Log In

Reviews

The Following – Dead Or Alive & The Reckoning

Pin it

Série: The Following
Episódios: Dead Or Alive & The Reckoning (Series Finale)
Números dos Episódios: 3×14 & 3×15
Exibição nos EUA: 18/05/2015
Nota dos Episódios: 7

The Following teve uma terceira temporada muito mais fraca que as duas primeiras e a audiência da televisão americana representou em números essa queda de rendimento. No entanto, mesmo se a série fosse renovada, como poderíamos superar a perda da dupla Joe/Ryan? Os dois personagens, vilão e mocinho, formavam uma dupla e tanto na série e vão deixar saudades. Com Dead Or Alive e The Reckoning o seriado não foi finalizado – até encaminhava uma quarta temporada podendo seguir com uma história consistente – mas de certa forma The Following conseguiu dizer adeus, o que Ryan não pôde fazer com Max, Gwen e Mike.

The Following 3x15 Max, Gwen e Mike

Em Dead Or Alive, Mike luta pela vida, enquanto Ryan tenta organizar, junto com a equipe do FBI, uma proteção para todos na sua volta que podem ser alvos de Theo. A sorte dos Hardy foi Gwen, que apareceu para ajudar Max a se recompor enquanto esperava notícias de Mike. No entanto, nada foi suficiente para impedir Theo de achar uma forma de chamar a atenção de Ryan.

Ainda assim, o lado dos bandidos também não estava muito bonito. Theo ficou muito abalado após a morte de Penny e quase se matou. Daisy seguiu entre dois medos: o de fugir e o de ficar próxima a Theo. A garota acaba se mantendo como fiel escudeira do melhor aluno de Arthur Strauss, mas isso acaba levando Daisy para um final já esperado: a morte. Após uma tocaia para Ryan na casa que servia de proteção para Gina Mendez e sua família, Daisy foi alvo de Max, que mesmo abalada pela situação de Mike, seguiu firme no trabalho e acertou em cheio a loira psicopata.

The Following 3x14 Theo

O cerco de Theo à casa de Mendez foi um dos bons momentos de Dead Or Alive. A série conseguiu criar um clima de suspense e medo e o quarto do pânico onde as crianças se refugiaram foi só a cereja do bolo. O mesmo clima não funcionou muito bem com a edição da perseguição de Theo por Ryan, onde as cenas eram mescladas com Gwen deixando um recado telefônico para o agente do FBI e falando do primeiro ultrassom do bebê. A tentativa de criar um suspense – mesclando a vida pessoal do agente com ele em ação tentando parar um serial killer – não causou um efeito tão impactante como parecia ser o objetivo da direção do episódio.

Tortura, quebra de acordos, traição, mais um agente do FBI comprometido, declarações de amor, arrependimentos, mais mortes para a conta de culpa de Ryan Hardy e uma pessoa levantando após levar um tiro na cabeça, tudo isso esteve presente em The Reckoning. No entanto, tantas emoções não foram suficientes para fazer da Series Finale de The Following algo que mereça ficar na nossa memória e nem faz a série deixar muitas saudades. De qualquer forma, seria interessante acompanhar Ryan vivendo escondido, enquanto todos acreditariam em sua morte. E Theo? Bem, se ele levou um tiro na cabeça e ainda levantou para atacar Ryan novamente, então ou a série se despedia mesmo, ou ele iria reaparecer como o Jason Voorhees numa sexta-feira 13.

The Following 3x15 Ryan

Ao desaparecer na repressa, Ryan foi dado como morto e acreditou que essa seria a melhor forma de manter a sua família segura. Mesmo se Theo realmente estivesse morto, ele ainda poderia ser perseguido pela organização de Eliza ou algum outro aluno de Arthur Strauss. Para Ryan, a perseguição de serial killers não teria fim se ele continuasse vivo. Fazendo com que todos acreditassem que ele estivesse morto – inclusive Max, Mike e Gwen – Ryan acredita que sua família, bem como seu filho ainda nem nascido, estariam finalmente em segurança.

Ficaremos sem saber o que era a organização na qual Eliza trabalhava, mas isso nem deixa tanta curiosidade para trás. O maior trunfo de The Following sempre foi Ryan e Joe e agora, com essa dupla desfeita e as baixas audiências da série, uma quarta temporada não foi confirmada. O seriado se despediu em um ano melancólico, mas sempre vai deixar na nossa memória o momento em que o poeta Edgar Allan Poe influenciou um grupo de serial killers a causar pânico em um país. No entanto, o grande marco de The Following é Joe Carroll. Agora com a série encerrada posso confessar: nunca achei que me apaixonaria pelo vilão de uma história. “Love you, Joe.”

Séries citadas:

é Jornalista, Publicitária, Gaúcha, Capricorniana de 84. Além de escrever no TeleSéries, trabalha como coordenadora de imprensa na Prefeitura de Taquari e assessora de imprensa no Campeonato Gaúcho de Rally 4x4. Fã de cinema, esportes, literatura, música e séries de televisão. Começou a assistir seriados com E.R. e Arquivo. X. Gostaria de ter estudado em Hogwarts, jogado quadribol e tomado cerveja amanteigada, mas se contenta com um gol do Grêmio e uma Heineken. Nunca ganhou um prêmio importante, mas já levou pra casa um Kikito de chocolate de Gramado/RS.

Website: http://www.alineben.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account