Log In

Spoilers

Spoiler: A Change is Gonna Come, a volta de Grey´s Anatomy

Pin it

Cena de A Change Is Gonna Come

Grey’s Anatomy está de volta. Vamos celebrar. Brincadeira, nem é para tanto assim também, mas quem não estava com saudade dessa série? A Change Is Gonna Come, episódio que abre a quarta temporada da série, promete mudanças. Mudanças no rumo dos personagens, claro, mas o mais importante, uma mudança na própria série. Grey’s Anatomy busca um recomeço, um fôlego para trazê-la de volta a vida. E A Change Is Gonna Come é o anúncio que as coisas vão melhorar.

Shonda Rhimes se redimiu aos seus últimos roteiros (a famigerada trilogia e o piloto do spin-off) e entrega um episódio muito bem escrito, como só ela sabe. Assim como em Time Has Come Today, A Change Is Gonna Come foi um episódio cravado e muito emocionante. Como sempre, a trilha sonora foi um show à parte.

Seu maior descuido foi criar para Izzie uma sub-trama completamente bizarra (ela teve que cuidar de um veado ferido!). Mas entendo a mensagem que a criadora quis passar para os novos internos: não importa se seu paciente é um homem ou um animal, pois no final o que contará é que você salvou uma vida. Por mais brega que pareça, funcionou. Izzie foi à única que não teve uma recepção “amigável” de seu grupo de internos. Em um dos momentos, um deles diz que ficou com a residente fracassada, devido todo aquele caso envolvendo o Denny. Mas no final ela usa psicologia reversa para cima deles e o resultado é magnífico. Olhem só:

Sei que não acordaram hoje esperando que o dia fosse assim. Acharam que recolocariam um braço ou observariam uma cirurgia cerebral. Ao invés disso, salvaram a vida de um veado. Podem reclamar, ou ajustar suas expectativas. Porque gostem ou não, vão ter que ficar comigo. Sou o tipo de médica que deixa uma criança convencê-la a fazer o impossível. Quando acordei hoje, também pensei que seria diferente. Achei que ficaria com os bons internos. E acabei pegando os fracassados. Então preciso ajustar minhas expectativas também.

Uma das coisas mais legais da série nessa temporada será vermos Meredith, Cristina, Alex e Izzie sendo responsáveis por um grupo de internos (George está repetindo o internato). Os quatro agora são residentes e alcançaram um outro nível em suas carreiras. Nesse primeiro episódio já tivemos uma prévia dessa relação. Bem explorada pode ser, talvez, o fôlego que a série precisa para se destacar.

I love you too.

O relacionamento George e Izzie deve mesmo continuar. Já estou me conformando com a idéia. Há uma cena em especial muito bem realizada onde Izzie se declara mais uma vez para ele e lhe cobra palavras. Palavras que vem no final do episódio quando O’Malley diz exatamente o que a loira quis ouvir, terminando o capitulo com um grande cliffhanger.

As coisas entre Meredith e Derek estão estranhas. Da season finale até esse episódio, se passaram dezessete dias. Não tiveram nenhum contato desde então e como conseqüência disto, a separação. Eles decidem fazer o famoso “break-up sex” e deixam as coisas ainda mais nubladas. Desde o inicio do episódio já ficou visível que os dois já estavam conformados com o rompimento. Não houve briga e nem mesmo uma discussão. Foi um término de namoro calmo. Calmo até demais. Mas na pior das hipóteses, na season finale eles voltam outra vez. Simples assim (sentiram a ironia?).

Já Alex e Cristina estão completamente perdidos, pessoalmente falando. Burke a abandonou no altar e descobrimos que Alex foi atrás de Rebecca nas suas férias, mas ela o rejeitou. Ele e Cristina são dois personagens em ascensão. Ele principalmente, que começou timidamente e hoje é um dos melhores personagens da série. Sandra Oh carrega todo um hype dentro do show e o Justin Chambers vem se mostrando um ótimo ator e faz seu Alex Karev com muita personalidade. A cena final entre os dois, cercada de emoção, foi ótima. Nunca tivemos uma cena tão íntima entre eles. Deu gosto de ver.

Grey’s Anatomy começou bem e tem total condição de se manter assim. Será mais difícil recuperar a confiança perdida junto ao telespectador do que manter uma regularidade de bons episódios. Mas se os próximos mantiverem o nível deste, tenho certeza que a série começou a temporada de sua consagração. Doa a quem doer.

Texto publicado originalmenter no weblog Série Maníacos.

Séries citadas:

13 Comments

  1. Ricardo S

    Eric, não foi o melhor ep de Greys, mas tbém me deixou muito empolgado. É a minha série favorita e estava ansioso pela sua volta.
    Gostei especialmente do ep pq teve todos ingredientes q me fazem amar a série:
    – tiradas espertas, com Karev, Yang e Miranda brilhando
    – casos medicos impresionantes e malucos, com direito a cervo e engolidor de grampos
    – dramas despudorados, o “break-up sex” foi um momento bem triste de uma relação q não consegue dar certo
    – e o melhor, os nossos residentes não perderem as carcteristicas q nos fizeram ama-los, Yang triste pq pegou um paciente morto, Izzie passional, Karev cinico e os complicados e complexos Meredith e George

  2. malu

    Achei interessante a irmã da meredith quer conhece la e achei q a meredith fez bem pq da familia dela nunca vem coisa boa no final das contas .
    Arrasando como sempre Karev,Cristina , Bayley e logico Izzie.
    George me irritou como sempre ,continua o chato de sempre com pena de si mesmo,sem tomar atitudes a irmã da Meredith disse tudo p ele.Mas tenho esperanças c ele pois no final mostrou q vai ser mais decidido eu acho .

  3. Tula

    Adoro essa série!!!só que só acompanho graças a um amigo que grava a série para mim…

    Bem…desculpa a ignorância mas …o que é cliffhanger????!!rsrsrsr…

  4. Nicolas

    cliffhanger é quando acaba com alguma surpresa ou com alguma situação pendente ou seja momento do gancho para o proximo capítulo/episódio

  5. Barbie

    A Parte mais perfeita:

    O Mark falando para o Derek porque ele foi para Seattle!! hauhauahuahauhauha!! :D

  6. Eric Fernandes

    Ricardo, perfeito. Você disse tudo que eu achei. Mais nada acrescentar.

    Barbie, pois é. As vezes me pego rindo sozinho do que ele disse. Hilário! E já tá na hora dessa amizade engrenar, não acha?

  7. eugifran

    episodio otimo, voltou com força total….
    e parece que vai continuar assim…
    pelo menos pelos 4 proximos episodios…
    tudo correu bem…
    até o gizzie…
    sou contra o casal, mas adoro cada um separadamente hehehehehe
    falou tudo ai em cima…
    mer-der “foi um momento bem triste de uma relação q não consegue dar certo”
    mas eu bem que gostei hehehehe

  8. Mirna

    Olá!
    Quero dizer que adorei a sua crítica e é isso mesmo que eu penso.
    Adoro Grey’s e achei o começo deste season excelente.

  9. Eric Fernandes

    Mirna, obrigado. Eu também gostei muito do episódio.

    Ana Claudia, A Callie é a nova Residente Chefe do hospital. Nesse primeiro episódio vemos ela enfrentar dificuldade para se impor perante a seus residentes, Meredith, Alex, Cristina e Izzie. A coitada sofre um bocado. Uma frase bem legal que a Meredith disse no episódio já diz tudo:

    “Espiritualmente, a Bailey ainda está no comando”.

  10. Lucas

    Nussa. seu post ta muito show.
    Grey’s volto com tdo mesmO. nossa ta demais eu ja vi até o 4.02 q tb ta muito boM.

    Só to sentindo falta da Addison;;;
    Mais por enquanto ela tá bem em Private Practice [Gostei muito dos dois primeiros episodios da série] To torcendo pra ela continuar bem lá.

    Mais voltando pr Greys… é Simplesmente perfeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account