Log In

Reviews

Supernatural – We need to talk about Kevin

Pin it
Série: Supernatural
Episodio: We need to talk about Kevin
Número do episódio: 8x01
Exibição nos EUA: 24/09/2012
92.666666666667
4.6
3

Se você, como eu, deu o play no primeiro episódio da oitava temporada esperando ouvir Carry on my wayward son do Kansas, acabou estranhando a nova abertura. Depois de todos esses anos, nós já estávamos acostumados com a música. Mas neste episódio, junto com Locomotive breath do Jethro Tull, também temos que nos adaptar com a mudança de produtor, junto com Robert Singer, teremos Jeremy Carver comandando essa temporada. Esta última temporada colocou Supernatural no fundo do poço, espero que Singer e Carver consigam salvar a série neste oitavo ano.

De uma forma geral, achei esse primeiro episódio muito bom. Tivemos poucas explicações e bastante expectativa com a história do purgatório, Dean, Cas, Benny e Sam e sua namoradinha. Pudemos saber apenas que Dean saiu do purgatório com a ajuda de Benny (que provavelmente é um vampiro?) e ele aparentemente não sabe do paradeiro de Cas. Como os diálogos de Dean e Benny não foram muito esclarecedores, ficou aquela dúvida no ar de que eles podem ter feito alguma coisa bem sinistra pra sair do purgatório. Não acho que eles “sacrificaram” Cas ou coisa do tipo, Dean não seria capaz de tal coisa.

Enquanto Dean estava lutando pra sobreviver no purgatório, com todo o tipo de criatura bizarra na cola dele, Sam estava desfrutando de sua tão sonhada vidinha ordinária. Em um ano, ele atropelou um border collie, arrumou uma esposa veterinária, casa, comida e roupa lavada. Pois é, se isso é tá na pior, pohan, imagina o que tá bem né? #marilacfeelings

Achei mancada Sam não ter procurado Dean e ter dado um perdido em Kevin, mas também não é justo Dean criticá-lo já que ele também foi morar com a Lisa e Ben quando Sam foi parar no inferno daquela outra vez. Afinal, todo mundo merece umas férias de vez em quando.

Pra variar, aconteceu uma briguinha entre os dois e Dean não quer falar sobre o purgatório. Acho que eles precisam de uma terapia de casal! São sempre os mesmos problemas e esses dois nunca mudam. (Apesar de que gostei da cena do reencontro com Dean pulando em cima do Sam com boráx, água benta e faca)

A principal preocupação de Dean é encontrar Kevin. Tinha certeza que o Crowley tinha dado um jeito de sequestrar esse menino. Mas ele conseguiu escapar e estava morando numa igreja abandonada. Crowley foi muito ingênuo em acreditar que Kevin iria colaborar tão fácil em ajuda-lo a abrir as portas do inferno. E por falar em Crowley, ele novamente foi o responsável pelos melhores diálogos do episódio (elogiá-lo nunca é demais):

Crowley: Onde está o anjo?

Dean: Pergunte para sua mãe

Crowley: Olha aí as respostas de primário. Estava sentindo fata disto. Alce! Ainda está com as costeletas! Eu admiro isso

[…]

Dean: Isso não acabou, Crowley

Crowley: Sério Dean, quem escreve suas falas? Um marshmallow?

O que me fez rir também foram as cenas com a Channing. Como essa menina é paranoica com essa história de faculdade! A primeira coisa que Kevin fala é “tem um demônio dentro de você e você está cursando sua segunda opção de faculdade” e parece que ela ficou mais preocupada com a parte da faculdade.

E por falar em Channing, é Meg quem estava possuindo a menina? Meg está trabalhando com o Crowley? Alguém podia explicar essa história? Porque da última vez, ela estava ajudando Cas e os Winchesters porque estava com medo do Crowley.

Mas voltando à história principal de fechar as portas do inferno. Isso já não tinha acontecido antes? O demônio dos olhos amarelos não tinha aberto as portas do inferno no final da segunda temporada? Eu posso jurar que esse assunto já tinha sido resolvido em tempos passados, mas não tive tempo de rever os episódios. Se vocês lembram, por favor, refresque minha memória nos comentários :)

Gostei dos flashbacks dos purgatório e acho que Benny dará pano pra manga. Ele tem cara de encrenca, mas não pudemos ainda saber qual é a dele, se ele vai ajudar Dean ou se vai acabar sendo mais um problema na trama. Já os flashbacks do namorinho de Sam foram meio chatos, já que a história é previsível, parece aqueles filmes onde a menina esbarra com o menino no corredor do colégio e os livros caem. (na série, substitua os livros pelo cachorro).

Você está sentindo cheiro de cachorro? Sabia que tinha um cachorro!

Até o fim da temporada darão um jeito de encontrar um meio de salvar Kevin, não acho que ele vai morrer no final, ele tem cara de bonzinho! Crowley será o problema principal, já que ele quer que o garoto trabalhe como Google Translator particular dele. Vamos aguardar, desta vez estou com esperanças!

Séries citadas:

4 Comments

  1. Tamara

    Carry on my waryward son nunca tocou no 1º episodio e sim semre no ultimo acho que vc se enganou!

  2. sheilaamoraes

    Realmente o Dean voltou meio chato…Nao teria o direito nenhum de brigar com o SAM…Mas ele mesmo assim é dmais….realmente tenho a impressao q o portal ja foi aberto…qdo eles conseguem matar o Olhos amarelos…

  3. sheilaamoraes

    Juliana Baptista … Cade seu Realese sobre o episodio 2 …. adoro ler…sempre muito bem escrito e bem “sacado” …

  4. Juliana Baptista

    Sheila, fiz uma review dupla dos dois últimos episódios! Eu ia acabar demorando muito pra postar a resenha do segundo episódio, daí esperei sair o terceiro e postei de uma vez só!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account