Log In

Spoilers

Spoiler: Resumo da Semana – Weeds e Secret Diary of a Call Girl

Pin it

The Secret Diary Of A Call Girl

Você já assistiu ou ouviu falar de The Secret Diary Of A Call Girl? A série foi ao ar no ano passado no Reino Unido, trazendo a bela Billie Piper, a Rose de Doctor Who, no papel de uma prostituta. Aproveitando a ocasião da estréia da série nos Estados Unidos, a Spoiler Zone traz um review do piloto da série.

A semana também foi marcada pela estréia da quarta temporada da brilhante e ousada comédia Weeds. Fechando a coluna trazemos reviews de In Plain Sight e um review atrasado de Greek. Leia e deixe seu comentário!

Secret Diary of a Call Girl: Episódio 1 (1×01)
Exibição: 16/6/2008 nos Estados Unidos. A série foi exibida na Inglaterra em 2007.
MVP: Billie Piper

Três quotes no início do episódio definem a série, são eles:

A primeira coisa que deve saber sobre mim é que sou uma puta. Em um mundo de crianças de biquíni e avós com silicone, um modo de identificar uma puta é procurar por uma mulher em um terno de estilista.

Acompanhante, vadia, prostituta ou puta. Não me importo como me chame, é apenas uma questão de semântica. Existem tantos tipos de prostitutas quanto tipos de pessoas, então não generalize.

Seja maravilhosa, mas esquecível. Você também tem que saber que essa não sou realmente eu.

Esses três quotes são pensamentos da prostituta Belle (conhecida nas horas vagas como Hannah). E tais pensamentos nos são entregue logo no início do episódio, tirando assim qualquer preconceito que você possa ter pela protagonista ou por sua profissão. Mais do que a ousadia da TV inglesa em fazer uma série retratando a vida de uma prostituta, temos que aplaudir por mostrar essas mulheres sendo tão humanas quanto qualquer pessoa. Em certo momento do episódio Belle nos conta:

Quero deixar claro que não fui abusada por nenhum parente, não tenho filho para sustentar e nunca fui viciada em nada, talvez na quarta temporada de The West Wing. (…) Então por que faço isto? Amo sexo e dinheiro, sei que não acredita que eu goste do sexo, mas eu gosto. Além do mais, sou muito preguiçosa.

Neste episódio piloto conhecemos o mundo de Belle, que atende um cliente que gosta de fantasiar que ela transa com cavalos, e outro cliente que não consegue se envolver emocionalmente com outra mulher desde que acabou o namoro, e com isso utiliza o serviço dela para conhecê-la melhor e sem todas as roupas e maquiagens, que segundo a própria Belle, as prostitutas costumam usar.

E quando ela dá descanso a Belle e assume seu eu verdadeiro (Hannah), ela costuma contar para as pessoas que é secretaria de uma grande firma de advocacia. Ela não conta a verdade nem pra seu melhor amigo, Ben. E ainda tem medo que sua familia descubra um dia sua verdadeira profissão.

E com mais quotes sensacionais e ótimos personagens e atuações, somos apresentados a mais uma excelente série inglesa. E independente do país, cada vez mais temos visto séries com personagens complexos (sejam assassinos seriais ou prostituta) e saímos do lugar comum onde os personagens costumavam ser unidimensionais e vamos conhecendo as varias facetas do ser humano. (Paulo Fiaes)

Greek: Barely Legal (1×21)*
Exibição: 2/6/2008
MVP: Spencer Grammer

Casey continua sendo amiga de Evan, mesmo sendo alertada pelo seu irmão que seu ex-namorado costuma manipular as pessoas para conseguir o que quer. Frannie que, cada vez mais se mostra interessada em Evan, acaba fazendo com que Ashleigh pergunte a Shane pra saber o motivo dele ter dado um fora em Casey, ao descobrir ela conta pra amiga que mais uma vez se decepciona com Evan. Com toda essa confusão, Casey acaba percebendo que o sonho dela em fazer direito na verdade era um sonho de Evan que ela acabou comprando a idéia.

Cappie entrega identidades falsas para os novatos da Kappa Tau, e Rusty (aka Spitter) acaba usando a sua identidade falsa pra se passar por outra pessoa, um tal de “Chad Stuart”. O problema é que esse Chad Stuart é um cantor alternativo conhecido nos Estados Unidos e mesmo ignorando o aviso de Cappie, Rusty se interessou pela garçonete que atendeu ele com a identidade falsa e acaba marcando um “encontro” com ela. No final Spitter se dá mal porque a sua “fã” pede pra ele cantar no casamento da irmã dela (que é mais fã ainda desse tal de Chad Stuart) e a máscara de Rusty cai, estragando não só a sua identidade falsa como acabando com o casamento. (Paulo Fiaes)

* Este episódio foi ao ar há três semanas mas, devido a falta de legenda, só está sendo comentado agora.

In Plain Sight

In Plain Sight: Hoosier Daddy (1×02)
Exibição: 8/6/2008
MVP: Mary Mccormack

Neste episodio tivemos Mary e Marshall protegendo uma criança que viu os amigos de seu pai (que são criminosos) matarem a sua mãe. Por ainda ter menos de 10 anos de idade, essa criança acaba sendo adotada por uma família que também está no serviço de proteção à testemunha. As coisas se complicam quando o pai do garoto é solto e vai à justiça para reaver a guarda do seu filho. No decorrer do episódio descobrimos que foi a criança que atirou sem querer na mãe, e que o pai do menino realmente gosta dele e quer protegê-lo, mas após conversar com Mary, ele percebe que, para a segurança do seu filho, ele precisa deixar que a criança viva com outra familia.

Não sei como tem sido o desempenho da série nessa mid-season, mas pela qualidade dos episódios, não vou estranhar se não durar muito. O grande problema de In Plain Sight é que o grande esforço que fazem para desenvolver Mary e sua familia equivale ao pequeno esforço que fazem pra trabalhar todo o resto. E mais, por mais que a atriz Mary Mccormack nos dê uma boa atuação, sua personagem ainda é muito caricata e as estórias envolvendo sua familia são até agora completamente desnecessárias. O lado positivo, além da atuação de Mccormack é o personagem Marshall, que apesar do ator ser limitado, acaba servindo como um alívio cômico que funciona na série (acredite, a série força esse lado cômico com quase todos os personagens, sem agradar é claro). (Paulo Fiaes)

* Este episódio foi ao ar há duas semanas mas, devido a falta de legenda, só está sendo comentado agora.

Weeds

Weeds: Mother Thinks the Birds Are After Her (4×01)
Exibição: 16/6/2008
MVP: Mary-Louise Parker

É incrível como Nancy consegue se livrar (sem sequer tentar, diga-se de passagem) de um problema e conseguir um completamente novo. Depois de tudo o quê passou na comunidade exclusiva em que morava, Agrestic, que virou parte de Majestic, e agora foi queimada, Nancy foge com os filhos. Apesar da fuga, e de ter queimado a própria casa para garantir sua saída do lugar, ela está considerando a proposta de Guillermo para trabalhar como mula. Será que ela não aprendeu nada de sua experiência com os traficantes da temporada passada? Celia, que também não consegue passar um episódio sem uma confusão, é presa por causa da plantação de maconha de Nancy. É obrigada a beber refrigerante genérico e acusada por seus exs de ser a responsável por tudo. Que ela se livrará é certo, mas eu quero ver como ela vai se livrar. Nancy e Andy, ou deveria dizer Not-Judah e Not-Francie, vão para a casa da avó de Andy e Judah, só para encontrá-la em coma e sob os cuidados do pai dos dois, que obviamente não aprova nem Nancy, nem Andy. Acho que o Judah era mesmo o único normal naquela família. (Thaís Afonso).

Legenda:
MVP é a sigla Most Valuable Player, termo usado pela imprensa americana para indicar o melhor atleta em um evento esportivo. Foi adotada pelos fãs de seriados para indicar os atores que tiveram a melhor performance em um determinado episódio.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

10 Comments

  1. Leandro

    Secret Diary of a Call Girl vai passar na VH1, comentei isso naquele outro post… só não se sabe quando, mas a VH1 comprou a série para toda a américa latina.

  2. Mica

    Oh, eu AMO Secret Diary of a Call Girl. Mas ainda falta eu assistir os últimos dois episódios da primeira temporada.
    Desde que eu assisti esta série, nunca mais consegui ver Rose Tyler (Doctor Who) da mesma forma, hehehe.

  3. João da Silva

    Não tem resumo do fantástico episódio de Doctor Who (e os próximos vão ser ainda mais fantásticos, pelo que parece)?

  4. Túlio

    essa série da puta tá passando já no VH1 latino como “diário de uma prostituta”. Tenho que ver!

  5. Paulo Fiaes

    João,

    nossa correspondente inglesa(Mica) está com alguns problemas pra fazer os textos de Doctor Who, mas assim logo que ela puder fazer os textos, iremos publicar aqui na coluna.

  6. Luciana

    O season finale de Greek não é o episódio 22 não? Spring Broke é o nome, se não me engano!

  7. Rafa Bauer

    Sou muito fã de Weeds, mas este começo de temporada não me empolgou muito…

  8. Paulo Antunes

    Luciana,
    Você está certíssima, escrevemos que era a season finale de Greek mas era o penúltimo episódio.

  9. Mica

    Na verdade, o grande problema é que eu não consigo assistir os episódios a tempo do spoiler zone sair, hehehe.
    Mas o episódio desse último sábado de Doctor Who foi absolutamente fantástico. E mencionou todo mundo, até a Sarah Jane, Maria e Clyde (do The Sarah Jane Adventures). É horrível pensar que só tem mais dois nesta temporada :-(
    E, eu juro, não sei como pode ter alguém que ainda não gosta da Donna. Ela é tudo de bom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account