Log In

Reviews

The Blacklist – The Pavlovich Brothers

Pin it

Oi, pessoas. Fiquei devendo uma review pra vocês, de Milton Bobbit, e nem percebi. Só quando fui assistir The Pavlovich Brothers que percebi que faltava algo, e aí já era muito tarde para falar do episódio anterior (que teve um caso BEM bacana e diferente, com destaque para o Ressler, mais uma vez <3).

O grande trunfo de Milton Bobbit foi aprofundar Lizzie nas investigações sobre Tom e suas reais intenções com ela. E claro que isso envolveu Red e Dembe, porque cega pelo ódio e um pouco confusa, Elizabeth foi menos inteligente do que de costume (e olha, ela sempre precisa que Red desenhe pra ela).

E essa trama se intensificou em The Pavlovich Brothers. Mias uma vez, Lizzie pouco participou das investigações principais do FBI, limitando-se a passar dicas pontuais de Red para Ressler, apenas para justificar o seu afastamento.

Mas engana-se quem pensa que as investigações e a busca por Tom não se cruzaram. Pelo contrário: os irmãos Pavlovich foram inclusive utilizados por Red para extrair Tom de seu esconderijo. As cenas de ação e tiroteio foram bem bacanas, como de costume. E pena que uma bala não se alojou no crânio de Tom, porque é claro que na sequência ele deu uma confundida nas nossas mentes mais uma vez.

Lizzie é muito panaca, não? Que agente especial não saberia que não se quebra o polegar de alguém “algemado”? ATÉ EU SEI DISSO! Ok, o apelo da cena foi a pancadaria que seguiu-se à tolice da agente, mas ele poderia ter se libertado de outra forma. Acabou que Tom fugiu (mas não de verdade) e o plot inteiro serviu apenas para que ele tentasse convencer Lizzie de que é, na verdade, um dos mocinhos, e que Red não é quem ela pensa ser.

E depois disso ela encontra algo que parece ser uma foto. Teria Elizabeth descoberto, enfim, que Red é, sim, seu pai? E caso a tal preciosa informação seja essa, de fato, como vai se desenrolar o relacionamento entre eles?

Que fique bem claro que eu entendo a crise pela qual a Elizabeth passou no episódio. Deve dar muita raiva mesmo saber que o seu marido na verdade tinha outras intenções, e que tudo que você viveu não foi real. Mas ela é uma agente especial, teoricamente bem treinada, preparada para lidar melhor com momentos de tensão.

E me intriga a forma que ela achará para continuar escondendo toda a sujeira da sua vida pessoal do FBI. Afinal de contas, eles são o FBI. Já deveriam ter percebido algo.

the-blacklist-the-pavlovich-brothers2

Quanto às investigações do FBI, elas foram um pouco de mais do mesmo, muito embora o caso novamente tenha sido bem interessante. O que me incomoda um pouco é as coisas só funcionarem quando o Red intervém e revela os segredos da lista negra. Não quero acreditar que uma agência como o FBI não consegue resolver nada sozinha.

Outra coisa que me incomoda é o subaproveitamento da Meera Malik. Já passou, e bem, da hora dela ter um plot decente. E olha, perderam duas boas oportunidades de fazer ela ter mais destaque nesses dois últimos episódios, já que Lizzie estava bem ausente. Só me resta torcer pra que ela receba algum destaque, eventualmente.

Merece destaque o desfecho do caso: Ressler (mais uma vez) mandou muito bem no tiroteio. Salvou a garota Chinesa e matou todos os caras maus. Palmas lentas pra ele.

Hoje à noite vai ao ar The Kingmaker, o episódio no qual descobriremos o segredo que Red guarda de Lizzie. E se o grande segredo não for a paternidade, ficarei BEM surpresa. Até lá.

P.S.1: Depois do episódio de hoje, restaram apenas mais dois. Berlin e Berlin: Conclusion. Parece que descobriremos o que motivou Tom a se aproximar de Lizzie, enfim. E mais: Berlin se refere à capital da Alemanha, ou seria uma sigla? Mal posso esperar para descobrir.

P.S.2: todos os diálogos do Red são muito bons. Parece que ele sabe sempre a coisa certa a falar. E rola sempre uma ironiazinha básica que deixa tudo melhor ainda, então <3.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

2 Comments

  1. Gustavo

    Existem duas possibilidades na minha mente: Ou o Red é pai da Lizz ou ele esta envolvido diretamente na morte do pai dela. São duas coisas quase certas na minha mente.

    Se nao for nada disso, minha cabeça vai explodir! UASHUAHSUASHUAHSUHASH

  2. paty

    Acho que Red é familia dela mas não chega a ser pai e até o responsavel pela morte do pai dela…Só assim pra justificar porque ele se importa com ela,já que eu penso que ele deve ser tio ,sei lá…porque se for pai vai estar meio obvio e esta série sempre surpreende…ótimo texto…confesso que fiquei esperando a review do episódio passado,mas acontece…sempre acompanho seus textos Mariela.bj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account