Log In

Notícias

Saiba como a série ‘Hannibal’, que estreia hoje nos EUA, foi desenvolvida

Pin it

Logo mais à noite, o banquete estará servido! A série Hannibal, que narra o cotidiano de um dos serial killers mais famosos do cinema e da literatura – um canibal – estreia na NBC, às 22h, no fuso horário dos Estados Unidos.

A atração é uma das mais anunciadas e aguardadas não só entre os americanos, como pelo público geral (no Brasil, a AXN estreia a série no próximo dia 16). Na história, o ator dinamarquês Mads Mikkelsen (o vilão Le Chiffre de 007: Casino Royale) repete as malvadezas como o protagonista Dr. Hannibal Lecter, um assassino que, com a identidade ainda não descoberta, presta consultorias ao agente especial do FBI Will Graham (papel de Hugh Dancy, do filme Adam). Graham é professor na Academia do FBI e considerado o mais habilidoso do mundo em detectar assassinos em série – ele é capaz de decifrar a mente deles e conseguir recriar a cena perfeita do crime em sua cabeça. Lecter e o agente ficarão muito próximos, a ponto de o criminoso considerar Graham um aprendiz em potencial.

NOTÍCIAS | Mads Mikkelsen diz que se inspirou no “Anjo Caído” para interpretar Hannibal Lecter em série

O Anjo Caído

Hannibal é inspirada no livro Dragão Vermelho, do escritor Thomas Harris. No cinema, Anthony Hopkins deu vida ao serial killer no filme homônimo à obra literária, enquanto Edward Norton interpretou o agente genial e criativo.

Mas, de acordo com a criador da série, Bryn Fuller (Pushing Daisies, Wonderfalls), o assassino do programa de TV está mais maléfico do que nunca. “Em um dos primeiros encontros que tive com o Mads [Mikkelsen], ele estava falando sobre interpretar algo mais parecido com o Lúcifer e o Anjo Caído, que tem essa admiração tão grande pela beleza e a arte do espírito, que se você não respeitá-la, ele pode se tornar bastante punitivo e te mandar para o inferno, de sua própria maneira”, contou o produtor, fazendo referência à uma passagem bíblica.

Para Mikkelson, Hannibal Lecter é o que de mais próximo podemos ter do Diabo. “As motivações dele não são banais, como abuso na infância ou pais ruins”, começou o ator. “Está no gene dele. Ele acha que a vida é mais bonita no leito da morte. E isso é algo que é mais parecido com o Anjo Caído do que com um psicopata em si”, refletiu ele, dizendo que Hannibal é muito mais que um psicopata e que, embora não possamos entendê-lo, iremos tentar fazê-lo com bastante empenho.

O Hannibal Lecter da NBC é refinado, elegante e tem senso de estilo

Ideia da série

Bryan Fuller revelou que a ideia de fazer a série surgiu quando ele leu o livro de Thomas Harris. De acordo com ele, há um trecho em Dragão Vermelho que o inspirou a criar o programa:

 

– Você me atrai essencialmente porque você é louco, também. – diz Hannibal ao encontrar o agente Graham, na obra literária.

 

 

 

 

 

Foi quando Fuller decidiu que deveria produzir o show. “Então, eu pensei ‘Existe um bromance incrível e não explorado nisso, que eu, enquanto membro da platéia, gostaria de ver.”

Para o produtor, uma das vantagens de adaptar o livro para a TV é que, na série, haverá mais tempo para explorar profundamente o emocional abalado que tortura o personagem Graham – que pode até, quem sabe, encontrar instintos assassinos nele mesmo.

Estética e recordar é viver

Como é possível notar nos inúmeros trailers da série, Hannibal aposta na estética; e os crimes ocorridos serão quase teatrais, assegura a imprensa especializada americana, que já teve acesso ao episódio piloto.

Bryan Fuller, aliás, é conhecido (e até adorado) pela estética de seus trabalhos. A série Pushing Daisies, por exemplo, era inspirada em O Fabuloso Destino de Amelie Poulain e retratava um mundo de sonhos. O cancelamento da atração, ocorrido em 2009, é lamentado pelos fãs até hoje. Mas, em Hannibal, os espectadores poderão ver alguns dos antigos atores reunidos outra vez: Ellen Greene, Gina Torres, Molly Shannon e Raul Esparza participam do novo projeto, assim como Caroline Dhavernas, que esteve em Wonderfalls, e Ellen Muth (protagonista de Dead Like Me, também criada por Fuller).

NOTÍCIAS | Estômago forte: trailer de dois minutos de ‘Hannibal’ transborda sangue e violência

Agente Graham

O personagem de Hugh Dancy, o agente Graham, é descrito como extremamente inteligente e criativo – não por acaso, em uma das cenas divulgadas, o mentor dele no FBI, Jack Crawford (Laurence Fishburne), pergunta “Posso emprestar sua criatividade?”. Mas, diante de toda essa sagacidade, Graham não vai desconfiar que Lecter é, na verdade, o assassino que ele tanto procura? “Definitivamente, há alguns acontecimentos nessa área, interpreto o melhor detector de assassinos em série do mundo”, contou Dancy. “Ao mesmo tempo, Hannibal não é só o mais inteligente, ele está sempre um passo a frente de todos”.

Mads Mikkelsen tem a mesma opinião que o colega de cena – que conheceu em 2003, durante as filmagens do filme Rei Arthur e, desde então, são amigos – e acredita que a empatia entre os dois personagens, que vai ficar evidente logo no primeiro encontro, será tóxica para Graham, enquanto Lecter saberá tirar proveito da situação. “Essa empatia está matando o Graham, ele não consegue controlá-la. É ela que o controla. E Hannibal tem o poder contrário: ele usa a empatia como uma ferramenta”, argumentou o protagonista. “Hannibal ama o Graham e irá longe para ajudá-lo. Se é o tipo de ajuda que o Graham precisa, não tenho certeza”, falou o ator, que acredita que Lecter poderá, sim, transformar o agente em assassino.

Já sobre o primeiro encontro com Bryan Fuller, Mikkelsen disse que leu o roteiro da série e adorou, mas precisava saber sobre o futuro da história para assinar o contrato. “Fuller levou algumas horas para fazer isso, ele foi até a temporada 28 ou algo assim! Ele é fantástico e tem uma mente brilhante”, elogiou o ator. Para o protagonista, a versão televisiva de Hannibal, por apresentar o assassino fora da prisão, obriga o personagem a fazer amigos, ter uma vida normal, mais próxima da humana e deixar as pessoas confortáveis em sua companhia. A nova condição foi essencial para que ele aceitasse o trabalho. “Pensei ‘Hamlet foi interpretado tantas vezes – com perfeição – e isso não deveria impedir que alguém tentasse fazer algo mais com Hamlet.”

Comparar Hannibal com Shakespeare. Quer saber se você concorda com ele? A nova série estreia hoje à noite, às 22h, na NBC dos Estados Unidos. No Brasil, a atração começa a ir ao ar no dia 16 de abril, também às 22h, pelo canal pago AXN.

Com informações do EW e TV Line.

Séries citadas:

É jornalista formada pela Unesp e pós-graduanda em Gestão Cultural. No TeleSéries, escreve mensalmente a coluna Estilo. Aficionada pelas histórias de terror, sobrenaturais e de mistério, também não dispensa aquela comediazinha romântica... Pushing Daisies, Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, Riget, Lost in Austen, Wonderfalls, Samantha Who?, Copper, Harper's Island e Hannibal estão entre suas séries preferidas de todos os tempos! :)

1 Comment

  1. Pingback: Até que enfim: NBC renova ‘Hannibal’ para 2ª temporada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In or Create an account