Log In

Reviews Spoilers

Smallville – Harvest

Pin it

Série: Smallville
Episódio: Harvest
Temporada: 10ª
Número do Episódio: 10×06
Data de Exibição nos EUA: 29/10/2010

Sexo, violência e muito suspense. Elementos básicos para uma boa história de Halloween, não? Harvest, mais um episódio filler, tinha tudo para ser um épico trash da série, mas acabou se tornando um dos episódios preferidos da temporada. O que deu certo dessa vez? Um enredo interessante, boas cenas, atuações generosas e o pequeno Lex Luthor. Claro que não esqueci do sexo. Ele fica para o fim.

Penso em Harvest como um conto de duas histórias. Uma, passada em Smallville e outra passada nas “Cidade dos Amaldiçoados”.  O aniversário de Alexander foi muito mais do que uma festa surpresa. Quando se sabe que o garoto está crescendo em rítmo mais do que acelerado e que em semanas ele pode se tornar o Lex Luthor, o clima de terror pode arruinar qualquer festividade e aniversário acaba de tornando uma piada de mau gosto. O que há para celebrar? Talvez, a provável volta do Michael Rosebaum, mas a verdade é que tudo se desenha para que o mal prevalesça e traga bastante problemas para os nossos heróis.

O garoto, Connor Stanhope, poderia muito bem ser o próximo Lex. Em todas as suas participações como o jovem Luthor em Smallville, o menino mostrou serviço e robou a cena. E a Cassidy, como sempre, elegante e geniosa. E o que mais me encanta em Tess Mercer é a dubialidade de seu caráter. Ninguém é 100% mau ou bom.

Achei bastante coerente a decisão dela de “confinar” o pequeno Alexander. Ao desistir de salvar a alma do menino com seu amor maternal, ela acaba confirmando que sua motivação pode não ser tão pura quanto parece. A história agora é outra, deve-se proteger o mundo de Lex Luthor.

Já na Cidade dos Amaldiçoados, Lois e Clark passam por mais uma provação. Dessa vez, a lição é simples: Para que os dois sobrevivam, é preciso que um sempre esteja lá para o outro. Mas como dizem por aí, não é a lição que importa e sim a jornada. – Tirei isso do piloto de Aquaman.

E nessa pequena jornada Lois Lane e Clark Kent são simplesmente Lois & Clark. Alguém mais teve a sensação de estar vendo um remake da famosa série dos anos 90? Alô? CW? Eu disse Remake! Bom, teve de tudo. Comédia, drama, romance. Como eu sinto falta daquela série.

Mas voltando para essa série. Muito gente não gostou do fato da “grande revelação” ter ocorrido na chamada offscreenville. Sinceramente, achei interessante a manobra dos roteiristas de começar já com uma pós-conversa sobre o assunto. As referências de Lois a episódios como Kara, Bloodline e Bride me fizeram rir um pouco. Mas quando você fica sabendo que seu namorado é um alíenigena, você não reage como a Lois. Não o compara à Deus ou Bono Vox, não o provoca no meio de uma estrada vazia. Quando você é Lois Lane, você foge para ir atrás de uma história, você se mete em confusão, você vira oferenda para uma seita maluca. É, Lois não é nada comum.  E é justamente por ser tão incontrolavel e diferente, que a gente se diverte.

Erica Durance estava toda animada sobre Harvest, principalmente por causa do figurino de Amish. É incrível como ela consegue ficar bonita com qualquer roupa. Ordinário mesmo é o Tom Welling e sua capacidade de ficar maravilho sem roupa.

Porque nunca estamos em um lugar romântico quando ele tira a camiseta?

Me pergunto a mesmo coisa.

O importante é que os dois, trabalhando em conjunto, conseguiram se salvar e ainda proporcionaram uma bela cena tragicômica. Só mesmo Clark Kent para se meter entre o fogo e sua bela “donzela em perigo”. E só Lois Lane para citar Pulp Fiction em um discurso improvisado para assustar o povo da vila.

Mas a cena mais esperada, e digo, pelo menos por mim, esperada há 6 anos, aconteceu. Do jeito que eu quase sempre sonhei. O quase fica por conta da duração da cena. Claro, esperava que fosse mais longa. Mas a direção de Turi Meyer foi um ponto positivo para esse momento. Gostei bastante de como foi feita a passagem de tempo. No celeiro, estava ainda claro, no quarto, já estava escuro e mais tarde, as velas estavam quase todas derretidas. Deu para perceber que a noite foi longa. Tão longa quanto a nossa espera.

Logo após Harvest tive que assistir Façade, Lucy e Bride. Era sonho? Realidade alternativa? Lois e Clark fazendo amor pela primeira vez? E ele com suas “habilidades”, com a pessoa que “sempre será a única”. Ah, o amor!

E depois.

Sobre isso, só tenho uma coisa à dizer: Como pode? Como pode esses dois serem tão perfeitos?

Para o alto e avante

Adoro referências. Um hábito que adquiri com anos de Gilmore Girls. Essa temporada de Smallville está suprindo essa minha carência. As referências aqui foram muitas: Pulp Fiction, A Cidade dos Amaldiçoados, Bono Vox e claro, a episódios anteriores.

Alexander Luthor é genial. Tão genial quanto Tess Mercer.

Lois e Clark conversando sobre  Krypton.

Lois e Clark usando pela primeira vez os termos “namorado” e “namorada”.

Lois e Clark usando roupas do povo Amish.

Lois e Clark sem roupa.

Coquetel de Kryptonita

Ruim? O que foi ruim nesse episódio? Sério, o que foi ruim nesse episódio? Tirando o fato de que ele foi um filler, a história andou e muito.  Acho que não teve nada de errado com Harvest.

Bueno, a cena de amor entre Lois e Clark merecia um tratamento True Blood, mas a classificação livre não permitiu.

Fico imaginando se essa temporada pode ficar melhor. Achei que nada poderia superar Homecoming mas eles continuam provando que vale a pena insistir e assistir essa série. Aparamentemente eu não sou a única a concordar que Smallville precisa de uma sobrevida.

Harvest assustou 10 corvos (de  0 a 10).

Escrito por Turi Meyer e Al Septien.

Dirigido por Turi Meyer.

Séries citadas:

30 anos, é formada em jornalismo pela Unesp e em Letras Inglês e Literaturas pela UFRN. No "TeleSéries", já foi colaboradora e editora de Notícias, agora é Editora de Conteúdo e escreve a coluna mensal "Sintonia". Já passou pelo Vírgula e pela Rede BomDia, do DIário de S. Paulo. No tempo livre, vê Bones, Hot in Cleveland, It's Always Sunny in Philadelphia, entre muitas outras séries. Fã do Clark Kent e música country.

Website: http://naliteral.blogspot.com.br/

13 Comments

  1. Pingback: Tweets that mention Smallville – Harvest -- Topsy.com

  2. David G

    As referencias foram um show a parte mesmo. Alguém pode me dizer o que aconteceu com o Tom? Nessa décima temporada ele está tendo atuações muito consistentes. Episódio nota 10 mesmo.

  3. Maria Clara Lima

    Oi, David. Acho que o Tom evoluiu com a série. Nos últimos dois anos, é visível o crescimento dele como Clark Kent.
    Para quem o ver dando entrevistas, sabe que ele é muito diferente de seu personagem, e isso reforça sua razoavel atuação. Diria também que a Erica o ajuda bastante. Os dois crescem juntos em cena.

  4. Nicole29105

    Bela Review! Retratou perfeitamente o epi e a opinião dos fãs, principalmente os Clois! o/

  5. Mônica Almeida

    Maria Clara, eu também adorei o episódio e como você, amo referências a outras séries, filmes, etc. Também adorava Glmore Girls.
    O Connor Stanhope é perfeito como o jovem Lex. O garoto tem até o sorrisinho meio torto do Michael Rosembaun.
    Episódio perfeito. E sim, a cena de amor entre Lois e Clark poderia ter sido mais longa. Mas foi linda, mesmo assim.

  6. MicaRM

    Eu acho que a série está indo para um ponto que ele queria….eu tinha a sensação do Tom estar cansado do Clark nas era passadas, mas o Clark se renovou, a série se renovou e com isso o ânimo (e a atuação, por consequência) se renovou.

  7. Maria Clara Lima

    Concordo, Mi. E isso só me faz querer vê-lo de Superman. Mas as minhas preces não serão atendidas, a não ser que a Dawn O. morra.

  8. Ana

    Como eu sinto falta daquela série.

    EU TB

    cara foi LnC q me fez ler superman foi LnC q me fez ser Clois a sei lá 14 anos atras o.O

    clois eh meu OTP e pqp qase tive um AVC de tanta felicidade
    eu achei um ep fraco mais qem se importa com o ep como um todo qndo vc tem o melhor casal ever nele?
    hsuasha ok sorry a empolgação mais eu ja falei q sou clois a 14 anos? e q smallville me deu a melhor versão deles?
    a erica eh perfeita e concordo com o q vc disse ali em cima
    e ela q faz o tom crescer em cena

    qndo ao mini lex eu me decepcionei
    qeria ele malvado sim mais de uma forma falsa e traiçoeira como o seu original
    bem paciencia smallville sempre acaba estragando alguns boms plots

    ate sabado maria clara

  9. Maria Clara Lima

    Com certeza a Erica enriquece o Tom.

    Também sou Clois desde pequena, e estou gostando deles em Smallville. Tive grande dificuldade de aceitar Clois se formulando na oitava temporada, mas agora eu até acredito nos dois.

    Até sábado com Harvest! :)

  10. Djeine

    Concordo contigo, e sou Clois mesmo, foi um remake de lois & Clark, descarado, mas valeu cada mometno e as expressões de Erica e Tom estão nesta temporada com uma cumplicidade impar. Amo cada episódio, tem hora que vejo que não é dos melhores, mas como foi dito, tendo o Clois nas cenas com as tiradas e vamos dar o merecido mérito Tess está muito boa, excelente, vai deixar saudades…

  11. Pingback: Destaques da Semana – Brasil – 29 a 5/12

  12. Madmag1980

    Oh! Coisa maravilhosa você fez jus do episodio na review, sou uma clois também com muito orgulho, apesar de ainda nem ser nascida curtir as fotos de George Reeves e Noel Neil, assistir muito Margot e Christopher,Dean e Teri e agora morro de amores também por esses lindos Tom e Erica que se amaram fenomenalmente neste episódio fuzilando de vez a incomodante conversa de que eles não tinham química, eles têm química, física e todas as matérias possiveis eu os amo de paixão desde os primeiros episódios da série em que se conheceram em Crusade 4X 01 que foi bem diferente dos outros filmes e séries porém bem apimentado porque Lois e Clark tem esse gostinho de guerra e amor, por isso esses comentarios me incomodavam bastante em pensar que as versões originais de Lois e Clark não estariam fazendo sucesso como no passado, mas isso acabou eles arrasaram e estão arrasando, como você disse eles cresceram mais e mais juntos, o Clark Kent de hoje ao lado de sua oficialmente amada Lois Lane é bem mais centrado que nas primeiras temporadas e isso está encantando os fãs, o que faz crescer bem mais a aspiração de desejarmos tanto vê-los no cinema apesar das possibilidades serem bem remotas, mas mesmo isso não acontecendo serão eternos e inesquecíveis na série. Parabéns ao Welling e Durance, sempre serei uma clois apaixonada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account