Log In

Reviews

Sessão de Terapia – Semana 3

Pin it

Série: Sessão de Terapia
Episódios: Semana 3
Número dos Episódios: 3×11 ao 3×15
Exibição no Brasil: 18 a 22/08/2014

Desculpem pelo atraso, no final de semana a sessão de supervisão ainda não estava disponível e só consegui assisti-la ontem. E, depois de assisti-la, devo dizer que ela acabou por influenciar bastante a minha opinião sobre a semana.

Mas começarei pelo começo e falarei de Bianca. Ao vê-la defendendo o fato do marido controlar como ela gasta a própria herança ou justificando o fato de bater nela eu fui ficando de estômago virado. Impossível não pensar na imensidão de mulheres presas na mesma situação insuportável, muitas vezes se sentindo culpadas pelo erro do outro, muitas vezes com medo de tentar qualquer saída.

E aí eu fui remetida a conversa da sessão de supervisão da semana passada, quando se discutiu até onde um psicólogo pode ou deve ir para ajudar um paciente. Theo repetindo a pergunta se o marido lhe fazia mal e Bianca rodeando o assunto, estranhamente se sentindo mais pressionada por aquela pergunta do que por sua realidade em casa. Fico pensando se em algum momento Theo será confrontado novamente com essa decisão por causa da Bianca.

Já a sessão de Diego foi marcada, novamente, pela ausência do pai do garoto. Após a tentativa de contato por Theo foi a governanta que apareceu e, ao contrário do que Diego possa pensar, foi ela que mostrou o quanto se importa com o garoto. Uma pena que ele não consiga ver isso. Do outro lado, ele começa a admitir a falta que o amor do pai lhe faz, ainda que se culpe por isso, o que significa um grande avanço. Ele fala em desculpas, o que significa que quer conversar ao invés de afundar mais ainda na bebida.

A inversão de episódios fez com que Milena aparecesse antes no consultório. E, já que ela não consegue enxergar qual é o seu problema, Theo resolve forçar um pouco a barra, primeiro atrasando a sessão alguns minutos, depois percebendo seus olhares para as coisas fora do lugar e conduzindo a conversa para fazer com que ela tivesse que admitir o problema.

Milena falou sobre o verdadeiro motivo de ter sido suspensa e sobre a indicação de um psiquiatra. Falou mais de sua infância e de sua tia, a quem se agarrou após a perda dos pais e cuja obsessão por limpeza e controle ela “herdou” e que acabou se tornando seu problema hoje. De novo foi impossível não pensar no pobre filho dela, que acaba ficando com a carga toda da paranóia da mãe.

A sessão de Felipe também foi de confrontação, com Theo tentando entender do que realmente Felipe tem medo ao se manter no armário: seria o dinheiro ou o amor de sua mãe o mais importante para o rapaz?

Então a sessão de supervisão. Aquela que destoou de tudo que vi na série nestes três anos. Rita confirma nossas suspeitas de ter um caso com seu sócio ao surtar e culpar não somente o sócio como com Evandro pelo que está acontecendo em sua vida pessoal e profissional.

E por que destoou? Porque vemos sempre um cuidado muito grande na exposição dos sentimentos. Mesmo quando Theo estava envolvido com sua paciente você não via gritos, as atitudes sempre eram contidas. E eu confesso que não sei se gostei ou não de ver isso. Um lado meu achou desnecessário esse “tom fora do tom”, outro lado meu tem certeza de que isso aconteceu porque era necessário.

Questão é que minha confiança na direção da série me faz acreditar que, se eu esperar, eu poderei entender melhor tudo isso.

P.S. Na quarta um problema causou a inversão de episódios e a sessão da Milena foi exibida antes da de Felipe. Poucos minutos depois do início do episódio o Canal GNT se desculpou pelo erro e informou que exibiria o episódio de Felipe no dia seguinte. Gostaria muito que os demais canais seguissem o exemplo; não foi preciso encher a fanpage do canal de reclamações para obter uma desculpa ou mesmo pedir pela correção.

Séries citadas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account