Log In

Reviews

Sessão de Terapia – Semana 5

Pin it

Série: Sessão de Terapia
Episódios: Semana 5
Número dos Episódios: 3×21 ao 3×25
Exibição no Brasil: 1° a 5/09/2014

Uma semana de partir o coração. Eu desconfiei disso quando a Bianca entrou corrida e amedrontada na sala do Theo, mas acho que não estava preparada para o tanto de revelações que viriam depois. As lágrimas foram muitas nesta semana de Sessão de Terapia.

Infelizmente a história de Bianca é perfeita ao retratar a vida de tantas mulheres que sofrem abuso: de um lado são obrigadas a ouvir que de alguma forma são responsáveis, culpadas, pelas surras que levam; de outro, se sentem elas culpadas pelas loucuras que seus companheiros ainda podem cometer com eles próprios.

Fiquei feliz de saber que ela encontrou algum abrigo com um amigo de seu pai, mas quando ela disse que ele a havia acompanhado até em casa para retirar suas coisas eu imaginei que aquilo não acabaria bem. Um homem capaz de tentar matar a esposa na frente de outros homens já perdeu qualquer capacidade de se controlar.

A reação de Theo, então, de querer acompanhá-la quando Miguel avisa que ele apareceu por lá foi natural. Na verdade, diferentemente da semana anterior, eu não consigo imaginar alternativa e fiquei aflita quando ele vai buscar, de novo, a chave do carro. Duro ter de esperar mais uma semana por notícias.

E a energia no local foi tão negativa que minha mente associou muito facilmente esse ocorrido e o fato de Rafael, agora na casa do pai, ter passado mal no mesmo instante.

Ainda mexida pelos acontecimentos de segunda fui pega de surpresa, assim como Theo, pelo aparecimento do pai do Diego. Eu não sei vocês, mas não fui com a cara dele no mesmo instante. A medida que ele se impunha eu gostava menos, eu o criticava mentalmente, eu imaginava o quão sozinho Diego se sentia na mesma casa que aquele homem.

Foi então que veio a bomba: Diego seria filho de outro homem. E ele falou isso com tamanha certeza que eu entendi perfeitamente a confusão de Theo com o assunto. Não existem provas de que isso seja verdade. O pai de Diego, se sentindo traído e sem que o objeto de sua mágoa existisse mais acabou jogando tudo isso pra cima do menino.

E eu não consigo nem imaginar o quanto de culpa esse homem vai ter de carregar se descobrir que Diego era filho dele e ele o afastou.

As emoções, e visitas inesperadas, continuaram na quarta com a presença de Guto na sessão de Felipe. Como esperado Felipe não teve coragem de se impor na família, na verdade o casamento com Nicole foi antecipado e, como o Guto, eu não vejo o rapaz trilhando outro caminho.

Ainda que sempre exista a opção de, no momento de dizer o sim, ele acabe surtando e fugindo – pobre Nicole abandonada no altar, neste caso.

A questão é que com Guto tomando a decisão que Felipe não queria e a sessão se encerrando mais cedo sobrou tempo para que Theo recebesse uma visita particular: Rita. Sim, nossa amiga terapeuta apareceu por lá, toda linda de branco, cabelos soltos e então uma taça de vinho, uma coisa levou a outra e…

Vamos combinar que a gente adora o Theo, mas ele é meio travado. Então ajudou bastante o fato de Rita ter os mais diversos problemas, mas nenhum em ir pra cima quando quer alguma coisa. E, se nós não vimos nada, bem, o que vimos foi o bastante para ter certeza de que as coisas esquentaram bastante por lá.

E esfriou bem no dia seguinte: Milena piorou muito, muito mesmo. A piora foi tanta que eu simplesmente não consigo acreditar que ela esteja tomando a medicação. A não ser que esteja acontecendo algo que não sabemos.

Fico super pesarosa por ela, de verdade, e queria muito que ela melhorasse, mas aquela que parecia ter o caso mais simples desta temporada parece a mais próxima de se perder a esta altura.

Na sexta nossa velha amiga Dora voltou. Claro que o começo não foi fácil, os dois sempre tiveram uma relação tumultuada e o fato de Theo ter ido para o grupo do Evandro ia temperar um pouco mais as coisas, mas a sessão até não foi tão tumultuada. Theo pode contar algumas coisas de si, não gostou de ouvir que os comentários de Evandro estariam certo e, mais que tudo, não gostou de ouvir de Dora que ele só a procura em situações de emergência.

Resta ver o que essas três sessões de teste farão pelos dois. Eu acredito que dessa vez Theo esteja mais aberto a realmente a “ouvir” sua terapeuta, afinal ele mudou bastante, aceitou uma série de medos, reconheceu uma série de falhas, não é mesmo?

P.S. Porra, Theo! Deixa a chave do carro do lado da porta, pelo amor de Deus!

*Esse texto foi originalmente publicado no Só Seriados de TV.

 

Séries citadas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account