Log In

Notícias

Segunda temporada de ‘The Following’ estreia hoje nos EUA. Confira algumas novidades da série!

Pin it

Cuidado! Essa notícia contém spoilers!

Esta vai ser uma noite muito importante para todos os fãs do escritor Edgar Allan Poe, de Kevin Bacon (The Guiding Light) e thrillers de ação. Isto porque neste domingo, dia 19 de janeiro, acontece a estreia nos EUA da segunda temporada de The Following.

NOTÍCIAS | Todo mundo conhece Kevin Bacon

Os fãs estão ansiosos para saber como anda a vida de todos os personagens, principalmente a de Ryan Hardy (Kevin Bacon) e a de Joe Carrol (James Purefoy), que teve a sua suposta morte no final da temporada anterior. O episódio intitulado, Ressurection (Ressurreição, em português), vai mostrar os acontecimentos um ano depois de todo o ocorrido, onde os seguidores de Carrol saem de suas “tocas” e vão comemorar o aniversário de um ano de sua “morte”. Para a festa ficar ainda mais animada, eles decidem realizar um grande ataque sangrento no metrô de Nova York, que acaba tendo muitos feridos e mortes no local.

Aqui estão nove novidades (spoilers) divulgadas por sites americanos sobre a 2ª temporada, baseadas no episódio de hoje. Confira:

1. A nova e melhorada vida de Ryan Hardy

Se você espera ver o antigo Ryan dormindo de manhã cedo e cercado de garrafas espalhadas pelo chão está muito enganado. Isso porque ele vai mudar completamente o seu estilo de vida: o ex-agente do FBI vai ter agora uma alimentação saudável, vai assistir ao noticiário matinal e vai ter até um novo trabalho, de professor de justiça criminal em uma universidade de Manhattan. “No ano passado, [Ryan] estava no fundo do poço e o envolvimento com o caso, de uma forma estranha, deu início ao seu processo de cura”, disse Bacon na Comic-Con, em julho do ano passado. “Este ano, eu e meu trabalho estamos mais unidos”, completou. Mas será que isso vai durar muito tempo? Ou os velhos demônios de Joe Carroll vão aparecer na mente de Ryan nas madrugadas da vida, através de lembranças?

“Eu não estou bebendo. Estou indo para reuniões. Meu coração está em boa forma. Estou correndo”, disse Bacon, oferecendo uma atualização sobre seu personagem. “De uma forma estranha, estou seguindo um pouco os passos de Joe… Você vê um homem mais feliz, mais realizado”, continua ele, acrescentando com uma risada: “Agora, The Following, vai durar por muito tempo”, completou.

2. Um tipo diferente de susto

Ao assistir as cenas do primeiro episódio da nova temporada de The Following, veremos que a série ainda continua bastante sangrenta, mas isso irá mudar se depender do showrunner Kevin Williamson (The Secret Circle). Ele promete dar mais susto nos telespectadores desta vez. “Eu não sou tão apaixonado com sangue e tripas”, disse Williamson em uma conferência recente. “Eu prefiro ser assustador… Eu acho que o desafio para a rede de televisão é como você faz isso, sem rasgar cabeças e mostrando entranhas e coisas assim. Isso não me interessa de qualquer maneira.” Depois de ver o abate no metrô no episódio de domingo, os fãs podem questionar a validade dessa afirmação. “Eu não vou fingir que não é assustador e violento, porque é”, Williamson reconhece. “Ele só tem um tom diferente e todos vão sentir isso neste novo ano”, completou.

3. Caras novas

Entre os muitos personagens novos nesta temporada, podemos citar: Lily Cinza (Connie Nielsen), uma mulher que sobrevive ao ataque do metrô e, eventualmente, torna-se um interesse amoroso para Ryan; Max Hardy (Jessica Stroup), sobrinha de Ryan, que também trabalha na polícia e tenta cuidar de seu tio; e Luke (Sam Underwood), um devoto de Carroll, que provavelmente vai levar o prêmio de mais assustador estreante na televisão nesta temporada.

2

4. Menos foco no FBI

Uma das principais críticas do seriado na primeira temporada foi a incompetência do FBI, que sempre pareceu estar um (ou 10) passos atrás dos membros da seita que perseguiam. Kevin Williamson tem lidado com esse problema por ter Hardy completamente removido da organização. “Ryan Hardy não é realmente o centro da força-tarefa”, diz Williamson. “Ele está fazendo suas próprias escolhas.” O parceiro de Hardy, Mike Weston (Shawn Ashmore), também aparecerá tomando outros rumos. “Eu não quero revelar muitas coisas, mas ele cria uma situação em que não estamos necessariamente com a necessidade de impor tantas regras como fizemos no ano passado”, disse Ashmore.

NOTÍCIAS | Segunda temporada promete “um novo capítulo” para ‘The Following’

5. O sumiço de Joey

O filho de Joe Carroll, o pequeno Joey (Kyle Catlett), que forneceu muito do ímpeto para a caça ao homem na temporada passada, estará mais sumido neste novo ano, mas de uma forma diferente. Os espectadores viram que ele está na Proteção a Testemunhas, com sua avó, e não se deve esperar que isso mude em breve. “Com os potenciais membros do culto à espreita, eles não vão correr nenhum risco com isso [saindo do esconderijo]”, diz Ashmore.

6. Cuidado com Emma

A principal seguidora de Carroll, Emma Hill (Valorie Curry), aparecerá com um novo visual nesta temporada – provavelmente como disfarce, pois ela está em lista dos mais procurados do FBI. Mas provavelmente também para se executar sua nova missão no Brooklyn. E ela está com uma grande surpresa. “Ela meio que vai ter uma jornada interessante, porque ela acredita que Joe está morto”, disse Williamson. “Quando ela descobre que ele, de fato, não está, terá um monte de emoções misturadas. Ele vai abandoná-la? … Ela é muito conflituosa, e vai querer algumas respostas sólidas. Ela não é mais uma seguidora qualquer. Ela se tornou uma líder.”

“Ela tem que adotar alguns disfarces realmente divertidos, a fim de escapar da captura”, revelou Curry. “É uma coisa complicada, porque há sempre aquela luz de esperança para ela – e ela sabe mais do que ninguém que Joe é capaz de qualquer coisa, incluindo voltar da morte, mas a complicação não é se ele fez isso, um monte de sentimentos acabam surgindo em termos de ter sido abandonada e permitiu que ela acreditasse que o mesmo estivesse realmente morto”, completou a atriz.

3

7. Maior desenvolvimento dos personagens

Como Ryan deixou de trabalhar com o FBI, a temporada vai se desenrolar menos como uma caçada episódica e vai explorar as relações entre os personagens. “O que eu realmente amo sobre esta temporada é que o relógio tiquetaqueando de tentar encontrar Joey foi aliviado, e assim… Você começa a conhecer esses personagens um pouco mais”, diz Ashmore. “Você vê diferentes dimensões e lados para cada personagem, quer se trate de Joe Carroll ou  Emma, seja quem for. Todo mundo tem um tempo para mostrar as suas identidades.” Acrescenta Williamson: “Esta história é contada a partir de um ponto de partida diferente. É um pouco mais de um suspense de personagens e relacionamentos, se é que isso faz sentido, ao invés de uma série procedural de suspense que mostra o FBI em uma caçada.”

8. Tensão entre Ryan e Mike

Através de flashbacks, os telespectadores verão que Mike e Ryan enfrentaram alguns problemas legais no intervalo entre a primeira e a segunda temporadas. Dizer que existe agora algum atrito entre os dois ex-sócios seria um eufemismo. “O verdadeiro dilema que começa acontecer entre Mike e Ryan é… Eles estão sendo tanto puxados de volta para este caso que Ryan não quer participar”, explica Ashmore.

9. Um cenário fixo

Enquanto a primeira temporada rodou em vários lugares dos EUA, a segunda temporada estará centrada apenas na cidade de Nova York. Isso se deve ao fato de que os seguidores de Joe vão querer agora se misturar com a multidão de pessoas que andam pela cidade, ao invés de se esconderem em fazendas no interior. “Eu amo que estamos na cidade”, diz Ashmore. “É um personagem totalmente novo. Esta em Nova York adiciona toda uma nova dimensão.”

Bem, depois deste grande testamento, quais são as suas apostas para o novo ano de The Following? Quem está ansioso aí que levante a mão! Não perca!

A nova temporada da série estreia dia 19 de janeiro, às 21h, pela Fox. No Brasil, a nova temporada estreia no dia 31 de janeiro, sexta-feira, às 22h25, na Warner Channel.

Com informações do TVGuide e do TVLine.

Séries citadas:

19 anos, técnico em Química, mineiro de Beagá. Atualmente é vestibulando de Medicina e pretende se formar pela Faculdade de Medicina da UFMG. Quando aparece um tempo livre, tenta acompanhar a maioria das séries médicas, mas elas nunca acabam! Um dia pretende finalizar ER, Grey's Anatomy e Dr. House. Acompanha também: 2 Broke Girls, Bates Motel, Fargo, Sherlock, Supernatural, The Walking Dead, The Big Bang Theory e muitas outras.

Website: https://medcine.wordpress.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account