Log In

Notícias

Spartacus ganha nova temporada antes mesmo da estreia

Pin it

Lucy Lawless em SpartacusO canal norte-americano Starz está mesmo confiante em sua nova produção, Spartacus: Blood and Sand. A série que só estreia no dia 22 de janeiro acaba de ser renovada antecipadamente para uma segunda temporada.

“Não poderíamos estar mais felizes com a primeira temporada. Spartacus impressiona em todos os níveis – ação, personagens, intriga, romance e entusiasmo”, disse o vice-presidente de programação do Starz Entertainment, Stephan Shelanski. “Spartacus é o mais ambicioso projeto original que já iniciamos.”

Produzida na Nova Zelândia e estrelada por Lucy Lawless (Xena: A Princesa Guerreira) e Andy Whitfield, a série que explora a violência e as cenas de sexo ao estilo do filme 300, já teve seus dois primeiros episódios vazados na Internet.

Assim como ocorre em algumas animações, cada temporada da série trará um subtítulo ao nome Spartacus. A primeira, como já foi divulgado, é chamada de Spartacus: Blood and Sand; já o segundo ano foi batizado de Spartacus: Vengeance (Spartacus: Vingança). Produzida por Sam Raimi, Joshua Donen, Rob Tapert e Steven S. DeKnight, a segunda temporada terá 13 novos episódios

* * *

Texto publicado originalmente no weblog TV em Série.

Séries citadas:

12 Comments

  1. Patricia E.

    Uma mistura de “Gladiador”, “Roma” e “300”. Conferi os dois primeiros episódios que vazaram. A estética do primeiro foi bem no estilo HQ (puxando mais pro lado “300”), com trocentas cenas de câmera lenta (se isso irritou alguém em “300”, passe longe porque aqui tem muito mais). O lance “Gladiador” tem mais a ver com a forma como Spartacus se torna um exímio lutador (bem ao estilo do personagem de Russell Crowe) na escola de gladiadores mantida pelo personagem de John Hanna (“A Múmia”). O segundo episódio lembra um pouco “Roma”, mas sem a exuberância da série da HBO e as cenas de ação dão lugar ao drama propriamente dito. É uma série que tentarei acompanhar, pois aprecio bastante produções deste gênero.

  2. paullo kidmann

    q babado.
    quando vi a promo fiquei doido p assistir agora quero muito pois não sabia que era com a lucy…
    e vou correndo baixar a série não sabia que tinha vazado os epis..hehhe

  3. Roseana

    ESpero que Legend of the seeker não seja cancelada com toda essa expectativa em cima de Spartacus!!!

  4. Igor

    Acho apenas que é uma destruição do clássico “Spartacus”, de 1960, com direção de Stanley Kubrick e Kirk Douglas no papel principal.
    Já ficou provado que é impossível chegar aos pés do original.
    Agora, misturando “violência e cenas de sexo ao estilo do filme 300″… só porque dá audiência. Não há nada o que esperar… infelizmente!

  5. Lu

    Igor, um clássico é sempre um clássico. E não imagino uma emissora investindo numa produção cara como essa pra destruir a obra de um diretor com o renome de Stanley Kubrick. Francamente, isso é um exagero.

    O tema é rico e, se feito com competência, pode render uma série tão boa quanto Roma.

  6. Fernando dos Santos

    Estou curioso pra ver essa série por se tratar de uma produção de canal pago(Starz).Espero que com ela Sam Raimi e Rob Tapert entreguem um produto mais sofisticado.
    Nada contra as trashs Xena e Hercules, as quais me divertiram muito.Aqui porém eles vão abordar um período histórico a partir de uma história verídica, portanto espero uma abordagem mais elaborada.

  7. Patricia E.

    Igor, até entendo sua preocupação. Adoro o filme original e acho difícil superá-lo, mas resolvi assistir à série sem tentar compará-la com o filme de Kirk Douglas, prefiro encará-la como uma releitura (se será boa ou não, só esperando pra ver). E a série nem é o primeiro remake a ser feito, já que houve um outro filme que tinha o Goran Visnjic (o Luka Kovac de e.r.) no papel-título.

    Fernando, como você bem colocou, Xena e Hercules tinham propostas totalmente diferentes — Xena, aliás, é um dos meus “guilty pleasures”, deliciosamente trash. A série Spartacus pode não ser uma obra prima, mas perto de Xena e Hercules é uma super-produção. Quanto à fidelidade histórica, é comum tanto no cinema como na TV o uso de licenças artísticas a fim de incrementar o drama ou de tornar a história mais interessante para o público, então não espero que a série siga à risca o que está nos livros. Nem a série Roma e seu orçamento recorde foi 100% fiel à História e nem por isso ela perdeu seu mérito como bom entretenimento.

  8. Fernando dos Santos

    Patrícia eu também não exijo fidelidade total aos fatos, mas espero algo superior do lado criativo da série.

  9. maria

    bom pode ate ser que seja uma seri boa mas como a xena a princesa guerreira sera que vai ser mas cade a renner(a gabrielle nao participara mas ao lado de sua amiga lucy?

  10. Pingback: Spoiler – Spartacus: Blood and Sand » TeleSéries

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account