Log In

Reviews

The Following – Evermore

Pin it

Série: The Following
Episódio: Evermore
Número do Episódio: 3×10
Exibição nos EUA: 27/04/2015
Nota do Episódio: 8.5

“Não acharam que me matar seria fácil, acharam?” Joe Carroll.

Evermore apresenta nada mais, nada menos, que a execução de Joe Carroll. A morte de um dos principais protagonistas da série, e talvez o personagem mais importante do seriado, é algo muito arriscado e talvez possa ter custado a continuidade de The Following. Em uma onda de cancelamentos que assolou a televisão americana no início de maio, a Fox anunciou o fim da série após a sua terceira temporada.

The Following 3x10 Mike, Ryan e Max

O que deve ter pesado na decisão da emissora foram as baixas audiências apresentadas na última temporada, se comparadas aos números dos dois primeiros anos do seriado. Só a primeira temporada, The Following alcançou a média de oito milhões de espectadores, sendo dez milhões no episódio de estreia. A series finale vai ao ar no próximo dia 18 de maio e terá duas horas de duração.

Enquanto o fim de The Following não chega, o adeus de Joe veio doído, não somente para os fãs, mas especialmente para Ryan. E não foi nada fácil matar Joe Carroll. Em uma última apresentação de seus talentos de serial killer, Joe fez reféns no momento em que ia ser preparado para a execução e exigiu a presença de Ryan no presídio.

The Following 3x10 Joe e Ryan

Joe não poderia morrer sem ver o agente do FBI afirmar que ele é o principal relacionamento que Ryan já teve em sua vida. E de certa forma Joe está certo. Quem mais afetou tanto Hardy ao longo de toda a sua vida do que Joe Carroll? O agente do FBI perdeu membros da família tragicamente e nunca conseguiu engatar um relacionamento consistente. Mesmo agora com Gwen, ele tem dificuldades e acredita que a morte de Joe vai libertá-lo de tudo que o impede de viver. Dessa forma, é sim aceitável e verídico que Joe seja a pessoa mais influente na vida de Ryan.

“Um presente de despedida: o seu homem, Theo, é fruto da violência da cidade do amor fraterno.” Joe Carroll

The Following 3x10 Theo e Penny

Enquanto isso, Theo vai atrás da sua irmã e assim conhecemos Penny, uma menina que parece tão problemática e inescrupulosa quanto o irmão, porém ainda não parece ser tão inteligente. Os dois precisam decifrar um código de Arthur Strauss para achar talvez a única pessoa que possa ajudá-los a sumir novamente e ficar longe das garras do FBI. E para garantir o serviço do misterioso aluno de Strauss, Theo e Penny acreditam que podem usar Ryan Hardy como moeda de troca.

E no final de tudo, Joe venceu. Até Ryan admite isso. Carroll conseguiu ouvir o que queria: Ryan pensa nele, sonha com ele, e seu maior medo é que Joe esteja certo de que o agente do FBI seja, na realidade, muito parecido com o serial killer que ele passou tantos anos caçando. Joe coloca Ryan contra a parede e ouve o que tanto desejava: Ryan sentiu satisfação ao matar os assassinos do pai e da agente Debra.

The Following 3x10 Presídio

Presidiário:
– Joe vai me mostrar a cela que acha que eu não mereço, a dele. Vou pintá-la com o cérebro dele.
Joe:
– Não é exatamente para isso que servem os cérebros.

Apesar de tudo poder ser uma cena de Ryan para que Joe se renda e não torture os reféns, não é o que parece. Ao final do desabafo, Hardy está derrotado e mesmo com a morte de Carroll, pode continuar vivendo e sendo assombrado pelo medo de ter se tornado muito próximo de Joe e, pior que isso, de ter gostado de matar pessoas, mesmo elas não sendo inocentes.

Presidiário:
– Você é um pervertido, não é?
Joe:
– Não. Me chamar assim é o mesmo que chamar Rembrandt de decorador.
Presidiário:
– Quem diabos é Rembrandt?”

The Following 3x10 Joe Execução

Vale ressaltar ainda que Evermore ofereceu um momento que representa o que tem de melhor em The Following: Ryan e Joe precisaram trabalhar juntos para saírem livres da prisão após Penny ter aberto as portas das celas dos outros presidiários. E uma das provas de que Joe ainda afeta Ryan é que o agente não conseguiu deixá-lo morrer nas mãos de um presidiário qualquer e salvou a vida de Carroll horas antes dele receber, finalmente, a injeção letal sob os olhos cansados do agente do FBI.  O fato de Ryan ter procurado um bar logo após a morte de Carroll, só evidencia que Joe talvez afete Ryan ainda mais agora morto, do que quando estava vivo. Será?

“Eu morro, você morre.” Joe Carroll

Séries citadas:

é Jornalista, Publicitária, Gaúcha, Capricorniana de 84. Além de escrever no TeleSéries, trabalha como coordenadora de imprensa na Prefeitura de Taquari e assessora de imprensa no Campeonato Gaúcho de Rally 4x4. Fã de cinema, esportes, literatura, música e séries de televisão. Começou a assistir seriados com E.R. e Arquivo. X. Gostaria de ter estudado em Hogwarts, jogado quadribol e tomado cerveja amanteigada, mas se contenta com um gol do Grêmio e uma Heineken. Nunca ganhou um prêmio importante, mas já levou pra casa um Kikito de chocolate de Gramado/RS.

Website: http://www.alineben.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account