Log In

Spoilers

Spoiler: Lost, Ano 3 – Parte 2

Pin it
cena de Lost

Antes de tudo, se você deu bobeira e perdeu a primeira parte da Spoiler Zone sobre Lost, não fique para traz e leia aqui. Feito isso, continue.

Estes três últimos episódios são o ponto alto desta mini-temporada. Pequenas perguntas serão reveladas e várias outras ficarão sem respostas. E mais um importante personagem se despediu da série. Os autores de Lost já adiantaram que essa terceira temporada seria mais focada na vida dos Outros. Será que ao longo da temporada descobriremos quem realmente são, porquê estão ali e o quê querem?

Every Man for Himself, quarto episódio, é centrado em Sawyer, e começa com uma cena bem bacana onde Paulo está jogando golfe e Desmond chega e bate um papo com o boa vida.

Henry Ga…, quer dizer, Ben vai visitar Sawyer em sua jaula. Os dois conversam e Sawyer tenta machucá-lo, mas é ele quem acaba se machucando. Ele toma uma surra e chega a ficar inconsciente. Quando acorda está amarrado numa mesa e com um curativo no peito.

Ben diz que lhe colocou um marca-passo e agora ele terá que se comportar porque seus batimentos cardíacos não podem passar de 140 por minuto, ou seu coração explodirá. Ele lhe dá um relógio para monitorar seus batimentos e diz que se ele contar para Kate, colocarão um marca-passo nela também.

No início do episódio vemos uma enorme movimentação dos Outros e descobrimos que eles estão trazendo Coleen (lembram? A mulher que levou um tiro da Sun) de volta. Ela está num estado grave e Juliet não obtém sucesso e vai buscar Jack para ajudá-la. Antes de entrar na sala de cirurgia, ele olha de longe alguns raios-x que o deixam curioso. Mas o médico não consegue controlar a hemorragia e ela acaba morrendo. O marido dela, Danny, fica inconformado com a morte da esposa e procura algo ou alguém para liberar sua raiva. Adivinham quem é o infeliz? Sawyer! Ele tira o malandro da jaula e começa a esmurrá-lo, com Kate assistindo. Imediatamente o relógio em seu pulso começa a apitar e está quase ultrapassando os batimentos permitidos. Ele pergunta varias vezes se Kate o ama, ela não diz e ele continua batendo até ela dizer. Ela não agüenta ver o “amado” (rs) apanhar e finalmente diz que o ama. Danny vai embora deixando o “coitado” todo machucado. O que esses dois estão sofrendo na mão desse pessoal é fora de sério. Enquanto o Sawyer não leva pelo menos um murro na sua cara safada, The Others não ficam satisfeitos. Mas ele também não é santo não…..na maioria das vezes ele provoca.

Kate descobriu uma maneira de sair das jaulas onde ela e Sawyer estão presos. A sardenta escapa da jaula e tenta soltar Sawyer. Ele diz que é não é pra ela perder tempo tentando soltá-lo, que se ela realmente o ama é pra ir embora. Kate diz que só falou que o amava pro Danny parar de batê-lo. Ela não conseguiu tirá-lo de lá e volta pra jaula. Sawyer fica inconformado e diz:

Droga, sardenta, não! Corra! É cada um por si!

Ela responde:

Viveremos juntos ou morreremos sozinhos.

Nos flashbacks de Sawyer vemos ele armar mais um de seus fabulosos golpes. Ele está na cadeia e um homem vai preso por roubar 10 milhões de dólares do governo. Vemos ele armar a isca, pegar a presa e puxar o anzol. Ele consegue mais uma vez aplicar outro golpe e mais tarde descobrimos que tudo não passou de uma ação conjunta com a policia. O acordo era que se ele tivesse sucesso, receberia uma comissão dos 10 milhões e sua pena seria diminuída. Ele então pede para que seja criada uma conta com o nome de Clementine Phillips (no inicio do episódio descobrimos que é sua filha) e que sua parte do dinheiro seja depositada lá.

Ben madruga Sawyer e o chama para uma caminhada. Eles estão indo para o alto de uma colina, pois Ben quer que o malandro veja algo. Eles já estão quase no topo e os batimentos cardíacos de Sawyer disparam e seu relógio começa a apitar. Sawyer pergunta se eles querem matá-lo. Nesse momento Ben diz que não existe nenhum marca-passo e a única coisa que colocou dentro dele foi a dúvida. Qual será a sensação de golpista quando é enganado? De ódio? Frustração? Incapacidade? Ele responde com um belo soco no rosto de Ben.

Num dos momentos mais reveladores da série até o momento, Ben mostra pra Sawyer que eles estão em outra ilha! Isso mesmo, eles não estão na ilha do desastre. Os dois estão no topo da colina e temos a imagem da ilha dos sobreviventes. Ele diz a Sawyer que não há como fugir, e que só os colocaram dentro da jaula porque a única forma de conquistar o respeito de um trapaceiro é o trapaceando. Ben reconhece que ele é muito bom, mas eles são bem melhores. Se você ainda tinha dúvidas que os Outros sabiam absolutamente tudo sobre a vida dos sobreviventes, esse momento veio a calhar.

cena de Lost

O penúltimo episódio do ano começa. The Cost of Living é especial porque um dos principais personagens dá adeus ao mundo de Lost (ou não). Quando Boone, Shanoon, Ana Lucia e Libby partiram, o vazio deixado por eles foi tamanho. Mas nada chegará aos pés da falta que esse extraordinário personagem fará.

Eko ainda continua inconsciente depois de ser resgatado por Locke. Numa cena sobrenatural, Eko é acordado por Yemi, seu irmão. Ele diz que está na hora dele confessar, de ser julgado. E que ele o estará esperando e Eko sabe onde. Depois disso, a tenda que ele está pega fogo e seus amigos o tiram de lá. Quando Locke chega e pergunta onde o nigeriano está, todos percebem que o mesmo desapareceu.

Ben convida Jack para ir ao funeral de Collen, a mulher que a Sun atirou. O médico começa a fazer várias perguntas sobre seu estado de saúde, acreditando que os raios-x que ele viu no episódio passado fossem dele. Pela reação de Ben (que mais tarde confirmou) são realmente dele.

Locke, Desmond e Saiyd estão conversando sobre uma possível expedição de resgate aos amigos. Desmond diz que o computador na escotilha não era apenas para apertar digitar os números malditos. Ele está certo que poderia ser usado para se comunicar com as outras escotilhas. Como a escotilha Cisne foi destruída, Locke quer ir até a escotilha Pérola para tentar se comunicar com os Outros. Ele acredita que Eko foi para o avião que está caído na porta da mesma escotilha, assim matando dois coelhos com uma cajadada só.

Um pequeno grupo sai a procura do nigeriano. Vemos Eko parado num riacho se refrescando. Pela sombra na água percebemos que algo está se aproximando. Eko vira de costas e vemos o famoso monstro de fumaça dando as caras mais uma vez. A última vez que ele apareceu foi em The 23rd Psalm, episódio também centrado em Mr. Eko. O grupo finalmente encontra Eko que está sem palavras depois do reencontro com o monstro. Todos vão rumo a escotilha.

O grupo entra na escotilha a fim de descobrir alguma forma de se comunicar com os Outros. Enquanto Nikki assiste à fita de orientação, Saiyd mexe em alguns fios para tentar se conectar com as outras escotilhas através dos vários monitores lá existentes. Depois de algumas tentativas, eles conseguem contato visual com outra escotilha. Vemos por alguns segundos uma imagem sinistra de homem com um tapa olho.

Numa cena muito interessante entre Juliet e Jack, ela insiste que ele veja um filme que ela trouxe. Todo o conteúdo dessa fita entra em contradição com o que ela dizia verbalmente. Ela falava, “Ben é um grande homem” e no vídeo a mostrava com um cartaz escrito, “ele é um mentiroso”. Tudo isso para se livrar das escutas implantadas nas salas. Uma cena fantástica!! Ela quer que Jack faça a cirurgia para matar Ben, mas tudo tem que parecer um acidente.

O momento da confissão de Eko finalmente chega. Ele se encontra com Yemi e diz que não pedirá seu perdão pois o que ele fez, foi para sobreviver. Que não se arrepende de nada.

A única coisa que Yemi diz é:

Você fala comigo como se eu fosse seu irmão.

Ele se afasta e Eko vai atrás dele. Nesse momento o mostro de fumaça aparece, mas dessa vez ele quer algo em troca, a vida de Mr. Eko. O mostro “brinca” com ele como se fosse uma bola de basquete, jogando-o para todos os lados. Quando o grupo que estava na escotilha chega ao local já é tarde demais. Lost dá adeus a um dos personagens mais bem desenvolvidos de toda a série. A ilha deu a Eko uma segunda chance para se arrepender de seus pecados, mas não soube aproveitar. Seria muito mais fácil ele se libertar dessa cruz e começar uma vida nova. No momento que ele disse não ao monstro, sua tumba já estava pronta. Particularmente achei a morte do personagem extremamente desnecessária. Eko Tunde ainda tinha muito acrescentar a trama, muito mesmo. Nota zero para os produtores.

Antes de deixar a ilha, ele diz no ouvido de Locke:

Vocês serão os próximos.

Começa a finale. Em I Do temos a tão esperada transa de Kate e Sawyer (hot!) e veremos se Jack vai fazer ou não a cirurgia em Ben.

Ben e Juliet vão ao encontro de Jack para comfirmar se o médico vai mesmo fazer a cirurgia. Ele diz que o tumor de Ben está muito avançado e que a cirurgia está atrasada. Em seguida, ele diz que não vai fazê-la, deixando Ben frustrado. Ele diz que ficou desapontado com a atitude do médico, que retruca dizendo que pelo menos não ficará desapontado por muito tempo.

Jack e Kate finalmente se reencontram depois da finale da segunda temporada. Ela diz que se ele não fizer a cirurgia, eles matarão Sawyer. (Ben mais uma vez jogando sujo). Jack fica transtornado com o pedido de Kate e a manda embora.

Ela volta pra jaula e diz a Sawyer que eles a levaram para ver Jack e que lhe pediu pra fazer a cirurgia em Ben. Ele fica inconformado com a atitude da sardenta e os dois começam a discutir. Ela diz que só fez isso para o protegê-lo. Ela escapa da jaula e tenta soltar Sawyer, que se recusa a sair. Nesse momento ele revela que não adiantaria nada eles fugirem, pois estão em outra ilha. Numa mistura de sentimentos, ela não agüenta a tentação e tasca um beijo nele, iniciando a cena mais quente da temporada. O resto a gente já sabe o que acontece…

Jack recebe uma informação pelo interfone onde está preso de alguém dizendo para o mesmo tentar abrir a porta. Ele consegue escapar, pegar uma arma numa sala cheia de monitores e quando ele está saindo, se fixa num monitor em particular. Adivinha qual? O que está Sawyer e Kate abraçados trocando caricias. Sua decepção ao ver a cena é visivelmente notada. Ben chega segundos depois para provocá-lo. O plano de Ben funciona do inicio ao fim, exatamente como ele imaginou. Por fim, o médico concorda em fazer a operação deixando Ben satisfeito.

Começa a cirurgia! Tudo está correndo bem até que “Dr. Shephard” resolve colocar seu plano em ação. Ele corta de propósito um dos rins de Ben e ordena falar com Kate. Se o mesmo não receber o tratamento dentro de uma hora, ele morre. Danny sai desesperado rumo a jaula de Sawyer com a intenção de matá-lo, sem saber o que Jack fez. Momentos antes de atirar, ele é interrompido por um chamado de Tom Zek pelo walkie-talkie, pedindo para passá-lo a Kate. Jack manda a sardenta fugir e se ele não receber seu retorno no prazo de uma hora, ele saberá que algo aconteceu e deixará Ben morrer. Ela diz que não vai embora sem ele e série termina com Jack mandando ela correr. Fim!!! Acho que esse plano falhará, pois Jack não sabe que eles estão em outra ilha. Mas tempo de se esconder Kate terá.

Algumas coisas tiveram que ficar de fora se não a coluna ficaria enorme. Por exemplo, temos a volta de Alex (filha da Rosseau), os conteúdos do flashback de Locke, e as excelentes atuações de trio Jack-Juliet-Ben. Todas as interações entre estes personagens foram fantásticas.

Meu balanço para esse inicio de temporada não é negativo. Começou até bem. Tivemos ótimos episódios como Every Man for Himself e The Cost Of Living. Further Instructions e I Do poderiam ser bem melhores. Já A Tale of Two Cities e The Glass Ballerina ficaram bem abaixo das expectativas.

Lost tem potencial de crescer muito, muito mesmo. Prefiro pensar que esses seis episódios foram só um aquecimento para o que está por vir. Começando pelo próximo, que será exibido dia 7 de fevereiro, chamado Not in Portland e centrado em Juliet. Será o primeiro flashback de um dos integrantes dos Outros. Independentemente e se a audiência está baixa ou não, a série é um fenômeno sem precedentes.

Exponham suas opiniões. Até a próxima!

Séries citadas:

20 Comments

  1. Carlos Eduardo

    Estava ancioso pelo texto!!! Tá excelente, como a primeira parte.

    Concordo com o Cristiano Oliveira, Lost tem fôlego sim para 6 termporadas. Pelo que pude perceber atravéz do texto, a série continua ótima. Espesro anciosamente o AXN estrear essa temporada logo.

    Eu adorava o Mr. Eko. Também achei um desperdicio a morte dele. Eric, você sabe me dizer se a saída dele foi por causa dos problemas que ele teve em relação de ser pego dirigindo bebado ou já estava prevista a sua saída da série??

    Obrigado!!

  2. Cristiano Vieira

    Não. Não…Mr. Eko morrer daquele jeito foi uma das maiores bobagens já feitas na TV.

  3. Carla

    Gostei mto dos teus dois textos, Eric! Ficaram mto bons!! Eu acho q Lost melhora a cada temporada (mas sou mais do q suspeita pra falar!)!

    Só senti falta de algum comentário teu sobre a frase q Locke lê no cajado do Eko no “I Do” (Lift up your eyes and look north). Alguma sugestão do q eles irão encontrar? Eu tenho algumas teorias: a outra ilha ou a escotilha onde está o cara do tapa-olho. Alguma outra idéia?

    Ah, outra coisa! E os poderes de premoninação do meu querido Brotha? Não pude acreditar q tu não comentou nd sobre isso! =P Acho q isso vai ser um dos grandes assuntos do resto desta 3ª temp!

    Eras isso! Bjos a tds!

  4. Carla

    Ah, eskeci de comentar uma coisa!
    Akela última frase do Eko ainda eh um enigma p/ mim! uahuahuahuah =P

    Eko, antes de morrer, sussura algo no ouvido do Locke, qdo Sayid perg a Locke o q era, ele diz: “We’re next”.

    Aí q vem minha dúvida: Nós somos os próximos ou Nós estamos perto??
    Maldito verbo “to be”!! hauhauahuah

    Ah, isso se o Locke não inventou outra frase, neh? Em Lost td eh possível! =P

  5. Pedro Schmitt

    Eric,

    Parabéns pelo texto claro e objetivo, bem jornalistico mesmo. Só me tira uma dúvida…a interrupção é pelos play-offs da NFL? É que já ouvi tantas versões…bem espero que quando estrear na AXN, para nós brasileiros, passe sem interrupção, já que não sou da galera que baixa pela internet.

  6. Prue**

    Amigoooo Parabéns pelo texto…. como ja te disse, Lost me decepcionou na ultima temporada, mas pelo seu texto vou voltar a ver…..viu q moral? hahahahaha

  7. Victor Regis

    Muito bom o texto Eric!!
    Realmente esse 3 episodios foram melhores que os 3 primeiros, o sexto episodio foi super tenso, a cirurgia no Ben, etc.
    Parabens, ainda mais por não ser fácil condensar 6 episodios em 2 textos, mas vc o fez de forma excelente!!

  8. Maurício

    Parabéns pelo texto!

    Só não concordo que essa serie vá render tantas temporadas. Acho que por se passar num ambiente tão limitado e com tantos misterios vai cansar o telespectador.

    Sou meio contra essa postura de manter series no ar até seu esgotamento. é como gibi. Os japoneses é que estão certos ao darem início, meio e fim aos seus personagens. Diferente dos americanos que mantem personagens já esgotados como Batman, Super Homem etc.

    Ainda gosto da serie….e vou assisti-la. Sá que uma hora sei que vou enjoar. Só de pensar em ficar acompanhando esse vai e vem mais seis temporadas me dá nauseas.

    Concordo que a morte do Mr. Eko foi péssima. Gostava do personagem. Achava ele a voz da razão no meio de tantos raivosos que só sabem bater e se agridir antes de falarem qualquer coisa.

    Talvez o tenham matado por problemas que dizem o ator estar causando. Pena….esse tinha o que oferecer.

    Me expliquem uma coisa….pq ninguém nunca conta nada para ninguém nessa serie?????

    Descobre-se uma coisa e logo ela vira segredo….é esquisito!!! Afinal todos estão no mesmo barco…ou ilha.

  9. Eric Fernandes

    Carlos Eduardo, ah rumores que a saída do Mr. Eko possa ter sido sobre isso. Mas no Podcast oficial de Lost o próprio Damon Lindelof diz que desde o inicio, o ator estava escalado para participar da série por 2 anos.

    Carla, vamos lá!
    Estes dois acontecimentos estavam no texto original. Considero os importantes para a trama mas infelizmente cortei na edição final. O pessoal que assisti pela tv ainda poderá se surpreender com isso. Sobre a frase que o Eko diz antes de morrer, é bem complicado. Acredito que seja “Nós somos os próximos” mesmo. Acho que “nós estamos perto” não se encaixa no contexto. Mas tudo é possível, né?

    Pedro Schmitt, obrigado. O motivo real é para combater as reprises. Todo mundo reclama que as reprises atrapalha o entendimento e coisa parecida. No caso de Lost ainda é mais grave. Achei bem bacana essa decisão. No lugar a ABC ta passando Day Break, que é pra lá de mediana.

  10. sandra

    Excelente texto, deu para tirar algumas dúvidas de quando assisti aos episódios.
    Li no “séries, etc…” que o ator que interpretava Mr. Eko pediu para sair; se isso for verdade então a estória original teve que ser modificada, o que é sempre uma pena, porém tenho certeza que os produtores têm um plano B.

  11. george

    Lost devera voltar em fevereiro em novo horario!!!

    Programação de Quarta da ABC:

    8:00 George Lopez (nova temporada)
    8:30 Acording to Jim (nova temporada)
    9:00 Knights of Prosperity (nova comédia)
    9:30 In Case of Emergency (nova comédia)
    10:00 Lost

  12. Fer

    carla, o verbo “to be” não dá margem a nenhuma confusão aqui, porque “next” não é “perto”. “next to”, em alguns contextos, e necessariamente com um objeto, é “ao lado de”, “perto de”. por isso, não precisa ficar na dúvida: “~we’re next” é sim “nós somos os próximos”.

    (agora, o q fica ambíguo é o Eko dizer “you’re next” pro Locke e ele interpretar como “we’re next”. podia bem ser um “you” só pro Locke, não acha? eu pensei isso qdo vi o episódio…)

  13. Édio

    Eu não sei se sonhei ou se assisti mesmo porque li tudo aqui e não vi nenhum comentário sobre, mas o que foi o Boone levando o lock até o aeroporto, mostrando que o Ben era um dos caras que revistavam ali na parte do detector de metais! Fiquei de cara hehe…Mas enfim, muito bons os textos, me fizeram lembrar momentos importantes que já tinha me esquecido…

  14. Lucas Barreto Gomes Leal

    minha opinião é divergente a respeito do Glass Ballerina achei o melhor da temporada e o unico que teve algo realmente genuino
    os outros episodios me tiveram a aparencia de pura enrolaçao (salvo raras cenas espalhadas pela temporada)
    gostei da morte de Eko pq me chocou MTO mas achei extremamente desnecessaria e cretina como foi a da Libby e a da Ana Lucia…acho que eles quiseram reforçar a teoria de que matam quem faz bobagem no Havai!hehehe
    quanto a Day Break que vc comentou não acho pra lá de mediana não pode não ser das mais geniais mas eu acho boa série e até o episodio 4 (que foi o ultimo que eu vi) achei que todos os episodios foram legais…dando uma pequena caida no 4 mas tenho gostado sim!(de 0 a 15 daria nota 9)

  15. willian

    ola!!! mtoo bom mesmo o texto!!! se vc permitir posso colocar no TVCast?

    obrigado

    e visite lah.. estou sentindo sua falta d deixar comentarios lah
    !!!

    abracos

    wilian

  16. Ricardo

    Bom eu sou um fan nato de lost e achei excelente essa terceira temporada estam bons esses episodios mais eu acho que o Eko não deveria ter morrido isso foi ruim
    Desde já cumprimento todos os fãns de Lost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account