Log In

Reviews

Spooks – Série 10, Episódios 4, 5 e 6

Pin it

Série: Spooks
Episódio: Série 10, Episódio 4
Temporada: 10
Número do Episódio: 10×04
Data de Exibição na Inglaterra: 9/10/2011

Extremistas islâmicos estão preparando ataques suicidas a Londres. Até aí nada muito original, tanto na escolha dos antagonistas como na ameaça em si, mas o episódio desta semana remete a um excelente episódio da segunda temporada, em que Tom Quinn e sua equipe tentam evitar um ataque similar, contando também com a ajuda de um dos terroristas.

E há muito não se via na série um pouco de suspense e tensão, com os agentes correndo contra o tempo para evitar o pior e, desta vez, com um ingrediente a mais para incrementar o drama, trazendo-o para um patamar pessoal.

Erin, que já demonstrou certa relutância em envolver os informantes do MI5 em situações de risco, mais uma vez se vê forçada a colocar seus princípios de lado em nome do dever.

Para piorar, o informante, que é forçado a carregar uma bomba amarrada ao corpo, revela que não só a filha dele, como também a filha de Erin está nas mãos dos terroristas, o que força ambos a deixarem que o atentado aconteça, sendo que o informante deverá sacrificar sua própria vida e Erin deverá assistir a tudo sem poder fazer nada.

O clímax do episódio, que acontece em um dos cartões postais da cidade, intercalado com cenas de Dimitri invadindo o cativeiro a tempo de salvar a filha dela foi digno dos tempos em que Spooks estava em seu auge. O informante acaba perdendo sua vida, morto por agentes do MI5, sob ordens de Harry. Erin só pôde assistir à morte dele sem saber, até o último instante, se sua filha estava viva ou não.

E a nova líder de campo da Seção D revelou que não é tão dura quanto quer que os outros acreditem que ela é. Sua personagem retratou bem a dificuldade de equilibrar os dois papéis, o de agente do governo, que se arrisca todos os dias e o papel de mãe, tal qual Fiona Carter anteriormente.

De volta ao Grid, Harry pede a ela que reveja sua decisão de deixar o cargo, pois ele lhe diz que precisa de agentes como ela, que ainda trazem consigo um pouco de humanidade.

Enquanto isso o affair envolvendo Harry, os Gavriks e a CIA continua, com um atentado fracassado contra a vida de Elena Gavrik, trazendo ainda mais revelações sobre o passado de Harry e colocando-o em uma posição ainda mais delicada frente a seus colegas e superiores, sem falar em relação à Ruth, que aceita o convite do Secretário Towers para trabalhar como conselheira de assuntos ligados a segurança e aos serviços de inteligência. Harry não se decide em relação à Ruth e sua situação com Elena não ajuda em nada…

Série: Spooks:
Episódio: Série 10, Episódio 5
Temporada: 10
Número do Episódio: 10×05
Data de Exibição na Inglaterra: 16/10/2011

As reviravoltas continuam e fica cada vez mais difícil saber quem está por trás do quê e, o mais importante, por quê. Confuso? Mais confusa ainda é o desenrolar da trama. Ao longo da temporada acompanhamos todo o trabalho de bastidores para sabotar a aproximação entre o Kremlin e Downing Street e as suspeitas de Harry estavam voltadas para seu ex-colega da CIA e amigo Jim Coaver, levando-o a traçar um plano para seqüestrá-lo a fim de arrancar-lhe a verdade. Tal plano não conta com o apoio de Ruth, que agora trabalha para o Secretário de Estado como Conselheira de Segurança e vê o quanto Harry está fora de si.

Entretanto, a morte inesperada de Coaver nas mãos de falsos agentes da CIA muda a situação e, Ruth acaba cedendo ao pedido de Harry, arriscando-se ao invadir a embaixada dos EUA em busca de provas. São cenas carregadas de tensão e suspense, como nos velhos tempos, mas com um pouco de humor, como a reação exasperada de Ruth ao ser informada da senha de acesso ao depósito de provas da embaixada.

No entanto, tanto esforço se revela inútil, pois Sasha, que havia plantado um grampo no carro de Harry, intercepta Ruth e rouba-lhe o laptop.

O atentado contra o Secretário Towers que acontece simultaneamente ao roubo me pareceu um tanto gratuito a essa altura, fora que a cena foi pessimamente executada. Além dos efeitos especiais mal feitos, considerando a distância em que o carro dele estava do carro-bomba era impossível que ele escapasse somente com um arranhão na testa.

Fica claro que o chefe da Seção D foi enganado o tempo inteiro e que nem mesmo a CIA está a par do que está acontecendo. Quem estaria por trás da farsa?

Sasha descobre quem é seu verdadeiro pai ao acessar os dados do laptop de Jim Coaver e algo me diz que é algo de que ele já desconfiava.

Os agentes são surpreendidos com a ordem de extradição de Harry para os EUA, pedida pela CIA, em razão da morte de Jim Coaver. Ruth se desespera, mas Harry mostra-se estranhamente calmo enquanto é levado para a embaixada americana.

Em sua reta final a série ganha um novo fôlego e isso só me faz lamentar o fato de que só falta um episódio.

Série: Spooks:
Episódio: Série 10, Episódio 6
Temporada: 10
Número do Episódio: 10×06
Data de Exibição na Inglaterra: 23/10/2011

Um homem embarca em um avião de passageiros russo com uma maleta que parece conter uma bomba. O que parecia uma crise terrorista de rotina logo se revela um plano elaborado para sabotar o acordo Rússia-Reino Unido, colocando em risco a vida de centenas de pessoas.

A maleta não é uma bomba, mas sim um dispositivo que bloqueia as comunicações do avião, o que impede que se saiba se ele foi ou não seqüestrado. Só que depois do 11 de setembro o procedimento padrão é abater qualquer aeronave que deixe de responder ao controle aéreo.

Eis a grande revelação e também reviravolta da trama: a única pessoa em terra que sabe disso além dos responsáveis pela operação é Elena Gavrik, que confessa que enganou não só Harry como também sua própria família. Sasha é filho de Ilya e não de Harry e ela usou essa mentira para manipulá-lo. Tudo em nome da pátria. O filho de Elena mal consegue acreditar nas palavras de sua mãe. E nesta hora, por incrível que pareça, fico com pena de Illya Gavrik, que de grande vilão da história passou a não mais que uma vítima de um grande golpe, assim como Harry.

Elena é levada por Harry e a equipe para um local isolado e um tenso interrogatório se segue. O falso seqüestro é revelado e com isso a ordem para abater a aeronave é cancelada, evitando uma tragédia.

Quando tudo parece resolvido e todos baixam a guarda, Ilya consegue entrar na sala em que está sua esposa e a mata, estrangulando-a. Sasha assiste a tudo, trancado do lado de fora, sem poder fazer nada. Transtornado, ele deixa o local, indo atrás de Harry e o encontra, conversando com Ruth.

E o que se segue é uma das cenas mais tristes de toda a série. Depois ser ferida ao tentar proteger Harry de um ataque de Sasha, Ruth acaba morrendo em seus braços enquanto falava para ele sobre a casa de seus sonhos.

A morte de Ruth foi uma surpresa. Ainda que muitos esperassem a morte de um dos dois no final, mas a maioria apostava que Harry morreria e Ruth assumiria o Grid. Pessoalmente, esperava que nenhum dos dois morresse e que Ruth continuasse seu trabalho junto ao Secretário e Harry de alguma forma se retirasse do Grid, deixando Erin no seu lugar.

Algum tempo depois Harry é visto em roupas civis olhando uma casa que pela descrição seria a casa dos sonhos de Ruth. A primeira vista parece que ele se aposentou e está procurando um lugar para passar o resto de seus dias, longe de sua antiga vida. Mas parece que algo o faz desistir e acredito que seja o fato de que Ruth não esteja mais ali, o que tornaria aquele lugar sem sentido.

Os fãs mais antigos devem ter vibrado com a cena entre Harry e o Secretário Towers. A conversa extraoficial dá a entender que eles cuidaram dos responsáveis pelo atentado utilizando-se de meios também extraoficiais. E, numa breve participação, Matthew MacFaddyen, retorna à série como Tom Quinn para cumprir esta missão.

A cena de Harry em frente ao mural com os nomes dos agentes mortos em serviço além de emocionante foi um jeito legal que os roteiristas encontraram de homenagear não só os personagens que passaram pelo Grid ao longo destes 10 anos, mas também os fãs mais antigos, que reconheceram rapidamente cada um dos nomes que a câmera mostrou até chegar ao de Ruth.

No final, resta a Harry apenas seu trabalho. No final das contas, é o que ele se tornou e, de certa maneira, é onde ele pode se sentir próximo de Ruth. E é lá no Grid que o vemos, sentado à sua mesa e atendendo ao telefone, antes de a tela congelar pela última vez.

Séries citadas:

é fã do gêneros sci-fi, drama, ação e policial. Começou a acompanhar séries ainda criança, mas foi a partir de Arquivo X que as séries de TV tornaram-se uma parte cada vez maior de seu dia a dia - dos encontros de fãs às amizades, às discussões em listas de emails, chats, redes sociais e sites especializados. Séries britânicas, canadenses e de outros países também costumam chamar sua atenção. Suas séries preferidas de todos os tempos são Mad Men, Dexter, Battlestar Galactica, Arquivo X, Jornada nas Estrelas, In Treatment, The Sopranos, Six Feet Under, Sex and the City, The Shield, Homeland, Frasier, Spooks (MI-5), Downton Abbey, Anne Fortier, Cold Squad e Sherlock.

Website: http://thameshouse.wordpress.com

6 Comments

  1. Pingback: Episódio 10×05 « [s p o o k s ]

  2. Pingback: Episódio 10×04 « [s p o o k s ]

  3. Pingback: Episódio 10×06 (SERIES FINALE) « [s p o o k s ]

  4. Mica RM

    Ainda não vi esta temporada (não vou nem comentar o meu atraso com tudo), mas li o texto e fiquei arrasada com a morte da Ruth. Que tristeza :(
    E a série terminou mesmo?

  5. Patricia Emy

    Terminou sim, Mica. E a morte de Ruth dividiu bastante os fãs. No DVD da 10ª temporada, em uma das faixas de comentários é mencionado o final alternativo — Ruth não morre, mas Harry acaba sendo forçado a assumir a culpa por tudo que aconteceu. A exemplo do que fizeram por Zoe, a equipe consegue providenciar sua fuga, mas ele não poderá retornar ao país. E no final vemos uma ligação dele para Ruth, que está no Grid. Ele não fala nada, mas ela de alguma forma sabe que é ele do outro lado da linha.

  6. Fernando dos Santos

    Ainda não vi nenhum dos dois finais,mas pela descrição gostei mais desse final alternativo.
    Aliás, estou várias temporadas atrasado com Spooks.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account