Log In

Comic Con Notícias

‘Sherlock’ na Comic-Con: terceiro ano estreia em 2014; quarta temporada é indefinida

Pin it

O mediador do painel de Sherlock, da BBC, durante a Comic-Con de hoje, confirmou: a série retorna no início de 2014 à TV britânica. Ao invés de aplausos costumeiros ao seriado de sucesso, um coro de “Ah”, decepcionado, foi ouvido por aqueles que acompanhavam a convenção de San Diego – já que os mais otimistas acreditavam que as novas histórias chegariam à televisão ainda esse ano. As notícias ruins não param por aí. Se alguém é muito fã do vilão Professor Moriatry (Andrew Scott), é melhor se sentar para receber a notícia: ao contrário de Holmes, ele morreu de verdade. No entanto, pode ter uma “boa nova”, nesse sentido… Mais tarde, meu caro leitor!

Os protagonistas

Nem Benedict Cumberbatch, nem Martin Freeman – os atores que dão vida a Sherlock Holmes e Dr. Watson, respectivamente – estavam presentes no painel, já que eles são dois dos atores com carreiras mais promissoras no cinema. Apesar de estarem a todo vapor em Hollywood, a dupla faz questão de declarar, sempre que possível, o amor ao seriado britânico, deixando os fãs mais tranquilos quanto à continuação do programa. Por isso mesmo, era de se esperar que eles participassem, de alguma forma, do painel. E assim foi. Cumberbatch e Freeman gravaram um vídeo exibido logo no início do evento – no painel, estavam presentes os criadores Steven Moffat e Mark Gatiss, além da produtora Sue Vertue.

Martin Freeman, que estava vestido de Bilbo Bolseiro (ele trabalha na continuação de O Hobbit), pediu para que os fãs gritassem e fizessem perguntas agressivas, pois os produtores adoram isso. Ele terminou sua mensagem dizendo, “Eu amo muito essa série. Talvez até mais que vocês. Espero vê-los em breve. Se eu não os vir, então, vocês me verão mais cedo”. Ele contou que, ao fim das filmagens do filme de Peter Jackson, eles retornam aos sets de Sherlock para gravar o terceiro episódio da série.

Já Cumberbatch foi mais divertido. Iniciou sua mensagem com “Oi, sou Benedict Cumberbatch” e começou a falar sobre Star Trek (filme em que ele interpreta o vilão). Uma voz ao fundo o corrige sobre a temática da conversa e ele tenta de novo – dessa vez, falando sobre O Hobbit (ele também integra o elenco do longa).  Depois, percebendo o engano, ele especula sobre o que está ali para falar – e cita alguns de seus projetos cinematográficos – até que uma pessoa o informa que se trata de Sherlock. Fazendo cara de pouco caso, ele dispara, “Oh, Sherlock? Televisão?”. Tudo brincadeira, é claro. Logo em seguida, ele afirma que fazer a série é ainda mais divertido do que assisti-la; o que já é muito legal, segundo ele. As gracinhas não param. Ele conta que, pelos últimos dois anos (a série está em hiato desde janeiro de 2012), as pessoas o perturbaram com perguntas do tipo “Como seu personagem sobreviveu?”, sem que ele pudesse entregar o enredo. Cansado, ele iria contar a verdade naquele momento. Ele, então, se utiliza de bichinhos de pelúcia para a explanação. O restante da história, você confere no vídeo abaixo:

 

Com a palavra, os produtores

Antes de o trio de produtores subir ao palco, o apresentador do painel fez uma observação curiosa e comparou a série com a americana Elementary, da CBS – que leva o detetive (interpretado por Jonny Lee Miller) para Nova Iorque, em companhia “da” Watson (Lucy Liu). “Hollywood continua tentando roubar Sherlock Holmes”, brincou. Não é para menos. O detetive – inspirado no personagem das obras literárias de Sir Arthur Conan Doyle – é uma das figuras mais famosas de todos os tempos.

Uma vez acomodados em suas cadeiras, Moffat, Gatiss e Vertue foram direto ao ponto: como Sherlock Holmes, que supostamente se jogou do alto de um prédio e vimos a cabeça do detetive ensanguentada no chão, sobreviveu à queda? “Existem poucas maneiras de você se jogar de um telhado e sobreviver”, constatou Gatiss, sem revelar mais. Já Moffat falou do primeiro encontro de Holmes e Watson, logo depois de o médico achar que o amigo havia morrido. “Aquele momento é eletrificante. E continua, continua…”, disse. “Essa longa seqüência é o meu momento favorito de Sherlock que nós já fizemos.”, assegurou.

RIP Moriarty

Eles contaram que Moriarty, papel de Andrew Scott, não sobreviveu à segunda temporada, mas isso não quer dizer que o ator está fora da série, uma vez que é “mais barato tê-lo de volta do que comprar um manequim”, brincou Moffat, provavelmente se referindo à reconstituição da cena final do segundo ano, quando entenderemos como Sherlock viveu.

Legítima esposa

Sobre o irmão de Holmes, Mycroft, Moffat não quis revelar se o personagem vai aparecer muito durante a temporada, mas adiantou que, ao contrário dos livros, as coisas não se resolverão tão fácil, com um perdão.

Se os assuntos familiares de Sherlock não vão a mil maravilhas, o Dr. Watson vai começar sua própria família: ele vai se casar. Uma nova personagem será introduzida à história. Ela é Mary Morstan, papel de Amanda Abbington, com quem Freeman tem uma união estável na vida real e dois filhos. Na ocasião, segundo os produtores, veremos uma das cenas mais sensíveis envolvendo Holmes e o médico. Dr. Watson irá chamar o detetive para ser o best man de seu casamento (algo entre um assistente e padrinho, uma pessoa especial escolhida pelo noivo). Quando Sherlock pergunta do que o posto se trata, o médico confessa que Holmes é seu melhor amigo. “Eu sou seu me… me… melhor amigo?”, indaga Sherlock em uma cena prévia exibida durante a convenção. “É claro que é”, não hesita Watson.

Season finale

Não pense que apenas de momentos “gracinhas” a série vai ser feita. Os produtores garantiram que, ao final do terceiro episódio, um novo cliffhanger será colocado aos espectadores, tão grandioso quanto a morte de Holmes no segundo ano. “Você vão assistir o final e pensar ‘Eles não vão parar nisso! Eles não vão parar nisso!”, previu Moffat. O que quer dizer que a quarta temporada esteja garantida? Talvez.

Embora Cumberbatch e Freeman já tenham dado entrevistas a favor de um quarto ano, Vertue argumentou que ainda não se sabe quando eles poderão fazê-lo. O hiato entre a segunda e a terceira temporada de Sherlock vai atingir os dois anos. Os atrasos se devem às agendas lotadas tanto dos atores quanto dos produtores – também responsáveis por Dr. Who, da BBC. E, pelo jeito, isso sempre será um entrave.

Sherlock – O Filme?

E que tal um filme? Está na moda. “É um pensamento interessante. Eles levam séculos para serem feitos porque são muito lentos se comparados à televisão”, começou. “E não queremos fazer nada que reduza a quantidade de episódios que realizaremos, mesmo que no futuro”, ponderou Moffat.

//

Não vamos complicar e sofrer por antecipação. Tudo aqui é “elementar”: Sherlock estreia no início de 2014 na BBC britânica. E, por enquanto, isso basta. Não é?

Com informações do TV Line, Hypable, Deadline e SpoilerTV.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

5 Comments

  1. Cath

    Não vejo a hora de começar a 3ª temp! E de o ‘O Hobbit’ chegar aos cinemas pra ver esses dois lindos *-*
    E esse vídeo? Como o Benedict pode ser tão fofo? <3
    E apesar de tudo, eu gosto de Elementary. E realmente, todo mundo conhece (e gosta) de Sherlock, seja nas versões modernas de Robert Downey Jr., Jonny Lee Miller ou do (meu) lindo Benedict Cumberbatch. Ou algo assim. Mas Sherlock é Sherlock *-*
    Tudo aqui é “elementar” <<< Amei! uahauhuhauha
    Obrigada pelas novidades Gabriela! Adorei (como todas as suas outras colunas)!

  2. Gabriela Pagano

    Também gosto de Elementary, viu? Acho que Sherlock e Elementary têm propostas completamente diferentes e eu me apeguei às duas! Mas, realmente, Benedict É o Sherlock! hahaha
    Obrigada pelo comentário e pelas palavras simpáticas, Cath! Fiquei feliz =]

  3. Jorge P.

    Depois de assistir ao Sherlock da BBC ficou impossível suportar Elementary.

  4. Mônica Almeida

    Não consegui gostar de Elementary, apesar de gostar muito do Jonny Lee Miller. Cumberbatch é o melhor Sherlock de todos os tempos e mal posso esperar pela volta da série.

  5. Pingback: Dois anos de espera: divulgado o primeiro vídeo da terceira temporada de ‘Sherlock’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account