Log In

Reviews

The Killing – Numb

Pin it

Série: The Killing
Episódios: Dumb
Temporada: 
Número dos Episódios: 2×03
Data de Exibição nos EUA: 08/04/2012

Essa semana, depois da exibição do episódio, eu vi novamente as mesmas reclamações de The Killing na internet. Que a série enrola muito, que não acontece nada, que só chove, etc. Li reclamações sobre Mitch ter aparecido e não ter mudado nada. Ok, entendo que isso canse algumas pessoas. Mas para mim, The Killing é muito mais do que descobrir o assassino de Rosie Larsen. É acompanhar os personagens que tinham alguma relação com ela. É ver como todos estão sendo afetados pelos acontecimentos e chegando ao seu limite. Com Mitch fugindo, Holder tendo recaídas, Stan pedindo ajuda para a máfia, Linden olhando para o filho enquanto ele faz comida, Richmond tendo que lidar com sua nova condição…  E Mitch, que não suportou a dor de ficar com sua família, também não quer ficar sozinha. Acha que está tendo visões (déjà vu?) e carrega sempre o olhar triste de quem não consegue mais recomeçar.

Nesse episódio também vimos todo o sofrimento de Holder. A cada cena eu esperava o momento em que ele teria uma recaída e, incrivelmente, torcia para que ele resistisse. Digo que é incrível porque acredito que Holder seja um personagem fácil de se odiar, mas que acaba por nos conquistar. Espero que agora ele e Linden se unam, sinto falta da dinâmica que eles tinham na primeira temporada.

Linden continua dominando a série, investigando e deduzindo, nos apresentando somente olhares e expressões. Ela é a policial honesta e dedicada vasculhando um território perigoso. Ela sabe que é perigoso, sabe que vai ter obstáculos, mas não vai desistir por isso. Ela também é uma mãe tentando criar seu filho – dessas mães que não sabem baixar anexo do e-mail, sabe? Linden, não mude, por favor.

Outras observações:

– Alguém podia fazer tumblr só com gifs das expressões da Linden.

– A cena fofa do episódio: Terry beijando as mãos do sobrinho na frente da escola.

– O clima de conspiração do episódio anterior foi esquecido e agora temos um novo suspeito. Mas Rosie não trabalhava como prostituta ou isso é só para manipular Stan? The Killing me deixa tonta com essas reviravoltas.

Séries citadas:

Jornalista e pessimista. Começou assistindo My So-called Life. Gosta de Doctor Who, Happy Endings, The Good Wife e Homeland, entre outras. Fã de Tina Fey e das comédias da NBC (mas não vê a hora de Arrested Development voltar). Ama Studio 60, The West Wing e sonha em viver numa série do Aaron Sorkin.

11 Comments

  1. bruna

    terceiro episódio tão bom quanto os dois primeiros. acho que aconteceram várias coisas interessantes nesse ep. é realmente muito legal ver como os personagens estão chegando ao limite. e as expressões da linden são a melhor coisa do mundo.

  2. Igor

    Esses episódios de The Killing que faz valer a pena assistir a série <3 
    Não tenho problema com o andamento do caso desde que tenha um belo desenvolvimento dos personagens como nesse epi :DD

    The Killing pfv não volte com aquela coisa dos personagens andando pra um lado e pra outro sem acontecer nada e no final do episódio descobrir uma pista super importante por pura sorte hahaha

  3. Scott

    Adorei,mais que os dois primeiros episódios e fico impressionado com as pessoas criticando. A serie é lenta mesmo,mas ser lento não é ser ruim,enfim. 

    A serie mostra as pessoas sofrendo de um jeito tão real,que eu acabo sofrendo junto ahahah. Gostei da volta da Mitch e rumo dá investigação indo de uma forma coerente.A serie vai entrar no meu top 10 series do ano com certeza. 

    Agora o que importa : Linden e Holder. Melhores atores melhores personagens (da serie,e das series tmb vai…) e a cena dela buscando ele na BR <3 só faltou 1 abraço,mas ia estragar o clima.

  4. Lucas R. do Paraizo

    Ótimo episódio. É exatamente o que você falou na review, The Killing não é só a investigação, é o dia a dia dos que tiveram a vida transformada pelo assassinato. Dá até pra usar o chavão de ~~série sobre pessoas~~.

    Adoro a Linden e o Holder, e também torci demais para ele não ter uma recaída. Estou começando a tomar uma “afeição” pelo Holder parecida com a que tenho pelo Jesse em Breaking Bad. 

  5. Vanessa

     The Killing continua excelente, personagens e atores em sintonia, e o que pode parecer ”parado” e ”cansativo” para algumas pessoas é exatamente o que faz a série ser tão boa…são aqueles pequenos detalhes, pequenas interações entre os personagens, o clima, enfim, exatamente o que vc disse.

  6. Bianca Mafra

    Dierli vc traduziu nessa review o que sempre digo, The Killing não é sobre a investigação em uma hora com a descoberta do assassino, não eh só saber quem cometeu o crime, é justamente a evolução, os caminhos errados que são tomados, o sofrimento. nessas séries policiais, tem uma hora que vc esquece a vítima, a família, o sofrimento, nessa a gente sente quase doer a morte da personagem. Excelente.
    E sinto falta do Holder com a Linden, meio até que torço para os dois ficarem juntos, porque acho que ele realmente entende a angústia e a dedicação da Linden, mas como isso não é uma série cliche, eu torço que pelo menos eles se tornem grandes parceiros.

  7. Dierli M Santos

    “nessas séries policiais, tem uma hora que vc esquece a vítima, a família, o sofrimento, nessa a gente sente quase doer a morte da personagem. ”
    Exatamente isso, Bianca!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account