Log In

Notícias Novos Pilotos e Séries

Showtime aborta spin-off de The L Word e série de Matthew Perry

Pin it

Leisha HaileyOs fãs de The L Word acabam de tomar mais um banho de água fria. Não bastasse a tristeza com o final do programa, que teve seu episódio final exibido no mês passado nos EUA (com um episódio que decepcionou muita gente – leia aqui), agora os planos da série ganhar continuação acabam de ser suspensos.

A Showtime, emissora que exibiu a série nos EUA, anunciou na semana passada que desistiu de produzir o spin-off de The L Word. O projeto, que se chamaria The Farm, seria estrelado pela atriz Leisha Hailey, que fazia o papel da jornalista Alice Pieszecki.

Outra vítima da Showtime foi o ator Matthew Perry. O ex-astro de Friends e da cancelada Studio 60 on the Sunset Strip planejava dar a volta de cima com a comédia The End of Steve. Desenvolvida pelo ator, em parceria com o produtor e roteirista Peter Tolan, o piloto do seriado foi rejeitado pelo canal.

Mas The End of Steve ainda poderá ver a luz do dia: em depoimento para a Entertainment Weekly, Peter Tolan anunciou que oferecerá o seriado para outras emissoras de TV paga, e que já iniciou negociações com a HBO.

O motivo dos cancelamentos? A Showtime está com excessos de programas novos. A emissora possui na grade as séries United States of Tara, Weeds, The Tudors, Californication, Dexter, As Mil Faces de Tracey Ullman e a britânica Segredos de uma Garota de Programa. O canal em breve irá estrear Nurse Jackie, comédia com Edie Falco.

Segundo o The Hollywood Reporter, a Showtime ainda está analisando se colocará em produção outros dois projetos: o drama Possible Side Effects, de Tim Robbins, e a comédia Ronna and Beverly, assinada por Jenji Kohan, a criadora de Weeds.

Use o Shopping UOL para encontrar e comprar pelo menor preço os DVDs de Friends e The L Word.

Com informações do The Hollywood Reporter e da Entertainment Weekly

Séries citadas:

Os textos assinados pela Redaçao TeleSéries são textos de autoria coletiva ou notícias escritas por um redator anônimo, mas sempre revisadas com a máxima precisão jornalística.

9 Comments

  1. luly*

    sacanagem com Perry. Bom ator, mas não cosegue trabalhar. enquanto isso, essas porcarias de pseudo-celebridades que vive de mostrar corpo ou namorar famosos, conseguem ficar milionários! não dá mesmo pra entender. tomara qu consigam outra emissora e a cabo, pra dar mais chance à série.

  2. Alex

    Só as reprises diárias de Friends ao redor do mundo, rendem para ele mais $$ do que o salário de todos aqui somados =[

    Mas é uma sacanagem ele não ter espaço com tanta série ruim na TV…

  3. Pingback: Showtime aborta série derivada de “The L Word” » Universo Mix

  4. Tiago

    a real é que esse seriado dele, pelo que eu li em algumas notas, nao é só comédia “escrachada”, é uma comédia de humor negro, inteligente. E tem umas sacadas que não são boas pra mídia, como piadas com a UNICEF (muito boas por sinal, rs), eu particularmente achei muito bom, mas, a gente vê o que a TV quer mostrar né.

  5. Eliane

    Olha não sei o que há na cabeça (ou talvez nos pés) desse pessoal de Hollywood. The L Word dá de 1000 a zero em qualquer série apresentada pelo Showtime ou qualquer outro canal à Cabo tipo as séries da Warner (as séries da Universal são excelentes). TLW mudou a concepção sobre a vida homossexual em muita gente que assistiu a série, principalmente em relação ao casal principal Tina e Bette que MERECEM uma série EXCLUSIVAMENTE só para elas. Tá todo mundo “BLIND” em Hollywood.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account