Log In

Especiais

Smallville e os quadrinhos

Pin it
As Crises Finais do Superman em 10 anos de série. O jeitinho de Smallville entender os quadrinhos.

Obviamente, quando se fala em Superman, ou mesmo Smallville, um elemento muito básico não pode ser deixado de lado, que são as histórias em quadrinhos. Ao longo da série vimos muitos elementos dos quadrinhos aplicados de maneira direta ou indireta aos personagens, situações e histórias.

Um ponto interessante dos quadrinhos é que com o passar do tempo as histórias acabam ficando confusas, muitos fatores são criados para dar aquele fechamento a uma determinada história, e com isso os roteiristas muitas vezes acabam dando corda para o que no futuro virá a ser a forca do personagem.

E com tantos argumentos para se justificar diversas histórias acaba-se criando uma verdadeira confusão no universo e na mente dos leitores, assim tornou-se necessário no Universo da DC a presença das Crises, que são grandes eventos que atuam como corretores das diversas situações. A DC trabalhou basicamente em 3 grandes crises, cada uma completando a anterior.

Inicialmente, as crises eram eventos anuais, sendo que a 1ª Crise foi o encontro da Liga daJustiça da Terra 1 com a Sociedade da Justiça da Terra 2. Pronto, essa primeira crise foi a precurssora do problema que estava para aparecer no futuro. Ao criar um universo paralelo que continha uma outra Terra, os roteiristas passaram a criar uma infinidade de outros universos paralelos e outras Terra a fim de explicar as diversas situações que ocorriam. O que não tinha explicação, como o retorno de algum personagem que havia morrido anteriormente, era explicado com algum fator de outro universo paralelo.

A 1ª grande crise foi a Crise nas Infinitas Terras, através da qual a DC conseguiu acabar com a infinidade de universos e Terras paralelas. Já a 2ª grande crise foi a Crises Infinitas, que trouxe o conceito de Multiverso, no qual havia apenas 52 Terras, ou seja, 52 universos paralelos. Nessa situação, a idéia de universos paralelos é pertinente, mas limitado, sendo que várias Terras, já foram destruídas.

Já a 3ª grande crise foi a mais recente, a Crise Final, que foi lançada em 2008 e tinha como objetivo acabar com diversas pontas soltas do passado. Essa crise trouxe de volta alguns personagens que haviam desaparecido anteriormente, como Conner Kent e o Flash Barry Allen, mas também foi responsável pela morte de grandes personagem, como John Jones, o Marciano, e Batman, que descobriu-se posteriormente que não morreu e sim foi enviado aos primórdios do tempo, fazendo companhia ao primeiro homem, e que futuramente encontrará um modo de voltar ao seu próprio tempo.

Por fim, o que tem a ver as Crises com Superman? Oras, tem tudo a ver, afinal de contas é sempre ele o cara a lutar com o grande vilão de cada crise. Recentemente, na Crise Final, coube a ele derrotar Darkseid, que depois de ter sido baleado por Batman e atingido por Death of New Gods, praticamente morreu, mas sua essência se manteve agarrada ao mundo no aguardo da construção da Máquina de Milagres, uma máquina que era capaz de realizar qualquer desejo. Uma máquina que existe apenas no futuro e é protegida por Brainiac 5, que diz que nenhuma pessoa é confiável para ficar próxima da máquina, com exceção unicamente de Superman. No fim das contas, Superman destrói a essência de Darkseid com um grito em uma frequência que se contra-pôs com de Darkseid simplesmente o anulando, e por fim desejou à máquina um final feliz.

E qual era o final feliz que Superman desejava? Que tudo pudesse voltar ao normal e que ele conseguisse a cura para salvar Lois, que ficou mortalmente ferida em uma explosão no Planeta Diário e só estava sobrevivendo graças à visão quente de Superman que mantinha seu coração aquecido.

E por fim, foi a Legião de Supermen (cada Superman de uma das 52 Terras) que foi capaz de derrotar Mandrakk (e também Ultraman, que foi dominado por Mandrakk), o monitor-negro, que pretendia consumir toda a existência.

Mas voltando para Smallville, qual sua relação com as Crises?? É que Smallville se passa em um período entre a 1ª Crise e a Crise nas Infinitas Terras, já que mostrou o universo paralelo de Ultraman e se valeu de muitas histórias dessa época, como a própria criação da Liga da Justiça, o relacionamente principiante do romance entre Lois e Clark e todo esse universo e heróis do mundo afora que ainda não apareceram.

E para terminar, por que Smallville não contou com um evento como uma grande crise? Simplesmente porque as crises se tornaram um mal necessário, um evento para corrigir linhas mal desenhadas na história. Além disso, todas as crises contaram com um longo planejamento. Somente a Crise Final começou a ser planejada em 2002, mas só foi publicada em 2008. Imagina só isso acontecendo em Smallville, os roteiristas mal dão conta de organizar eventos em uma temporada, quem dirá se planejar para 2, 3 ou mais temporadas a frente, fora o fato de que a qualquer momento pode rolar um cancelamento por parte da produtora ou do canal.

E você, também entende de quadrinhos?? Deixe sua opinião sobre a influência das histórias em quadrinhos nas histórias de Smallville.

Texto escrito por Túlio Bittar do site Guia de Seriados.

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account