Log In

Spoilers

Spoiler Zone VI: Carnivàle e 24 Horas

Pin it

Mas que season premiere foi essa de Carnivàle? Merecedora de uma coluna inteira só para ela… Tentador, muito tentador, mas tem muita coisa pra falar, err… Escrever! Coluna um pouco monopolizada por Carnivàle, mas não deixa de estar recheada de coisas inéditas aos fãs brasileiros: A volta da Twin Peaks moderna, o retorno surpreendente de 24 Horas e sua quarta temporada e ainda, spoilers de Jack & Bobby, Everwood, Gilmore Girls, Alias e The O.C... E olha que eu não ganho pra escrever aqui!

***

RAPIDINHAS

The Shield

** Já está a venda lá fora a primeira temporada completa da série clássica The Twilight Zone (Além da Imaginação). A segunda temporada já se encontra em pré-ordem, agora é só torcer para vir para cá ainda neste ano… Eu quero!

** Alguém me explica como Jeremiah não foi comprado por nenhum cabo brasileiro até hoje? Os direitos da série cult devem ser super baratinhos e a mesma já tem duas temporadas completas exibidas lá fora pelo Showtime, o mesmo de Dead Like Me e Os Assumidos.

** A quarta temporada de The Shield já tem dia para voltar! Será no dia 8 de março e trará novidades de peso como a entrada de Glenn Close para o elenco fixo da série. Acima você vê detalhe da primeira foto de divulgação liberada pela FX, com Michael Chiklis e Glenn Close lado a lado.

** Boas notícias para os fãs do Rei do Rock! A CBS está preparando uma mini-série sobre Elvis Presley protagonizada por Jonathan Rhys-Meyers (do filme Driblando o Destino). A mini terá quatro episódios.

***

CARNIVÀLE: A MELHOR SÉRIE DA ATUALIDADE

Carnivále

Horas parado em frente ao computador, olhando o traçinho horizontal do mouse no Word aparecendo e sumindo e enquanto o faz, este colunista perplexo pensa em como falar da grandiosidade desta série, sempre medindo muito bem as palavras. Como conseguir passar para os leitores a minha admiração e respeito por esta série, cuja produção é mais cuidadosa de que qualquer filme de Hollywood que esteja passando nos cinemas da sua cidade.

Se você não conhece Carnivàle, seja porque não tem HBO ou seja porque você tem mas é burro demais e não assiste, você precisa conhecer. Mas o que é exatamente? Sobre pessoas de um circo? Não e sim. Ficamos com o mais ou menos. A série se passa nos anos 30, a grande depressão americana devido a quebra da bolsa de Nova York. Década marcada por um país desordenado, e muitos suicídios devido à depressão. Carnivàle é um circo de pessoas digamos bizarras, algo bem comum na época. Um circo móvel que viaja de cidade em cidade, trazendo alegria aos moradores dos Estados Unidos em uma época tão conturbada.

Na primeira temporada, fomos apresentados a Ben Hawkins, um garoto de vinte e poucos anos que é acolhido pelo circo depois da morte de sua mãe. Como ele é acolhido, é um tanto misterioso, é como se o circo estivesse atrás dele. Talvez não o circo, mas os responsáveis do auto-escalão. Ben, interpretado por Nick Stahl também possui um dom muito especial. Ele é capaz de curar pessoas de suas doenças, apenas as tocando com suas mãos. E é ai que Carnivàle começa a mostrar seu lado fantasioso. Mas espera ai, você não disse que era uma série sobre a depressão? Não! É só ambientada nessa época, o seu verdadeiro tema de fundo, é algo bem mais complexo: a batalha entre o bem e o mal, o apocalipse, o fim dos dias. Mas tudo isso é sempre mostrado subliminarmente, ou seja, não vemos nuvens se fechando e demônios passeando, e é ai que Carnivàle é única.

Do outro lado, como oponente de Ben, temos Brother Justin, um reverendo que tem sua fé abalada e acredita ter um grande papel reservado para ele. E tem mesmo. O sujeito (lembrem-se, sempre subliminarmente) é possuído por um demônio, mas isso só fica realmente claro no fim da primeira temporada. Aliás, os dois nem se conhecem pessoalmente durante toda a primeira temporada. Mas óbvio que não, qualquer fã sabe que o dia que isso acontecer, será possivelmente o fim da série.

Mas a segunda temporada, que é o que realmente interessa aqui, muda alguns padrões da primeira, e seu episodio de estréia, é não só superior a todos da temporada passada, como é superior a toda temporada passada junta. Os eventos começam exatamente onde terminaram os da temporada passada: Lodz morto. Ben falando com “The Management”, Sophie e sua mãe presas no trailer (só a primeira acaba escapando) e Brother Justin e sua irmã Íris em conflito.

Ben parece mais perturbado do que nunca, ele tem uma visão reveladora dada pelo Management que mostra que o apocalipse acontecerá se ele não encontrar Brother Justin a tempo. Mas para isso, o Management diz que antes ele precisa encontrar Scudder, pai de Ben. É uma cena fantástica a do apocalipse, vemos Justin e Ben sendo cobertos por uma tempestade de areia sem proporções.

Enquanto isso, no plot do Brother Justin, interpretado pelo brilhante Clancy Brown, enquanto faz um discurso em uma rádio, ele usa palavras proféticas que em uma sobreposição de cena, vemos um historiador as lendo em um livro sagrado e macabro ao mesmo tempo que ouve ao Brother Justin no rádio, desconfiando então que o reverendo é um demônio.

O tal historiador tem um contato meio bizarro com Justin e o revela que ele precisa achar Henry Scudder, mesma tarefa de Ben. É ai que Justin viaja com sua irmã Iris e é surpreendido por, no meio da estrada do deserto, achar uma árvore idêntica ao seu sonho. No sonho, ele construira uma igreja no vale ao lado da árvore e ao vê-la, ele diz à Iris que é ali que será o novo reino dele.

De volta ao circo, Sophie está sumida desde que Jonesy deu um chute na bunda dela (chute na bunda não é uma expressão muito apropriada para esta frase considerando que Jonesy é perneta) e todos saem à sua procura.

Realmente, fica difícil se estender muito falando sobre Carnivàle. É difícil explicar a paixão que sinto por esta série. Aliás, que carma péssimo se apaixonar por séries de apenas 13 episódios por temporada! Impossível explicar em um texto a complexidade de Samson, Ben, Justin, Sophie, Jonesy, Iris, Ruthie, etc… O que eu posso dizer, ou melhor, torcer, é que a segunda temporada seja logo exibida por aqui pela HBO. Eu preciso de pessoas assistindo para ter com quem comentar a melhor série da atualidade.

Bom, vou ficando por aqui neste assunto, para os fãs da série se quiserem saber mais detalhadamente da volta da série ou se tiverem dúvidas mandem email (pedrobeck@gmail.com)! Não há o que dizer sobre Daniel Knauf, criador da série e responsável pelo roteiro da season premiere. Só posso agradecê-lo por tornar minhas noites de domingo as melhores que eu poderia ter, assistindo sempre à episódios inéditos de Carnivàle.

Carnivàle é único, perfeito, maravilhoso, é simples, mas complexo, diferenciado, explêndido, excitante, inovador e acima de tudo, apavorante!

***

24 HORAS: QUEM SÃO ESTAS PESSOAS?
NÃO IMPORTA, POIS ELAS SÃO DEMAIS!

24 Horas

Eu não colocava fé nenhuma na nova temporada de 24 Horas. Todo mundo que eu mais gostava foi-se embora: Tony, Michelle, David Palmer, Chapelle, Nina Myers e até Sherry Palmer.

Quando as coisas não podiam ficar mais esquisitas, eis que a única personagem mais insuportável do que a Kim retorna para a quarta temporada: Chloe. Mas agora ela é aturável, virou tipo a “sabe tudo” da CTU, que por sua vez agora é comandada por uma mulher.

Quanto aos personagens novos, eles não faltam. São muitos e para a minha surpresa, são todos ótimos! À começar pela nova chefe da CTU, Erin Driscoll. A mesma foi responsável pela demissão de Jack Bauer assim que terminaram os eventos da terceira temporada. O motivo era meio óbvio: Jack “junkie”!

Jack agora trabalha para o Secretário de Defesa James Heller (William Devane) e para a surpresa geral, ele tem um affair: Audrey, a filha do secretário, a excelente atriz Kim Raven. Para se ter uma idéia da nova atmosfera da série, o season premiere começa com os dois deitados juntos na cama. O relacionamento dos dois não poderia ser mais sério, porém, é secreto, a pedido de Audrey e contra a vontade de Jack que não é mais um viciado em heroína. A chefe de Jack, sua namorada e seu novo patrão particular, são os três novos personagens principais. Tem vários outros, mas são coadjuvantes, como o cara que agora faz o trabalho que o Jack costuma fazer. Virou meio que um “strike team” à la The Shield. Todos de jaqueta de couro e óculos escuros.

Os eventos do dia começam com um trem sendo explodido. Mais uma vez a nova ameaça do dia são bombas e mais bombas. Enquanto isso, Andrew Paige, um jovem hacker, invade um sistema e descobre algumas informações terroristas que não deveria. A um piscar de olhos ele começa a correr por sua vida e todos ao seu redor, em casa e no trabalho, são assassinados. Ele consegue entrar em contato com Chloe na CTU, sua antiga amiga, e diz o que acontece. Ela relata a nova chefe da CTU que praticamente ignora o acontecimento.

O secretário Heller decide fazer uma visita ao seu filho, visita que estava fora do programa do dia. O jovem de vinte e poucos anos é um pacifista que vai contra as idéias de seu pai e os dois acabam em uma séria discussão. Mas a mesma é interrompida por um ataque inesperado ao senador e sua filha Audrey, que são seqüestrados. Pelo visto qualquer pessoa que chega perto do Jack é seqüestrada ou morre…

Antes da abdução, Jack tenta provar a chefe da CTU que a explosão que ocorrera pela manhã no trem foi um alvo “falso” que deveria haver algo maior por trás, mas ela disse que ele não trabalha mais lá e o obriga a se retirar do recinto. Ele não obedece e junto com Chloe acessam algumas informações. Os dois trocam confidencias dos velhos tempos e ele diz à ela que não confia em ninguém ali e ela diz o mesmo à Bauer.

No último núcleo de novos personagens, temos uma família turca (marido, esposa e filho adolescente) que está diretamente ligada aos atentados do dia.

Sem dúvida os quatro episódios iniciais foram surpreendentes. Não tem mais os personagens antigos, mas os novos são ótimos, todos personagens fortes e cheios de atitude. Há uma cena em que Jack briga fisicamente com o tal do Ronnie, o cara que agora faz o que o Jack fazia, e ele leva uma surra do novato, é impressionante! Mas apesar de todas as qualidades, 24 Horas nitidamente deu uma desvalorizada ainda mais com essa estréia em janeiro, mas só depende da quarta temporada para garantir a produção de mais temporadas. Não que a Fox tenha muitas opções, e honestamente, ao mesmo tempo em que Joel Surnow tem uma habilidade incrível para não trazer os personagens que tanto gostamos de volta, o cara também merece aplausos pelas maravilhosas construções de personagens.

E para quem ainda não sabe o que está rolando com os personagens passados, Chase e Kim estão morando no subúrbio onde ele faz segurança particular, Palmer não é mais Presidente (duh!) e Tony está na cadeia. E adivinhem só? Em breve será um homem solteiro, isso mesmo! Michelle pedirá o divórcio.

Quem sabe agora com o contrato de Dennis Haysbert, onde ele participará dos últimos seis episódios da série, a série não volte a ter um gostinho dos bons e velhos tempos de volta… Mas até lá tem muito chão para percorrer e não se esqueçam… Sherry Palmer levou um tiro, mas o último close que vimos dela caída no chão, no final da terceira temporada, ela ainda respirava…

***

SPOILERS: JACK & BOBBY, EVERWOOD, ALIAS & THE O.C.

** Mike Erwin, o ator que interpretava Colin, namorado de Amy na primeira temporada de Everwood fará algumas participações especiais em Jack & Bobby. Na série, o ator será o novo “love affair” de Courtney.

** Por falar em Everwood, adivinhem quem está voltando para a série depois do cancelamento de Dr. Vegas? Ela mesma! Sarah Lancaster, a chata da Madison! Será que ela vai estar de barrigão?

** Está confirmado! Logan e Rory de Gilmore Girls formarão um casal em breve! Yes! Adeus, Dean! Ou não? E quem está voltando à série para algumas participações é Christopher, pai de Rory.

** Um dos personagens de Alias perderá sua casa em um incêndio! Quem será? A spysexy? Não! O cara do Titanic, hehe? Não. Michael Vartan e seu Vaughn chatérrimo? Sim! Aliás, vocês souberam que ele foi considerado a melhor vítima da série Punk’d de Ashton Kutcher? Estão imaginando como foi o trote? Uma audição para ser o vilão de Spider-Man 3

** Ainda Alias. A quarta temporada começou e nada de Lauren! Onde a vilã da terceira temporada está? Congelaaaaada!!

** Agora só para os fãs da teen The O.C.: Todo mundo já sabe que a Marissa vai ter um romance homossexual em breve na série, e isso vai acontecer assim que o jardineiro da garota, o JD, sair da série (sim, ele sai). Mas o que a maioria de vocês não deve saber é que o par dela será a atriz Oliva Wilde, a Alex, atual namorada de Seth.

** Julie Cooper será chantageada por um homem de seu passado. Outro spoiler ainda sobre ela, é que a vilã mexicana e Kirsten fundarão uma revista para ser vinculada em toda Newport Beach. E agora sobre a Kirsten: ela será flertada por um dos organizadores da revista!

Séries citadas:

11 Comments

  1. Jordan Bruno

    Carnivàle era bom demais … HBO (USA) traga essa série de volta já! é uma ordem!

    que bom saber que não só eu via essa série …

  2. madalena

    eu amo a serie nunca vi uma melhor passo o dia e noite pra assistir toda a temporada beijo

  3. JULIANO

    Meu amigo!!!!
    Eu sou apaixonado por Carnivale!!!!
    Aqui no meu bairro todo mundo fala mal, achei que eu fosse meio seqüelado, mas agora que li o texto que você escreveu sobre a série, to mais tranqüilo.
    Obrigado por vc existir!!!!

  4. Evandro Guedes

    tb sou fascinado por carnivàle o mistério e o desconhecido são excitante e mostrado desta forma ficou excelente…

  5. Marcus Vinicius

    Realmente concordo com o texto, é uma série diferente, muito bom seriado, muito inteligente, nos prende do inicio ao fim de cada episódio, aqui onde moro acho que ninguem assiste, tambem passa muito tarde, eu comecei a assistir num dia de insônia, mas agora não perco um, espero que o SBT continue passando toda a temporada…

  6. Thaís

    Adorooooo!

    Sou viciada em Carnivale!

    Melhor série de todos os tempos!

  7. Andréa Oliveira

    Alguém pode indicar links em funcionamento para Carnivále – 2. temporada? Os que tenho não estão dando certo…

  8. Adriano Luiz

    Essa série é fantástica, não acredito que não vai continuar, deveriamos fazer um abaixo assinado e mandar para HBO, isso não é justo com os fãs!!!!

  9. JOSE DO EGITO

    ainda bem que não preciso depender de SBT pra curtir minhas series… eu baixo mesmo na net sem medo e sem preconceito… pois sou uma travesti da nova era!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account