Log In

Spoilers

Spoiler: The Incident, o final de temporada de Lost

Pin it
http://teleseries.com.br/wp-content/uploads/2009/05/lost516.jpg

Lost - The Incident

Nesta quarta-feira, dia 13 de maio, foi ao ar nos Estados Unidos o episódio The Incident (partes 1 e 2), encerrando a quinta temporada de Lost. O episódio deverá ser exibido no Brasil, pelo AXN, provavelmente só no dia 15 de junho, mas dezenas de milhares de brasileiros já assistiram ao episódio ou estarão asssistindo nos próximos dias, usando formas, ah, pouco legais de visualização.

Bom, da madrugada de 13 de maio para cá, temos milhares de brasileiros tontos, atordoados, até mesmo confusos. Todos sabíamos que a dupla de produtores de Lost, Damon Lindelof e Carlton Cuse, iria surpreender mais uma vez. Mas The Incident ultrapassa as expectativas: ao mesmo tempo em que avança e desenvolve a história da série, ele perturba, deixando mais perguntas do que nunca na cabeça do telespectador – perguntas estas que só terão resposta quando a série retornar para o seu sexto e último ano, em janeiro de 2010.

Para comentar o episódio, convocamos um time de quatro colunistas do TeleSéries: Thiago Sampaio, Tati Leite, Mica e Paulo Fiaes. Veja a seguir o que os quatro acharam e deixe sua opinião.

Lost - The Incident

Autor: Thiago Sampaio
MVP: Elizabeth Mitchell

Lost é um dos maiores fenômenos da história dos seriados. Claro, há suas falhas, desapontamentos, furos e erros. Mas Lost sempre se sobressai com sua premissa impecável, que apesar de uma ou outra adaptação durante seu percurso, é sim planejada com antecedência. Prova disso são seus perfeitos finais de temporada. Bem, perfeitos não: eu já disse: há suas falhas… Mas os momentos de perfeição acontecem.

Não que Lost seja arrastado: negócio é que há tantos mistérios e arcos, que a história só parece andar nas retas finais. E só quando a temporada acaba, percebemos quanta coisa aconteceu… Lost acaba então, por instinto, virando não uma série sobre o que acabamos de ver, mas o que virá em seguida, o que de melhor vai acontecer.

O que acabamos de ver às vezes é meio absurdo. Jack Shepard virou Jack Bauer e resolveu não ser baleado nas mais impossíveis situações, enquanto cheio de pose não errava nenhum de seus tiros. Rose e Bernard sobreviveram sozinhos três anos no meio do mato. Discussões amorosas passaram a ser mais importante que a detonação de uma bomba H e a alteração do espaço-tempo continuum. Jacob deu as caras, parece não mudar assim como Richard, mas já fora morto (?) por seu pupilo não-correspondido Ben Linus. E Locke morreu mesmo. Pelo jeito, o algoz de Jacob tomou sua forma…

Não é um demérito à série, mas no caso de Lost, sempre o que vem em seguida é o que importa. Locke está mesmo morto? O que é esse grupo de Ilana? Por que Jacob interveio tão diretamente na vida de algumas pessoas? Mas não exatamente na de Jack… E a bomba H? Como fica a série depois do incidente? A execução às vezes não é perfeita: o que vale mesmo são as dúvidas em nossa cabeça… E a espera interminável pelo próximo episódio.

Mas há sim seus momentos de perfeição. Mas esse season finale não foi dos melhores. Às vezes parecia arrastado. As vezes confuso… Mas duas cenas em particular salvaram The Incident: as do desfecho infeliz de Juliet. Comentem à vontade o losango amoroso dela com Sawyer, Katey e Jack. Mas… Minha nossa, coitada. Sei que ela detonou na porrada a bomba, mas isso é Lost e tudo pode acontecer, logo, espero que ano que vem a melhor personagem feminina da série continue por mais tempo na ilha…

Lost - The Incident

Autor: Tati Leite
MVP: Josh Holloway, Michael Emerson e Elizabeth Mitchell

O final de Lost foi daqueles finais que não deixa você respirar e pensar nem por três segundos porque novas informações vão surgindo e se você piscar corre o risco de perder alguma coisa. Também foi um final de grandes atuações. Holloway, Emerson, Mitchell e O’Quinn foram de arrepiar.

Principalmente Josh, uma grata surpresa nessa temporada pois apesar de gostar de Sawyer desde o início não imaginava que ele seria capaz de segurar cenas tão expressivas. A despedida (se é que realmente foi uma despedida) dele e de Juliet foi de cortar o coração mesmo de quem não simpatiza com os dois. Ver uma personagem como Sawyer, de repente frágil como uma criança foi emocionante. (Sim, eu chorei).

Para mim a decepção ficou por conta de Jack. Eu gostaria de estar errada sobre a personagem e que os autores me provassem que ele realmente tinha um motivo forte para tanta luta e no final todo o discurso sobre destino foi apenas porque ele não tinha coragem de tentar resgatar o amor da Kate de volta. Fico com Christian Sheppard e digo que Jack não acreditava nele mesmo. Aliás, Juliet também foi péssima na sua insegurança com relação a Sawyer.

E Locke está morto. Eu desconfiava que Locke era o Jacob. A atuação de Terry O’Quinn sugeria isso, o ator mudou o jeito de andar e de olhar. Além de dizer coisas que não eram condizentes com Locke. Com isso, quando amigo/inimigo de Jacob diz que daria um jeito de matá-lo a ficha caiu de imediato: ele de alguma forma estaria dentro de John. Agora, confesso que não passou pela minha cabeça que o corpo de Locke é que estava dentro da caixa. E para terminar: Ben “matando” Jacob mostrou mais uma vez que Emerson merece um Emmy. Talvez seja suspeita pois foi sua personagem que fez eu retomar o gosto por Lost.

Lost - The Incident

Autor: Mica
MVP: Michael Emerson e Elizabeth Mitchell

Esta temporada acabou sem acabar e eu estou fritando os miolos por conta disso. Adorei o episódio duplo, mas confesso que os últimos minutos me deixaram incomodada. Esperava me sentir abalada, ver o mundo de pernas para o ar. E no fim, o que eu senti foi apenas um imenso vazio, um grande nada. Talvez porque eu tenha odiado Ben ter esfaqueado Jacob. Sim, eu entendi seus motivos e aceito como incrivelmente plausíveis, mas, Ben, você é mais inteligente do que isso! Deixar-se manipular desse jeito?

E por falar em Jacob, adorei suas aparições, em especial no início, quando delimitam a relação dele e do outro e da gana (com motivos ainda desconhecidos por nós) que o tal amigo/inimigo tinha em matá-lo. Mas foi especial vê-lo aparecendo na vida dos futuros Losties bem antes de qualquer coisa acontecer, demonstrando que tem plena ciência do que virá. Mas aí fica a pergunta: se ele sabia do futuro, em tese sabia que o seu amigo usaria Locke (acredito que a pessoa que vem se passando por Jacob e que inclusive plantou a mensagem de que Locke deveria ser líder dos Outros e morrer era o tal cara). E se ele sabia disso, por que não fez nada a respeito? Por que deixou Locke ser usado?

De resto, o Incidente finalmente aconteceu e os Losties decidiram explodir a bomba (por motivos mais egoístas impossível!). Juro que não sei o que decidiram para o futuro. Terá Miles razão e a bomba é a causadora de tudo? Ou Juliet conseguiu alterar o passado? E já que mencionei Juliet, chorei horrores ao vê-la morrendo, mas reaparecer na última hora tirou um pouco do impacto que foi perdê-la (e eis o vazio em meu peito).

Como eu disse, um ótimo episódio para um final não tão bombástico.

Lost - The Incident

Autor: Paulo Fiaes
MVP: Elizabeth Mitchell, Michael Emerson e Josh Holloway

• Noves fora a atuação de Holloway (que chegou ao seu ápice até aqui), Sawyer deu uma grande banana pra Hurley, Jin e Miles, e não porque não gosta deles, mas porque não queria desagradar Juliet. E esta não se importou mais com a “barbaridade” que Jack iria cometer quando percebeu que se as coisas continuassem daquele ponto, seria questão de tempo pra ela perder Sawyer pra Kate, ou pior, sabendo que ele ficou ao lado dela sempre, mas sempre quis está com a outra.

• E trazendo ao mundo real, grandes nomes da historia, na maioria dos casos, não agiram em prol de suas próprias ambições, que variam entre poder e amor (ou aquilo que eles pensam que é amor, mas que pode ser sexo, vaidade, orgulho…)? Sawyer explicou isto de forma mais clara do que eu no episódio. A única coisa que tenho evitado é deixar minha predileção por Sawyer aceitar suas atitudes questionáveis e questionar as de Jack, que na minha humilde opinião, junto com Locke e o próprio Sawyer, foram os melhores personagens trabalhados ao longo da série.

• E por falar na sardenta, algo que sempre vimos nela foi trabalhado mais uma vez e de forma muito sutil. Lembrem-se que Kate matou o padrasto porque o mesmo maltratava a mãe e ela, e agora, ela foi a única que o tempo todo se importou com os outros além dela, ao ponto de concordar com o que Jack faria porque sabia que isto era importante pra ele.

• Estou dando MVP pra Michael Emerson e pra Josh Holloway por causa de uma cena de cada, mas que cena hein? Ben foi vitima daquilo que um dia foi sua principal arma, a manipulação. Sawyer sofre por aquilo que ele tanto tentou evitar, perder outra pessoa com a qual ele se importava. Mas sendo sincero, esse foi o tipo de episódio que o elenco todo poderia ganhar MVP (veja o significado no final do texto).

• Cá pra nós, aposto com quem quiser que Rose e Bernard são o casal Adão e Eva (o casal de esqueletos encontrado na caverna na primeira temporada), e pra mim nem precisa de um episódio pra mostrar isto.

• E ainda sobre este simpático casal de idosos, é curioso notar que se Jacob ficasse na sua, sem querer provar que o homem pode sim melhorar, nada disso aconteceria, porque seu inimigo não teria raiva dele, e nem “Ricardus” teria ido parar na ilha, e enfim, tudo seria diferente de tudo que vimos até então. Mas se isto acontecesse, não teríamos a melhor série da década.

• E porque Bernard ofereceu chá pra Juliet? E porque ela colocou aquela mão na barriga? Só mesmo Lost pra nos fazer ficarmos apreensivos com estes detalhes.

E por fim, achei excelente o texto de Thiago, que abre esta coluna, mas discordo em parte dele. O que todos nós, fãs de séries, queremos delas? Excelentes histórias. E ao longo dos anos, quais foram as melhores historias já contadas? Aquelas que prendem nossa atenção do início ao fim. Na minha humilde opinião, é isto que a equipe criativa de Lost está fazendo: Estão nos contando uma excelente historia.

Legenda:
MVP é a sigla Most Valuable Player, termo usado pela imprensa americana para indicar o melhor atleta em um evento esportivo. Foi adotada pelos fãs de seriados para indicar os atores que tiveram a melhor performance em um determinado episódio.

Séries citadas:

26 Comments

  1. Thiago

    Sem comentários… Que venha 2010 e junto a 6º e “quebradeira” última temporada, com muitas respostas e mais mistérios…

  2. Marco

    Lost é um lixo inclassificável, é preciso ter mingau na cabeça para ver algo de bom neste embuste.

  3. Alê.

    Marco, meio grosseiro seu comentario, não?

    Cada ano, cada temporada me impressiono com a tamanha inteligencia desses produtores. Lost é aquela série que eu confio e sei q nunca vou me decepcionar (Mesmo tendo q engolir uma Nikki e Paulo from time to time)

    mais um final incrivel.

    E aos haters, continuem se divertindo com seus episodios de heroes e one tree hill…

  4. Cristina

    Em toda série tem um personagem que é vítima do masoquismo dos escritores e produtores. Exemplo: em Smallville é a Chloe. Em Lost é a Juliet.
    Matá-la não foi suficiente, então eles fazem o Sawyer assitir, a Kate ficar lá segurando vela e ainda mostram a Juliet viva pra depois matá-la de novo!

    Pra mim a Juliet é a melhor persoangem feminina de Lost. Espero que ela apareça na próxima temporada, viva de preferência. Ah, e se ela tiver morrido mesmo, e isso foi um meio de abrir caminho pro Sawyer e a Kate se ‘reconectarem’… não terei palavras pra expressar o quanto ficarei p da vida.

  5. anderson

    Trofeu “por favor olhem para mim” do ano para Marco.
    Parabéns!

  6. eugifran

    eu discordo completamente de voces que acharam que o motivo da juliet era ilogico.
    acredito que ela fazer aquilo pra nao perder o sawyer nao e egoista. por que nao fundo ela estaria ajudando mta gente.

    ja kate nao. peguei asco da personagem agora. ela prefere que todo mundo sofra a perder a memoria? achei os motivos dela egoista e irritante. apesar de que a personagem, pra mim, essa temporada foi totalmente irritante.

    partiu meu coracao tbm(sim chorei tbm) quando juliet caiu…
    mas discordo que tirou o brilho dela, ela aparecer depois.
    pra mim, aquela atuacao dela explodindo a bomba foi digna de emmy.

    so oq me irritou mesmo foi como foi mal feita a cena da facada.

    no mais o episodio inteiro foi otimo.
    digno de final de temporada. deixando a gente especular ate 2010.
    (eu esperava que aparecesse pelo menos 5 seg do que aconteceu, mas isso nao tirou o brilho do episodio)

  7. Mica

    Cá entre nós, eu espero que Juliet volte na próxima temporada. E viva. Eu a adoro e não quero vê-la morta. Mas sei lá, alguma coisa no final da cena não me caiu bem.
    Agora, aconteça o que acontecer, espero que não haja um reset. Eu quero que tudo continue como está, porque para mim (sim, egoísmo talvez, assim como todo ser humano é um pouco egoísta) não existe nada pior do que perder a memória de algo que se vivenciou.

    O que eu achei uma fofura foi a mini-Kate. Nossa, ela era muito igual a Kate adulta. Era como estar olhando para a versão mirim da atriz. Muito bom mesmo.
    Outra coisa que não quero é que Jacob tenha morrido de fato (embora não tenha me decidido se ele é quem está com a razão ou se é o inimigo/amigo dele). O outro pode ter achado uma brecha nas leis para matá-lo, mas é muito triste pensar em Lost sem Jacob, especialmente depois de vermos o cara em carne e osso (e beleza. Meu Deus!). Mas fiquei me perguntando por que Jacob nunca apareceu para Ben. E ele apareceu para Locke porque sabia que na verdade não era Locke?
    Nossa, eu fiquei imensamente triste ao ver Locke morto dentro da caixa. Dói pensar que o cara foi manipulado desde o início e no fundo só sofreu a vida toda e nunca alcançou nada. Quando pensamos que ele finalmente superou tudo e mostrou porque era tão especial, descobrimos que a única coisa especial nele era o fato de ter sido escolhido pelo Outro desde o início para ser seu receptáculo. Ou seja, ele foi escolhido para morrer e permitir que Jacob também morresse.
    Essa sensação de inutilidade doeu em mim.
    E as visões na ilha? Eram todas do Outro ou alguma era de fato Jacob?
    Christian é o Outro ou é Jacob? Sun recebeu a mensagem do Outro ou de Jacob? E eles podem sair e voltar para a ilha quando quiserem?
    E o que estará fazendo Claire durante todo esse tempo? Está com Jacob? Com o Outro? Em algum outro lugar? Meu Deus, o que planejam para essa garota?

  8. robfarah

    Achei o episódio horrível. Ridículo mesmo. Ficava cada vez com mais raiva conforme a história avançava.

    Provavelmente isso aconteceu porque a premissa do final da temporada – tentativa de alterar o futuro – é completamente contrária a tudo que já foi determinado até então. Em momento algum “entrei na história”. Talvez revendo o episódio isso mude.
    É óbvio que tudo o que eles estavam vivendo na década de 70 já aconteceu, então ter de acompanhar por uma hora e meia aqueles personagens agindo como idiotas, achando que mudariam o futuro foi sem sentido. Só perto do final que Miles atenta para o óbvio, que a explosão da bomba sempre ocorreu e esse seria o tal incidente.

    E pra quem não queria sacrificar inocentes bem que o pessoal matou bastante gente. E nem pararam pra pensar nisso. Porque aquelas pessoas poderiam ser sacrificadas em prol dos objetivos deles?
    E em momento algum foi explicada a capacidade “rambística” do Jack. Juliet, Kate, Sawyer, Miles, Sayid e Jin tiveram treinamento militar.

    E o que dizer do acaso da corrente enrolando na Juliet? Muito forçado. Mas o par de atores esteve realmente ótimo.

    Ao contrário do Pablo, achei que a melhor parte do episódio foi exatamente a participação de Bernard, Rose e Vincent. Apesar da lógica já indicar que eles também teriam saltado no tempo junto com os demais, era preciso mostrá-los. Só é difícil acreditar que, morando a apenas 5 milhas da Vila, nunca tenham sido descobertos.

    Outra coisa que me irritou profundamente e colaborou pra me afastar do episódio foi asquela insistência com o tal quadrilátero amoroso. Então o Jack quer mudar tudo por causa da Kate, o Sawyer também não esquece a Kate, a Juliet muda de idéia e concorda em explodir a ilha por que o Sawyer olhou pra Kate… Vão pastar!
    Alguém se importa com quem quer ficar com quem?
    Isso não interessa pra história.

    Os flashforwards da temporada passada e a ida ao passado nesta foram ótimas idéias, mas por outro lado fica muito fácil deduzir quais serão os principais acontecimentos da séria até o final de cada temporada.

    Os acontecimentos no presente foram mais interessantes.
    Na primeira cena, achei que o colega de Jacob fosse uma versão mais velha do próprio Jacob, o que explicaria porque ele não poderia matar a versão mais nova, já que deixaria de existir, e porque precisaria de um loophole.

    Já no final do episódio a impressão que fica é que o tal colega e o Locke falso seriam o monstro de fumaça mesmo. Tanto que Locke não está junto com Ben quando o monstro aparece nos subterrãneos do templo.

    Resta aguardar 7 ou 8 meses pelo retorno da série.

  9. Victor Hugo

    Caracas, não tenho palavras pra descrever o que sinto..tristeza por Juliet, eu não esperava que ela fosse morrer ou não?
    LOST sempre manteve uma constante qualidade em 5 anos, concerteza, que será sempre lembrado por mim como um dos grandes seriados da televisão…
    Juliet come back, please!?

  10. Ana

    A Juliet com a mão na barriga, na hora em que o Bernard oferece-lhe chá, me deixou bem intrigada…

  11. Vitor

    Fantástica!
    Simplesmente a palavra que melhor descreve essa temporada de Lost, e teve um season finale digno dela!

    Acho que essa temporada provou que Lost desde do começo tinha um fim definido, e apesar da enrolação em algumas partes, provou ser o melhor seriado dos últimos tempos!

  12. Ana Paula

    Os autores e atores de Lost se superaram. Adorei!!! Agora, os “pés-no-chão de plantão” deveriam procurar outra série para assistir, pois seus comentários são completamente dispensáveis. Que Lost receba muitas premiações nesta temporada!

  13. Tati Leite

    A Juliet com a mão na barriga, na hora em que o Bernard oferece-lhe chá, me deixou bem intrigada…(2)

  14. Eduardo

    Isso foi um dos finais mais extraordinários mais escritos em uma série de televisão. Damon Lindelof e Carlton Cuse se superaram desta vez!

    Deixando os elogios e as análises pra mais tarde, eu percebi apenas um erro de lógica e continuidade no roteiro, relacionado a idade do Ben. Veja se concordam comigo.

    Ben disse ao Jacob que ele havia vivido 35 anos na ilha sem jamais ver a cara dele. Contudo, se levar em conta que ele deixou a ilha em janeiro de 2005, isso significa que ele teria chegado na ilha em 1969/1970, com 12 ANOS DE IDADE.

    Se Sayid atirou no mesmo garoto em 1977, 7 anos após sua chegada, ou há um erro de continuidade, ou Ben conseguiu retardar seu envelhecimento como Richard.

  15. Alessandra

    Acabei de ver o episódio e ainda estou raciocinando sobre tudo. talvez tenha que assistir novamente pra tentar entender algumas coisas. o que posso dizer é que tenho uma teoria sobre a ilha… já que tudo faz referência ã grécia (a estátua do minotauro, que deve ter ficado destruída na explosão, os nomes e as inscriçoes em latim (Ricardus), acredito que a ilha é Atlantida, o lendário continente que teria desaparecido anos antes de cristo… falta desenvolver melhor isso, mas estou convencida dessa teoria principal… falta entender pq Jacob escolheu pessoalmente cada um dos Losties pra estar na ilha… deve ter algum motivo forte, que remonte ao passado da ilha… tb acredito que John Locke possa ser a reencarnaçao do antigo inimigo de Jacob, que ameaça matá-lo no início do episódio. Só nao sei qual seria o motivo pelo qual o antigo inimigo nao pode matar Jacob, ou seja, precisa de outra pessoa. A cabana de Bernard e Rose é a mesma em que Ben leva Locke pra conversar com Jacob, há algumas temporadas passadas. mas pq???
    enfim… tem muita história ainda pra rolar!

  16. Rubens Fructuoso

    Final de temporada sensacional!
    Fiquei tenso o tempo todo!

  17. Mica

    Eu creio que ele quis dizer 35 anos com os Outros, sob a direção do Jacob. Não computou a data que viveu com a Dharma.

  18. Eduardo

    Mas 2005-35=1970. Ele assumiu trabalhar para Jacob após chegar a ilha, e conhecer o Richard. Se Sayid atirou nele 27 anos antes da saída de Ben da ilha, náo há como esse número 35 ser verdadeiro.

    Se o Sayid atirou no Ben em 77, isso significa que ele teria nascido em 1964/1965. Ele teria 30 anos de idade nos eventos de Lost, ainda longe dos 35 que mencionara.

  19. Bruno A.

    Season finale muito bom. Só vi agora, mas tenho que comentar.

    Concordo com Thiago Sampaio quando ele diz que a Juliet é a melhor personagem feminina de Lost. Se ela não voltar no próximo ano, acho que os produtores reservaram um ótimo e merecido final para a personagem de Elizabeth Mitchell, que foi, junto de Josh Holloway, o grande nome da temporada (Terry O´Quinn e Michael Emerson já tinham mostrado do que eram capazes).

    “Então o Jack quer mudar tudo por causa da Kate, o Sawyer também não esquece a Kate, a Juliet muda de idéia e concorda em explodir a ilha por que o Sawyer olhou pra Kate… Vão pastar!
    Alguém se importa com quem quer ficar com quem?
    Isso não interessa pra história.”

    Discordo. Para quem acha que Lost é só uma história maluca de viagens no tempo, os produtores mostraram que aqueles personagens são seres humanos e definem seus atos, sim, a partir de seus sentimentos. É verdade que é egoísmo, mas me diz alguém que não é egoísta nunca.

    E, quantas dúvidas… A próxima temporada vai demorar muito…

  20. Engenheiro

    Acho boa a teoria de Atlantida, mas creio que a estátua não seja o minotauro (meio homem, meio touro)já que a mesma tem a cara de um réptil. O símbolo feminino que a estátua carrega nas mãos também vai de encontro com essa definição de minotauro. O final da temporada foi feito realmente para os lostmaníacos se desesperarem por uma nova(e última) temporada para realmente termos o desfecho. Coisas que devem serem atentadas é que Richard em um episódio disse a Sun que viu todos os amigos serem mortos (provavelmente a bomba H). Ou seja, não vai haver um reset temido. A estátua destruída também é um marco da bomba H( acredito que haja importância na destruição desse ícone, pois a pergunta de Ilana a respeito da sombra da estátua e a resposta de Richard levam ao raciocínio que a Estatua agora está sem sombra). Os esqueletos encontrados na 1ª temporada provavelmente serão mesmo de Rose e Bernard (perfeita montagem de roteiro). O Jack denominado criativa e oportunamente pelo thiago de Jack Bauer realmente foi o furo da história, porém, ninguém ali dos Outros era um expert em guerrilha e situações terroristas, deixando a margem para a licensa poética agir sobre a proteção pela sua vida e do amigo Sayid agir. A idade de Ben realmente é uma coisa interessante a ser analisada, porém, ele foi (corrompido e perdeu sua inocência para sempre,e não seria nunca mais o mesmo), portanto eis aí a brecha que os autores encontraram para mostrar que o Ben “renasceu” depois do evento de cura proporcionado por Richard no templo da Nuvem Negra. Logo, temos aí um acréscimo de uns 12 anos, (idade suposta por Sayid) para essa conta, o que torna a história “viável”. Agora falemos de Jacob e de seu amigo Jacob. É, acredito sim que sejam a mesma pessoa como robfarah disse. Ouçam o (Help Me, ouvido por Locke) a voz é muito semelhante à do ator presente nesse season finale. Agora não vejo ele como um Jacob do futuro, já que Jacob não envelhece, logo não seria diferente o “eu” dele no futuro. Acho que podemos ver apenas como O Jacob do mal e o Jacob do bem. Sempre nessa série tivemos essa dualidade de bom e ruim, amor e ódio. E como Jacob representa o que há de mais intrinseco da ilha, ele teria a versão dele negativa. (um é loiro, o outro moreno) claro vs escuro. Sempre a dualidade. O que resta a nós é apenas a esperança que os autores terminem a série com a excelência que ela sempre foi produzida.

  21. Andy

    8 Meses é tempo demais em espera…
    Tô pirando aqui de tta curiosidade.
    Essa série é de longe a melhor!
    E já triste em saber q a próxima temporada
    será a última!

  22. Alexandre Raider

    interessante essa teoria de atlantis

    tenho quase certeza que aquela estátua é Anubis o deus egípcio da Morte, que está segurando dois Ankh (símbolo egípcio da vida eterna/ressurreição).

    E outra os deuses não podem matar uns aos outros, talvez seja por isso que o inimigo de Jacob precisava de uma outra pessoa para matá-lo, além de ter um significado mais profundo, usando os próprios homens que Jacob defendeu para matá-lo.

    Sobre o episódio, Lost é demais, gostei muito dessa temporada e me empolgou mais do que a quarta, principalmente o finale.

  23. ROBERTO MIRANDA

    Alguém tá viajando. Os personagens de Lost não mudaram o futuro já que o futuro existe por causa deles. Mas o que acontecerá na próxima temporada se o fim era esse, ou seria o começo?

  24. Billieper

    – O inimigo de JACOB é o Monstro, por isso ele conseguiu usar a forma de John Locke, Christian Shephard, Yemi

    (irmão do Mr.Eko)…

    – O inimigo de JACOB é irmão dele.

    – O navio chegando à Ilha (último episódio da 5º Temporada), é o “Black Rock”, e nele chega à ilha Richard

    Alpert. Inclusive no episódio “Follow the Leader” (5º Temporada) ele monta uma miniatura do Black Rock dentro de

    uma garrafa.

    – O problema c/ a gravidez na Ilha se deu depois que a Estátua (Taweret,deusa da fertilidade) foi destruída.

    Bom, essas são minhas teorias a respeito da 6º e última Temporada, espero que eu acerte alguma delas.

  25. Mauro Irapuan

    Apesar de respeitar todos os comentários, uma coisa é certa, LOST (na pior das hipóteses)ficará marcado como uma das séries mais enigmáticas e imprescindíveis de todos os tempos. Por mais que existam pessoas que odeiam a série, a série será comentada por muitos anos. Portanto posso dizer, na minha humilde opinião, que LOST fará parte das minhas séries favoritas, não pela sua qualidade, mas sim pelas discussões que a série causará em todos os fãs por muitos anos. E isso minha gente é algo que poucas séries conseguem transmitir.

  26. Andreia

    Josh esta demais como Sawyer…
    Adoro ver ele a Kate nao gosto da Juliet ele sempre tem mentiras por tras das coisas que ela faz….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account