Log In

Reviews

Scandal – It’s Handled

Pin it
Série: Scandal
Episódio: It's Handled
Número do Episódio: 3x01
Exibição nos EUA: 03/10/2013
96
4.8
3

Scandal está de volta. E repleta de escândalos, reviravoltas, jogo sujo e drama. E o ritmo da trama de It’s Handled foi frenético do início ao final.

Como todos lembramos bem, no finalzinho da temporada passada os roteiristas de Scandal jogaram na nossa cara um fato inesperado: o misterioso comandante do B613 é ninguém menos do que o pai de Liv. E logo de cara fomos brindados com diálogos muito bons e bastante tensos entre Rowan e Olivia.

Isso porque como todo pai que se preze ele resolveu intervir ao ver a filha na mira da mídia e – principalmente – dos poderosos da casa branca. O plano: fazer Olivia sumir no mundo. E a sempre imponente Olivia Pope acaba se apequenando diante do pai, com quem claramente tem sérios problemas. Só que uma ligação para Cyrus – a cobra – muda tudo, e Olivia resolve permanecer – com a ilusão de levar uma vida normal – enquanto a Casa Branca lida com a questão da traição do presidente.

Mais alguém achou mancada Olivia acreditar em Cyrus? Ela, mais do que ninguém, conhece as sujeiras do jogo político. Achei muito amadorismo ela deixando tudo nas mãos de Cy. E mais, achando que os clientes estariam todos esperando ela voltar ao trabalho. Ingenuidade, uma característica que não combina com Olivia.

A reviravolta no caso da semana – a defesa da honra de Olivia – só veio porque os gladiadores se uniram aos gananciosos e espertos Cyrus e Mellie (e aqui eu critico o pouco tempo de tela dos Gladiadores. A solução que eles construíram foi inesperada justamente porque eles não apareceram quase nada. E uma das coisas mais legais de Scandal é justamente acompanharmos a construção das saídas geniais. Ponto contra o episódio). Obviamente tive pena da jornalista que pagará o pato: novamente um bode expiatório surgiu para salvar a pele dos mais influentes. Mas achei muito digno os gladiadores não deixarem que o nome de Olivia fosse parar na lama. E mais, mostrar que se ela não se preocupa consigo mesma, eles estão ali para o que der e vier – e mesmo que ela seja uma vaca com eles escondendo tudo que é mais importante das pessoas que mais se importam com ela.

Outra reviravolta, e DAQUELAS, foi descobrir que quem vazou o nome de Olivia para a imprensa foi o próprio Fitz. Achei muita, mas muita sacanagem da parte dele. Cheguei a desejar que Mellie virasse a mão na cara safada dele. E não colou 100% a explicação de que, na verdade, ele estava livrando Olivia dos desígnios de Mellie. Faça me rir, Sr. Presidente.

Na verdade, Fitz é fraco – e apaixonado, o que por si só já é um grande problema. Ele não consegue decidir o que quer da vida e esperava que tudo se resolvesse milagrosamente quando o mundo ficasse sabendo que ele dormiu com Olivia. Me parece que ele achou que iria acabar se divorciando de Mellie e vivendo feliz para sempre com Liv (e por isso foi tão genial Mellie perguntando se ele achou que os Estados Unidos aceitariam a amante dele de braços abertos como a nova primeira dama). E qualquer pessoa minimamente esperta sabe que enquanto ele for presidente isso não será possível. Ele mesmo sabe disso, tanto que cogitou renunciar.

O que ele não pensou foi em quanto sofrimento isso traria para a vida de Olivia (que tem sua cota parte de culpa no cartório, mas que acaba sempre sendo a maior prejudicada). Ela inclusive se sujeitaria a assumir a culpa e passar por amante barata, já que Mellie vetou que o amor entre os dois viesse a público. Ela colocou sua carreira em risco para salvar a pele do presidente, achou uma saída para o mandato dele. Enquanto isso, ele pedia à vice-presidente que o atacasse publicamente após a confissão da traição, numa clara tentativa de perder o mandato. Frouxo. Covarde. Não consigo pensar em outros adjetivos para qualificá-lo.

Só que se Olivia foi estúpida – ou iludidida – o suficiente para não ver a verdade por trás dos fatos (outra coisa que não combina muito com o brilhantismo da personagem), Mellie demonstrou que de boba não tem nada (é uma vadia adorável a primeira dama). E é impossível não simpatizar com ela ao ver que ela sofre, de fato, com as peripécias amorosas de Fitz. Ela sabe que não é apenas um caso, mas sim amor verdadeiro. E deve ser muito difícil viver nessa situação. É claro que, assim como Fitz, ela poderia colocar um ponto final no casamento. Mas nenhum dos dois quer abrir mão do status e do poder.

E no final do episódio, mais momentos de tensão. Charlie – que cara sinistro! – apareceu, e Cyrus é levado ao encontro de Rowan. O todo poderoso entrega para a cobra venenosa os arquivos que revelam o que realmente aconteceu na batalha que Jake e Fitz lutaram juntos. Não faço ideia de qual seja esse segredo, e nem vi esse plot se aproximando (surpresas, surpresas all over the place). Só sei que é algo grande, e talvez tenha ligação com o fato de Jake quase ter sido morto por ordem do B613 e estar em um buraco como penitência. Provavelmente, é um daqueles segredos que pode abalar as estruturas da nação. E em breve Olivia e seus Gladiadores devem tomar conhecimento dele – ou serem jogados no meio dessa trama toda intencionalmente.

A pergunta que não quer calar é: estaria Rowan interessado em destruir Fitz em razão do que Olivia foi obrigada a suportar? Ele já demonstrou ser perigoso, e funcionaria bem como vilão. Enfim, é uma hipótese.

Isso sem contar a finaleira do episódio mesmo: quer dizer que a jornalista que supostamente é amante de Fitz vai ser cliente de Olivia, a real amante de Fitz. Contem-me mais sobre isso, roteiristas! Como que eles vão fazer para livrar a cara de uma sem entregar a outra é o que eu quero ver. Cyrus vai ficar p da vida quando descobrir…

Pra finalizar, preciso dizer que é óbvio que eu reconheço que existe entre Fitz e Olivia mais do que química e desejo. É evidente que os dois se amam. Mas acho que chegou a hora do “ou vai, ou racha”. Eles não podem continuar se pegando pra sempre em armários da casa branca, ou colocando suas carreiras em risco com ligações na calada da noite. Funciona bem para nos deixar com os corações acelerados – e com a culpa de shippar gente casada -, mas é uma patifaria que deveria ter fim. Por mais doloroso que isso seja.

Nessa quinta-feira vai ao ar Guess Who’s Coming to Dinner. Além de descobrir quem virá para o jantar, provavelmente nos veremos envolvidos em novos jogos sujos e reviravoltas inesperadas. Eu mal posso esperar.

P.S.: e a genialidade do roteiro de Scandal tem sido cada vez mais reconhecida. Prova disso foram os 10.52 milhões de espectadores que assistiram It’s Handled. A maior audiência de Scandal até hoje.

P.S.2: provavelmente esqueci de falar de várias coisas importantes. Mas quem pode me culpar? Scandal tem um ritmo tão frenético que é impossível dar conta de tudo.

Séries citadas:

Editora Chefe do TeleSéries, gasta boa parte da sua semana com séries. Sua estréia foi com ER, e atualmente assiste - entre várias outras - Grey's Anatomy, Game of Thrones, Suits, Castle e Rookie Blue. Ainda assim, arrumou um tempinho para maratonar Friends, The X Files e Chuck - pela qual se apaixonou, recente e irremediavelmente. Está saindo da crise de abstinência de Fringe graças à Orphan Black.

6 Comments

  1. Anderson Narciso

    “Eles não podem continuar se pegando pra sempre em armários da casa branca, ou colocando suas carreiras em risco com ligações na calada da noite. Funciona bem para nos deixar com os corações acelerados – e com a culpa de shippar gente casada -, mas é uma patifaria que deveria ter fim.” hahahahah, se na vida real a coisa é assim, porque Shonda Rhimes não pode usar e abusar disso?

    :D

    E Mariela, tirou 0.2 porquê? Dê 5.0 sem medo de ser feliz, Scandal merece! kkkkk

  2. Anderson Narciso

    Ps: Que bom que resolveram dar uma oportunidade pra Scandal ter reviews. Essa série é ouro, e para mim, é a ideal para substituir Grey’s no horário das 21h. Uma pena que a ABC não cancela logo Grey’s!

  3. Mariela Assmann

    Tirei 0.2 porque eu sei que Scandal vai apresentar episódios muito mais geniais que esse. To poupando o 5 ;)

    E sobre o fato de na vida real ser assim também, eu sei que isso existe. Mas o fato dele ser presidente torna tudo mais difícil e perigoso. Por isso acho que seria interessante mudar a abordagem.

    Obrigada pelos comentários. Passa aqui sempre pra gente debater Scandal o//

  4. biancavani

    Eo o Jake, Deus do Céu! Preso naquele buraco!
    Será que será ele, afinal, o par perfeito de Liv?
    Meu, que organização secretíssima, maximamente sinistra, é aquela do pai de Liv?

  5. Tássia Bastos

    Acho que sou uma das poucas fãs de Scandal que não torce por Fitz e Olívia juntos. Fitz é um fraco, covarde e egoísta. Não posso negar que os atores tem química, mas as ações de Fitz não condizem com a de um homem apaixonado não. Condizem com a de um homem egoísta que só pensa em si mesmo. Quero só ver quando a Liv descobrir que foi ele que vazou o nome.
    A pergunta que não quer calar é Where is Jake Ballard??? Shippo ele com a Olívia e isso não é hora dele sumir, rs. Morrendo de curiosidade pra saber o que aconteceu nessa tal operação Remington. Shonda deve inventar algo gigante pra esse plot!

  6. Pingback: Destaques na TV – segunda, 3/02

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account