Log In

Reviews

Smallville – Isis

Pin it

Série: Smallville
Episódio: Isis
Temporada: 10ª
Número do Episódio: 10×05
Data de Exibição nos EUA: 22/10/2010

Filler. Algo que você adiciona para ganhar peso ou preencher espaço. Filler. Episódio sem muita relevância para o enredo de uma temporada. Isis. Capítulo filler após Homecoming.

Geralmente não se gosta desse tipo de episódios. Mas depois da soberbice da semana passada não era de se esperar o contrário. Isis foi algo leve, bobo, mas não totalmente desnecessário. Ele teve pitadas de um tempero apimentado e delicioso. Isis foi um recheio entre o 200 e o episódio de Halloween com uma surpresinha no final.

Mas se você foi um daqueles que achou super necessário a Erica Durance vestida de deusa grega, até pode achar que o recheio é melhor do que o prato principal. A questão é: Isis foi um bom recheio?

Oliver “Drama” Queen continua me lembrando o Homem de Ferro com essa postura despojada de rico e incosequente. A única diferença é que isso combina com o Tony Stark, e não com o Oliver Queen Wayne. A verdade é que essa crise de identidade nunca vai acabar! “Green Arrow Girls”? Por favor!

Esse comportamento do Oliver só não é pior do que quanto ele resolve maltratar a Tess. Sei que muitos acham que eu sou conivente demais com a senhorita malvadeza, mas… ela é tão legal. Sem contar que o relacionamento entre a Tess e o Oliver é bastante divertido, a tensão, os sentimentos passados, é de matar!

Mas o episódio parou ali, logo na abertura. Isis a deusa grega condenada a passar a eternidade juntando os pedaços espalhados de seus amor- é uma bela metáfora para a novela mexicana que ronda Smallville desde a última temporada.

Oliver “Drama” Queen Henrique Wayne ama Lois Maria, mas ela escolheu para amar o delicado e dedicado Clark Gable Kent. Assombrado pelo seu coração partido, Oliver encontra o amor, disfarçado de sacanagem, nos braços da pequena loira Chloe Cristina. Esta, viúva e mãe de cinco filhos, não via a hora de entrar na trama. Mas eles não contavam que Tess Bracho ainda sentia algo em seu coração gelado. Chloe Cristina desaparece em um ritual satânico e a única suspeita é Tess.

Acompanhem mais um capítulo de Isis.

“Viver sem amor não é viver, é apenas existir” – diz Oliver “Drama” Queen incentivando Clark a confiar em sua amada.

Enquanto isso, no Talon, Lois Maria planeja contar para Clark que sabe do segredo que é um segredo mas não é mais segredo. Com um figurino básico de deusa grega, ela vai ao trabalho e lá encontra seu amor. Os dois estão prontos para se declarar quando surge…

dum dum dum….

Cat Cristina. A loirinha começa a tagarelar em chatinês mas não é capaz de separar o casal apaixonado.

Teto, em cinco minutos.

Juro que se alguém fala isso para mim, eu caso. Prestem atenção na comicidade da cena. Adoro comédia em Smallville.

Mas enfim, tudo estava pronto para um final feliz, eis que Lois é possuída pela deusa Isis e se transforma em Super Lois – e voa.

Os super amigos se juntam para resgatar a donzela em perígo, até que Oliver tem outro ataque dramático. “Ninguém pode tirar o lugar da Chloe”. E milhões de olhos se reviram loucamente.

Cat – a loira, acha que Lois Maria é o Borrão. Claro, assim como tudo que reluz é ouro, a arte de checar os fatos passou longe nos conceitos da repórter-loira.

Não pensem que eu odeio Cat Grant. Até gosto. Gosto de rir da cara dela. Do jeitinho que a Tess fez. Só que eu apontaria para a Cat e lágrimas sairiam dos meus olhos.

Rir do jeito que eu ri quando a Tess falou “Você tá me dizendo que Lois Lane se tornou a deusa Isis? Como isso foi acontecer”? Bom, Tess. Aprenda com a Lois. Isso é Metropolis, coisas estranhas acontecem em Metropolis.

Os três amigos continuam a busca pela deusa. Isis está prestes a juntar os pedaços do seu amor e segura em suas mãos o coração de Osíris.

Amor verdadeiro vale qualquer sacrifício.

Vale?

Bom, o que vale mesmo é ver o time trabalhando junto. Adorei! Lois foi salva e agora o amor pode vencer todas as barreiras e…

Na torre Tess consola Oliver. Na verdade ela queria agarrá-lo, mas a novela é censura Livre. Isso ainda não pode acontecer.

Tess agora é oficialmente a Torre de Vigilância. Lágrimas de alegria, dela e minha.

A novela acabou aí, porque o resto do episódio foi perfeito.

Estou muito curiosa para saber o que vai acontecer com o pequeno Lex. Será que o amor realmente vence tudo? Será que o pequeno Lex se tornará o grande Lex Luthor? Será que Tess conseguirá salvar o garoto? Oh, as possibilidades.

E finalmente, o final. Que final! A cereja no topo de todo esse recheio. O que todos esperavam desde que a Lois – do futuro – anunciou um certo acontecimento em uma certa data! Confesso que não achei que seria tão rápido, mas não temos tempo a perder quando se falta tão pouco para o fim. Que cena, que discurso! No mesmo cenário de Infamous. Ele contou. E contou mesmo. Deu seus motivos e esperou pelo melhor. Resultado? Uma das coisas mais fofas – não consegui outro adjetivo- que eu já vi em Smallville.

Tom Welling e Erica Durance devem se divertir muito fazendo esse trabalho. O sorriso no rosto dos dois é muito verdadeiro para ser somente atuação. O que faz Smallville mais irresistivel de assistir.

Próximo passo? Vocês sabem!

Para o Alto e Avante

Tess – a melhor – Mercer agora é do time! Até que enfim uma heroína original de Smallville.

Clark e Lois no depósito do Planeta Diário foi uma lembrança bacana de Infamous. Só que nessa realidade ninguém esqueceu de nada! Adorei a cena, me pareceu bem coerente e claro, e deixou o Tom Welling de pernas para o ar.

Interação Erica-Tom e Cassidy-Justin. Muitos ficam enchendo o saco com essa história de “quimíca”, mas pelo amor de Deus! Esses quatro são nitroglicerina pura.

Adão Negro? Alguém viu? Alguém?

Coquetel de Kryptonita

Cat Grant. Acho que por ser baixa, loira e chata. Tenho trauma com o tipinho. E ela nem se quer ameaça a Lois, em nada. Não serve para fazer triângulos.

Erica Cerra? Alguém viu? Alguém sabe quem essa pessoa é? Adriana?

Drama! Drama! Drama Queen!

E então? Respondendo a pergunta, Isis foi um bom filler. Ótimas atuações – e isso não é algo que se vê todos os dias em Smallville – e momentos engraçados. Claro que a parte da deusa só justifica a confusão amorosa que assola os pensamentos de Oliver, Clark, Lois e até a Tess. O que é amor verdade? É querer até possuir? É proteger e se afastar? É perdoar? Várias questões puderam ser respondidas nesse episódio.

Falando em um “cenário maior”, Tess se encaixa muito bem no time dos heróis. Gosto dessa personagem desde o primeiro momento em que ela apareceu, dá um toque mais Marvel nessa novelinha da DC.

Espero que Oliver “Drama” Queen finalmente siga em frente. E para Lois & Clark, o céu é o limíte. Quero voos, ou melhor, super voos nos braços do maravilhoso SUPER-HOMEM. Cansei desse Borrão.

Isis ressusitou 7.8 faraós (0 a 10).

Escrito por Genevieve Sparling.

Dirigido por James Marshall.

Séries citadas:

30 anos, é formada em jornalismo pela Unesp e em Letras Inglês e Literaturas pela UFRN. No "TeleSéries", já foi colaboradora e editora de Notícias, agora é Editora de Conteúdo e escreve a coluna mensal "Sintonia". Já passou pelo Vírgula e pela Rede BomDia, do DIário de S. Paulo. No tempo livre, vê Bones, Hot in Cleveland, It's Always Sunny in Philadelphia, entre muitas outras séries. Fã do Clark Kent e música country.

Website: http://naliteral.blogspot.com.br/

8 Comments

  1. MicaRM

    Como assim até que enfim apareceu uma heroína original de Smallville!? E a Chloe é o que!?
    Mas dito isso, devo concordar que da Tess é tudo de bom. Adoro a personagem. E ela tem ficado cada vez melhor. E, se sou fã de Chloe e Olliver até debaixo d’água, sou ainda mais fã de Tess e Olliver. Já que a loura está desaparecida por conta própria para salvá-lo (e provavelmente para alguma coisa mais), bem que ele podia ficar com Tess e ser feliz de uma vez, não?
    Tess e Alexander é a coisa mais fofa do mundo…mas morro de medo do que o futuro nos reserva. Ele está crescendo demais…socorro!!! Não o quero como o grande vilão que ele será em Superman, porque poria por terra toda a teoria de que o Lex era bom, o problema foi o meio em que viveu (e a forma como nunca realmente deram um voto de confiança a ele) que no fundo foi o que Smallville trabalhou desde o dia um. O que eu queria mesmo? Que Lex estivesse vivo, voltasse e reencontrasse sua cópia (já adulta) e visse o que ele realmente seria se não tivesse um passado (e família, e amigos) tão distorcido. Também seria legal para o Clark ver que o ex-amigo poderia sim ter se tornado uma pessoa legal se ele tivesse acreditado um pouquinho mais no Luthor.
    Mas não sei se é por esse caminho que os caras de Smallville irão, por isso tenho medo, muito medo do nosso pequeno e amado (agora muito mais, já que Tess assumiu a posição de mãe) Alexander.

    E para finalizar, amei a última cena. Clark e Lois são feitos um para o outro e, se o discurso dele foi perfeito, a reação dela foi ainda mais. Lindo. Fiquei com lágrima nos olhos.

  2. Pingback: Tweets that mention Smallville – Isis -- Topsy.com

  3. Maria Clara Lima

    Sabia que você ia falar da Chloe. Hahaha Desculpa, mas… Ok, deixa.

    A história do Alexander é interessante. Queria muito ver os dois Lex, ainda mais agora com a possível volta do Michael.

    =]

  4. Ana

    HSUAHSUA MARIA TU SABE Q EH UMA PARTE DOS 0,0000001% DOS FÃS DE SMALLVILLE Q N GOSTA DA CHLOE CERTO?
    HAUSHASUAHSUA

    ok deixa qeto.. *cochichando* eu tb prefiro a tess ;) .. mais gosto da chole ok ahsuahsua
    well amo o jeito q vc escreve -q

    amei o episodio apesar da enrolação da deusa e tudo mais
    e n chama o oliver de drama queen :(
    ok q ele eh um mais n precisa dizer na lata ahsuashaus

    ANSIOSA pro proximo finalmente tom/erica vão se pegar aeeeeeee o/
    digo.. clois ira consumar seu amor eterno haha…ja viu na promo?
    sté semana q vem õ/

  5. Mônica Almeida

    Maria Clara, eu morro de rir com suas reviews. São ótimas!
    Eu adoro a Chloe, mas prefiro o Oliver com a Tess. A química entre os dois é perfeita,assim como a do Tom e da Erica. Meu, que cena perfeita aquele final com Clark e Lois. Amei!

  6. TB

    Ótimo texto. Tô adorando comentar essa temporada com vc. E seus textos são o alívio cômicos depois que eu escrevo os meus.

    @MicaRM

    Num universo como o DC, em que existe diversos universos paralelos (o Multiverso) nada surpreende muito em relação aos personagens mais conhecidos, como o fato de um Lex cheio de boas intenções e casado com Kara se opondo a um Lex vilão absoluto e que quer dominar o universo seja como for. Gosto da forma como Smallville explora as teorias que nas HQs são explicadas pelo Multiverso enquanto na série existem explicações mais “plausíveis” para o mundo em questão.

  7. Maria Clara Lima

    Ana, Monica, TBs obrigada pelos comentários.

    Ana, eu me orgulho de fazer parte da MINORIA. =]

    TBs, eu ainda me sinto culpada por te forçar a assistir Smallville. =p HAHAHAHA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account