Log In

Notícias

Temporada de cancelamentos. Estou de luto por ‘Cristela’, ‘About a Boy’ e ‘The Mindy Project’. E vocês?

Pin it

Os fãs de séries vivem dias tensos. Esta semana as emissoras de TV aberta nos EUA anunciam sua grade de programação e, mais do que entusiasmo pelas renovações e anúncios de novos shows, o período vem cercado de dor conforme chega as informações das séries que foram canceladas pelas grandes redes de TV.

Antes, estas informações era basicamente concentradas em 3 ou 4 dias, em anúncios oficiais feitos pelas emissoras. Mas desde o advento das redes sociais, os cancelamentos estão caindo em conta gotas, uma vez que produtores e artistas não esperam mais os canais e eles mesmo comunicam os fãs do encerramento de suas produções.

Até agora, o machado caiu sobre os seguintes shows.

ABC: cancelou Forever, Cristela, Resurrection, além do já antecipado fim de Revenge

NBC: cancelou State of Affairs, Constantine, Marry Me, One Big Happy e About a Boy

FOX: cancelou The Following, The Mindy Project, Backstrom e Mulaney.

CBS: cancelou Stalker

The CW: confirmou o fim de Hart of Dixie

Mas nem tudo está perdido. Alguns canais de TV e serviços de video on demand negociam com produtores e algumas destas séries podem ser absorvidas em uma nova casa.

Das séries acima, lamento especialmente por três comédias que faziam parte da minha “grade de programação”: The Mindy Project, About a Boy e Cristela.

The Mindy Project, é verdade, escorregou em seu terceiro ano. A comédia estrelada por Mindy Kaling se afastou da sua premissa inicial ao colocar juntos Mindy e Danny (Chris Messina). Mas este não foi necessariamente o problema: a questão é que as idas e vindas do casal, entre mudança de cidade, aberturas e fechamento de clínicas e uma gravidez inesperada, deu a série contornos dramáticos demais. The Mindy Project já não tem a leveza e o descompromisso dos seus primeiros anos. Mas a série ainda possui um dos melhores textos cômicos da TV e eu realmente ficaria bem feliz em ver mais uma temporada distribuída via Hulu ou vendo Mindy Kaling engatando imediatamente um novo projeto.

Com o fim de About a Boy, a NBC parece que está cortando de vez as comédias das noites de terça-feira. E a NBC, historicamente, sempre foi um canal de grandes comédias. A questão de About a Boy é que a série era uma sitcom familiar moderna (veja só, construída em torno do relacionamento de dois vizinhos, de diferentes idades!), vibrante, protagonizada por uma criança mas sem ser infantil ou moralista. David Walton, Minnie Driver e Benjamin Stockham formavam um trio sólido e o show tinha muitas possibilidades ainda. Fico ao menos na expectativa de ver os seis episódios ainda inéditos que restam para a NBC exibir. Quero seguir com About a Boy até o fim.

E de todos os cancelamentos o que mais lamento é o de Cristela. O que escrevi lá na resenha do episódio piloto só foi se confirmando semana após semana, ao longo de 22 episódios: Cristela era uma sitcom adorável e fofa, com um bom texto e que se esforçava para construir uma imagem verossímel de uma grande família latina – provavelmente a minoria pior representada atualmente na TV americana. Não à toa, em sua mensagem de despedida no Facebook, Cristela Alonzo pediu aos fãs para assistirem Jane the Virgin: “Cristela ter sido cancelada não é o mais importante. O que é importante é que apoiemos este show para manter a porta aberta para que outros possam passar por ela. Isto é o que importa”. Um grande gesto, de um grande ser humano.

E você, está triste pelo fim de que série?

Séries citadas:

É jornalista, pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pucrs e trabalha com produção de conteúdo para Internet desde 1995. É editor de internet do Jornal do Comércio, de Porto Alegre. Fundou o TeleSéries em agosto de 2002. Na época, era fã de The West Wing, The Shield, Família Soprano e Ed. Atualmente é viciado em The Good Wife, NCIS, Game of Thrones e Parks and Recreation.

11 Comments

  1. Claudia Braga

    Muito triste por Forever e Stalker, principalmente a primeira, que eu achava tão legal e fofa, e a segunda tinha grande potencial ( só acho) !!

  2. AllucardHellsing

    Muito triste por Forever, Constantine, Resurrection e The Following….
    =[
    essas coisas dão vontade de parar de continuar acompanhando series

  3. Thiago FLS

    Sem dúvida, o cancelamento que me deixou mais triste foi o de The Mindy Project. No começo, era uma série que eu acompanhava na base do “hope-watching”, esperando que ela fizesse jus ao seu potencial, e para mim isso só foi acontecer no meio da segunda temporada, quando começou o romance de Mindy e Danny. Algo que tinha tudo para acabar com a dinâmica da série só fez torná-la muito melhor, e eu adoraria ver como esses dois vão encarar a paternidade, ainda que numa temporada reduzida.

    Também lamento que não tenham dado uma chance a Constantine, que só foi engrenar lá pelo quarto episódio, mas tinha como trunfo um ótimo ator principal encarnando de forma perfeita um dos melhores anti-heróis dos quadrinhos.

    Por fim, dentre as séries que acompanho, não lamento os finais de The Following (que só tinha premissa para duas temporadas e olhe lá), Resurrection (escorregou feio na segunda temporada, e se o livro que inspirou a série serve de indicativo, o mistério das ressurreições jamais seria explicado), Mulaney (incrível como um comediante de stand-up brilhante como John Mulaney conseguiu fazer uma das piores sitcoms que já vi) e Marry Me (um Happy Endings reverso, com um ótimo casal principal mas um elenco de apoio bem fraco).

  4. Arthur Barbosa

    Querido Boss,

    fiquei triste com o cancelamento de Forever, pois adorava o estilo vintage da série. Minha casa é toda rústica, com objetos antigos, mas que estão na moda! A premissa era boa! Esse povo americano não sabe dar o devido valor a certas coisas, haha;

    – Ressurection eu só vi o piloto, nem vai fazer falta na minha vida;

    – De qual FBI agora, além do de The Following, eu vou cair na risada pelos erros patéticos? haha Vai fazer muita falta o Joe Carrol e toda a sua seita! #SaudadesPrimeiraTemporada;

    – Já About a Boy, eu me encantei desde o piloto, que foi divertidíssimo. Will e Marcus são incríveis juntos! Espero que a série tenha um final digno, pois do contrário ficarei frustrado e para finalizar;

    – Zoe Hart <3 Fofíssima, adorável e divertida Bluebell vai deixar saudades no meu coração. Que cidade maravilhosa. É uma pena ser fictícia, se não eu visitaria nas férias! O final foi mais que perfeito.

  5. Carol Cadinelli Mauler

    Fiquei bem triste por Mindy e por Dixie. Eram duas séries que acompanhei desde o início e das quais gostava muito. Eram o meu momento ‘no tension’ da semana. Além disso, fiquei ainda mais indignada quando vi que Mindy tinha sido cancelada e New Girl não xD New Girl já deu tudo o que tinha que dar até a segunda temporada. Não é engraçado mais, ou descontraído. Essa escolha prova o que eu já pensava da Fox: bad choices.
    Outra que eu via e que foi cancelada foi Revenge. Mas sobre essa eu comemorei, sambei bamba no caixão. A história já estava repetitiva e enjoativa, não tinha mais esquema lógico pra inventar ali. Todas as armações davam duzentas mil voltas pra chegar em um propósito não tão interessante assim. E como sou dessas que não abandona a série nem sob decreto, digo que, aleluia!

  6. Claudia Braga

    Concordo com tudo que você disse sobre Revenge, já estava na hora mesmo porque se não fosse cancelada, eu ia desistir nesta temporada.

  7. Fábio Revanche

    Deveriam continuar About a Boy em algum serviço On demand, tipo, Netflix. Era um sitCon que eu gostava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account