Log In

Notícias

“Se ‘New Girl’ fosse um filme, talvez não me dessem a oportunidade de fazê-lo”, diz Zooey Deschanel

Pin it

Cabelos pretos de comprimentos médios, uma franja pesada na testa, olhos arregalados – e muito azuis. Essas combinações – adicionadas à roupas fofas, cheias de estampas e doçura – fazem Zooey Deschanel, a protagonista da série New Girl, na FOX, parecer uma bonequinha de carne e osso. Mas é a fala um tanto fanha, o olhar perdido e o jeito atrapalhado que fazem, dela, também, a chamada “adorkable”, uma brincadeira com seu jeito adorável – e esquisito. Ela não liga para isso.

Em entrevista à revista americana Glamour, Zooey contou como seus olhos arregalados enxergam a ditadura da beleza em Hollywood, diz que não se considera uma atriz “da classe A” do cinema e que é possível usar um colar do Peter Pan e ser feminista.

“Sou apenas eu mesma. Por que não podemos ser femininas, feministas e ter sucesso? Eu quero ser a droga de uma feminista e usar a droga de um colar do Peter Pan. E então o quê?”, disse a atriz sobre as críticas que recebe de algumas mulheres, que acreditam que sua maneira de agir e de se vestir corrompam os ideais modernos conquistados pelas mulheres.

Sobre seu corte de cabelo, apontado como uma marca registrada, Zooey garantiu que nada disso foi feito de maneira intencional ou planejada e que almeja apenas estar em frente ao espelho e gostar do que vê. “No mundo dos negócios, tudo é uma questão de ‘marca’. Mas nunca disse ‘Vamos desenvolver uma imagem [para mim]’. Cresci vendo filmes franceses e gosto daquele estilo. Não sou uma pessoa ‘montada'”, revelou a atriz, cujo visual é imitado desde que ficou mundialmente famosa aos estrelar um “conto de fadas ao contrário” no filme indie (500) Dias Com Ela, ao lado do ator Joseph Gordon-Levitt, em que interpretou a anti-romântica Summer na história.

Carreira no cinema

Zooey também não concorda com as pessoas que dizem que ela fez o caminho inverso na carreira das artes cênicas; foi do cinema para a televisão – nos Estados Unidos, é comum que atores comecem nas séries televisivas, as chamadas small screen, e saltem para a sétima arte, a cultuada big screen. “Eu era uma atriz coadjuvante [no cinema]. Não era da ‘classe A’ e estou bem com isso. Se New Girl fosse um filme, não sei se teriam me dado a oportunidade de fazê-lo”, disparou.

Na TV, essa chance lhe foi dada e ela se saiu mais do que bem. A atriz já recebeu duas indicações ao Globo de Ouro pela personagem protagonista Jess, incluindo na próxima edição de 2013, além de concorrer ao Emmy, o Oscar televisivo.

Quem vê Zooey desfilar sua beleza exótica na “telinha” e na “telona”, já percebeu que ela não é magééérrima como outras atrizes hollywoodianas. “Mulheres que eu cresci admirando – Debra Winger, Diane Keaton, Meryl Streep – eram todas lindas e magras, mas não muito magras. Há várias atrizes que são doentiamente magras. Tenho estatura bem baixa e se perdesse alguns quilos, me pareceria com elas; é assustador”, defendeu. “Você precisa se parecer com aquilo para ter sucesso? Não é verdade. Você não precisa parecer uma anoréxica para ter sucesso em Hollywood”, garantiu a atriz, que é mais curvilínea do que os padrões americanos.

Ao contrário da Summer, ela acredita no amor

Se sua beleza funciona dentro das telas, Zooey também pode usá-la no mundo real e, quem sabe, até, para encontrar um novo amor – ela se separou do vocalista da banda Death Cab for Cutie, Ben Gibbard, em 2011, depois de dois anos de casamento. “Meus pais estão casados há 40 anos e meus avós estavam casados há 69, até meu avô morrer”, disse. “Meu avô sempre dizia, olhando para minha avó ‘Ela é a mulher mais linda do mundo'”, lembrou a atriz. Ela reconhece que vivemos em um mundo diferente agora e que nem sempre relacionamentos são fáceis. “Não entendo quando as pessoas têm a meta de conhecer alguém – e então é só isso, uma meta. Nunca fui de fazer planos”, confessou Zooey Deschanel.

Pode não ter sido planejado, mas muita gente confessaria – assim como o avô da neta famosa – que Zooey “é a mulher mais linda do mundo”. E, dado ao sucesso da série New Girl, a gente pode dizer que os fãs (apaixonados) da moça planejam ficar mais do que apenas 500 dias com ela...

Veja as fotos da atriz na Revista Glamour US:

Na primeira imagem, Zooey usa um vestido da coleção de Oscar de la Renta e apresenta um estilo pin-up mais comportado.

Para encarnar uma mulher da fazenda glamourosa, a atriz vestiu a coleção da jovem estilista Rebecca Minkoff.

A grife Balmain deu todo um charme ao ensaio “fazenda” da atriz, que não deixou a feminilidade nem na hora de posar para as lentes.

Zooey estampa a edição de fevereiro da revista Glamour.

O cabelo da atriz é considerado sua marca registrada.

Confira mais notícias sobre Zooey Deschanel e sua série New Girl aqui.

Com informações da Glamour aqui e aqui.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

3 Comments

  1. Ricardo

    Bacana a matéria! Zooey além de todos os predicados estéticos é uma excelente atriz, ótima cantora, e mostrou ser humilde. Falta o q pra ela? Perfeita.

  2. Pingback: ‘New Girl’: Roteiristas revelam que cena entre Jess e Nick quase não aconteceu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account