáveis, entre diversas outras coisas.

Breaking News, baby!

O FBI aparece nas primeiras cenas do episódio revirando computadores e deixando todos inquietos com a ação direta. Para aquietar a presença dos agentes, Mac e Charlie ameaçam os oficiais com uma possível transmissão ao vivo (a.k.a. Breaking News bem escandaloso) que mostraria toda a bagunça na redação da ACN. Apesar da firmeza da produtora executiva, Will aparece muito mais calmo e solicito para cooperar com o FBI (vale lembrar que isso lhe rendeu uma olhada bem feita com a expressão “mas que diabos você está falando?”). Nesse fogo cruzado, as perguntas sobre a localização de Neal e sobre os possíveis rastros que ele poderia ter deixado em seu computador pairam sobre a redação.

s03e03_36

A ameaça de transmissão ao vivo foi engraçada porque foi possível ver a falta de jeito de Don e Jim, ambos perdidos na switcher (salinha com as telas e outros equipamentos para a transmissão) do telejornal, enquanto Maggie parecia muito mais confortável para ajudar.

“Cessar-fogo”

Depois do desconforto com o FBI, um “cessar-fogo” de uma semana é acordado entre a advogada da ACN e os representantes do governo. Além disso, um encontro é marcado para que Will, Mac e Charlie apresentem-se na Justiça em Washington. Acredito que a preocupação com a segurança de Neal se sobressaiu ainda mais no episódio, já que os dois lados tiveram que manter a calma durante esses sete dias: um lado, o do governo, preocupado em descobrir mais dados sobre o que ocorreu, sem forçar a barra para que fosse mostrada a identidade da fonte; o outro, dos jornalistas, em que seria necessário recontar toda a história com cuidado para não complicar ainda mais a vida de Neal.

s03e03_589

Acho que, do mesmo jeito que eles pensaram, é muito complexo pensar no que o juiz poderia considerar ou não um assunto referente à segurança nacional. Como a Mac disse: “nós damos o que eles querem e eles nos deixam livre da cadeia” e também podemos publicar a notícia. Mas, parece muito simples para algo a la Newsroom.

Fim do mundo?

Fora da trama principal, Maggie aparece com um relatório que mostra que os níveis de CO2 aumentaram drasticamente nos últimos anos e que isso poderia significar uma aproximação do “fim do mundo”. Mesmo sendo um assunto sério, a cena em que ela mostra o documento (totalmente grifado com aqueles marcadores amarelos) é bem engraçadinha. Isso sem contar com clima/estranho/esquisito entre ela e Jim, quando Maggie pede ajuda ao rapaz para a reportagem.

O resultado da reportagem? Vale a pena ver a cara de desconcertados de todo o pessoal da redação com o resultado.

Correspondents Dinner

Depois de determinada notícia sobre a venda da ACN, Charlie pede alguns favores a Will e Mac. Um deles, quizá o mais importante, é que eles participem do Correspondents Dinner, mesmo com os problemas com os jantares passados.

s03e03_732

Apesar dos pesares, o time da ACN comparece ao evento. Todos bem vestidos, preocupados com o futuro de seus trabalhos e uma aparição chave faz com que Mac perca sua pose de embate que apareceu no começo do episódio. Essa presença e o pedido para que o telejornal noticie as informações vazadas o mais rápido possível (mesmo que o governo esteja no cangote dos jornalistas) fazem com que ela fique ainda mais aflita sem saber como reagir.

O episódio pareceu-me mais cansativo (pela quantidade de assuntos acontecendo ao mesmo tempo), mas, na realidade, a produção conseguiu trazer humor (com as cenas engraçadas entre Don e Sloan, as piadas sobre o casamento de Will e Mac) e também seriedade na sucessão de acontecimentos (com a conversa em Washington, os diálogos rápidos e concisos). Mas, será que apenas seis episódios serão o suficiente para atar todos os pontos abertos? Sinceramente, eu espero que sim.

Séries citadas:

22 anos, jornalista formada pela Unesp de Bauru. Suas primeiras séries foram: Lois & Clark, Veronica Mars, Gilmore Girls e Smallville. Atualmente acompanha: The Big Bang Theory, The Middle, além dos Top Chefs e Master Chefs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account