Log In

Reviews

The Carrie Diaries – Caught

Pin it
Série: The Carrie Diaries
Episódio: Caught
Número do Episódio: 01x07
Exibição nos EUA: 25/02/2013
96.333333333333
4.8
3

É com tristeza no coração que eu devo alertá-los que se preparem para o pior. Ou pelo menos para o pior que um seriador apaixonado pode sofrer. Sim. Cancelamento à vista. É difícil que a série consiga ser renovada depois de marcar durante semanas a fio uma demo baixíssima. A desse episódio marcou ínfimos 0.4. Apesar de uma excelente produção, um bom elenco, uma trilha sonora que merece ser chamada de incrível e um roteiro agradável parece que infelizmente The Carrie Diaries não cativou o coração dos nossos irmãos da América do Norte.

Caught marcou a chegada do inverno – e com ele o baile – e deu continuidade às mudanças que começaram a ocorrer no episódio passado. Gatas solteiras à vista em The Carrie Diaries. Gosto disso, embora tenha achado os dois términos um pouco forçados. Contrariando tudo que vinha demonstrando até então (e que eu inclusive havia comentado na review passada) George foi um idiota com a Carrie e ela com a personalidade forte que tem e balançada com a reaproximação do Sebastian não pensou duas vezes em dar um pé na bunda do rapaz. Mas se achei a atitude dele uma forçada de barra dos roteiristas achei ainda mais forçado o término da Mouse com o Seth. Convenhamos que é uma situação que tem como ser facilmente resolvida com um pouco de boa vontade.

As atitudes de Dorrit pela primeira vez não me pareceram pura birra. Eu acho que a garota está aprendendo, ainda que na dor, a lidar com a perda da mãe e com o fato de que vai ter que suportar isso e seguir em frente. Acho que as atitudes dela demonstraram o que ela de fato estava sentindo naquele momento, sem exageros. Mas logo ela refletiu e entendeu que o pai erra, sim, mas que está fazendo o possível para suprir a perda da mãe.

A Maggie escorregou de novo. Dessa vez o motivo foi a catapora do Walt que acabou provocando na garota um sentimento de carência – aliado ao fato de ela não entender porque ela e Walt parecem “funcionar” juntos – e fez com que ela traísse o namorado com o policial. Mais uma solteira a vista. Pela primeira vez na vida a Donna serviu para alguma coisa. Ela viu a traição e foi chantagear a Maggie. E mais uma vez senti que a personagem está amadurecendo, ainda que siga cometendo deslizes. Ela fez a escolha certa e decidiu contar para Carrie o que estava acontecendo. Pior pra Carrie que fica numa saia justa por ser amiga dos dois, mas acho que ela fez o mais certo ao instruir a Maggie a contar pro Walt antes que a Donna conte.

O que eu mais gostei nesse episódio – embora tenha amado ver o Sebastian com ciúme – foi a esperada volta da Larissa. Como sempre ela deixou a Carrie dividida, mas foi nesse episódio que eu vi mais claramente, pela primeira vez, traços daquela Carrie Bradshaw de Sex and The City. Finalmente ela tomou as rédeas da própria vida, decidiu fazer o que tem vontade e foi trabalhar na Interview com a Larissa. Quero só ver agora como ela vai sustentar as mentiras: a primeira para o pai e a segunda para a Larissa que nem sonha que Carrie ainda está no colegial.

Ainda cabe ressaltar que em dois momentos me peguei rindo e pensando “Ah, se vocês soubessem o futuro da Carrie como nós sabemos” quando via o episódio. O primeiro foi quando Maggie disse aos 30 elas estarão casadas. Mouse retrucou pra Carrie que se via solteirona e morando com a amiga que aos 30 seria “poderosa, advogada fodona e mestre dos solteirões”. Carrie sem perder tempo disse “Eu gostei disso”. O segundo momento foi quando Larissa afirmou: “Você tem talento natural, Carrie Bradshaw. Escrever deve ser sua vocação”. Carrie, modesta, disse que escrever era um hobby. É, Larissa, você certamente plantou a sementinha!

PS: Adoro os momentos da Carrie escrevendo no diário.

PS 2: Adorei elas tirando os sapatos e colocando os tênis com o vestido.

PS 3: Coisa linda esse baile tão anos 80!

Séries citadas:

Relações Públicas e Mestre em Comunicação Midiática pela UFSM. Não esconde sua paixão por reality shows, sendo fã especialmente de The Voice, Survivor e The Amazing Race. Suas séries preferidas são Friday Night Lights e The O.C, mas também nutre um profundo amor por Friends e Sex and the city. Atualmente assiste Orphan Black, Orange is The New Black, Broadchurch, Faking It, Girls e Nashville... Suas paixões mais recentes são The Affair, How to Get Away With Murder e Scandal (cujas 4 temporadas completas assistiu em apenas 20 dias).

Website: http://www.assmanncomunicaçãoestrategica.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account