Log In

Reviews

Saving Hope – A New Beginning

Pin it
89.333333333333
4.4
3
Série: Saving Hope
Episódio: A New Beginning
Número do episódio: 01×10
Exibição nos EUA: 23/08/2012

Curti muito o episódio desta semana de Saving Hope. Não sei vocês, mas esta atmosfera fora Hope Zion deu um gás legal para a série que transformou o episódio em mais um excelente desta temporada de estreia. E eu vou te dizer o porquê. A New Beginning deixou um pouco de lado o drama de “Charlie acorda ou não acorda?”. Alex não ficou lá em seu leito chorando e implorando para que ele acordasse. A dinâmica do episódio fluiu muito bem com os pacientes e nossos personagens centrais envolvidos em suas subtramas.

Aliás, comecemos pela própria Alex. A Doutora tratou de focar em seu paciente que era obeso e estava no hospital para um check-up final. Mas quando reclama de uma dor no peito, notada após um incidente na academia, a médica acaba constatando que seu paciente tinha câncer de mama – o que é raro para homens, mas acontece. Alex rendeu esta boa história, que terminou com o paciente fazendo a cirurgia e removendo o tumor e a mama. Além disso, a médica teve de lidar também com Tom, que agora preenche o cargo que antes era ocupado por ela. Os dois se estranharam, incluindo ainda o ódio dos outros médicos pela arrogância de Tom. Mas lá para o final do episódio, Alex mostrou toda a sua superioridade indo conversar com o médico e lhe dando dicas sobre o cargo. Super generoso da parte dela. Vale destacar que a própria Alex entendeu a perda do cargo. Eu no início achei que ia surgir algum plot relacionado a isso neste episódio, mas a personagem percebeu que neste momento ela não esta preparada para ser chefe. Erica Durance “divando” como sempre.

Outro personagem que fluiu muito bem neste episódio foi Gorel. Aliás, não canso de elogiar o personagem nas reviews, e sinceramente, ele já é, de longe o melhor personagem da série. Claro que, Erica Durance está na minha hot list, mas deixemos minhas preferências masculinas de lado. O fato é que neste episódio, Joel esteve ainda mais brilhante. Diria até que roubou a cena para ele. Desta vez, o médico enfrentou uma crise de confiança em sua primeira cirurgia após o incidente com sua mão. Ao largar a cirurgia no meio do procedimento, Dana percebe que há algo errado com o médico e o convida para uma viagem em que participaria de um evento médico. O rapaz aceita, só que ele não adivinharia que viveria momentos intensos nela. Os dois se deparam com um acidente que prende a perna de uma amiga de dana por debaixo de um caminhão. E o único jeito de salvá-la é fazendo uma amputação. Gorel enfrenta toda a pressão em fazer o corte, e sem as devidas ferramentas acaba fazendo o procedimento com uma espécie de tesoura de jardim. O procedimento no final dá certo, e o médico acaba comemorando o sucesso na cama com Dana. Sim, foi uma surpresa e tanto, mas olha, até que curti os dois viu? O que Joel e Maggie não tem de química, Joel e Dana apresentaram com apenas alguns beijos mostrados. Tem a minha aprovação. Parabéns a Daniel Gillies por estar fazendo um excelente trabalho com o personagem.

E o que faz da vida (ou morte) o nosso moribundo Charlie? Apesar de aparecer bem pouco neste episódio, o personagem lidou com uma psicóloga que morre acidentalmente. E aproveitando que já estava lá, a moça acaba por fazer uma sessão com o médico, confrontando-o sobre o porquê ele ainda esta lá. Na verdade achei isso tudo meio bobo, mas o personagem acaba soltando que porque quer ficar lá. Lógico que ele volta atrás, e diz que o que mais quer é sair dali, mas estaria Charlie com medo de enfrentar alguma coisa no seu retorno? E afinal, o que o prende a este coma? Confesso que já esta me dando agonia.

A série tem mais três episódios pela frente, e tem tudo para encerrar a temporada com saldo positivo. Ainda me mantenho curioso em ver como ficará a dinâmica e o propósito da série caso Charlie acorde ainda nesta temporada. Vamos ver o que os roteiristas nos aguardam. Semana que vem nos encontramos novamente. Até lá.

Séries citadas:

Mineiro, professor e aficionado por séries. No TeleSéries resenha as séries Hawaii Five-0 e Saving Hope. Mas também é apaixonado por Grey's Anatomy,'CSI, Rookie Blue, The Vampire Diaries, The Good Wife, Homeland, The Walking Dead e muuuitas outras...

5 Comments

  1. Bruno

    Também gostei do episodio. A psicologa “cutucando” Charlie até ele desembuchar foi hilário… O flashback foi bom, ele está em coma com medo de acordar e perder o amor da vida dele, se a situação fosse a inversa.

    Apesar de ter gostado do desenrolar da trama do Joel com a Dana, não gostei do episódio ao ar livre. Pareceu demais com aquele episódio também envolvendo amputação que teve House com Cuddy. Aliás, ninguém pensou em cavar dos lados da perna, depois tirar a terra por baixo ad perna e com isso abrir o buraco de tirar a moça de lá?

    E pensando bem, Dana nem ligou que a amiga ciclista ia perder a perna e nunca mais andar de bicicleta? What a bitch! Mas foi bem bolado ela enfrentando o chefe, no fim do ep.

    Maggie, bem, merece o par de chifres que levou.

    O saldo realmente está positivo e pena que só tem mais 3. SH (junto com Continuum) foram gratas surpresas nessa mid-season.

  2. biancavani

    Gostei desse elemento introduzido na história: é Charlie, na verdade, que está resistindo em sair do coma; tem a ver com o psicológico, não com o físico. Acredito que não seja apenas a morte dos pais, deve ser algo mais complexo, um mistério que se prolongará por algum tempo – pelo menos deveria ser assim, para ficar mais legal.
    Mas será que ele sairá do coma já na primeira temp.? Estou achando que essa questão de ele ficar conversando com os mortos ou em via de seja a base da história…
    A cirurgia e a amputação: nem olhei, mas foram casos interessantes.Então estão surgindo relações/disputas de poder, em que as pessoas vão revelando seu verdadeiro caráter. Muito bom. Erica “divando” (rsrsrs): adorei isso, Anderson!

  3. Anderson Narciso

    Pois é Bianca, a pergunta que não quer calar … ele vai mesmo acordar nesta temporada? Eu aposto até ele abrindo o olho antes da cena final, mas vamos ver!

    E sim, Erica Durance diva sempre! HAHAHA, Eita mulher para casar!

  4. Anderson Narciso

    Bruno, estes episódios “Fora-Hospital” são tradicionais desde os tempos de ER. Acho que são os episódios que dão gás. Grey’s Anatomy repete esta fórmula sempre que pode. Mais episódios como este em SH serão bem vindos a meu ver.

    SH foi uma das grandes surpresas da Summer, confesso…
    Obrigado pelo comentário!

  5. biancavani

    Rsrs, sim, suponho que seja para casar. Mas, na verdade, eu me referi à sua invenção do verbo “divinar”. Guimarães Rosa também fazia muito isso… “tipo”, a tarde noitava, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account