Log In

Reviews

Supernatural – Defending Your Life

Pin it

Série: Supernatural
Episódio: Defending Your Life
Temporada:
Número do Episódio: 7×04
Data de Exibição nos EUA: 14/10/2011

No episódio que achei que teria uma grande tensão entre Dean e Sam, tudo acabou meio que num “final feliz”. Os Winchesters voltaram a resolver casos rotineiros.

Chega de demoniozinhos medíocres ou criaturas tiradas das páginas empoeiradas da enciclopédia sobrenatural! O episódio trouxe ninguém menos que Osirís, o rei egípcio. Sinceramente achei que foi muito “fácil” acabar com ele e Osíris ficou num patamar das criaturas comuns que os Winchesters já lutaram. Já tivemos monstros menos poderosos que deram mais trabalho para os irmãos do que o deus egípcio (tem que ver isso aí, hein pessoal?!)

Segundo a mitologia, Osíris julgava as pessoas depois de sua morte física na conhecida Sala das Duas Verdades. A diferença é que em Supernatural, ele julgava as pessoas vivas e as condenava à morte. Eu não achei a atuação do Faran Tahir tão espetacular, ele tem uma cara de durão, mas não se compara com Mark Sheppard ou Mark Pellegrino, que nós já estávamos acostumados!

Dean foi escolhido por Osíris para ser o réu da vez. Isso nos fez lembrar de que Sam é quase um advogado, sério, eu nem lembrava mais disso! Sam se ofereceu para ser advogado de defesa de Dean, mas não adiantava muito já que a condenação dependeria do arrependimento do próprio Dean. Sam se saiu muito bem como advogado, mesmo alegando que estava usando uns truques que aprendeu em The Good Wife (eu ri). Osíris convoca três testemunhas para acusar Dean.

Prepare sua paciência, Jo era uma das testemunhas. Pra quem achou que não veria nunca mais aquela cara de peixe morto, teve a desagradável surpresa de reencontrar a moçoila, com uma cara pálida e protagonizando um fantasma a lá dramalhão mexicano. Gostei de quando a Jo morreu (mas não gostei da Ellen ter ido junto) porque aquele papelzinho de irmã dos Winchesters e ao mesmo tempo tendo uma paixonite pelo Dean não tinha nada a ver! (Sou a favor de personagens femininas fortes e de atitude, tipo Bela).

Osíris tinha o plano de acusar Dean pela morte de Jo, de ter privado Sam de ter uma vida normal na faculdade e de ter matado Amy pelas costas de Sam. Só que esta última testemunha foi dispensada por Dean que solicitou o veredito final. Pensei que quando Amy aparecesse, seria aquele climão e Sam descobriria que Dean não mudou e continua não aceitando “aberrações” mesmo que elas sejam inofensivas. Com isso, perderam a oportunidade de gerar aquela tensão entre os Winchesters, mas particularmente acho que com isso a história voltaria naquele lenga-lenga entre Dean e Sam.

Bobby descobre que pode “colocar Osíris para dormir temporariamente” se lhe atingirem com um chifre de carneiro. Sério, chifre de carneiro? Pensei que teriam de retalhar o corpo do Osíris ou fazer algo mais complexo. Sam achou um chifre numa sinagoga, mas não mostra como ele conseguiu pegar já que um cara o pegou em flagrante (ele pode ter convencido o cara, batido nele… são muitas opções).

Jo aparece para matar Dean e protagoniza a cena mais irritante do episódio: ela não quer matá-lo, mas Osíris comanda seu espírito. Depois de alguns mi mi mis e carinhas de filhote de vitrine de pet shop (tanto da parte de Jo quando de Dean), ela liga o gás do apartamento. Mas antes de acender o isqueiro, Sam consegue atingir Osíris com o chifre de carneiro.

Quando mataram Osíris, fiquei decepcionada porque achei que Mia, a moça do bar era uma cúmplice dele. Ela enchia a cara dos clientes e dava uma de psicóloga para eles desabafarem e se tornarem vítimas em potencial de Osíris, mas não.

De verdade, o único ponto realmente significativo do episódio foi Sam ter confessado que não carrega mais tanta culpa depois que saiu do inferno, diferente de Dean que carrega o fardo até de coisas que ele não é responsável. Mais um episódio em que o problema principal, os Leviatãs, foi deixado de lado, Sam não surtou vendo Lúcifer e tudo continua como se nada tivesse acontecido.

Séries citadas:

1 Comment

  1. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 27/2 a 4/3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account